A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Geografia Geral Geografia Física H6 – Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Geografia Geral Geografia Física H6 – Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos."— Transcrição da apresentação:

1 Geografia Geral Geografia Física H6 – Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos

2 a) Terreno íngreme ao nordeste e aplainados a oeste e a leste. b) Terreno aplainado ao noroeste e íngreme ao sudoeste e leste. c) Terreno íngreme ao oeste e leste e aplainado ao norte. d) Terreno aplainado ao norte e íngreme ao noroeste e sudeste. e) Terreno íngreme ao sudeste e sudoeste e aplainado ao nordeste. Questão 956 Observe esta figura, identifique as feições topográficas orientadas pelas direções cardeais e colaterais e assinale a alternativa correta.

3 Geografia Econômica H7 – Identificar os significados históricos e geográfico da relação de poder entre as nações.

4 Questão 960 ASSOCIAÇÃO CHINESA PEDE BOICOTE A MINERADORAS O presidente da Associação de Ferro e Aço da China pediu ontem que os importadores licenciados do país boicotem as três grandes empresas de minério de ferro nos próximos dois meses. O pedido é uma clara referência à brasileira Vale e às anglo-australianas BHP Billiton e Rio Tinto, que vêm impondo mudanças nos acordos de compra e venda do minério, determinando preços mais elevados. O Globo, 03 abr (Adaptado) O comportamento adotado pelas três empresas mineradoras, caso seja comprovado, configuraria a seguinte prática econômica: a) cartel. b) holding. c) dumping. d) oligopólio. e) truste.

5 Geografia Econômica H20 – Selecionar argumentos favoráveis ou contrários às modificações impostas pelas novas tecnologias à vida social e ao mundo do trabalho.

6 Questão 962 A revolução técnico-científica e informacional produzida no século XX, a qual se estende aos nossos dias, trouxe profundas mudanças nos sistemas de produção e nas relações de trabalho que incidem diretamente sobre a organização do espaço geográfico. Acerca das novas formas de relações de trabalho nessa terceira fase da Revolução Industrial, é possível afirmar: a) O desemprego foi reduzido, e os sindicatos foram fortalecidos, respondendo aos interesses trabalhistas, nos países desenvolvidos, com o grande avanço tecnológico. b) O sistema de flexibilização da produção (modelo toyotista), que acarretou mudanças nas relações de trabalho, aplica-se apenas à indústria japonesa. c) A terceirização tem sido utilizada pelas empresas como uma das formas de flexibilização das relações de trabalho. d) O regime de trabalho permanente nas empresas industriais e de serviços ampliou-se, e os direitos sociais dos trabalhadores se fortaleceram. e) A substituição progressiva do trabalho humano pelo informatizado foi restrita aos setores agrário e industrial.

7 Geografia Física H6 – Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos

8 Questão 957 Considere o mapa e o texto a seguir para responder à questão proposta.

9 Pelo menos 20 países viveram horas de nervosismo, pois foram alertados da possibilidade de serem invadidos por ondas gigantes formadas pela movimentação tectônica na costa japonesa. O Globo, 12 mar p. 20. (Adaptado) Os países alertados sobre o problema a) estão restritos à placa tectônica responsável pelo tsunami, incluindo o oeste europeu. b) situam-se a oeste e ao norte do Japão, incluindo a Rússia. c) localizam-se no hemisfério setentrional, atingindo o norte europeu. d) situam-se no litoral do Pacífico, incluindo países latino-americanos. e) fazem parte do Extremo Oriente, como é o caso da Índia e do Paquistão

10 Questão 965 No mapa a seguir, estão representadas as temperaturas, máxima e mínima, de um determinado dia, de três localidades. Baseando-se nessas informações, pode-se afirmar que

11 a)a amplitude térmica de B é maior que a de C, devido à altitude (continentalidade) b)a amplitude térmica C é menor que B, pois tem menor influência da maritimidade (maior) c) apesar de A estar no interior do continente, sua amplitude térmica é pequena, pois há a influência de correntes marinhas. (massas de ar – mEc, mEa, mPa), maritimidade d) a amplitude térmica de B é maior que a de A, devido ao efeito da maritimidade da região. (continentalidade) e) a amplitude térmica de A é menor que a de B, devido à grande influência da umidade na região. (correta) Amplitude A = 29°C – 24° C = 5° C Amplitude B = 29°C – 20° C = 9° C Amplitude C = 28°C – 25° C = 3° C Fatores climáticos predominantes A  latitude, massas de ar (mEc, mEa, mPa) B  continentalidade e massas de ar (mEa, mPa, mTc) C  umidade (oceânica, massas de ar (mTa, mPa), corrente marítimas - do Brasil

