A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Estadual de Goiás

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Estadual de Goiás"— Transcrição da apresentação:

1

2 Universidade Estadual de Goiás
Sistema de Avaliação Seriado Prof. Ms. Maria Salette da Trindade Rebelo

3 Universidade Estadual de Goiás
Criação – 1999 – Uniana e 13 Faculdades isoladas. Presente em 38 cidades do Estado de Goiás. 41 Unidades Universitárias – universidade multi-campi. Sede em Anápolis, localização entre Brasília e Goiânia.

4 SISTEMA DE AVALIAÇÃO SERIADO (SAS)
É uma modalidade de seleção alternativa criada pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), por meio de seu Núcleo de Seleção no ano de 2005, para ingresso nos cursos superiores de graduação da UEG, aplicada de maneira gradual, sistemática e cumulativa.

5 OBJETIVOS DO SAS Selecionar candidatos do Ensino Médio, de forma seriada, para ingresso no Ensino Superior; Avaliar de forma contextualizada e interdisciplinar; Ampliar a interação Universidade – Escola.

6 PÚBLICO ALVO Alunos regularmente matriculados no Ensino Médio, sendo a inscrição vinculada a série de estudo: 1° Ano – aluno cursando ou que tenha concluído a 1ª série do Ensino Médio naquele ano letivo. 2° Ano – aluno cursando ou que tenha concluído a 2ª série do Ensino Médio naquele ano letivo. 3° Ano aluno cursando ou que tenha concluído naquele ano letivo a 3ª série do Ensino Médio.

7 ABRANGÊNCIA DO SAS 41 UnU distribuídas em 38 cidades do Estado de Goiás. 706 Escolas de Ensino Médio. Estado (UF) de residência dos inscritos: Goiás – 98,54% Acre, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santos, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Piauí, Paraíba, Pernambuco, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins – 1,46%

8 ABRANGÊNCIA DO SAS Do total de inscritos (23.549): Grupo 2005 – 5.498
Grupos 2005 e 2006 – 7.520 Grupos 2005, 2006 e 2007 – Faixa etária até 16 anos – 90,87% 60,21% são da Rede Estadual de Ensino 65,29% do sexo feminino

9 ABRANGÊNCIA DO SAS Região Metropolitana de Goiânia (58 vagas)
26 vagas em Goiânia 16 vagas em Inhumas 16 vagas em Trindade Região Centro Goiano – Eixo BR 153 (182 vagas) 120 vagas em Anápolis 14 vagas em Ceres 32 vagas em Goianésia 16 vagas em Jaraguá

10 ABRANGÊNCIA DO SAS Região Norte Goiano (129 vagas)
16 vagas em Crixás 8 vagas em Minaçu 16 vagas em Niquelândia 50 vagas em Porangatu 15 vagas em São Miguel 24 vagas em Uruaçu Região Nodeste Goiano (56 vagas) 24 vagas em Campos Belos 32 vagas em Posse

11 ABRANGÊNCIA DO SAS Região Entorno do Distrito Federal (78 vagas)
46 vagas em Formosa 16 vagas em Luziânia 16 vagas em Pirenópolis Região Sul Goiano (104 vagas) 24 vagas em Caldas Novas 16 vagas em Edéia 16 vagas em Itumbiara 48 vagas em Morrinhos

12 ABRANGÊNCIA DO SAS Região Sudeste Goiano – Estrada de Ferro (68 vagas)
12 vagas em Ipameri 40 vagas em Pires do Rio 16 vagas em Silvânia Região Sudoeste Goiano (114 vagas) 16 vagas em Jataí 16 vagas em Mineiros 52 vagas em Quirinópolis 30 vagas em Santa Helena

13 ABRANGÊNCIA DO SAS Região Oeste Goiano (124 vagas)
40 vagas em Iporá 24 vagas em Jussara 14 vagas em Palmeiras de Goiás 16 vagas em Sanclerlândia 30 vagas em São Luis de Montes Belos Região Noroeste Goiano – Estrada do Boi (88 vagas) 40 vagas em Goiás 16 vagas em Itaberaí 32 vagas em Itapuranga

14 ABRANGÊNCIA DO SAS Cursos mais procurados:
Fisioterapia (UnU Goiânia) – 232 inscritos para 6 vagas (38,67 candidatos por vaga). Enfermagem (UnU Ceres) – 121 inscritos para 6 vagas (20,17 candidatos por vaga). Engenharia Civil (UnU Anápolis – 102 inscritos para 6 vagas (17 candidatos por vaga).

