A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Filo Chordata Grupo dos Vertebrados Classe dos Peixes Classe dos Anfíbios Classe dos Répteis Classe das Aves Classe dos Mamíferos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Filo Chordata Grupo dos Vertebrados Classe dos Peixes Classe dos Anfíbios Classe dos Répteis Classe das Aves Classe dos Mamíferos."— Transcrição da apresentação:

1 Filo Chordata Grupo dos Vertebrados Classe dos Peixes Classe dos Anfíbios Classe dos Répteis Classe das Aves Classe dos Mamíferos

2 Classe dos Anfíbios Acessar: Os 8 sapos mais venenosos do mundo e os 10 sapos mais esquisitos do mundo  icias/ciencia/os-8-sapos- mais-venenosos-do- mundo.shtml icias/ciencia/os-8-sapos- mais-venenosos-do- mundo.shtml  sabia.com/2013/04/os-10- sapos-mais-esquisitos-do- mundo.html sabia.com/2013/04/os-10- sapos-mais-esquisitos-do- mundo.html  Leitura p. 235 – Texto:Em pratos limpos  Eles precisam de alimento para secretar seus venenos e são os mais consumidores de formigas e outros insetos.  Consumem bastante oxigênio que retiram da atmosfera através da pele (respiração cutânea), pelos pulmões(quando adultos) e pelas branquiais (quando girinos).   Acessar: Aventura selvagem- universo dos anfíbios27/07/13 parte 1 e parte 2:  =5GwBhbeTz-c&hd=1 =5GwBhbeTz-c&hd=1  =TeRyJ1cNpt4&hd=1

3 Filo Chordados – Classe Amphibia Você sabia que os anfíbios... Características Gerais  Todos com crânio;  A coluna vertebral é formada de vértebras.  Esqueleto interno articulado (articulações);  Sistema circulatório fechado (vasos sanguíneos). Coração com 3 cavidades : 2 átrios e 1 ventrículo;  Respiração cutânea(através da pele) na fase adulta e respiração pulmonar ( pelos pulmões); na fase larval (GIRINO) a respiração é branquial ( pela branquiais).  Indicadores biológicos, sofrem com os impactos ambientais.  O aquecimento global tem provocado diminuição da população de anfíbios em seus habitat.  Foram os primeiros vertebrados terrestres ( leitura da página 233).

4 Classe dos Anfíbios Características Gerais  Sua pele lisa, secretora de muco e com glândulas secretoras de veneno são sensíveis a perda de água, por isso, vivem próximos a ambientes úmidos. Também precisam do ambiente aquático para reproduzirem.  Geralmente, seus hábitos são noturno devido as temperaturas de dia serem mais altas.  Animais pecilotérmicos ou heterotérmicos como os peixes( Classe dos peixes).  Sistema digestório completo e boca sem dentes com uma língua comprida e pegajosa, presa pela frente e solta na parte de trás o que permite trazer o alimento para dentro da boca quando enrola.

5 Classe dos Anfíbios e seus grupos 1.Anuros: anfíbios sem cauda 2.Ápodes: Anfíbios sem pata

6 Classe dos Anfíbios e seus grupos 3.Urodelos: anfíbios com cauda na fase adulta. As salamandras adultas estão mais adaptadas aos ambientes terrestres e apresentam uma cauda com uma secção circular, aproximando-se da água apenas nas épocas de reprodução, mas sem nunca mergulharem totalmente, pois são péssimas nadadoras e podem afogar-se facilmente. No caso da espécie salamandra-negra (Salamandra atra) a independência da água é bastante grande, sem existência de vida larvar e os indivíduos nascem com uma forma igual aos adultos e sem brânquias. Os tritões adultos estão mais adaptados a viver nos ambiente aquáticos e a cauda tem a forma de um remo, utilizada como órgão propulsor para nadar através de movimentos ondulatórios de todo o corpo. Dentro da água são muito elegantes e velozes, mas em terra andam com muita lentidão e são algo desajeitados, movimentando o corpo alternadamente de um lado para outro. Da mesma forma que os répteis, os Tritões também trocam de pele e são os únicos vertebrados que conseguem regenerar um membro danificado através do crescimento de outro novo.

7 Nutrição Heterotrófica  Os anfíbios possuem uma língua bastante elástica e pegajosa na ponta. Para capturar um inseto, como explicado anteriormente, eles lançam a língua sobre o bicho, que gruda na mesma e, depois disso, é puxado para dentro da boca (às vezes, os sapos podem também saltar para melhorar a eficiência na captura da presa). Isso é feito com muita rapidez: em um piscar de olhos o inseto vai para dentro da boca do anfíbio. Antes de ser engolido, o inseto é pressionado contra o céu da boca do animal.

8 Classe dos Anfíbios A característica mais marcante dos seres vivos da classe é o seu ciclo de vida dividido em duas fases: uma aquática e outra terrestre, apesar de haver exceções.

9 Classe dos Anfíbios – Ciclo de Vida  Quando jovens, a maioria das espécies de anfíbios vivem exclusivamente em ambiente aquático dulcícola, e sua estrutura corpórea é semelhante a de um alevino, realizando respiração branquial. A fase jovem, também conhecida como larval, é determinada do nascimento até a metamorfose do anfíbio, que lhe permitirá sair do ambiente aquático e fazer parte do ambiente terrestre. As larvas possuem cauda e até mesmo linha lateral como os peixes.ambiente aquático dulcícolaalevinorespiração branquial larvalmetamorfose caudapeixes Já adultos, a dependência da água dos anfíbios jovens é superada parcialmente, e após a metamorfose, a maioria das espécies, pode deixar a água e viver em habitat terrestre. Apesar de pulmonados, os representantes dessa classe possuem uma superfície alveolar muito pequena, incapaz de suprir toda a demanda gasosa do animal. Portanto, como complemento à respiração pulmonar, os anfíbios realizam a respiração cutânea (trocas de gases através da pele), e para tanto possuem a pele bastante vascularizada e sempre umedecida.habitatalveolar gasosapeleumedecida

10 Você sabia que na reprodução e metamorfose... Reprodução sexuada com fecundação externa. Seres dioicos. Os ovos colocados na água eclodem em girinos que sofrem metamorfose.  Os anuros [sapos, rãs e pererecas] possuem mais de trinta modos de reprodução diferentes e, dependendo da espécie, podem chegar a por até ovos. Tal fato deve-se a condição de que estes animais são vítimas fáceis de predação e alterações ambientais.  Os ovos não possuem casca e precisam estar na água/ umidade para não ressecarem. As fêmeas podem depositar os ovos diretamente na água ou formar cordões, colocarem em uma espuma especial, por nas folhas próximas à água ou até construírem piscinas especiais.

11 Para Casa  Exercícios do livro: páginas: 237, 238 e 239. 


Carregar ppt "Filo Chordata Grupo dos Vertebrados Classe dos Peixes Classe dos Anfíbios Classe dos Répteis Classe das Aves Classe dos Mamíferos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google