A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Novas Metodologias de Ensino e Aprendizagem na Educação Superior – desafios e perspectivas Elton Ivan Schneider

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Novas Metodologias de Ensino e Aprendizagem na Educação Superior – desafios e perspectivas Elton Ivan Schneider"— Transcrição da apresentação:

1 Novas Metodologias de Ensino e Aprendizagem na Educação Superior – desafios e perspectivas Elton Ivan Schneider – Coordenador de EAD – Semipresenciais Uninter Administrador (UFSM) – Mestre em Engenharia e Gestão do Conhecimento (UFSC) – Doutorando em Administração (Universidade Positivo)

2 Tecnologias Aplicadas aos Processos de Ensino e Aprendizagem

3 New Midia Consortium (NMC) – Horizon Report NMC Horizon Project está atualmente no seu 12º ano, dedicado a mapear o cenário de tecnologias emergentes para o ensino, a aprendizagem e questionamento criativo na educação global. A cada ano, três relatórios nos formatos completos são produzidos, com foco no ensino superior, K-12 (Ensino Básico), e museus, respectivamente. Até a data presente, o NMC tem realizado estudos de implantação das tecnologias na Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido, Brasil, Espanha e América Latina, e em Cingapura, e tem planos para expandir a pesquisa para a Europa, Índia e África

4

5

6

7

8 Criar algo novo a partir do que fazemos bem, porém diferente do que fazemos.

9 O que temos no EAD Livros Impressos Vídeo Aulas Atividades Pedagógicas Online Avaliações Rotas de Aprendizagem Aulas Interativas O que faríamos no Semipresencial Pesquisar novas abordagens de ensino e aprendizagem Valorização dos encontros presenciais Uso de novas metodologias educacionais

10 Recordar Compreender Aplicar Analisar Avaliar Criar Aquisição de Conhecimento Produção de Conhecimento Criação de Conhecimento Habilidades de pensamento de ordem inferior Habilidades de pensamento superior Sentido da Aprendizagem no ensino tradicional Maior parte do tempo destinado ao ensino está em atividades de aquisição do Conhecimento Taxonomia de Bloom (1954) Atividades de aprendizado com maior efetividade Tempo Gasto Atividades de Ensino e Aprendizagem

11

12

13 Recordar Compreender Aplicar Analisar Avaliar Criar Aquisição de Conhecimento Produção de Conhecimento Criação de Conhecimento Habilidades de pensamento de ordem inferior Pirâmide de Aprendizagem Taxonomia de BloomCone de Dale (1946) Leitura Palavra Ouvida Desenhos Observados Ver um filme ou apresentação de slides Atividades de baixa retenção de aprendizagem Diálogos e Debates Realizar uma apresentação, simular experiências, criar, analisar, desenhar, jogar, ensinar. Atividades ativas de aprendizagem Tempo Gasto Atividades de Ensino e Aprendizagem

14

15

16 Recordar Compreender Aplicar Analisar Avaliar Criar Aquisição de Conhecimento Produção de Conhecimento Criação de Conhecimento Leitura Palavra Ouvida Desenhos Observados Ver um filme ou apresentação de slides Diálogos e Debates Realizar uma apresentação, simular experiências, criar, analisar, desenhar, jogar, ensinar. Atividades ativas de aprendizagem Livro Impresso, Biblioteca Virtual e textos de apoio Tutoria Interativa via Rádio Web Rota de Aprendizagem Vídeo Aula Ampliação da aprendizagem em atividades disciplinares Estudos de Caso, Simulações, Jogos, PBL, Atividades de Pesquisa, Juri Simulado, entre outros. Tempo Gasto Atividades de Ensino e Aprendizagem

