A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sociedade Medieval Profa. Dra. Suzana Lopes Salgado Ribeiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sociedade Medieval Profa. Dra. Suzana Lopes Salgado Ribeiro."— Transcrição da apresentação:

1 Sociedade Medieval Profa. Dra. Suzana Lopes Salgado Ribeiro

2 Divisão social Cristalização da Hierarquia Social - Romana ARRANJO DAS CAMADAS SOCIAIS E POSTERIOR PETRIFICAÇÃO. OBJETIVO DE MANTER A CIVILIZAÇÃO GRECO-ROMANA E MANTER A PRETENSA ESTABILIDADE. CRIAÇÃO DE ENORME DISTANCIA SOCIAL ENTRE CAMADAS. Hierarquização Social - Germânica ARISTOCRACIA DETENTORA DE TERRAS, HOMENS LIVRES E ESCRAVOS. ESTRATIFICAÇÃO SEMELHANTE PERMITE LENTA FUSÃO.

3 Aristocracia Camadas médias (rurais e urbanas) Trabalhadores livres

4 Colonato Esta instituição era tentativa de problemas da crise: Interesse dos proprietários em ter mais mão de obra Interesse do Estado em garantir rendas fiscais Interesse dos humildes por segurança e estabilidade. Por um aviltamento da condição de trabalhador livre e por uma melhoria da do escravo, surgia o colono. Juridicamente livre e vitalmente ligado à terra.

5 Língua Os Germanos aprendem o Latim Mas em cada parte ele é modificado dando origem a novos idiomas No século IX havia um bilinguismo (Latim: usado pelo clero, elite intelectual, administração. Vulgares: uso cotidiano inclusive pelo clero)

6 Religião A conversão dos germanos ao cristianismo elimina empecilhos – racistas – para relacionamentos ou aproximações sociais.

7 Aristocracia Há muito detentora de terra Origem Romana ou Germânica ou ambas Pequenos muitas vezes dispunham de suas terras No reinado de Carlos Magno – dada expansão territorial – houve imunidade, e alguns senhores receberam o direito de ban. Igual situação vivia a aristocracia eclesiástica.

8 Igreja Santo Agostinho – Todo cristão deveria deixar à Igreja “a parte de um filho” ou nomeá-la herdeira. Celibato – os bens não eram divididos. No século IX detinha cerca de 1/3 das terras cultiváveis

9 Vassalagem Instituição que ligava a aristocracia (entre senhores) Necessidades recíprocas: homenagem, fidelidade, investidura Estabelecida unindo: Benefício – concessão da posse Vassalagem – ligação social entre elementos da aristocracia Tempos mais tarde (séc. XI) o benefício passa a ser chamado de Feudo. Laços de parentesco artificial – sociedade de forte espírito coletivista (moço e senior) Práticas: Econômicas – terra entregue ou recebida Políticas – poderes naquela terra Religiosas - juramento de fidelidade

10 Servidão Degradação da condição do colono Sociedade carolíngia – 10% da população Idade Média Central – aumento significativo

11 Escravo Debate historiográfico: Marc Bloch – número reduzido Renée Doehaerd – permaneceu vigorosa Alta Idade Média Regionalismos Ibéria – permanece Galícia - reduz

12 Estrutura social AristocraciaArtesãosColonosEscravos

13 Idade média central Debate Historiográfico: O feudalismo A - Sentido estrito – vínculos feudo-vassálicos, relações político militares B - Sentido lato – denominação de um tipo de sociedade com formas próprias de organização. Contrários a “A” - Guizot, Flach, Marx – p. 70 Debates centralizam conceito feudo.

14 Definição é o conjunto da formação social dominante no Ocidente da Idade Média Central, com suas facetas política, econômica, ideológica, institucional, social, religiosa, cultural. Portanto, uma totalidade histórica da qual o feudo foi apenas um elemento. Feudalismo Modo de produção feudal Sociedade feudal Sistema feudal Feudo- clericalismo

15 Igreja Papel central Legitimava: relações horizontais sacralizando o contrato feudo-vassálico Relações verticais justificando a dependência servil As divisão em 3 ordens (oratores - rezar, bellatores - combater, laboratores trabalhar)


Carregar ppt "Sociedade Medieval Profa. Dra. Suzana Lopes Salgado Ribeiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google