A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROPRIEDADES MEDICINAIS DA UVA Rafael Damando Barion Fulvio P. V. da Silva Paulo Carrara Daniel G. Abe.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROPRIEDADES MEDICINAIS DA UVA Rafael Damando Barion Fulvio P. V. da Silva Paulo Carrara Daniel G. Abe."— Transcrição da apresentação:

1 PROPRIEDADES MEDICINAIS DA UVA Rafael Damando Barion Fulvio P. V. da Silva Paulo Carrara Daniel G. Abe

2 1. Introdução Originária do árido Cáucaso, na Asia, a uva é uma das frutas mais antigas utilizadas na alimentação humana e a sua produção se espalha por todo o mundo. Sua origem vem de AC. No Brasil o cultivo da videira começou em 1535, na Capitania de São Vicente trazida pelos portugueses. A imigração italiana em Sao Paulo e no Rio Grande do Sul no final do século XIX deu um grande impulso à cultura.

3 A uva é uma das frutas mais exportadas e também uma das mais importadas pelo Brasil Uvas chilenas, americanas, argentinas tem no Brasil um mercado cada vez maior.

4

5 A região Sul apresenta-se como a maior produtora de uva do país, vale ressaltar que a uva produzida nessa região destina- se, principalmente, à produção de vinho, enquanto nas regiões Sudeste e Nordeste predominam a produção de uvas de mesa. O consumidor pode saborear uva o ano todo. Pesquisas sobre os hábitos de compra mostram que os consumidores procuram a uva nas gôndolas e que a doçura da baga é a característica determinante da compra. A falta de confiabilidade da uva é o principal gargalo do produto.

6 Sao Paulo, Parana, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pernambuco e Bahia são grandes produtores. As melhores épocas de produção variam com as características climáticas de cada região.

7 A produção de uva no Nordeste do Brasil concentra-se principalmente na região do Submédio São Francisco, localizada nos sertões pernambucano e baiano. A viticultura na região semi-árida, em particular no Submédio São Francisco, se destaca no cenário nacional, não apenas pela expansão da área cultivada e do volume de produção, mas principalmente pelos altos rendimentos alcançados e na qualidade da uva produzida. Seguindo as tendências de consumo do mercado mundial de suprimento de frutas frescas, a região inclina-se, atualmente, para produção de uvas sem sementes, assim como para a adoção de normas de controle de segurança alimentar conforme sistemas definidos pelas legislações nacional e internacional.

8 Cada vez mais estão sendo levados em consideração na produção de frutas os novos requerimentos dos mercados. Estes requerimentos impõem um novo conteúdo de qualidade dos alimentos, incorporando as preocupações dos consumidores com a segurança alimentar e as exigências para certificação do produto, levando em consideração o local de produção e os aspectos da ambientais e sociais. Nesse sentido, há uma tendência para o crescimento da produção de uva certificada, pela adoção da Produção Integrada de Frutas ou da produção orgânica.

9 Convém ressaltar a especificidade da viticultura na região semi-árida do Nordeste em virtude da adaptação e do comportamento diferenciado das plantas nessas condições climáticas. Os processos fisiológicos das plantas são acelerados, a propagação é muito rápida e em cerca de um ano e meio, após o plantio, inicia-se a primeira safra. Considerando que o ciclo de produção oscila em torno de 120 dias, pode-se obter até duas safras e meia por ano, mediante o manejo da irrigação e a realização de podas programadas. Isto possibilita a produção durante todo o ano e uma produtividade elevada da ordem de 40 t/ha/ano, bem acima das obtidas nas demais regiões produtoras brasileiras. Por outro lado, também permite a colheita dos frutos nos períodos de preços mais elevados, o que torna a viticultura uma atividade que apresenta menor grau de incerteza e elevada rentabilidade econômica.

10 2.Propriedades Nutricionais É rica em carboidratos; Apresenta pequenas quantidades de vitaminas do complexo B e vitamina C; Fornece boas doses de minerais como potássio, cálcio, fósforo, magnésio, cobre e iodo.

11 2.Propriedades Nutricionais Valor Calórico: 100 gramas de uva fornecem 68 calorias Agua 72,92%, albumina 0,38%, glicose 23,51%, outros hidratos de carbono 2,23%, cremor de tártaro 0,52%, ácido tartárico 0,29%, outros ácidos 0,29% e minerais 0,50%.

12 TIPOS ITALIA Red Globe

13 TIPOS BENITAKA BRASIL

14 3.UVA : Fonte de Saúde! Vinho mais que sabor e prazer, é uma fonte de saúde! Consumo moderado: uma taça de 100ml para as mulheres e duas para os homens. A tese de doutorado da cardiologista Silmara Regina Coimbra médica assistente do INCOR, comprovou que tanto o vinho tinto quanto o suco de uva, provocam o mesmo efeito.

15 3.UVA : Fonte de Saúde! Tanto no vinho e no suco encontramos 2 elementos:  Resveratrol: responsável por eliminar as plaquetas que provocam coágulos e entopem as artérias.  flavonóides: são antioxidantes, inibem a formação dos radicais livres, que provocam o envelhecimento das células e, por conseqüência, deixam o organismo mais vulnerável a doenças

16 3.UVA : Fonte de Saúde!  DEMAIS BENEFICIOS: Ajuda a ativar os rins, diurética; Suave laxante e atua contra várias enfermidades do intestino, fígado e abdômen; Rico depósito de compostos antioxidantes e anticancerígenos;

17 3.UVA : Fonte de Saúde! Casca da uva aumenta o colesterol HDL, considerado o bom colesterol; Uva verde: tem poderes antibacterianos e antivirais. O óleo da semente da uva também aumenta o colesterol HDL, considerado o bom colesterol. Uva vermelha: possui alto teor do antioxidante quercetina.

18 3.UVA: Semente As Proantocianidinas são extraídas das sementes de uva Propriedades antioxidantes, e efeitos ligados à saúde capilar e à permeabilidade, além de possibilitar o controle do colesterol

19 3.UVA: Semente As Proantocianidinas são de 15 a 25 vezes mais potentes que a vitamina E para neutralizar radicais livres. Estudos mostraram que o extrato de semente não é tóxico. As Proantocianidinas são quase que completamente não-tóxicas tanto para dosagem aguda (LD50 > mg/Kg em ratos) como para dosagens de longo-termo (não há efeitos tóxicos a 60 mg/Kg por dia, por 12 meses em cães, e por 6 meses em ratos).

20 Referencias bibliograficas a/socioeconomia.htm a/socioeconomia.htm

21 OBRIGADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Carregar ppt "PROPRIEDADES MEDICINAIS DA UVA Rafael Damando Barion Fulvio P. V. da Silva Paulo Carrara Daniel G. Abe."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google