A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula Vestibular PUC-PR Prova de Filosofia Tema 1 FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. RJ, Vozes, 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula Vestibular PUC-PR Prova de Filosofia Tema 1 FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. RJ, Vozes, 2009."— Transcrição da apresentação:

1 Aula Vestibular PUC-PR Prova de Filosofia Tema 1 FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. RJ, Vozes, 2009

2 Disciplina: os corpos dóceis Panóptico Como definir o momento em que vivemos? Seria a pós - modernidade a condenação do indivíduo? Contra o que lutamos? Quais projetos de sociedade seriam implantados caso, o modelo em que vivemos, fosse destruído? Algumas dessas perguntas, podem ser esclarecidas e não respondidas, tendo como suporte a compreensão do Panóptico. Uma sociedade onde o poder é exercido, de forma que ninguém consegue identificar os seus executores. Cria-se um controle psicológico em que os indivíduos se auto-controlam, se fiscalizam. O primeiro a conceber essa ideia, foi o filósofo inglês Jeremy Bentham.

3 O projeto era para ser uma prisão modelo, para a reforma dos encarcerados. Mas, por vontade expressado do autor, foi também um plano para todas as instituições educacionais, de assistência e de trabalho, o esboço de uma sociedade racional. O projeto, era de 1789, o mesmo ano em que a burguesia tornava-se a classe social dominante no mundo ocidental. Michel Foucalt ao estudar a sociedade disciplinar, constata que a sua singularidade reside na existência do desvio diante da norma. E assim para "normalizar" o sujeito moderno, foram desenvolvidos mecanismos e dispositivos de vigilância, capazes de interiorizar a culpa e causar remorsos pelos seus atos. Para Jeremy Bentham dominar era distribuir os corpos em difersificadas superfícies (prisões, manicômios, escolas, fábricas).

4 Deontologia Deon: dever obrigação, logos: ciência; Jeremy Bentham cunhou o termo em 1834; Parte da Filosofia Moral e/ou da Ética Normativa.

5 Deontologia É um tratado do dever ou do conjunto dos deveres, princípios e normas adotadas por um determinado grupo profissional.

6 O Panóptico era um edifício em forma de anel, no meio do qual havia um pátio com uma torre no centro. O anel dividia-se em pequenas celas que davam tanto para o interior quanto para o exterior. Em cada uma dessas pequenas celas, havia, segundo o objetivo da instituição, uma criança aprendendo a escrever, um operário a trabalhar, um prisioneiro a ser corrigido, um louco tentando corrigir sua loucura, e na torre, havia um vigilante. Como cada cela dava ao mesmo tempo para o interior e para o exterior, o olhar do vigilante podia atravessar toda a cela, não havia nenhum ponto de sombra e, por conseguinte, tudo o que o indivíduo fazia estava exposto ao olhar de um vigilante que observa através de persianas, de pequenas aberturas de modo a poder ver tudo sem que ninguém ao contrário pudesse vê-lo.

7 O panoptismo corresponde à observação total, é a tomada integral por parte do poder disciplinador da vida de um indivíduo. Ele é vigiado durante todo tempo, sem que veja o seu observador, nem que saiba em que momento está a ser vigiado. Ai está a finalidade do Panóptico. O Panóptico organiza espaços que permitem ver, sem ser vistos, portanto, uma garantia de ordem. Assim, a vigilância torna-se permanente nos seus efeitos, mesmo que não fosse na sua ação. Mais importante do que vigiar o prisioneiro o tempo inteiro, era que o mesmo se soubesse vigiado. Logo, não era finalidade do Panóptico fazer com que as pessoas fossem punidas, mas que não tivessem a oportunidade para cometer o mal, pois sentiriam-se mergulhadas, imersas num campo de visibilidade.

8 Em suma, o Panóptico desfaz a necessidade de combater a violência física com outra violência física combatendo-a antes, com mecanismos de ordem psicológica. Todo Panóptico, na verdade, é estruturado como uma ficção, é precisamente a aparente onipresença do inspetor que sustenta a perfeita disciplina, controlando os movimentos e transgressão entre os internos. Entretando, como a onipresença não pode ser um atributo humano, resta forjá-la, simulá-la, quer por rondas aleatórias, quer pela arquitetura do lugar, que permite a cada um dentro das celas ser facilmente visto, ao mesmo tempo em que dificilmente vê quem VÊ.

