A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Preâmbulo 1 2008 -Convite para fazer o trabalho - Ronaldo Salvagni. Motivos para a aceitação: – Desafio atraente no contexto de história da engenharia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Preâmbulo 1 2008 -Convite para fazer o trabalho - Ronaldo Salvagni. Motivos para a aceitação: – Desafio atraente no contexto de história da engenharia."— Transcrição da apresentação:

1

2 Preâmbulo Convite para fazer o trabalho - Ronaldo Salvagni. Motivos para a aceitação: – Desafio atraente no contexto de história da engenharia e da tecnologia no Brasil; – Preservação de memória da atuação de engenheiros e tecnologistas brasileiros. – Preservação de memória institucional do PME.

3 Preâmbulo 2 Condições para a aceitação de convite – Nenhuma interferência no conteúdo do trabalho; – Prazo flexível adaptado às necessidades do projeto. Cumprimento das condições – Elas foram cumpridas integralmente.

4 Plano de Apresentação Plano desta apresentação – Mostrar que PME conseguiu responder positivamente às demandas socioeconômicas do país. – Para isso, analisar cada mudança estrutural do PME no contexto socioeconômico do país e do mundo.

5 Início criação da Escola Polytechnica de São Paulo, que inicia as aulas em 1894, oferecendo os cursos: engenheiro agrícola engenheiro civil engenheiro-arquiteto engenheiro industrial (além de outros programas nessa fase inicial:condutor de trabalho, agrimensor, contador e engenheiro-geógrafo) criação da cadeira de Eletrotécnica para todos os cursos

6 O mundo: – Era dos Impérios – Revolução Técnico-Científica – utilização da ciência para resolução de problemas técnicos; – Estabelecimento e desenvolvimento do Eletromagnetismo e da Química; – Surgimento das multinacionais. O Brasil: – Economia primário-exportadora; café e a expansão ferroviária; início da industrialização.

7 Primeiros Anos criação do curso de engenheiro mecânico e eletricista (união/autonomia) vinda dos engenheiros mecânicos formados pela ETH, Roberto Mange ( ) e Félix Hegg ( ), a convite do fundador e diretor da Poli, Antonio Francisco de Paula Souza ( ) fundação da USP

8 O mundo: – Crise Econômica – Disputa imperialista – Tecnocracia O Brasil: – Passagem do Brasil Agrário para o Brasil Industrial: Revolução de Trinta – Movimentos educacionais, culturais e militares rumo à modernização.

9 Desenvolvimento reforma curricular e reorganização do curso de engenharia mecânica, que apoiará a emergência de 2 novos cursos: engenharia naval e engenharia de produção transferência da Poli para a Cidade Universitária 1963 –criação do Departamento de Engenharia Mecânica

10 O mundo: – Guerra Fria – boom de investimento em C&T; – Economia de bem estar social (Keynes). O Brasil: – Populismo; – Modernização via industrialização (retardatária).

11 Novos Tempos Pós-graduação: Mestrado (1971) e Doutorado (1978) Exterior 1988-reorganização para oferecer as opções: Energia e Fluidos Projeto e Fabricação Automação e Sistemas (também conhecida por Engenharia Mecatrônica) constituição do Departamento de Engenharia Mecânica (PME) e o Departamento de Engenharia Mecatrônica e de Sistemas Mecânicos (PMR)

12 O mundo: – Período de restruturação econômica e social – neoliberalismo: Reagan e Thatcher. – Desenvolvimento da tecnologia de informação. O Brasil: – Regime Militar ( ). – Desenvolvimentismo. – Grandes projetos tecnológicos.

13 Engenharia de Vanguarda PME e grandes empresas brasileiras – Embraer – Petrobrás – Outras PME e as pesquisas de vanguarda – Energia – Ambientais – Bioengenharia

14 O mundo: – Globalização – Revolução da TI – Surgimento de polos e parques tecnológicos. O Brasil: – Privatização das empresas estatais – Aumento de interação universidade e empresas.

15 O futuro O mundo: – Sociedade de conhecimento – Instituições avançadas de pesquisa e docência – Singularity University: robótica, inteligência artificial, nanotecnologia, biotecnologia, teoria do design, exploração espacial, etc. – Singularidade é a emergência hipotética no futuro de superinteligência maior que a humana por meios tecnológicos.

16 Agradecimentos Agradecemos aos – Chefes do PME durante a pesquisa e confecção deste livro: Ronaldo Salvagni, Celso Pesce e Jurandir Yanagihara. – Todos os docentes do PME. – Alunos de pós-graduação e graduação do Departamento. – Funcionários do PME.


Carregar ppt "Preâmbulo 1 2008 -Convite para fazer o trabalho - Ronaldo Salvagni. Motivos para a aceitação: – Desafio atraente no contexto de história da engenharia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google