A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As Dificuldades De Mercado e As Oportunidades Disfarçadas

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As Dificuldades De Mercado e As Oportunidades Disfarçadas"— Transcrição da apresentação:

1 As Dificuldades De Mercado e As Oportunidades Disfarçadas
Paulo César Machado

2 A Previsão e a Percepção
Muitas são as empresas que enfrentam dificuldades pela falta ou redução de mercado; neste momento é de vital importância abrir as portas à criatividade, tanto aos gestores quanto aos funcionários em geral. Quando a economia entra em recessão, muitas começam perdendo alguns clientes, queda de receitas e daí, a sofrer prejuízos. Se não reagem a tempo e adequadamente, é certo que estas empresas entram numa espiral negativa que as levam a redução de custos, endividamento excessivo que comprometem o futuro. Como se pode inverter esta tendência? A resposta já temos desde o início, quando se detecta o problema.

3 O Caminho “As Adversidades São Grandes Oportunidades”
Para começar, temos que encarar a realidade, aceitá-la e partir pra luta. Alguns exemplos identificadores de causas das dificuldades econômicas são: O aparecimento de um novo produto substituto com grande aceitação no mercado; O desaparecimento inesperado de uma parte importante dos clientes (ex: encerramento de uma fábrica junto a um restaurante); E a chegada de um novo concorrente que altere radicalmente a oferta no mercado (ex: entrada de uma multinacional no mercado). Por último, importa salientar que a época de crise econômica é um período propício tanto às oportunidades quanto às ameaças.

4 Momento de decisão, de Mudança súbita.
Avaliando as Ideias Por um lado, um ciclo de crise provoca normalmente reduções na procura e maiores restrições na obtenção de financiamento. Por outro lado, um período de crise pode ser uma oportunidade para uma empresa se diferenciar da concorrência e oferecer novos produtos ou serviços ao mercado. São as dificuldades de mercado que normalmente surgem durante um período de crise e são geralmente associadas a meras dificuldades financeiras, contudo, se não enfrentada e contornada, na maioria dos casos levará à inviabilidade econômica aquela empresa. Crise, do latim “Crisis”= Momento de decisão, de Mudança súbita.

5 Enxergando a Realidade e Novos Horizontes
No início dos anos 2000, as gravadoras, não aceitaram a realidade do crescimento das cópias de CDs não autorizadas, enquanto seus lucros caiam de 20 % para apenas 5%, procuram criar barreiras legais por meio de “lobby” da categoria, sem sucesso e partiram pra luta no território do inimigo, ou seja a Internet, mas sem sucesso de novo, pois nunca chegaram a um consenso sobre o preço das músicas oferecidas. Steve Jobs, enxergou na confusão formada, a sua oportunidade disfarçada, e concluiu que somente alguém de fora daquele mercado, livre das práticas e políticas negativas e viciadas do meio poderia negociar entre rivais e obter adesão de todos. Adquiriu uma pequena empresa que desenvolvera um “software”, Estabeleceu um modelo de negócio, e seguindo o lema da Apple “pense grande, mas simplifique”, decidiu: Toda e qualquer música custaria a mesma coisa, 99 centavos. O grande salto em direção ao sucesso se deu com a entrada no mercado da música digital, quando ao final de 2001 Jobs lança o iPod e Uma inteligente campanha de marketing o torna um novo ícone cultural. Como passo complementar, Jobs criou em 2003 a loja virtual de música “iTunes”. Gerou 2 milhões de downloads nos primeiros 16 dias e o resto da história todos sabem: SÓ SUCESSO E O DOMÍINIO DE UM NOVO MERCADO.

6 A Vida É Boa Pra Quem Enxerga Além da Crise
Em 1997, a Sul Coreana LG atravessava o auge da crise da Ásia. Os impactos da crise na indústria eram altos, mas a saúde financeira e o posicionamento estratégico da empresa eram bons, mas seu mercado precisava ampliar, para manter-se lucrativa. A LG optou por investir no Brasil para fortalecer o seu núcleo de negócios: investiu em dois complexos industriais, contratou três mil pessoas e investiu em inovação. Em menos de cinco anos, a LG já se encontrava entre as líderes em produção de telefones celulares e televisores de plasma e LCD, segmento em que foi pioneira no mercado nacional. Ela construiu uma posição forte no Brasil, reforçando sua saúde financeira e hoje, o Brasil é o segundo principal mercado para a LG, atrás somente dos EUA.

