A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

WMS Stock Locator Apresentação dos módulos padrões do WMS Stock Locator Sistema Gerenciador de Materiais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "WMS Stock Locator Apresentação dos módulos padrões do WMS Stock Locator Sistema Gerenciador de Materiais."— Transcrição da apresentação:

1 WMS Stock Locator Apresentação dos módulos padrões do WMS Stock Locator Sistema Gerenciador de Materiais

2 WMS – Warehouse Management System  O que é um WMS? Um sistema WMS (Warehouse Management System) é um sistema gestor de armazéns ou depósitos. Através do WMS é possível controlar posições de estoque e as movimentações de produtos entre os endereços de estoque de um ou mais armazéns. Um WMS reporta em tempo real posições de estoque, saldo e movimentações realizadas dentro de períodos especificados para controle de relatórios e monitoramento de estoque.  Quem deve utilizar este sistema? Gestores e operadores dos mais diversos níveis de utilização do controle de logística.  Quais as plataformas do sistema? O sistema é utilizado em coletores de dados de rádio frequência e computadores (desktops e notebooks). 2

3 Stock Locator Retaguarda Descrição: O Stock Locator conta com um sistema de retaguarda onde é possível realizar manutenções nos cadastros do sistema, operações de entrada, movimentação, inventário e saída de materiais, emissão de relatórios. Acesso: Através da autenticação com login e senha o usuário cadastrado pode acessar o sistema e realizar as operações que o seu perfil permite 3

4 Tela Principal Retaguarda 4  O usuário autenticado têm acesso através desta interface às operações do sistema na qual ele têm permissão;

5 MANUTENÇÃO DE CADASTROS  EMPRESA,  FILIAL,  PROPRIETÁRIO,  FORNECEDORES,  CLIENTES,  ARMAZÉM,  ZONAS DE ARMAZENAGEM,  ESTRUTURAS FÍSICAS,  ENDEREÇO DE ESTOQUE,  UNIDADES DE MEDIDA,  GRUPOS E SUBGRUPOS DE MATERIAL,  TIPO DE MATERIAL,  MATERIAIS,  USUÄRIOS, PERFÍS DE USUÁRIO E PERMISSÕES DE ACESSO. 5 Através da Manutenção de Cadastros é possível INCLUIR, EXCLUIR, ALTERAR ou CONSULTAR qualquer registro no sistema.

6 MANUTENÇÃO DE: EMPRESA, FILIAL, PROPRIETÁRIO, FORNECEDORES E CLIENTES 6 Nestes cadastros temos efetuamos a inclusão pessoas, físicas ou jurídicas (FILIAIS, PROPRIETÁRIO, FORNECEDORES e CLIENTES) que terão seus materiais em estoque controlados pelo sistema. A EMPRESA e FILIAL corresponde às unidades de negócio de uma entidade. É possível trabalhar com uma ou mais FILIAL de uma EMPRESA (entidade). PROPRIETÁRIOS, FORNECEDORES e CLIENTES são responsáveis pela geração de movimentações, de entrada e saída no estoque de uma determinada FILIAL.

7 MANUTENÇÃO DE: ARMAZÉNS, ZONAS DE ARMAZENAGEM, ESTRUTURAS FÍSICAS E ENDEREÇOS DE ESTOQUE 7 A manutenção de ARMAZÉNS, ZONAS DE ARMAZENGEM, ESTRUTURAS DÍSICAS E ENDEREÇOS DE ESTOQUE permite a estruturação de um ambiente a ser controlado pelo WMS. Um ARMAZÉM comporta várias ZONAS DE ARMAZENAGEM que por sua vez contém vários ENDEREÇOS DE ESTOQUE onde os MATERIAIS são alocados. Um ENDEREÇO DE ESTOQUE e do tipo de uma das ESTRUTURAS FÍSICAS (Picking, Porta-Palete, Flow-Rack, Drive-In, Blocado, Doca, etc...).

8 MANUTENÇÃO DE: MATERIAIS, UNIDADES DE MEDIDA, GRUPO, SUBGRUPO E TIPOS DE MATERIAIS 8 Os MATERIAIS que serão gerenciados pelo sistema devem ser cadastrados assim como as UNIDADES DE MEDIDA utilizadas nas movimentações. GRUPO, SUBGRUPO e TIPO DE MATERIAIS são utilizados para organização dos materiais dentro do sistema

9 MANUTENÇÃO DE: MATERIAIS 9 Na manutenção de MATERIAIS é possível especificar as variáveis logísticas de controle de cada MATERIAL. Consumível (Sim ou Não); Controle de Qualidade (Sim ou Não); Rastreabilidade (Lote, Sublote ou Nenhuma); Controle de Número de Série; Controle de Calidade; Controle de Certificado;

10 MANUTENÇÃO DE: USUÁRIOS, PERFÍS DE USUÁRIOS E PERMISSÕES DE ACESSO 10 O acesso ao sistema assim como as permissões para cada usuário pode ser criadas através da manutenção de USUÁRIOS, PERFÍS DE USUÁRIOS e PERMISSÕES DE ACESSO. Cada usuário criado no sistema é associado à um PERFÍL de usuário que por sua vez contém as configurações de acesso ou não à um determinado módulo do sistema.

11 MANUTENÇÃO DE: USUÁRIOS, PERFÍS DE USUÁRIOS E PERMISSÕES DE ACESSO 11 Em cada PERFÍL DE USUÁRIO é possível configurar os acessos que este grupo terá.

