A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Psicologia da Educação Docente: Nuno Côrte-Real Discentes: Ana Fernandes, Ana Sá, Cora Vieira, Dany Gonzaga, Delfim Vieira, Fábio Bem, Helena Silva, Joana.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Psicologia da Educação Docente: Nuno Côrte-Real Discentes: Ana Fernandes, Ana Sá, Cora Vieira, Dany Gonzaga, Delfim Vieira, Fábio Bem, Helena Silva, Joana."— Transcrição da apresentação:

1 Psicologia da Educação Docente: Nuno Côrte-Real Discentes: Ana Fernandes, Ana Sá, Cora Vieira, Dany Gonzaga, Delfim Vieira, Fábio Bem, Helena Silva, Joana Martins, João Carronha, João Paulo Lemos, Liliana Macedo, Mariana Castro, Mariana Teixeira, Miguel Tavares, Nathaly Rocha, Pedro Ferreira, Raquel Sousa, Ricardo Pereira, Rita Ribeiro, Vanessa Neves, Verónica Silva e Vítor Ferreira. Autores de destaque na Psicologia da Educação em Portugal 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário

2 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

3 João de Barros Nasceu a 4 de Fevereiro de 1881 Natural da Figueira da Foz Licenciado em Direito na Universidade de Coimbra Poeta, Pedagogo e Publicista Português 1908 Autor do livro A Escola e o Futuro: notas sobre a Educação 1909 Defendia a Reestruturação do Sistema Educativo Combater o analfabetismo; Promover a educação nacionalista; Preparar os indivíduos para o futuro e para a integração na sociedade. Pai do Professor Henrique de Barros Sogro do Primeiro Ministro Marcelo Caetano Faleceu a 25 de Outubro de 1960 (79 anos), Lisboa

4 Importância para n ó s professores … João de Barros Igualdade Liberdade Solidariedade Todos os alunos aprenderem de igual forma. Haver inter-ajuda entre todos os elementos da escola e transmitir esse conceito. Liberdade de ensinar (professores) e liberdade de aprender (alunos).

5 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

6 Irene do C é u Vieira Lisboa Nasceu a 25 de Dezembro de 1892 Natural de Arruda dos Vinhos (Lisboa) Especialista em Ciências da Educa ç ão Escritora, Professora e Pedagoga 1932 Inspetora Orientadora do ensino prim á rio e infantil Programa do departamento que reformulava de alto a baixo as fun ç ões de um ó rgão estatal consagrado exclusivamente para o controlo ideol ó gico, administrativo e disciplinar dos docentes. Fun ç ões burocr á ticas no Instituto de Alta Cultura 1940 Afastada por recusar cargo em Braga Exilou-se por ser considerada inc ó moda pelas ideias avan ç adas Faleceu a 25 de Novembro 1958 (65 anos)

7 Importância para n ó s professores … Irene Lisboa estava inserida nos principais pedagogos portugueses que se preocuparam com a educa ç ão nas primeiras idades (4 aos 7 anos de ambos os sexos). Foram criadas escolas e houve uma especializa ç ão de professores em educa ç ão infantil. Hoje em dia, as escolas pr é -prim á rias são muito importantes para que as crian ç as desenvolvam algumas das suas capacidades entes de ingressarem no 1 º Ciclo. Para os profissionais de Educa ç ão F í sica é uma oportunidade de terem contato com crian ç as de idades tão elementares e um maior n ú mero de empregabilidade.

8 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

9 Licenciou-se em Letras. Foi psicólogo, filósofo, professor universitário e ensaísta. Dedicou-se às questões da psicologia - experimental e à investigação da problemática do desporto. Sílvio Vieira Mendes de Lima Nasceu a : Faleceu a :

10 Leccionou todas disciplinas da secção de Ciências Sociais, entre as quais destaca-se : Psicologia Escolar e Medidas Mentais; Pedagogia e Didáctica. Defende que é muito importante para o desporto haver uma função pedagógica.  Contributo: No ensino de uma modalidade desportiva é necessário haver uma progressão pedagógica, ou seja, é preciso ter em conta o nível/grau de ensino de cada aluno para saber o que e como ensinar.