7 A Tesco, líder do segmento varejista do Reino Unido, detinha boa posição financeira e estratégica na crise de 2001, que afetou fortemente o setor. Sentiu que estava perdendo mercada e rapidamente mudou o foco das propagandas e de suas linhas de produtos mais nobres para as linhas de populares, e começou a investir na diversificação. Entre 2000 e 2002, expandiu a área de vendas em três vezes maiores que as dos competidores, aumentando também a quantidade de talentos dentro da empresa. Graças a uma aquisição estratégica, conseguiu disseminar rapidamente um novo formato de loja expressa. Esses movimentos permitiram que a Tesco evitasse esforços dispendiosos e desgastantes em redução de custo para ganhar mercado e dobrar sua vantagem nas cotas participativas de mercado sobre o seu maior rival, Carrefour.

8 A Oportunidade A Volta Por Cima e a Saída Vitoriosa
Mesmo com todo o sucesso conquistado, a Estrela passou grande crise. A fábrica quase quebrou duas vezes: a primeira quando o Governo Collor abriu, sem critérios, a economia em A segunda quando o Brasil reconheceu a China como economia de mercado, em 2003 no Governo Lula. A companhia sofreu um forte abalo e viu seu mercado interno minguar; passou 5 anos sem conseguir exportar, por causa da concorrência desleal chinesa, e a enorme quantidade de produtos falsificados e contrabandeados, chegando à casa dos 40% do mercado, o que atingiu toda a indústria de brinquedos do país, segundo dados da Abrinq (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos). Outro ponto que favoreceu essa crise e reforçou os índices negativos na Estrela foi o rompimento com a Mattel que, após uma batalha judicial, retirou o direito da Estrela de produzir a Barbie, ícone das “fashion dolls”.

9 Com enormes dificuldades a Estrela sobreviveu e manteve-se no mercado e descobriu as oportunidades disfarçadas, dentro da crise e aplicou uma velha máxima da vida e do mercado: “Se não pode combater com o inimigo, alie-se a ele” Entrou no território do inimigo; criou uma unidade na China para pode exportar, beneficiando-se da mão de obra farta e barata por lá e agora a empresa volta a exportar, para o Brasil e outros mercados.

10 Diante das Dificuldades A Oportunidade Se Mostra
e Assim Nasceu a Maior Empresa de Planos de Saúde do Brasil... A vocação para inovar do fundador da Amil o ajudou a construir a maior empresa do setor na América Latina. Tudo conspirava para um futuro difícil. Aos 5 anos, perdeu o pai. Ele repetiu quatro vezes a mesma série no primário. Para ganhar uns trocados, fazia bicos como engraxate. Mas hoje o médico cirurgião Edson de Godoy Bueno, é um dos empresários mais bem sucedidos do Brasil. O milagre? Ele diz: “Um belo dia, decidi que não faria o normal, que seria levar uma vida sofrida na pequena Guarantã, onde nasci”. Resolveu que seu futuro estava na medicina. No inicio dos anos 1970, trabalhando nas adjacências do Rio de Janeiro, numa pequena Maternidade que enfrentava dificuldades financeiras, com salários atrasados por diversos meses, ao invés de pedir contas e brigar por direitos, Pensou e viu ali sua oportunidade disfarçada. Visionário, enxergou a hora certa pra dar início ao seu sonho de ser grande >>>>>>

11 Avaliou que faltava criatividade ao patrão, propôs a troca do seu saldo de salários por uma participação na empresa e daí... Começou sua trajetória empresarial ao se tornar sócio desta modesta casa de saúde afogada em dívidas. Mais tarde, o ex-mau aluno foi estudar administração em Harvard, nos Estados Unidos. Hoje, comanda o Grupo empresarial Amil com 5,2 milhões de beneficiários (incluindo planos de saúde e dentais) e 19 mil funcionários, 23 hospitais próprios e 98 centros médicos, com um milhão de clientes a mais do que o segundo colocado, neste setor. Palavra final de um visionário empreendedor: “Anote aí: o impossível não existe.” Edson Bueno

12 Algumas Empresas que Descobriram as Oportunidades Disfarçadas nas Dificuldades

13 Estas Empresas quebraram porque não aceitaram a realidade...do mercado.


Carregar ppt "As Dificuldades De Mercado e As Oportunidades Disfarçadas"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google