9 Em última análise, o inspetor perfeito, é aquele que nunca aparece, mas que pode aparecer em qualquer instante. O inspetor perfeito é, enfim, uma voz, um olho, um ofício carimbado, uma sombra indistinta no fundo do corredor. O inspetor torna-se então, uma espécie de fantasma. "O Panóptico (...) permite aperfeiçoar o exercício do poder. E isto de várias maneiras; porque pode reduzir o número dos que o exercem, ao mesmo tempo que multiplica o número daqueles sobre os quais é exercido." Michel Foucault As instituições panópticas são leves e fáceis de manipular, utilizam princípios simples de correção e adestramento. É uma espécie de campo experimental de poder, assegura a sua economia, a sua eficácia e o seu funcionamento.

10 Questão PUC-PR 2011 Um dos conceitos centrais da obra do filósofo francês Michel Foucault é o de sociedade disciplinar. Sobre esse conceito, analise as assertivas abaixo: I. Trata-se de um modelo de sociedade no qual o exercício do poder disciplinar saiu do âmbito corretivo e punitivo das penitenciárias e alcançou a sociedade nas suas várias instituições. II. Trata-se de um modelo de controle dos indivíduos através de ameaças e amedrontamentos constantes e diretos, geralmente pela via da agressão e da violência. III. Trata-se de um conjunto de procedimentos que marcam as relações sociais pela via do exercício de um poder baseado em modelos fechados de um poder central, que usa o suplício do corpo como forma de repressão dos delitos. IV. Trata-se de um exercício de poder marcado pela tentativa de abrandamento das penas de suplício e da criação de um mecanismo mais eficaz contra os delitos, baseado, por exemplo, na vigilância. Está(ão) CORRETA(S): A) Apenas as assertivas I e IV. B) Apenas as assertivas II e III. C) Apenas as assertivas I, II e III. D) Todas as assertivas. E) Apenas a assertiva I.

11 Questão PUC-PR 2011 Para Foucault, as sociedades democráticas criaram uma nova forma de exercício de poder. Entretanto, segundo ele: “A ‘invenção’ dessa nova anatomia política não deve ser entendida como uma descoberta súbita. Mas como uma multiplicidade de processos muitas vezes mínimos, de origens diferentes, de localizações esparsas, que se recordam, se repetem, ou se imitam, apoiam-se uns sobre os outros, distinguem-se segundo seu campo de aplicação, entram em convergência e esboçam aos poucos a fachada de um método geral. Encontramo-los em funcionamento nos colégios, muito cedo; mais tarde nas escolas primárias; investiram lentamente o espaço hospitalar; e em algumas dezenas de anos reestruturam a organização militar. Circularam às vezes muito rápido de um ponto a outro (entre o exército e as escolas técnicas ou os colégios e liceus), às vezes lentamente e de maneira mais discreta (militarização insidiosa das grandes oficinas). A cada vez, ou quase, impuseram-se para responder a exigências de conjuntura: aqui uma inovação industrial, lá a recrudescência de certas doenças epidêmicas, acolá a invenção do fuzil ou as vitórias da Prússia”. (Vigiar e Punir, p. 118). Segundo o autor, pode-se afirmar que: I. A partir do século XVII se desenvolve nas sociedades chamadas democráticas uma nova forma de exercício de poder, no que tange aos modos de punição e disciplina, que se distingue daquela usada nos regimes absolutistas europeus. II. A partir dos séculos XVII se verifica o crescimento de um modelo de exercício da disciplina que usa como parâmetro os mesmos moldes dos regimes absolutistas, ou seja, a punição direta sobre os corpos como forma de restituição do poder central. III. A partir do século XVII o poder passa a ser usado como forma de repressão sobre o corpo dos indivíduos a partir de um poder central, aos moldes dos modelos absolutistas. IV. O modelo do panóptico serve de exemplo de um novo mecanismo de poder no qual se privilegia o controle do tempo, a organização do espaço e o registro continuado da conduta dos indivíduos. Está(ão) CORRETA(S): A) Apenas as assertivas II e III. B) Apenas as assertivas I e IV. C) Apenas as assertivas I, II e III. D) Todas as assertivas. E) Apenas a assertiva I.


Carregar ppt "Aula Vestibular PUC-PR Prova de Filosofia Tema 1 FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. RJ, Vozes, 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google