12 OPERAÇÕES E GERENCIAMENTO  ENTRADAS;  RECEBIMENTO DE MATERIAIS;  SAÍDAS;  REQUISIÇÃO DE MATERIAIS;  IMPRESSÃO DE ENTIQUETAS;  CONTROLE DE ESTOQUE;  INVENTÁRIO DE ESTOQUE;  SERVIÇOS, TAREFAS e ATIVIDADES; 12 O Menu de Operações e Gerenciamento permite efetuar movimentações, gerenciar e executar serviços, tarefas e atividades geradas no sistema;

13 OPERAÇÕES: ENTRADA, RECEBIMENTO DE MATERIAIS 13 As operações de ENTRADA permitem realizar o registro do MATERIAL no sistema. Através do RECEBIMENTO DE MATERIAIS é gerado tarefas de ARMAZENAGEM dos MATERIAIS. Estas tarefas podem ser executadas manualmente ou através de coletores de dados de rádio frequência.

14 OPERAÇÕES: SAÍDA, REQUISIÇÃO DE MATERIAIS 14 As operações de SAÍDA efetuam a movimentação de saída do MATERIAL no estoque. Utilizando a REQUISIÇÃO DE MATERIAIS é gerado tarefas de SEPARAÇÃO dos MATERIAIS. Estas tarefas podem ser executadas manualmente ou através de coletores de dados de rádio frequência.

15 OPERAÇÕES: IMPRESSÃO DE ETIQUETAS 15 É possível imprimir etiquetas de com diversas finalidades. Identificação de MATERIAIS, identificação de UNIDADES DE ESTOQUE, identificação de ENDEREÇOS DE ESTOQUE e Identificação de USUÁRIOS.

16 OPERAÇÕES: GERENCIAMENTO DO ESTOQUE 16 Ajustes, inclusões e exclusão de registro de estoque podem ser realizados à partir desta interface. É possível incluir observações realizar movimentações manuais e corrigir valores inválidos inseridos equivocadamente no sistema.

17 OPERAÇÕES: SERVIÇOS, TAREFAS E ATIVIDADES 17 Os serviços, tarefas e atividades gerados podem ser gerenciados através desta interface. É possível emitir guias de operação e efetuar os processos manualmente e posteriormente executá-los no sistema.

18 RELATÓRIOS E PAINEIS DE GERENCIAMENTO  POSIÇÕES DE ESTOQUE;  SALDO EM ESTOQUE;  MOVIMENTAÇÃO DE ESTOQUE;  INDICADORES DE DESEMPENHO; 18 É possível emitir relatórios que ajudam na tomada de decisão na gestão do estoque. Os relatórios são padrões do sistema e novos relatórios podem ser desenvolvidos para atender as necessidades dos gestores.

19 RELATÓRIOS: ESTOQUE E MOVIMENTAÇÕES 19 Relatórios de Movimentação, Posição de Estoque e Saldo em Estoque podem ser visualizados através do menu de Relatórios

20 CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 20 Algumas variáveis do sistema podem ser configuradas utilizando esta interface. Estas configurações permitem mudar as respostas do sistema diante de determinada situações.

21 CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 21 Algumas variáveis do sistema podem ser configuradas utilizando esta interface. Estas configurações permitem mudar as respostas do sistema diante de determinada situações.

22 Stock Locator Coletor RF Descrição: O módulo disponível para os coletores, permite que as principais operações tais como: Recebimento e Armazenagem de Materiais, Separação, Conferência e Expedição de Materiais, Transferência, Inventário e Consulta Estoque. Acesso: Da mesma forma que o Retaguarda o acesso é realizado através da autenticação com crachá ou login e senha do usuário. As atividades que o usuário pode realizar são configuradas através do perfil no qual ele esta incluído. 22

23 Tela Principal Coletor 23  O usuário autenticado têm acesso às funções cadastradas no seu perfil;

24 OPERAÇÕES: RECEBIMENTO E ARMAZENAGEM DE MATERIAIS 24 Através do módulo de RECEBIMENTO o usuário pode realizar a recepção dos MATERIAIS indicando sua entrada no depósito. O processo de ARMAZENAGEM é realizado através do endereçamento automático (locação de armazenagem indicada pelo sistema) ou manual onde o usuário indica a locação onde o material deve ser alocado.

25 OPERAÇÕES: SEPARAÇÃO, CONFERÊNCIA E EXPEDIÇÃO DE MATERIAIS 25 As tarefas de REQUISIÇÕES DE MATERIAIS registradas no sistema podem ser executadas através do módulo de SEPARAÇÃO de MATERIAIS. Finalizando a SEPARAÇÃO podem ser realizadas CONFERÊNCIA e posteriormente a EXPEDIÇÃO dos MATERIAIS separados.

26 OPERAÇÕES: TRANSFERÊNCIAS, INVENTÁRIO E CONSULTAS DE ESTOQUE 26 Estão disponíveis dois tipos de transferências entre as locações: REPOSIÇÃO DE PICKING e TRANSFERÊNCIA MANUAL. Três tipos de INVENTÁRIO podem ser realizados (Inicial, Geral e Rotativo). O INVENTÁRIO ROTATIVO pode ser realizado por RUA, NÍVEL, PRODUTO, etc.. É possível realizar consultas por produtos e endereços o que ajuda ao operador a localizar um material no estoque sem a necessidade de acessar o sistema de Retaguarda.


Carregar ppt "WMS Stock Locator Apresentação dos módulos padrões do WMS Stock Locator Sistema Gerenciador de Materiais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google