A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Análise Quantitativa de Reações em solução 1. Cálculo das concentrações - % em massa - concentração comum -molaridade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Análise Quantitativa de Reações em solução 1. Cálculo das concentrações - % em massa - concentração comum -molaridade."— Transcrição da apresentação:

1 Análise Quantitativa de Reações em solução 1. Cálculo das concentrações - % em massa - concentração comum -molaridade

2 Na solução, precisamos definir: SOLVENTE O componente cujo estado físico é preservado quando a solução se forma. SOLUTO O outro componente da solução

3 A quantidade de soluto na solução é dada por sua concentração A quantidade de soluto na solução é dada por sua concentração. Porcentagem em massa ( % ) massa de soluto massa da solução Concentração Comum ( C ) massa de soluto Volume da solução Molaridade ( M ) mol de soluto Volume da solução em L Concentração molar (M) = [ …]

4 1. Dissolva 5,00 g de NiCl 6 HO em água suficiente para preparar 250 mL de solução. Calcule a molaridade, % em massa e a concentração comum. 1. Dissolva 5,00 g de NiCl 2 6 H 2 O em água suficiente para preparar 250 mL de solução. Calcule a molaridade, % em massa e a concentração comum. Etapa 1: Calcule mols de NiCl6HO Etapa 1: Calcule mols de NiCl 2 6H 2 O Etapa 2: Calcule a molaridade NiCl 6 HO [NiCl 2 6 H 2 O ] = 0,0841 M

5 Cálculo da porcentagem em massa % em massa Dividir a massa do soluto ( 5 g) pela massa da solução ( massa de soluto + massa de solvente ) ou considerando que a densidade da solução é 1g/mL, a massa da solução é 250 g. Multiplicar por 100. % em massa = 2%

6 Concentração Comum ( C ) Dividir a massa do soluto ( 5 g ) pelo volume da solução ( 250 mL ) C = 0,02 g/ mL OBS: note que na concentração comum as unidades de massa e volume podem ser quaisquer.

7 Concentração Molar dos íons em solução CuCl --> Cu + 2 Cl CuCl 2(aq) --> Cu 2+ (aq) + 2 Cl - (aq) Se [CuCl 2 ] = 0,30 M, então [Cu2+] = 0,30 M [Cl-] = 2 x 0,30 M Considere uma solução aquosa de cloreto de cobre II:

8 2.Que massa de ácido oxálico, H 2 C 2 O 4, é necessária para preparar exatamente 250 mL de uma solução 0,0500 M? Como Conc (M) = mols/volume = mol/V Conc (M) = mols/volume = mol/V Isto significa que Mol ( n) = M x V Mol ( n) = M x V Etapa 1: Calcule o número de mols de ácido necessários. (0,0500 mol/L)(0,250 L) = 0,0125 mol (0,0500 mol/L)(0,250 L) = 0,0125 mol Etapa 2: Calcule a massa de ácido necessária. (0,0125 mol )(90,00 g/mol) = 1,13 g (0,0125 mol )(90,00 g/mol) = 1,13 g

9 Preparando Soluções Pese um soluto sólido e dissolva-o em uma determinada quantidade de solvente. Dilua uma solução concentrada. 3. Você tem 50,0 mL de NaOH 3,0 M e precisa de NaOH 0,50 M. O que fazer? Adicionar água à solução 3,0 M de modo a reduzir sua concentração para 0,50 M. Mas, quanto de água devo adicionar? Dilua a solução! Dilua a solução!

10 Quantia de NaOH na solução original = M V (3,0 mol/L)(0,050 L) = 0,15 mol NaOH (3,0 mol/L)(0,050 L) = 0,15 mol NaOH A quantia de NaOH na solução final tem que ser também = 0,15 mol NaOH Volume da solução final = Volume da solução final = (0,15 mol NaOH)(1 L/0,50 mol) = 0,30 L ou ou 300 mL 300 mL Cálculos

11 A pergunta foi: quanto de água devo adicionar? Adicione 250 mL de água Adicione 250 mL de água a 50,0 mL de NaOH 3,0 M a 50,0 mL de NaOH 3,0 M para preparar 300 mL de NaOH 0,50 M. Conclusão


Carregar ppt "Análise Quantitativa de Reações em solução 1. Cálculo das concentrações - % em massa - concentração comum -molaridade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google