A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Piano Trabalho realizado porrealizado Trabalho realizado porrealizado Não disponível Clique no instrumento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Piano Trabalho realizado porrealizado Trabalho realizado porrealizado Não disponível Clique no instrumento."— Transcrição da apresentação:

1 piano Trabalho realizado porrealizado Trabalho realizado porrealizado Não disponível Clique no instrumento

2 O gongo é um instrumento musical, mais precisamente um idiofone percutido. O gongo é uma chapa de metal, geralmente em formato circular, com as extremidades voltadas para dentro. O seu diâmetro varia de 20 a 70 cm. Ele é tocado através de uma baqueta de metal com a extremidade macia coberta a feltro ou coiro. O som pode ser uma batida isolada ou o efeito de rufo. É usado para produzir efeitos especiais na orquestra. O gongo encontra-se suspenso em armação própria, por duas cordas, pelo seu bordo revirado.

3 Prato ou címbalo é o nome genérico atribuído a vários instrumentos musicais de percussão, construídos a partir de uma liga de metal, geralmente, à base de bronze, cobre e/ou prata. Podem ser percutidos com um par de bastões chamados de baquetas, ou golpeando-se cada um dos pratos contra o outro, deixando-os depois vibrar livremente, ou ainda abafando a vibração imediatamente após o impacto, de acordo com o efeito desejado

4 O Xilofone propriamente dito é um instrumento musical definido como de percussão, de altura definida ou de som determinado. Apareceu nas orquestras no século XIX. Compõe-se de uma sequência ordenada de placas de madeira, dispostas de maneira análoga às teclas de um piano. Desta maneira, as placas de madeira de som mais grave estão à esquerda do executante e, em direcção à direita, as notas vão tornando-se agudas.

5 Os tímpanos (sempre no plural por serem tradicionalmente tocados com um mínimo de dois tambores) são um instrumento musical de percussão. Seu uso mais comum é na orquestra, embora tenha presença marcante no jazz e em bandas sinfónicas, além de proporcionar efeitos de sonoplastia. Os tímpanos são um instrumento não temperado da família dos membranofones com som de altura determinada. Sua evolução na música europeia vai desde o par central barroco (sem pedal e com pele animal) ao quinteto moderno do século XX. Mas, há músicas em que um só timpanista utiliza mais de cinco tímpanos, além de músicas que necessitam mais de um executante como a Sinfonia Fantástica, de Berlioz. Ao contrário da maioria dos instrumentos de percussão, que são orquestrados pela clave própria (clave de percussão), os tímpanos obedecem à escala da clave de fá.

6 A trompa é um instrumento de sopro da família dos metais. Muito antigo (os antigos egípcios já o conheciam), passou aos hebreus, aos gregos e aos romanos, é muito importante na orquestra sinfónica moderna. Consiste num tubo metálico de 3,7 metros de comprimento, ligeiramente cónico, com um bocal numa das extremidades e uma campânula (ou pavilhão) na outra, enrolado várias vezes sobre si mesmo como uma mangueira, e munido de três ou quatro chaves, de acordo com o modelo. O trompista acciona as chaves com a mão esquerda, e com a mão direita dentro do pavilhão ajuda a controlar o fluxo de ar dentro do instrumento, e é pela ação conjunta das chaves, da mão direita no interior da campânula, e do sopro (e, às vezes, sucção) do trompista que as notas são produzidas em diferentes alturas e timbres.

7 O trompete ou trombeta é um instrumento musical de sopro, um aerofone da família dos metais, caracterizada por instrumentos de bocal, geralmente fabricados de metal. É também conhecido como pistão (por metonímica). Quem toca o trompete é chamado de trompetista. O trompete é um tubo de metal, com um bocal no início e uma campânula no fim. A distância percorrida pelo ar dentro do instrumento é controlada com o uso de pistões ou chaves, que controlam a distância a ser percorrida pelo ar no interior do instrumento. Além dos pistões, as notas são controladas pela pressão dos lábios do trompetista e pela velocidade com que o ar é soprado no instrumento.

8 O trombone é um aerofone da família dos metais. É mais grave que o trompete e mais agudo que a tuba. Há duas variedades de trombone, quanto à forma: Trombone de Pistões: Utiliza pistões mecânicos como o trompete. Trombone de Vara: Possui uma válvula móvel (vara), que, ao ser deslisada, altera o tamanho do tubo, mudando a nota. São várias as particularidades da vara: A família do trombone apresentava originalmente os instrumentos Soprano, Contralto, Tenor, Barítono e Baixo.

9 A tuba é um instrumento musical de sopro da família dos metais. Consiste num tubo cilíndrico recurvado sobre si mesmo e que termina numa campânula em forma de sino. Dotado de bocal e de três a cinco pistões, possui todos os graus cromáticos. Existem tubas de vários tamanhos: tenor baixo e contrabaixo. Desde o seu aparecimento, na primeira metade do séc. XIX, logo foi incorporado nas orquestras sinfónicas.