11 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

12 Criou o primeiro princípio de um verdadeiro ensino: Nada pode ser ensinado por imposição Professor como auxiliar e guia cuja função é sugerir e não impor. Não se educa a inteligência do aluno; limita-se a mostrar a forma de aperfeiçoar os seus instrumentos de conhecimento, encorajando-o ao longo da sua aprendizagem e desenvolvimento. Professor também transmite conhecimentos mas, mais importante, mostra como adquiri-los. Quinto Império: educar é dar meios de expressão à sua capacidade criadora e de comunicação George Agostinho Baptista da Silva

13 No processo ensino-aprendizagem, o professor como mediador. Importante a interacção com os alunos, com o objectivo de mostrar como estes podem adquirir os conhecimentos, desenvolvendo a autonomia. Professores de educação física, não podem ser autoritários e expositivos, ao ponto de não permitir o relacionamento com os outros, a comunicação, a procura da identidade, a superação, a criatividade... Nas aulas de Educação Física devemos promover a autonomia, desafiar o aluno para a descoberta, desenvolver uma atitude de investigação, permitir que compreendam a utilidade do que está a ser aprendido... Formar uma pessoa capaz de intervir, de refletir, de relaccionar com os outros. Aplicabilidade prática

14 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

15 João dos santos Desde… especializando-se em psiquiatria 1945 hospital Júlio de Matos 1946 Vai para França trabalhar com grandes nomes da psicologia 1951 Funda e dirige os dois primeiros centros psicopedagogicos em Portugal 1955/56/58/71/73 participa na fundação de diversas associações 1975 Casa da Praia 1979 faculdade de Psicologia de Lisboa …até 1987

16 Quem foi? Médico e psicanalista O seu trabalho centrou-se na criança e nos seus problemas e perturbações em ensino especial. Pedagogia terapêutica Como devemos proceder ao depararmo-nos com crianças com problemas Através de etapas: Observação Diagnóstico Decisão Intervenção Conclusão Importância nós professores?

17 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

18 Especializado em Psicologia Educacional, Estudos Superiores Especializados em Investigação em Educação e professor de Ensino Primário. Professor do ISPA, diretor CFPMEM, diretor da revista Escola Moderna Fundador do MEM em Portugal, bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, passagem pelo Centro Helen Keller Eulálio Sérgio Caldeira Niza Nasceu em 1940 em Campo Maior, Alto Alentejo

19 Foi professor do Ensino Primário e de Ensino Especial Um dos pilares de pensamento de Sérgio Niza: educação escolar como iniciação e exercício da intervenção democrática Escola como possuidora de uma realidade social própria, e a cooperação deve acontecer em todos os quadros da comunidade escolar;  Contributo: Luta contra a exclusão e a favor “da orientação inclusiva das escolas” Importância do trabalho da formação em cooperação e intervenção

20 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

21 Nasceu em 1946 Formou-se em 1970 em Medicina na Faculdade de Medicina 1986 obtém Doutoramento na especialidade de Psiquiatria Professor Catedrático de Psiquiatria e Saúde Mental desde 2008

22 Foca: Anorexia, Bulimia, Sexualidade, álcool, drogas e suicídio juvenil Contributo: Conflitos dos jovens, quer nas relações escolares, quer com os pais. “O desporto apenas se recomenda, não se pode impor…” “A exploração do território fora de casa promove a autonomia e a confiança e a sujidade nas roupas não é fator de risco” Saber dizer não por parte dos pais Esta proximidade “teve como reverso uma perda de autoridade em relação aos filhos”

23 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

24 José Francisco Pacheco (A Escola da Ponte)

25 Quem é? Educador Português Mestre em Ciências da Educação pela FPCEUP Especialista em Música e em Leitura e Escrita Nasceu no dia 10 de Maio de 1951

26 Contribuição para o futuro Professor Fuga aos modelos Tradicionais Educação direcionada para a Prática Liberdade, responsabilidade e solidariedade entre os alunos Autonomia dos Alunos

27 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

28 “O aprender contínuo é essencial e se concentra em dois pilares: a própria pessoa, como agente, e a escola, como lugar de crescimento profissional permanente” Doutor em Educação e catedrático da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa - FPCEUL Atualização metodológica para desenvolver praticas pedagógicas mais eficientes Saber não é imutável Reciclar conhecimentos e procedimentos teóricos Melhor intervenção

29 Friso Cronológico séc. XVII séc. XXI

30 Quem é? Professora Catedrática na FPCEUP; Integra o núcleo de investigação PIEF Realizou profundas reflexões Tratou problemáticas como a diversidade e multiculturalidade Luiza Cortesão


Carregar ppt "Psicologia da Educação Docente: Nuno Côrte-Real Discentes: Ana Fernandes, Ana Sá, Cora Vieira, Dany Gonzaga, Delfim Vieira, Fábio Bem, Helena Silva, Joana."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google