A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Inteligência Colectiva António Câmara Cristina Gouveia Fevereiro, 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Inteligência Colectiva António Câmara Cristina Gouveia Fevereiro, 2012."— Transcrição da apresentação:

1 Inteligência Colectiva António Câmara Cristina Gouveia Fevereiro, 2012

2 Mundos Virtuais Colectivos Quem é que tem Facebook? Quem usa o Pintrest Quem é que tem um blog? Quem é que twita? Quem ouve/vê podcasts? Quem subscreve RSS feeds? Quem já editou um artigo na Wikipedia? Quem é que vive no Farmville? Quem criou uma mobile App? Quem já utilizou arduino?

3 Inteligência colectiva

4 Inteligência colectiva Beneficia de contribuições de diversas ciências –Psicologia e Sociologia –Ciências Neurol ó gicas e Cognitivas –Teoria das organiza ç ões –Computa ç ão e Inteligência artificial –Filosofia Pol í tica

5 Afinal estamos a falar de quem? Grupos de diferentes tipos: –Podem estar ou não conscientes da sua identidade como grupo –Não é necessário uma organização formal –Podem ser fluxos de números ou $ como na bolsa

6 Grupos são excelentes para: Resolver problemas Negociar Criar listas e votar Calendarizar, Representar papéis e jogar Imaginar Preocupação fundamental: eliminar o poder de personalidades dominantes Alternativas convencionais: “brainstorming” e método de Delphi Afinal estamos a falar de quem?

7 DARPA's Red Balloon Challenge Afinal estamos a falar de quem?

8 Factores que promovem a inteligência colectiva Diversidade –Mais alternativas –Mais decisores Independência de julgamentos –Previne correlação dos erros –Aumenta a probabilidade de ter nova informação Descentralização –No acesso e partilha da informação –Balanço entre contribuir para o todo e manter a especificidade. Motivação e incentivos para participar

9 Factores que dificultam a inteligência colectiva Falta de diversidade do grupo Falta de Capital Social –Tolerância, reprocidade e confiança são importantes para a formação de comunidades. Largura de banda entre os membros do grupo Interesses pessoais e o problema dos “free-riders” Compromissos no longo prazo Falhas de mercado

10 Como é se escolhe e agrega a informação necessária? Análise estatística de opiniões independentes: –Sondagens Discussão informada e Deliberação –Assembleias Mecanismos de Mercado –Mercados de ideias negociados numa bolsa. O valor reflecte a previsão da probabilidade desse acontecimento.

11 Mas as novas tecnologias têm novas formas de explorar a IC.

12 Open Source Movement

13 Google –Page Rank –Video com Google trends html html

14 Twiter "I Wanted to Predict Elections with Twitter and all I got was this Lousy Paper"

15 Web 2.0

16 A Web 1.0 começou por ser um meio de partilha de informação

17 Source: Mas a Web 2.0 é tudo sobre participação e colaboração

18 Os utilizadores são criadores de conteúdos Os Blogs permitem a qualquer pessoa publicar informação

19 As Wiki permitem que múltiplos utilizadores acrescentem, removam e editem conteúdos. Os utilizadores são criadores de conteúdos

20 DIGG: As notícias são feitas pelos utilizadores assim como a primeira página Os utilizadores são criadores de conteúdos

21 Os utilizadores também criam metadados Tags: Anotar conteúdos para os organizar –Subjectivos e com precisão variável –Facilitam pesquisa e navegação –Escolhidos pelos utilizadores Discussão: Fazem comentários Avaliam: Activamente através de votação ou passivamente através de page views e bookmarks

22 Wikis mantêm um registo das alterações da informação. Os utilizadores também criam metadados

23 Social Bookmarking: gerir conteúdos online e partilhar com os outros Link tags populares utilizador tags Notas Os utilizadores também criam metadados

24 Os utilizadores criam as suas redes sociais Adicionam outros utilizadores como amigos/contactos Os sites disponibilizam ferramentas para seguir as actividades da rede

25 Os utilizadores criam as suas redes sociais Ferramentas que permitem criar redes especializadas

26 Os utilizadores criam conteúdos em conjunto: Crowdsourcing Johnny Cash Crowdsourced Video (http://www.thejohnnycashproject.com)http://www.thejohnnycashproject.com