17 Habilidades de pensamento superior Recordar Compreender Aplicar Analisar Avaliar Criar Leitura Palavra Ouvida Desenhos Observados Ver um filme ou apresentação de slides Diálogos e Debates Realizar uma apresentação, simular experiências, criar, analisar, desenhar, jogar, ensinar. Metodologias de Aprendizagem Ativa Tempo Gasto Atividades de Ensino e Aprendizagem Autonomia de Estudos A aquisição do conhecimento cabe ao aluno em atividades de auto estudo com os materiais didáticos produzidos para o EAD Estudo Indepen- dente Os encontros presenciais se pautam pela realização de atividades de aplicação, análise, avaliação e criação. As metodologias de ensino e aprendizagem previlegiam a participação ativa dos alunos no processo educacional. Os encontros presenciais se pautam pela realização de atividades de aplicação, análise, avaliação e criação. As metodologias de ensino e aprendizagem previlegiam a participação ativa dos alunos no processo educacional.

18 Estratégia de Auto Estudo Livro didático da disciplina + Vídeo Aula Atividades Disciplinares Ampliação do conhecimento da Disciplina Aprendizagem Colaborativa Chat /rádio (AVA) entre alunos e professor Estratégias de Ensino e Aprendizagem Atividades Inter- disciplinares Formação do perfil profissional do Egresso Tecnologias/Metodologias de acesso ao conhecimento Aquisição de Conhecimento Atividades de Criação e Produção de Conhecimento Sequência Didática – Atividades de Ensino e Aprendizagem Segunda Terça Quarta Quinta Encontros Presenciais Avaliação presencial processual, formativa e somativa Tutoria Presencial, Tutoria a Distância, Professores Especialistas nos Encontros Presenciais Aprendizagem Ativa e Colaborativa Vivencial Aprendizagem Ativa e Colaborativa Vivencial Criação de Ideias de Negócios – BMG Canvas Estudos de caso Disciplinares

19

20

21

22

23

24 1 – Falta de Fluência Digital: falta de professores e profissionais treinados para o uso de tecnologias digitais;

25 2 - A falta de recompensas para o ensino: as IES são avaliadas pela sua capacidade de pesquisa e inovação, não por sua capacidade pedagógica de criação de novos métodos de ensino e aprendizagem. Os professores mais qualificados de uma IES estão em grupos de pesquisas e não dão aula.

26 3 – Competição entre os novos modelos de educação: não estamos buscando a melhora dos modelos, mas a competição entre eles. O foco não está em melhorar os processos de ensino e aprendizagem, o foco está nos meios (tecnologia), na redução de custos (moocs), na oferta de certificados baseados em avaliações (provas – ENEM e ENADE), em certificações baseadas em % de acertos (será que garantem o resultado?)

27 4 – A falta de inovação no ensino superior: segundo HESS e KEllY (2013), o modelo de transmissão de conteúdos usado na atualidade, tem ajudado a manter a sistemática de ensino passiva: a)Currículos inflexíveis; b)Não adaptados ao mercado; c)Baseados na transmissão de conhecimentos e aulas doutorais; d)Que não valorizam o professor como especialista em ensinar, produzir materiais didáticos, em interação, como participante ativo, interdisciplinar, multidisciplinar;

28 5 – Reduzir a pressão para aumentar o número de alunos no ensino superior sem se preocupar com: a)Se existem demandas para os cursos oferecidos; b)Se os alunos estão preparados para o curso desejado; c)Se a IES tem o suporte financeiro, estrutural e acadêmico para ofertar a demanda desejada;

29 6 – Manter a educação relevante: A informação e o conhecimento estão migrando do papel para o digital; O presencial para o virtual e digital; Mais flexibilidade e adaptação em contrapartida a Diretrizes Curriculares Nacionais; Criação de novos cenários de aprendizagem com o uso de tecnologia + interatividade + presencialidade + mediação + informação e conhecimento digital Aproveitamento dos melhores professores (doutores e pesquisadores) para os processos de ensino, valorizando a sua formação como mediadores, produtores de material didático, especialistas na personalização de processos de ensino e aprendizagem.

