A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cuidados na adolescência

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cuidados na adolescência"— Transcrição da apresentação:

1 Cuidados na adolescência
8º ano Ciências Profe. Cris Rangel

2 Fases da vida Infância – Adolescência – Idade adulta - Velhice

3 Tornar-se adolescente
Mudanças do corpo. Puberdade: Meninas: anos Meninos: 12 – 13 anos Amadurecimento do sistema reprodutor.

4 Tornar-se adolescente

5 Exercício A partir do seu ponto de vista, escreva as principais transformações que ocorrem no corpo e na mente de um adolescente. Para entregar. FAMÍLIA

6 Adolescência Começa na puberdade (mudanças físicas no corpo). Exemplo: surgimento de pelos na região dos órgãos sexuais externos e axilas. Cada pessoa tem seu ritmo próprio.

7 Transformações psicológicas
Período de indagações Os pais começam a cobrar atitudes mais maduras, mais responsabilidade. Mente cheia de conflitos (contestar os pais, sentimentos de independência em alguns casos).

8 Transformações psicológicas
Acontecem os primeiros namoros; Emoções vividas intensamente; Questionamentos sobre ficar, namorar e transar.

9 Sistema Genital

10 O sistema genital Que diferenças existem entre o sistema genital masculino e o feminino? FOTOS: SHEILA TERRY / SCIENCE PHOTO LIBRARY / LATINSTOCK Você conhece as funções das principais partes desses sistemas? Ilustração de um feto humano dentro do útero feita por Leonardo da Vinci ( ).

11 Os órgãos genitais masculinos
Os espermatozoides (os gametas masculinos), e também a testosterona, o principal hormônio sexual masculino, são produzidos nos testículos. glândula seminal bexiga uretra próstata glândula bulbouretral Pênis visto em corte. ILUSTRAÇÕES: Hiroe Sasaki / arquivo da editora ânus pênis ducto deferente escroto testículo epidídimo Tecidos que se enchem de sangue, provocando a ereção.

12 Funções do sistema genital masculino
- Túbulos seminíferos: nele são produzidos os espermatozoides (produção começa  aos 12 anos). Testículos: produzem o hormônio masculino – testosterona - (provoca o desenvolvimento da barba, tom de voz, pelos púbicos). Epidídimos: local onde ficam armazenados por 1-3 semanas até ficarem maduros. Ducto deferente: lança os espermatozoides para a uretra. E por ela percorre o interior do pênis e se abre no meio externo. Glândula seminal (2) produzem um líquido que nutre os espermatozoides. Próstata: glândula produtora de um líquido de aspecto leitoso, que protege os espermatozoides. glândula seminal bexiga uretra próstata glândula bulbouretral ânus pênis ducto deferente escroto testículo epidídimo Espermatozoides + líquidos (gl. seminal + próstata) = esperma

13 Os órgãos genitais femininos
Além de produzir óvulos e hormônios sexuais, é no sistema genital feminino que a nossa vida e o nosso desenvolvimento começam. espermatozoides tuba uterina tuba uterina ovário ovário óvulo útero útero fecundação embrião bexiga urinária ILUSTRAÇÕES: Hiroe Sasaki / arquivo da editora clitóris reto uretra vagina ânus

14 Funções do sistema genital feminino
Ovários: glândulas que produzem os óvulos, que são os gametas femininos, e os hormônios femininos estrogênio e progesterona. A maturação dos óvulos começa, em geral, por volta dos 12 ou 13 anos de idade, e é liberado um a cada mês (ovulação) Estrogênio: responsável pelas características sexuais secundárias femininas (mamas e pelos púbicos). Progesterona: entre outras funções, ‘prepara’ o útero para receber o embrião. espermatozoides tuba uterina ovário óvulo útero fecundação embrião

15 O ciclo menstrual O encontro do espermatozoide com o óvulo ocorre na tuba uterina, mas nem sempre há um óvulo na tuba. Uma vez por mês, em média, o ovário lança na tuba uterina um óvulo pronto para ser fecundado. óvulo fecundado aloja-se no endométrio início da gravidez fecundação endométrio se rompe e uma parte dele é eliminada pela vagina ausência de fecundação menstruação

16 O óvulo amadurece no meio de um conjunto de células, o folículo.
espermatozoides útero O momento em que o folículo se rompe e o óvulo é lançado na tuba uterina é chamado de ovulação. tuba uterina fecundação ovário endométrio ILUSTRAÇÕES: Hiroe Sasaki / arquivo da editora óvulo ovulação folículos Parte do endométrio sendo eliminada: é a menstruação. embrião implantado no endométrio Terminada a menstruação, o endométrio se regenera e volta a crescer. Endométrio preparado para receber o embrião Ao final do ciclo, se não houver gravidez, o endométrio é eliminado. Dias do ciclo

17 Funções do sistema genital feminino
espermatozoides tuba uterina Tubas uterinas: tubos finos e longos que comunicam os ovários ao útero. Local onde, normalmente, ocorre a fusão do óvulo com o espermatozoide (fecundação). Útero: órgão muscular, revestido interiormente pela mucosa uterina, e é nessa mucosa que o embrião se aloja (nidição). Vagina: canal que liga o útero ao meio externo. Apresenta grande elasticidade, permitindo a relação sexual e a abertura adequada à passagem do bebê no parto normal. ovário óvulo útero fecundação embrião tuba uterina ovário útero bexiga urinária clitóris reto ânus uretra vagina

