A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ondulatória.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ondulatória."— Transcrição da apresentação:

1 Ondulatória

2 ACÚSTICA INTRODUÇÃO Acústica é a parte da Física que estuda o som.
Som é a sensação percebida pelo cérebro que se relaciona com a chegada ao ouvido de ondas de vibração mecânica. Ondas sonoras são vibrações sincronizadas das moléculas que constituem o meio. A onda sonora é uma onda longitudinal e mecânica. Sua velocidade de propagação pode variar de meio para meio. No ar (15ºC) sua velocidade é de 340 m/s, na água (20ºC) m/s e no ferro é de m/s. O som se transmite através de meios materias (elásticos) sólidos, líquidos o gasosos, mais nunca através do vácuo.

3

4

5 NÓS E ANTI-NÓS OU VENTRES

6 ONDAS ESTACIONÁRIAS Anti-nó Se duas ondas com a mesma amplitude e comprimento de onda, se deslocarem em sentidos opostos ao longo da mesma direção, a sua interferência produzirá um onda estacionária.

7 Relação entre comprimento de onda e frequência.

8 Relação entre comprimento de onda e frequência.

9 1ª harmônica 2ª harmônica 3ª harmônica 4ª harmônica
ONDAS ESTACIONÁRIAS 1ª harmônica 2ª harmônica 3ª harmônica 4ª harmônica

10 Modo fundamental ou primeiro harmônico
CORDAS SONORAS Numa corda presa por ambas as extremidades para certas frequências (de ressonância) formam-se ondas estacionárias. A cada uma corresponde um modo de vibração com os nodos situados nas extremidades. Modo fundamental ou primeiro harmônico

11 Segundo harmônico Terceiro harmônico

12 Ondas, diferem do caso massa-mola devido a existência
de uma distribuição infinita de massa ao longo do seu comprimento. Neste caso teremos infinitas freqüências de ressonância sendo uma a “fundamental” e seus múltiplos ou semitons. Freqüência Fundamental 10 Harmônico 30 Harmônico 40 Harmônico

13 QUALIDADES FISIOLÓGICAS DO SOM

14 Altura agudo grave É a qualidade que diferencia sons graves e agudos.
Sons com grandes freqüências são sons agudos e sons com baixa freqüência são sons graves. agudo grave

15

16 Intensidade É a qualidade que diferencia sons fracos e fortes.
Intensidade sonora é a potência sonora por unidade de área . A intensidade mínima da audição é, geralmente, I0 = W/m2. A intensidade do som está relacionada com energia que a onda transfere e com a amplitude da onda.

17 Som de maior intensidade
Um som de maior volume Uma onda sonora de maior amplitude. Maior transporte de energia pela onda Som de maior intensidade FORTE FRACO

18

19 Intensidade física: P constante A   I  Unidade no SI:
INTENSIDADE DO SOM Intensidade física: A = Área E = Energia t = tempo P constante A   I  Unidade no SI:

20 Mínima intensidade física ou limiar de audibilidade (Io): é o menor valor da intensidade física ainda audível, vale: Máxima intensidade física ou limiar de dor (Imáx): é o maior valor da intensidade física suportável pelo ouvido, vale:

21 Intensidade auditiva ou nível sonoro (  ):
A unidade de nível sonoro, para a equação dada, é o decibel (dB). Um ambiente com:  40dB é calmo;  60dB é barulhento  mais de 80dB já constitui poluição sonora.

22 Fonte I/Io dB Descrição Exemplos: Respiração normal 100
Limite de audição Biblioteca 103 30 Muito silencioso Conversação normal 105 50 Calmo Caminhão pesado 109 90 Exposição prolongada provoca danos no ouvido Concerto rock (a 2 m) 1012 120 Limite de dor Jacto na descolagem 1015 150 Motor de foguete 1018 180

23 Exemplos:

24 Timbre Diferencia dois sons de mesma altura e de mesma intensidade produzidos por fontes sonoras diferentes. Está relacionado com a forma da onda.

25 VELOCIDADE DE PROPAGAÇÃO DAS ONDAS

26 REFLEXÃO DO SOM Eco O eco se produz a uma distância mínima de 17 m do emissor.

27 Exemplos:

28 Reverberação Para distâncias menores 17m, não se percebem sons distintos, e sim um único som prolongado (reverberação) . Som sem eco Som com eco Som sem reverberação Som com reverberação

29 FREQUÊNCIA DO SOM Infra-som: sons com freqüências abaixo de 20Hz. Não perceptível ao ser humano; Ultra-som: sons com freqüências acima de 20000Hz. Não perceptível ao ser humano; Som audível: sons com freqüências perceptíveis ao ser humano (20Hz a 20000Hz). Infra-som Som audível Ultra-som 20 20.000 f (Hz)

30 Exemplos:

31

32 Formalismo Complexo para Descrição do Movimento Circular.

33 Mesmo no caso de uma oscilação muito complexa como um terremoto
a velocidade de propagação depende do comprimento de onda e do tipo de onda, dentre outros fatores. A diferença de tempo de chegada das ondas em um terremoto permite a estimativa da distância do seu epicentro.

34 Ondas, propagam-se, e se há vinculo imposto na sua parte
terminal o seu comportamento é assim: Extremo Fixo. Observa-se a inversão da fase da onda refletida. Se não há vinculo imposto na sua parte terminal o seu comportamento é assim: Extremo Livre. Sem inversão da fase da onda refletida.

35 Quando há mudança na propriedade do meio de propagação de uma
onda também temos fenômenos de reflexão mas com inversão de fase. Densidade de A < Densidade de B Meio de densidade A. Meio de densidade B. Observa-se INVERSÃO da fase da onda refletida.

36 Densidade de A > Densidade de B
Observa-se a NÃO inversão da fase da onda refletida.

37 E isso é tudo !


Carregar ppt "Ondulatória."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google