A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VANGUARDAS EUROPÉIAS. MOVIMENTOS ARTÍSTICOS DA PRIMEIRA METADE DO SEC. XX QUE, POR MEIO DA RENOVAÇÃO DA LINGUAGEM E DA SUPERAÇÃO DAS CONVENÇÕES ESTÉTICAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VANGUARDAS EUROPÉIAS. MOVIMENTOS ARTÍSTICOS DA PRIMEIRA METADE DO SEC. XX QUE, POR MEIO DA RENOVAÇÃO DA LINGUAGEM E DA SUPERAÇÃO DAS CONVENÇÕES ESTÉTICAS."— Transcrição da apresentação:

1 VANGUARDAS EUROPÉIAS

2 MOVIMENTOS ARTÍSTICOS DA PRIMEIRA METADE DO SEC. XX QUE, POR MEIO DA RENOVAÇÃO DA LINGUAGEM E DA SUPERAÇÃO DAS CONVENÇÕES ESTÉTICAS VIGENTES, ELABORARAM NOVOS MODOS DE PERCEPÇÃO DE LEITURA DA REALIDADEMOVIMENTOS ARTÍSTICOS DA PRIMEIRA METADE DO SEC. XX QUE, POR MEIO DA RENOVAÇÃO DA LINGUAGEM E DA SUPERAÇÃO DAS CONVENÇÕES ESTÉTICAS VIGENTES, ELABORARAM NOVOS MODOS DE PERCEPÇÃO DE LEITURA DA REALIDADE

3 PRINCIPAIS CORRENTES

4 IMPRESSIONISMO (1870 – 1880) É o marco da arte moderna porque é o início do caminho rumo à abstração. Embora mantenha temas do realismo, não se propõe a fazer denúncia social. Retrata paisagens urbanas e suburbanas, como o naturalismo. A diferença está na abordagem estética: os impressionistas parecem apreender o instante em que a ação está acontecendo, criando novas maneiras de captar a luz e as cores. Nessa tendência a mostrar situações naturais há influência da fotografia, nascida em 1827.

5

6

7

8 CUBISMO 1907 Abandono da mimesisAbandono da mimesis Figuração em formas geométricas – correspondendo à decomposição da realidadeFiguração em formas geométricas – correspondendo à decomposição da realidade

9 CUBISMO ANALÍTICO Demoiselles de Avingnon- Picasso

10 Guernica – Pablo Picasso

11 CUBISMO SINTÉTICO O Trem – Tarsila do Amaral

12 La persiana – Juan Gris

13 FUTURISMO (1909) Inovações tecnológicas – exaltação da força, da energia, da impessoalidade, e da violência.Inovações tecnológicas – exaltação da força, da energia, da impessoalidade, e da violência. Ruptura com a tradição: ódio às bibliotecas, aos museus.Ruptura com a tradição: ódio às bibliotecas, aos museus.

14 Cão em movimento – Giacomo Balla

15 Visões Simultaneas – Umberto Boccioni

16 EXPRESSIONISMO ( ) Expressão dos instintos, emoções e sentimentos pela deformação das figuras e pelo exagero dos traçados.Expressão dos instintos, emoções e sentimentos pela deformação das figuras e pelo exagero dos traçados. Técnica violenta: o pincel e a espátula indo e vindo, empastando ou provocando explosões.Técnica violenta: o pincel e a espátula indo e vindo, empastando ou provocando explosões. Pessimismo, ironia e cinismoPessimismo, ironia e cinismo

17 Trigal com corvos – Van Gogh

18 Auto-retrato – Van gogh

19 Saturno devorando um de seus filhos - Goya

20 Ritmo (torso) – Anita Malfatti

21 O grito – Edward Munch

22 Errantes – Lasar Segall

23 DADAÍSMO ( 1916) AnarquismoAnarquismo Princípio dadaísta: a reação violenta e negativa é melhor que a aceitação passiva.Princípio dadaísta: a reação violenta e negativa é melhor que a aceitação passiva. Arte abstrata na literatura e no cinema.Arte abstrata na literatura e no cinema. Arte em fusão com a vida cotidiana.Arte em fusão com a vida cotidiana. Confrontação com o públicoConfrontação com o público

24 Grotesco – Hana Hech

25 'Fork and Shirtfront' - Hans Arp.

26 Bicicletta – Marcel Duchamp

27 SURREALISMO (1924) Busca da realidade, do surreal, acima das aparências.Busca da realidade, do surreal, acima das aparências. Influencia freudiana: o inconsciente na liberação das imagens.Influencia freudiana: o inconsciente na liberação das imagens. Paisagens oníricas: formas estranhas e fantásticas; loucura, sonho e dissonânciaPaisagens oníricas: formas estranhas e fantásticas; loucura, sonho e dissonância Invenção total: a Arte contém humor e fantasia.Invenção total: a Arte contém humor e fantasia.

28 Girafa incandescente Salvador Dali -

29 Persistência da memória - Dali

30 Salvador Dali

31 Rene Magritte

32 Quadro Golconde, de Rene Magritte

33 Noturno - Miró

34 ULYSSES: A Revolução na prosa Primeiro romance moderno – 1922Primeiro romance moderno – 1922 Autor: James Joyce – irlandês ( )Autor: James Joyce – irlandês ( ) Baseado na Odisséia de HomeroBaseado na Odisséia de Homero Personagens: Leopold Bloom e Molly (versão paródica da Penélope, de Homero)Personagens: Leopold Bloom e Molly (versão paródica da Penélope, de Homero) Técnica: mescla monólogo interior e discurso diretoTécnica: mescla monólogo interior e discurso direto Tentativa de comunicar os conteúdos psíquicos da personagemTentativa de comunicar os conteúdos psíquicos da personagem

35 O romance, publicado pela primeira vez em Paris em 1922, foi escrito ao longo de sete anos, enquanto Joyce viajava pela Europa. O livro foi proibido na Grã-Bretanha e EUA até 1936 por causa de sua "depravação e obscenidade". Toda a ação do romance passa-se em um dia - 16 de junho de em Dublin, cidade natal de Joyce.O romance, publicado pela primeira vez em Paris em 1922, foi escrito ao longo de sete anos, enquanto Joyce viajava pela Europa. O livro foi proibido na Grã-Bretanha e EUA até 1936 por causa de sua "depravação e obscenidade". Toda a ação do romance passa-se em um dia - 16 de junho de em Dublin, cidade natal de Joyce.

36


Carregar ppt "VANGUARDAS EUROPÉIAS. MOVIMENTOS ARTÍSTICOS DA PRIMEIRA METADE DO SEC. XX QUE, POR MEIO DA RENOVAÇÃO DA LINGUAGEM E DA SUPERAÇÃO DAS CONVENÇÕES ESTÉTICAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google