18 Exercícios O que é o pudendo feminino?
Descreva no seu caderno o que é e como ocorre a fecundação.

19 Gravidez células que envolvem o óvulo Das centenas de milhões de espermatozoides lançados na vagina em uma relação sexual, apenas algumas centenas costumam chegar ao ponto da tuba uterina em que vai ocorrer a fecundação. óvulo enzimas que facilitam a entrada do espermatozoide ingeborg asbach / arquivo da editora Os espermatozoides produzem enzimas que abrem caminho entre as células que envolvem o óvulo. fusão dos núcleos e início das divisões celulares primeiras células formadas núcleo do óvulo

20 Após a fecundação, o zigoto formado é levado para o útero pelas contrações musculares da tuba e pelo movimento de cílios que existem nas células da parte interna da tuba. 3 dias: forma-se um cacho com 8 células endométrio mórula (4º dia) 30 horas: o ovo se divide em duas células zigoto começa a divisão ingeborg asbach / arquivo da editora 5 ou 6 dias: o embrião se implanta no útero (nidação) ovário Nesse caminho, o zigoto se divide até se tornar um embrião com 32 a 64 células e está pronto para se implantar no endométrio.

21 Logo nas primeiras semanas de gravidez, forma-se a placenta.
No útero, o embrião vai se desenvolver dentro de uma cavidade cheia de líquido, o âmnio. Logo nas primeiras semanas de gravidez, forma-se a placenta. É da placenta que o embrião recebe alimento e oxigênio, por meio do cordão umbilical, e é por ela que elimina resíduos. dr. g. moscoso / science photo library / latinstock A placenta também produz hormônios que mantêm o útero em condições ideais para o embrião.

22 Na placenta, o alimento e o oxigênio passam do sangue da mãe para o sangue do embrião, enquanto o gás carbônico e outros resíduos seguem o caminho inverso. capilares do embrião endométrio veia umbilical detalhe da placenta sangue materno artérias umbilicais John Bavosi / science photo library / latinstock ILUSTRAÇÕES: ingeborg asbach / arquivo da editora cordão umbilical âmnio cordão umbilical endométrio

23 A gravidez dura cerca de 38 semanas após a fecundação.
Aos poucos, as células do embrião se especializam, começam a se formar os principais órgãos e o coração começa a bater. Garry watson / Science photo library / latinstock alex bartel / Science photo library / latinstock SCIENCE PICTURES LTD / SCIENCE PHOTO library / latinstock 11 semanas 3 meses 5 meses DR. NAJEEB LAYYOUS / SCIENCE PHOTO library / latinstock bernard benoit / Science photo library / latinstock 6 meses Fase final da gestação A gravidez dura cerca de 38 semanas após a fecundação.

24 As contrações da musculatura do útero indicam que a hora do parto se aproxima. O âmnio se rompe e a criança é empurrada para fora do corpo da mãe através da vagina. JOHN BAVOSI / SCIENCE PHOTO LIBRARY / LATINSTOCK Ao nascer, o bebê pesa cerca de 3 a 3,5 kg e, em média, tem de 48 cm a 52 cm de comprimento. A placenta é eliminada e o cordão umbilical é cortado. O umbigo é a cicatriz que fica no lugar do cordão umbilical.

25 Vídeos https://www.youtube.com/watch?v=8eS6Q7iA0wE
https://www.youtube.com/watch?v=6qPaQ1h4Ons https://www.youtube.com/watch?v=pyvsQSLPYM0

26 A importância do leite materno
A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que se alimente a criança exclusivamente com leite materno até os seis meses de idade. Vantagens do leite materno: Digestão mais fácil Menor probabilidade de reações alérgicas Contém anticorpos que protegem a criança Maior contato entre mãe e filho Diminui o risco de câncer de mama Evita hemorragias depois do parto Acelera a volta do útero ao tamanho normal Alexander Raths / Shutterstock / Glow images

27 Cuidados na gravidez A mulher grávida deve ir periodicamente ao médico para verificar se a gravidez está se desenvolvendo dentro dos padrões normais. Deve manter uma alimentação balanceada e não deve fumar, beber ou consumir outras drogas. placenta retirada de líquido amniótico Alguns exames, como a ultrassonografia e a amniocentese, devem ser realizados periodicamente e permitem diagnosticar diversos problemas. colo do útero feto útero adilson secco / arquivo da editora

28 Mãe adolescente Uma em cada cinco crianças nascidas no Brasil são de mães adolescentes (2006) = 20% Em 2013 = 19,3% Anualmente, acontecem até 3,2 milhões de abortos inseguros em países em desenvolvimento envolvendo adolescentes de 15 a 19 anos. Todos os dias, 20 mil adolescentes com menos de 18 anos dão à luz em países em desenvolvimento. Estima-se que 70 mil adolescentes em países em desenvolvimento morrem a cada ano por complicações durante a gravidez ou o parto.

29 Os gêmeos Em geral, um óvulo fecundado dá origem a apenas um embrião.
marcus lyon / photographer’s choice / latinstock Às vezes, porém, as células que resultam das primeiras divisões do zigoto se separam em dois ou mais grupos independentes e cada grupo origina um embrião completo.

30 Gêmeos idênticos, univitelinos ou monozigóticos formam-se a partir da mesma célula-ovo.
Hiroe Sasaki / arquivo da editora Gêmeos fraternos, bivitelinos ou dizigóticos desenvolvem-se a partir de células-ovo distintas.

31 As células-tronco São encontradas em embriões no início do desenvolvimento, no cordão umbilical e em alguns tecidos adultos. São capazes de se reproduzir e originar células especializadas do corpo. Muitos pesquisadores consideram que as terapias com células-tronco embrionárias são mais promissoras do que as com células adultas, mas ainda há muita discussão e polêmica sobre esse assunto. VICTOR HABBICK / Science Photo Library / LATINSTOCK


Carregar ppt "Cuidados na adolescência"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google