27 Fold.it (http://fold.it/)http://fold.it/ GEN News Highlights: Sep 19, 2011: Online Gamers Take Three Weeks to Solve Structure of Retroviral Protease That Has Eluded Scientists for 10 YearsGEN News Highlights: Os utilizadores criam conteúdos em conjunto: Crowdsourcing

28

29

30

31 Mas para explorar a inteligência colectiva é necessário ir mais além

32 Agregar informação com maior flexibilidade DipityDipity - Interactive storylines Inkling - Criar predictive markets

33 waynehodgins.typepad.com/ontarget/2008/12/photosynth- mashups-of-our-collective-intelligence-via-photos.html Agregar informação com maior flexibilidade

34 Explorar mecanismos de mercado Identificação de novos produtos na YDreams

35 Elaboração do PROTAML: –Visão/Modelo –Economia –Turismo –Transportes –Coordenação (Relativo a fases da elaboração do Plano) –Política Explorar mecanismos de mercado

36 Mashups: Juntar os bits and pieces da Web 2.0 Katrina People Finder Project que se replicou até ao Japan People FinderKatrina People Finder Project Japan People Finder –http://google.org/personfinder/global/home.htmlhttp://google.org/personfinder/global/home.html

37 Mashups: Juntar os bits and pieces da Web 2.0 Maps de emoções –Voluntários + Galvanic Skin Response (GSR) + GPS + Google Earth. –Os Mapas são anotados –Cidades -Stockport -San Francisco -Greenwich Emotion Map

38 Mashups: Juntar os bits and pieces da Web 2.0 OpenStreetMap –Voluntários + GPS + Editor de mapas e Base de dados 21/openstreetmap-edits- towards-haiti-relief

39 Peer-to-Peer wireless location Telemóveis + alguns GPS Mashups: Juntar os bits and pieces da Web 2.0

40 Roma ao som dos telemóveis –Telemóveis + autocarros + taxis –Para perceber melhor a dinâmica urbana

41 Criar uma infra-estrutura de informação para explorar a inteligência colectiva https://cosm.com/?pachube_redirect=true

42 Criar uma infra-estrutura de informação para explorar a inteligência colectiva Ferramentas online em Opensource “Pool” de voluntários motivados a participar Parecerias entre o sector público, privado e voluntário –O sector público disponibiliza os dados e API de acesso –O sector privado disponibiliza dados e API de acesso: Por exemplo o Google Earth –Os voluntários contribuem com a análise da informação Coordenação das várias entidades

43 Web 2.0 e a inteligência colectiva Ao pôr o utilizador no centro da rede a Web 2.0 permite a exploração da opinião de outros para resolver os problemas: –Partilhar conhecimento que já existia mas não era público Blogs, wikis, forums –Criar novas formas de interagir com a informação –Criar uma base de dados de intenções Clicks, avaliações –Explorar efeitos colectivos –Existem ferramentas para análise dessa informação

44 Inteligência colectiva e a imaginação Ultrapassar bloqueios individuais (Adams, Conceptual Blocksbusting) –Bloqueios perceptuais (ausência de perspectiva) –Bloqueios emocionais (aversão ao risco) –Bloqueios culturais (tradicionalismo) –Bloqueios ambientais (falta de cooperação) –Bloqueios intelectuais (acesso deficiente à informação)

45 350 e as alterações climáticas Rede social Inteligência colectiva e o ambiente

46 Pensar no futuro das cidades Ferramenta de processamento de dados Inteligência colectiva e o ambiente utureboston/edge/

47 Inteligência colectiva e o ambiente

48

49 “The best collective decisions are the product of disagreement and contest, not consensus or compromise.” James Surowiecki The Wisdom of Crowds “The best way for a group to be smart is for each person in it to think and act as independently as possible.” James Surowiecki The Wisdom of Crowds

50 Recursos A Sabedoria das Multidões por James Surowiecki Infotopia: How Many Minds Produce Knowledge por Cass R. Sunstein Cass R. Sunstein We are Smarter than me The MIT Center for Collective Inteligence Handbook of Collective Intelligence Repositório de referências /collective- research.org/content/collective-intelligence-referenceshttp:/ /collective- research.org/content/collective-intelligence-references

51


Carregar ppt "Inteligência Colectiva António Câmara Cristina Gouveia Fevereiro, 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google