A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Medicina Diagnóstica e Preventiva 1 Protocolo de Manejo da Exacerbação da DPOC Autoria: TIME DE PROTOCOLO DA CLÍNICA MÉDICA Dr. Celso Guido Lellis Vieira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Medicina Diagnóstica e Preventiva 1 Protocolo de Manejo da Exacerbação da DPOC Autoria: TIME DE PROTOCOLO DA CLÍNICA MÉDICA Dr. Celso Guido Lellis Vieira."— Transcrição da apresentação:

1 Medicina Diagnóstica e Preventiva 1 Protocolo de Manejo da Exacerbação da DPOC Autoria: TIME DE PROTOCOLO DA CLÍNICA MÉDICA Dr. Celso Guido Lellis Vieira Jr Dr. Marcelo Hiato Kuwakino Dr. Marcelo Franken Dr. Zied Rasslan Dra. Sylvia Massue Iria Waksman Dr. Flávio Rocha Brito Marques Participação: Dr. Ricardo Borges Magaldi DATA: JANEIRO/2012 CONSENSO BASE: GOLD REPORT 2011 e II Consenso Brasileiro de DPOC 2006

2 Medicina Diagnóstica e Preventiva 2 Protocolo de Manejo da Exacerbação da DPOC INTRODUÇÃO:  Prevalência de 16% da população (18% homens e 14% mulheres), com índices em crescimento(1)  Quinta causa de internação no SUS, com índices em crescimento; 75% custos ocorre com as exacerbações(2)  Alta mortalidade: 10% dos pctes internados (40% irão falecer em 1 ano), com índices em crescimento(3); Quinta causa de morte;  88% são tabagistas (25% população brasileira são tabagistas)(3) 1- Estudo Platino – Lancet Outcomes and markers in COPD. 2- Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional das Ações Básicas. Estatísticas da saúde; Ministério da saúde, 2005

3 Medicina Diagnóstica e Preventiva 3 Protocolo de Manejo da Exacerbação da DPOC QUADRO CLÍNICO E PATOLOGIA:  DISPNÉIA  TOSSE PRODUTIVA  MUDANÇÃO DA COLORAÇÃO DA SECREÇÃO* Barnes and cols. Chronic Pulmonar Obstrutive Disease: molecular and cellular mechanism; Eur Respir J 2003 INFLAMAÇÃO CRÔNICA DO EPITÉLIO RESPIRATÓRIO, PRINCIPALMENTE POR NEUTRÓFILOS/ MACRÓFAGOS E LINFÓCITOS LEVANDO A OBSTRUÇÃO DAS VIAS AÉRIAS (PERFIL BRONQUITICO), AO SEU REMODELAMENTO E DESTRUIÇÃO (PERFIL ENFISEMATOSO);

4 Medicina Diagnóstica e Preventiva 4

5 5

6 6 Protocolo de Manejo da Exacerbação da DPOC EPIDEMIOLOGIA E DIAGNÓSTICO:  Paciente IDOSO (80%), com histórico de tabagismo, apresentando espirometria com relação < 70% e VEF1 <80%, e SEM resposta ao BD Barnes and cols. Chronic Pulmonar Obstrutive Disease: molecular and cellular mechanism; Eur Respir J 2003

7 Medicina Diagnóstica e Preventiva 7 Protocolo de Manejo da Exacerbação da DPOC CRITÉRIOS DE GRAVIDADE*:  NÚMERO DE EXACERBAÇÃO (2 ou + /ano)  NECESSIDADE DE BETA 2 (4 OU + VEZES/DIA) OU CORTICÓIDE VO  LIMITAÇÃO DE ATIVIDADES PROFISSIONAIS/SOCIAIS  INTOLERÂNCIA AO EXERCÍCIO  VISITAS AO PA E NECESSIDADE DE INTERNAÇÃO/IOT  PERDA DE PESO  VEF1 < 50%  Uso de O2 domiciliar  Retentor crônico (PCO2 > 60) Outcomes and markers in COPD.

8 Medicina Diagnóstica e Preventiva 8 dispnéia Rx tórax + ECG + HMG/perfil 2 + ENZIMAS CARDÍACAS Se sat<92% = gasometria arterial INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA EXACERBAÇÃO DE dpoc Icc Arritmia Pneumotórax TEP Protocolo específico

9 Medicina Diagnóstica e Preventiva 9 Exacerbação de DPOC Inalação com beta-2 de curta + anti-colinérgico a (“C”) cada 20 min durante 60min Suporte de o2 (venturi 0,28 6l/min): sat % Metil Prednisolona 40mg EV (“a”) ATB EV* (amoxacilina/clavulanato ou claritromicina ou quinolona resp.) (“B - C”) *Modificar classe Se exacerbação < 3 meses

10 Medicina Diagnóstica e Preventiva 10 SINAIS DE ALARME INTERNAÇÃO/contato Considerar vni (“A”) Considerar aminofilina (“b”) MANTEM DISPNÉIA OU PIORA DO QUADRO CONFUSÃO MENTAL PRESENÇA DE MULTI-MORBIDADE VERY OLD Critérios de gravidade* ALTA NÚMERO DE EXACERBAÇÃO (2 ou + /ano) NECESSIDADE DE BETA 2 (4 OU + VEZES/DIA) OU CORTICÓIDE VO LIMITAÇÃO DE ATIVIDADES PROFISSIONAIS/SOCIAIS INTOLERÂNCIA AO EXERCÍCIO VISITAS AO PA E NECESSIDADE DE INTERNAÇÃO/IOT PERDA DE PESO VEF1< 50%

11 Medicina Diagnóstica e Preventiva 11 ALTA Atb (“b - C”) + PREDNISONA 30-40MG (“A”) + INALAÇÃO DE HORÁRIO ORIENTAÇÃO DO USO DOS MEDICAMENTOS Orientação sobre vacinação Orientação sobre tabagismo Orientação sobre sinais de alarme RETORNO PRECOCE COM MÉDICO DE referência Considerar: N-acetilcisteina 600mg/dia (“B”) Roflumilast 500mcg/dia (“A”)

12 Medicina Diagnóstica e Preventiva 12 Indicadores Mortalidade hospitalar e no primeiro ano da internação Uso de ATB e corticóide no pronto-atendimento


Carregar ppt "Medicina Diagnóstica e Preventiva 1 Protocolo de Manejo da Exacerbação da DPOC Autoria: TIME DE PROTOCOLO DA CLÍNICA MÉDICA Dr. Celso Guido Lellis Vieira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google