15 INSCRIÇÃO Exclusivamente pela internet: www.sas.ueg.br
Documentação exigida: Identidade e CPF. Opção de Língua Estrangeira Moderna: Língua Espanhola ou Língua Inglesa. Renovável a cada ano. Taxa: R$ 40,00: 1° e 2° ano do SAS. R$ 48,00: 3° ano do SAS.

16 VAGAS São destinadas ao SAS 20% do total de vagas oferecidas nos cursos regulares de graduação da UEG; Atualmente, este percentual equivale a vagas para ingresso no 1° semestre; Somente no 3º ano do SAS, o candidato escolhe o curso ao qual deseja concorrer.

17 PERFIL DAS PROVAS 1º e 2º ANO: Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais.
Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais, Prova Discursiva Específica, prova de Redação e Prova de Habilidade Específica para o curso de Arquitetura e Urbanismo.

18 PERFIL DAS PROVAS PROVA OBJETIVA DE CONHECIMENTOS GERAIS 60 questões contemplando as disciplinas: Artes, Biologia, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Estrangeira Moderna (Língua Inglesa ou Língua Espanhola), Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, Matemática, Química e Sociologia. Avalia conteúdos relativos à série correspondente do Ensino Médio Valor: 60 pontos

19 PERFIL DAS PROVAS Aplicável apenas no 3º ano do SAS
PROVA DISCURSIVA ESPECÍFICA Aplicável apenas no 3º ano do SAS Constituída de 10 (dez) questões. Valor 100 (cem) pontos Tem caráter eliminatório e classificatório Apresenta relação entre o curso e a área de conhecimento correspondente (conforme quadro a seguir).

20 QUADRO DA PROVA DISCURSIVA Prova discursiva específica
1. CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA, ENGENHARIA E OUTROS Cursos Prova discursiva específica N. quest. Pont Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Licenciatura em Informática Matemática Sistemas de Informação L. Port. e L. Bras. 2 20 Física 3 30 5 50 Engenharia Civil Física L. Port. e L. Bras. 2 20 5 50 Matemática 3 30

21 Cursos Prova discursiva específica N. quest. Pont
QUADRO DA PROVA DISCURSIVA 1. CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA, ENGENHARIA E OUTROS Cursos Prova discursiva específica N. quest. Pont Curso Superior de Tecnologia em Mineração Química Química Industrial L. Port. e L. Bras. 2 20 Matemática 3 30 5 50 2. CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, ENGENHARIAS, CIÊNCIAS DA SAÚDE E OUTROS Cursos Prova discursiva específica N. quest. Pont Agronomia Ciências Biológicas Curso Superior de Tecnologia em Agropecuária L. Port. e L. Bras. 2 20 Química 3 30 Biologia 5 50

22 QUADRO DA PROVA DISCURSIVA Prova discursiva específica
2. CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, ENGENHARIAS, CIÊNCIAS DA SAÚDE E OUTROS Cursos Prova discursiva específica N. quest. Pont Curso Superior de Tecnologia em Alimentos Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia Curso Superior de Tecnologia em Laticínios Educação Física Enfermagem Engenharia Florestal Engenharia Agrícola Farmácia Fisioterapia L. Port. e L. Bras. 2 20 Química 3 30 Biologia 5 50

23 Arquitetura e Urbanismo Ciências Contábeis Ciências Econômicas
QUADRO DA PROVA DISCURSIVA 3. CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS E OUTRAS Cursos Prova discursiva específica N. quest. Pont Administração Arquitetura e Urbanismo Ciências Contábeis Ciências Econômicas L. Port. e L. Bras. 2 20 Química 3 30 Biologia 5 50 4. LINGUÍSTICA E LETRAS Cursos Prova discursiva específica N. quest. Pont Letras – Inglês-Português L. Port. e L. Bras. 5 50 Língua Inglesa

24 QUADRO DA PROVA DISCURSIVA Prova discursiva específica
5. CIÊNCIAS HUMANAS E OUTRAS Cursos Prova discursiva específica N. quest. Pont Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo Geografia L. Port. e L. Bras. 2 20 História 3 30 5 50 Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda Comunicação Social Audiovisual Pedagogia

25 PROVA DE REDAÇÃO 3° ANO Aplicada somente no 3º ano do SAS.
São apresentadas três propostas de construção textual nas modalidades discursivas: narração, dissertação e carta argumentativa, das quais o candidato escolhe uma.

