A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Há muitos, muitos anos, numa vila verdejante e acolhedora do concelho da Póvoa de Lanhoso, Gabriel, um menino de olhos azuis da cor do mar, vivia com a.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Há muitos, muitos anos, numa vila verdejante e acolhedora do concelho da Póvoa de Lanhoso, Gabriel, um menino de olhos azuis da cor do mar, vivia com a."— Transcrição da apresentação:

1 Há muitos, muitos anos, numa vila verdejante e acolhedora do concelho da Póvoa de Lanhoso, Gabriel, um menino de olhos azuis da cor do mar, vivia com a sua família numa casa decadente mas onde se respirava amor. Apesar de ser bastante pobre, Gabriel era uma criança alegre e gostava de brincar com os meninos da sua rua. Para ele, a palavra amor tinha todo o significado.

2 Certo dia, o sol brilhava no céu azul, onde se viam algumas nuvenzinhas leves e brancas como a neve. Na rua, brincavam alegre e despreocupadamente as crianças, visto que era véspera de Natal, esse dia tão ansiado! Gabriel apercebeu-se, durante uma brincadeira, que Francisca chorava copiosamente. Abeirou-se dela e perguntou-lhe: - Francisca, estás tão triste. Afinal, o que te aconteceu?

3 - Gabriel, os meus pais trabalham tanto e não têm tempo para conversar e brincar comigo. Sei que és meu amigo, por favor, ajuda-me! Gabriel pensou no que poderia fazer para ajudar a sua amiga. De imediato, falou com todas as crianças da rua e estas passaram a brincar e a conversar com Francisca para que esta não se sentisse tão sozinha. No entanto, apesar de todos os esforços, a menina continuava triste.

4 Como era muito acarinhado pelos pais, Gabriel falou com estes e disse-lhes que estava preocupado com Francisca. Após uma longa conversa, decidiram convidar a menina a vir passar algumas tardes com eles. E assim aconteceu… A partir desse dia, Francisca ia brincar para a casa de Gabriel e aí recebia amor, carinho e compreensão. Isso reconfortava-lhe a alma. Aliás, nunca se sentira tão feliz!

5 O Menino Jesus, que andava pelo Mundo na companhia de alguns Anjos, não foi indiferente à atitude de Gabriel e dos seus pais. Uma vez que sabia que estes eram pobres, decidiu recompensá-los. Era noite de Natal, noite de amor e de esperança para a Humanidade. Na casa de Gabriel ceava-se, uma ceia pobre, sim, mas não faltava amor e carinho. Francisca e os pais dela também ceavam.

6 Foi uma noite muito feliz para todos, porém o inesperado estava prestes a acontecer. À meia-noite, alguém bateu à porta. Gabriel dirigiu-se prontamente à porta e abriu-a. Era o Menino Jesus… Gabriel não queria acreditar naquilo que via… Correu para junto dos pais a dar-lhes a boa nova. O Menino Jesus anunciou à família de Gabriel:

7 -Sei que são pobres mas isso não vos impediu de partilharem e darem amor a quem mais necessitava, por isso vou recompensar-vos. A partir de hoje, a vossa casa será convertida num lar para jovens que foram abandonados pelos pais. Servirá também para receber todas as crianças e jovens que passam muito tempo sozinhos, dado que os pais têm que trabalhar muito. A vós competir-vos-á espalhar alegria, amor, carinho e compreensão.

8 A verdadeira essência do Natal pode estar presente naquilo que cada um de nós está disposto a dar aos outros: amor, tempo, carinho, atenção… Mesmo os mais pobres, podem dar muito aos outros. 9ºA


Carregar ppt "Há muitos, muitos anos, numa vila verdejante e acolhedora do concelho da Póvoa de Lanhoso, Gabriel, um menino de olhos azuis da cor do mar, vivia com a."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google