30

31 Práticas Pedagógicas Inovadoras Elementos da pesquisa Para um Modelo Escolar Criativo Adaptado de NMC – Horizon Report 2014

32 Conteúdo e CurrículoAvaliação Práticas de Aprendizagem Práticas de Ensino 1- Inteligência Emocional 5 – Reconhecimento da aprendizagem formal e informal 8 – Aprender pela exploração 14 – Desenvolver habilidades e capacidades (soft Skills) 2 – Inter, multi e transdisciplinaridade 6 – Avaliação formativa 9 – Aprender pela criação 15 – Potencializar o aprendiz 3 – Recursos Educacionais Abertos 7 – Formatos de avaliação envolvente 10 – Aprender com jogos 16 – Múltiplos estilos de aprendizagem 4 – Atividades Significativas 11 – Aprendizagem auto- regulada 17 – Múltiplos modos de pensar 12 – Aprendizagem personalizada 13 – Colaboração com os pares OrganizaçãoLiderança e ValoresConectividadeInfraestrutura 18 – Inovação em Serviços 21 – Inclusão Social 24 – Eventos de Aprendizagem 27 – Espaço físico 19 – Inovar no cruzamento de dados de aprendizagem do aluno 22 – Empreendedorismo social 25 – Redes Sociais 28 – Infraestrutura de Tecnologia da informação 20 - Monitorar a qualidade 23 – Inovação nos modelos de Gestão 26 – Conexão com o mundo Real

33 Referenciais NMC: The New Media Consortium. The Horizon Report. Creative Commons, 559 Nathan Abbott Way, Stanford, California 94305, USA.2004 NMC: The New Media Consortium NMC: The New Media Consortium and the EDUCAUSE Learning Initiative. The Horizon Report – 2005 Edition. Creative Commons, 559 Nathan Abbott Way, Stanford, California 94305, USA.2005 NMC: The New Media Consortium. ISBN NMC: The New Media Consortium and the EDUCAUSE Learning Initiative. The Horizon Report – 2006 Edition. Creative Commons, 559 Nathan Abbott Way, Stanford, California 94305, USA.2006 NMC: The New Media Consortium. ISBN NMC: The New Media Consortium and the EDUCAUSE Learning Initiative. The Horizon Report – 2007 Edition. Creative Commons, 559 Nathan Abbott Way, Stanford, California 94305, USA.2007 NMC: The New Media Consortium. ISBN NMC: The New Media Consortium and the EDUCAUSE Learning Initiative. The Horizon Report – 2008 Edition. Creative Commons, 559 Nathan Abbott Way, Stanford, California 94305, USA.2008 NMC: The New Media Consortium. ISBN Johnson, L., Levine, A., & Smith, R. (2009). Informe Horizon. Austin, Texas: The New Media Consortium. Traducción al español de The 2009 Horizon Report. ISBN Johnson, L., Smith, R., Levine, A., Stone, S. (2010). The 2010 Horizon Report : Edición en español.(Xavier Canals, Eva Durall, Translation.) Austin, Texas: The New Media Consortium. ISBN Johnson, L., Smith, R., Willis, H., Levine, A., and Haywood, K., (2011). The 2011 Horizon Report. Austin, Texas: The New Media Consortium. ISBN Johnson, L., Adams, S., and Cummins, M. (2012). The NMC Horizon Report: 2012 Higher Education Edition. Austin, Texas: The New Media Consortium. ISBN Johnson, L., Adams Becker, S., Cummins, M., Estrada, V., Freeman, A., and Ludgate, H. (2013). NMC Horizon Report: Edição Ensino Superior ISBN Johnson, L., Adams Becker, S., Estrada, V., Freeman, A. (2014). NMC Horizon Report: 2014 Higher Education Edition. Austin, Texas: The New Media Consortium. ISBN


Carregar ppt "Novas Metodologias de Ensino e Aprendizagem na Educação Superior – desafios e perspectivas Elton Ivan Schneider"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google