26 Prova de Habilidade Específica de Arquitetura e Urbanismo
3 ° ANO Somente para candidatos que optam pelo curso de Arquitetura e Urbanismo. A aptidão do candidato na prova de Habilidade Específica tem validade para o SAS e o Processo Seletivo.

27 SISTEMA DE COTAS Das vagas oferecidas no SAS, 45% são reservadas ao Sistema de Cotas, para os grupos: Estudantes Oriundos de Escola Pública Negros Indígena / Portadores de Deficiência Fundamentação: Resolução CSU n. 018 de 08 de agosto de 2007 e Lei Estadual n de 12 de julho de 2004.

28 SISTEMA DE COTAS Concorrência: O candidato que fizer opção pelo Sistema de Cotas participará da classificação do SAS concorrendo às vagas gerais (Sistema Universal) e às vagas reservadas ao Sistema de Cotas. Desempenho mínimo: 70% da pontuação obtida pelo último classificado pelo Sistema Universal na opção de curso.

29 DESEMPENHO E RESULTADO
Pontuação no fechamento da 1ª fase: 180 pontos (60 pontos da Prova de Conhecimentos Gerais do 1º ano + 60 pontos da Prova de Conhecimentos Gerais do 2º ano + 60 pontos da Prova de Conhecimentos Gerais do 3º ano). Seleção para 2ª fase: São somadas as três notas obtidas nas Provas de Conhecimentos Gerais, selecionando-se uma proporção de três candidatos por vaga.

30 DESEMPENHO E RESULTADO
Pontuação máxima possível da 2ª fase: 170 pontos 100 pontos Prova Discursiva. 70 pontos Prova de Redação. Pontuação total: 350 pontos.

31 CANDIDATO REPROVADO NA ESCOLA NÃO É ELIMINADO
O aluno reprovado na 1ª série do Ensino Médio, poderá reiniciar o SAS em um novo GRUPO; O aluno não aprovado em sua escola na 2ª ou 3ª série, poderá ingressar no grupo subseqüente. O candidato poderá ter apenas uma reprovação em cada série. Ao efetuar a inscrição em um novo grupo o candidato deve informar o grupo de origem e seu número de inscrição.

32 ESCOLAS DO ENSINO MÉDIO
Alunos de 706 escolas participam do SAS. A escola cadastrada no SAS tem acesso ao desempenho de seus alunos e o levantamento estatístico do SAS. Para cadastrar-se, a escola acessa o site preenche o formulário de inscrição e envia uma cópia do formulário preenchido e da autorização de funcionamento da escola por fax ou Correio para o Núcleo de Seleção.

33 IMPACTO NO ENSINO MÉDIO
Anualmente o Núcleo de Seleção realiza: Encontro pedagógico para avaliação, captação de críticas e sugestões, visando o aperfeiçoamento do sistema. Visitas e palestras em escolas para divulgar o SAS e ampliar a interação Escola e UEG.

34 IMPACTO NO ENSINO MÉDIO
De acordo com depoimentos recentemente divulgados esta é a metodologia mais adequada para ingresso no Ensino Superior, já que avalia o progresso do aluno ao longo do Ensino Médio e não analisa apenas situação momentânea, facilmente determinada por fatores emocionais, como ocorre no vestibular. O Sistema de Avaliação Seriada permite ao aluno do Ensino Médio “parcelar” o vestibular, superar suas deficiências a cada ano e traçar estratégias com mais liberdade.

35 IMPACTO NO ENSINO MÉDIO
Os alunos do Ensino Médio apresentaram-se familiarizados com o sistema; No SAS Não houve casos de eliminação por descumprimento de itens do edital; O índice da nota zero nas Provas Discursivas Específicas e Redação foi baixo (2,7%). Verificou-se uma boa estrutura na organização da escrita das respostas das Provas Discursivas Específicas e Redação.

36 AVALIAÇÃO O SAS se propõe a uma avaliação a serviço da aprendizagem do aluno, da formação, da promoção da cidadania. O sistema pretende se tornar um instrumento de acompanhamento permanente, de mediação e de intervenção pedagógica para a melhoria da aprendizagem. À visão dialógica entre os envolvidos é multireferencial (objetivos, valores e discussão interdisciplinar ao respeito à individualidade, à confiança na capacidade de todos, a interação e à socialização).

37 “É preciso criar pessoas que se atrevam a sair das trilhas aprendidas, com coragem de explorar novos caminhos, pois a ciência constitui-se pela ousadia dos que sonham e o conhecimento é a aventura pelo desconhecido em busca da terra sonhada". (Rubem Alves)


Carregar ppt "Universidade Estadual de Goiás"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google