12 Questão 966 Observe esta imagem: A vegetação em questão é a floresta pluvial equatorial presente no território brasileiro. Sobre ela, podemos afirmar que

13 a)seu clima apresenta amplitude térmica anual menor do que a amplitude térmica diária e, em consequência, é caracterizada por uma grande diversidade biológica. (correta) b)esse bioma aparece em áreas de alta latitude e em domínios de elevada temperatura e umidade. (baixa latitude) c) as espécies predominantes se caracterizam por serem latifoliadas, decíduas, xerófilas e bastante estratificadas. (perenes, higrófilas, hidrófilas – mata de igapó, mata de várzea) d)o clima de toda sua região apresenta elevado índice pluviométrico, com alternância sazonal entre uma estação chuvosa e uma estação seca. (chuvas o ano todo noroeste da região) e)a vida animal nos estratos mais superiores da floresta é muito escassa por conta da elevada insolação. (biodiversidade fauna – aves, primatas)

14 Questão 970 MATOPIBA É A FRONTEIRA AGRÍCOLA QUE MAIS CRESCE NO BRASIL O interior nordestino é considerado como o lugar da seca, da terra inóspita e da miséria. Porém, surge, nesta sub-região, uma área que foi denominada pela população local de Matopiba, que, no cenário brasileiro atual, está sendo apresentada como uma das maiores potências do agronegócio. Observe a ilustração e o gráfico a seguir: Disponível em:.

15 a)A área está geograficamente localizada em espaços de vegetação do Cerrado das regiões Centro-Oeste e Nordeste do Brasil. (+ região Norte) Região Norte

16 b) A soja teve, em cinco anos, uma expansão aproximada de 150% das terras produtivas e quase quadruplicou o seu volume de produção. ÁREA 1 ?  ÁREA 2 ( Km² ) 5,02 mi/ton  100 % 7,87 mi/ton  X X = 56,8%

17 c) Uma estabilização do volume de produção e uma retração da ocupação das terras produtivas ocorreu nos dois anos subsequentes ao ano de ÁREA 1 ?  ÁREA 2 ( Km² )

18 d) O oeste baiano é a área mais promissora para a cana-de- açúcar, cuja produção deverá crescer e atrair a implantação de usinas de etanol na região. A partir de 2008, com a crise financeira mundial, o setor sucro-alcoleiro no Brasil vivencia crise devido à retração da oferta de créditos, à estiagem prolongada no centro-sul e à “manutenção” dos preços dos combustíveis no país, desestimulando a produção de álcool.

19 e) O produto agrícola de destaque é a soja, com cultivo altamente mecanizado, sendo dominado por poucos e fortes grupos intermediários. (correta) Os Cultivos (soja, milho, algodão) são praticados por empresas rurais/latifundiários. Tal produção está inserida no agronegócio. Grande parte da produção está voltada à exportação: CHINA.

20 Questão 968 A economia brasileira sempre teve uma relação estreita com a extração mineral. Desde os tempos de colônia, o Brasil transformou a mineração — também responsável por parte da ocupação territorial — em um dos setores básicos da economia nacional. Atualmente, é responsável por 3 a 5% do PIB. Do ponto de vista da extração mineral no Brasil, pode-se afirmar que a) a importância dos escudos cristalinos e das bacias sedimentares está relacionada com as possibilidades de ocorrência, respectivamente, de petróleo e de minerais metálicos. b) as províncias minerais ricas em minérios, como o ferro e o manganês, situam-se em domínios geológicos cristalinos. (correta) c) as áreas de escudos cristalinos, de origem recente, caracterizam-se pela riqueza de minerais metálicos, como o ferro e a bauxita. (Pré-cambriana - proterozoico) d) a carência de minerais energéticos no País explica-se pela pequena área ocupada pelas bacias sedimentares. (64% do território brasileiro – sedimentar) e) as jazidas minerais, como as da Serra dos Carajás, estão relacionadas aos terrenos cenozoicos. (cristalinos)


Carregar ppt "Geografia Geral Geografia Física H6 – Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google