10 O clarinete é um instrumento musical de sopro constituído por um tubo cilíndrico de madeira (já foram experimentados modelos de metal), com uma boquilha cónica de uma única palheta e chaves (hastes metálicas, ligadas a tampas para alcançar orifícios aos quais os dedos não chegam naturalmente). Possui quatro registos: grave, médio, agudo e super agudo. Quem toca o clarinete é chamado de clarinetista.

11 A flauta transversal, por vezes chamada simplesmente de flauta, é um aerofone da família das madeiras. É um instrumento não palitado, possuindo um orifício por onde o instrumentista sopra perpendicularmente ao sentido do instrumento Apesar de actualmente ser fabricada em metal, em sua origem, ela era é de madeira. Por esta razão, até hoje, a flauta transversa é classificada nas orquestras como um instrumento pertencente ao grupo das madeiras.

12 O oboé é um instrumento musical de sopro de palheta dupla da família das madeiras. O corpo do oboé é feito normalmente de madeira (ébano, jacarandá) e tem formato ligeiramente cônico - alguns instrumentos mais recentes têm sido feitos de plástico. Tem uma palheta dupla. Uma pequena e delgada tira de uma cana especial é dobrada em dois e um pequeno tubo de metal (staple) é colocado entre os dois lados da tira dobrada, a qual é então passada em volta do tubo e firmemente amarrada a ele. A parte dobrada da tira é cortada e as duas extremidades, delicadamente desbastadas, constituindo então a palheta dupla. O tubo de metal encaixa-se em uma base de cortiça que é firmemente fixada na extremidade superior do oboé. O músico que toca o oboé é denominado "oboísta".

13 O fagote é um instrumento musical da família dos sopros. É constituído por um longo tubo cônico de madeira de cerca de 2,5 metros, dobrado sobre si mesmo. A palheta dupla é fixada em um tudel de cobre, ou bocal. Aparecendo com sua forma moderna no século XVIII, o fagote figura proeminentemente em orquestras e grupos de música de câmara. Devido ao complicado dedilhado e às palhetas duplas, o fagote é um instrumento particularmente difícil de aprender, e os estudantes normalmente o escolhem após dominarem um outro instrumento de sopro, como a flauta ou o clarinete. O fagote é o mais grave instrumento de madeira da família dos sopros.

14 O baixo ou contrabaixo, também conhecido como guitarra baixo e viola baixo em Portugal, é um instrumento musical, destinado especificamente a executar a parte grave de uma linha musical. Pode ser acústico ou eléctrico. O nome guitarra baixo pode ser dado também a específicos modelos de guitarras clássicas, mas que possuem afinação um pouco mais grave que a guitarra clássica tradicional; esta guitarra baixo clássica é afinada uma quarta abaixo da tradicional guitarra, e não pertence a família dos baixos.

15 A viola (também chamada "alto" ou "viola de arco") é um instrumento musical da mesma família do violino (de arco e quatro cordas) e visualmente se assemelha a este (inclusive na maneira de se tocar), entretanto possui um som mais encorpado, doce, menos estridente e mais grave, sua altura é intermediária entre o violino e o violoncelo. Além destes três instrumentos, a família dos instrumentos de cordas friccionadas por arco possui o contrabaixo.

16 O violino é um instrumento musical, classificado como instrumento de cordas friccionadas. É o mais agudo dos instrumentos de sua família (que ainda possui a viola, o violoncelo, correspondendo ao Soprano da voz humana. O contrabaixo é considerado um primo afastado do violino.

17 O violoncelo é um instrumento da família dos instrumentos de corda. Tocado geralmente com arco, possui quatro cordas afinadas em quintas. O instrumento pertence à sub-família dos violinos, que engloba os instrumentos orquestrais de quatro cordas afinadas em quintas. Essa família se diferencia da família da viola (da qual faz parte o contrabaixo) tanto pela afinação, que ali se dá em quartas em vez de quintas, tanto pela forma diferenciada do instrumento.

18 Maestro ou regente é alguém que rege uma orquestra ou coro. O termo também á aplicado a um virtuose ou grande compositor.

19 O piano é um instrumento musical classificado como Instrumento de teclado de cordas percutidas pelo sistema de classificação de Hornbostel-Sachs. Também é definido modernamente como instrumento de percussão porque o som é produzido quando os batentes, cobertos por um material (geralmente feltro) macio e designados martelos, e sendo activados através de um teclado, tocam nas cordas esticadas e presas numa estrutura rígida de madeira ou metal. As cordas vibram e produzem o som.

20 Cãtãlin Marinescu nº 4 Daniel Bibes nº 7


Carregar ppt "Piano Trabalho realizado porrealizado Trabalho realizado porrealizado Não disponível Clique no instrumento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google