A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INDUSTRIALIZAÇÃO PIONEIRA Cartografia e Espaço Industrial. Geografia - Abril 2014 Professor Maycon.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INDUSTRIALIZAÇÃO PIONEIRA Cartografia e Espaço Industrial. Geografia - Abril 2014 Professor Maycon."— Transcrição da apresentação:

1 INDUSTRIALIZAÇÃO PIONEIRA Cartografia e Espaço Industrial. Geografia - Abril 2014 Professor Maycon.

2   Atividades muito diversificadas.  Setor de Base até o de bens intermediários e de consumo.  Evolução industrial histórica cumprindo todas as etapas.  Desenvolvimento Desigual e Combinado. Principais áreas industriais Berço da Revolução Industrial Os grandes grupos industriais europeus fazem investimentos elevados em pesquisa e tecnologia.

3 Potências industriais europeias

4 PARA ALGUNS PAÍSES DA EUROPA A ATIVIDADE TURÍSTICA É UMA IMPORTANTE FONTE DE DIVISAS.

5 A União Europeia (UE) A União Europeia é o maior projeto de integração entre países levado a cabo na história. A primeira experiência de integração comercial entre países já havia sido elaborada um pouco antes do final da Segunda Guerra. A experiência pioneira dessa integração está sendo seguida por várias nações e é um dos elementos que caracterizam a ordem mundial dos dias atuais.

6 Alemanha: maior economia industrial. Destaque aos setores automobilístico, petroquímico, metalúrgico, siderúrgico, mecânico e farmacêutico. Possui um mercado de 82,3 milhões de habitantes (2010). A produção está distribuída em quatro grandes eixos urbanos industriais. Juntamente com os Estados Unidos, a Alemanha liderou a segunda etapa da Revolução Industrial. Contando com financiamento americano, por meio do Plano Marshall, a indústria alemã pôde se reconstruir, tornando-se, já nos anos 1960, a mais poderosa do continente. A Alemanha abriga hoje um dos maiores complexos industriais do mundo. É na região dos rios Ruhr e Reno, também chamada de região renana, que estão situados importantes centros industriais, como Dortmund, Essen, Düsseldorf e Duisburg.

7

8

9

10  Hidrografia e Navegabilidade

11

12 A grande arrancada da industrialização ocorreu a partir de 1840 e o crescimento de produção ocorreu após A capacidade para uma rápida industrialização alemã foi fruto de uma série de condicições: 1- Riqueza mineira (ferro, carvão); 2- Transformações ocorridas no sector agrícola, novas culturas, abolição do pousio, uma revolução demográfica seguida do movimento de emancipação do campesinato e de um profundo êxodo rural que direcionava este contingente populacional para a indústria; 3- O rápido crescimento da rede ferroviária, permitindo a circulação de matérias- primas e dos produtos industriais; 4- Atração de capitais estrangeiros e importação de tecnologias, que alteraram a organização das empresas; 5- A guerra franco-prussiana, em que a França foi derrotada, de que decorreu a inclusão nos territórios alemães da Alsácia e da Lorena, regiões tradicionalmente francesas, com os seus importantes recursos minerais e têxteis.

13

14 INDUSTRIALIZAÇÃO REINO UNIDO Pioneiro na industrialização, superado nos anos 1960 por outras nações. Destaque aos setores siderúrgico, metalúrgico, químico, têxtil, alimentício, mecânico, automobilístico e aeronáutico. O Reino Unido é o mais antigo país industrializado. Possui uma das mais extensas redes ferroviárias da Europa, sendo a maior parte eletrificada. A rede rodoviária atinge cerca de 370 mil km. O porto de Londres, de grande atividade, é um dos mais movimentados da Europa. Londres, capital da Inglaterra, é considerada a cidade mais importante da Europa e a terceira do mundo. Essa cidade reúne à sua volta o mais importante parque industrial do país, além de ser o principal centro comercial, financeiro e portuário do Reino Unido.

15 Divisão Reino Unido

16 Colônias Inglesas. Publicado por Marlen Leon Jimenez

17 Reino Unido – recursos energéticos e regiões industriais Fonte: World atlas. Londres: Dorling Kindersley, p Tellus: L’encyclopédie du monde. Londres/Paris: Dorling Kindersley/Nathan, p. 509.

18

19 Itália: devido à escassez de carvão mineral e de minério de ferro, só se desenvolveu a partir da difusão da eletricidade como matriz energética. Destaque para os setores automobilístico, têxtil, naval e químico. A Itália é marcada por sensíveis diferenças regionais. Os contrastes entre a região norte e a sul são tão marcantes que se costuma dizer que o território se apresenta dividido em duas regiões: Itália do Norte, região correspondente à planície do rio Pó, que possui cidades industriais e elevado nível de vida; Itália do Sul (Il Mezzogiorno), formada pela Sicília, Sardenha e parte meridional da península, que é menos industrializada, onde as atividades agropastoris têm importância significativa. Uma das últimas potências a se industrializarem. Fatores históricos contribuíram para isso. E mesmo tendo uma economia tardia, é hoje uma das potências mundiais.

20

21 Milão, Turim e Gênova Triângulo industrial norte-itálico

22

23 França – regiões industriais

24 França : segundo país do continente a se industrializar. Destaque aos setores siderúrgico, metalúrgico, químico, têxtil, alimentício, mecânico, automotivo e aeronáutico. Um dos países pioneiros na atividade industrial; uma das mais importantes nações da Europa Ocidental; uma das maiores economias do globo. Entre os setores industriais mais importantes do país destacam-se: o automobilístico, concentrado na região de Paris; o siderúrgico, cujo principal centro é a região de Lorena — onde se encontra a cidade de Metz —, em razão da presença de minério de ferro; o têxtil, localizado na parte norte do país, em Lille, importante produtora de fibras sintéticas.

25 A França também dispõe de usinas hidrelétricas, que abastecem cerca de 25% da energia total consumida no país. Mas, o principal forte é a energia nuclear. Utilizando o urânio das jazidas do Maciço Central e Bretanha, aumenta cada vez mais o uso de usinas nucleares para a produção de energia elétrica. Cerca de 75% da energia elétrica consumida no país, provém da energia nuclear. O parque industrial francês é bem diversificado e moderno. E apesar da descentralização industrial no pós-guerra, o norte do país, principalmente a região de Paris, abriga a maior concentração industrial. Paris é beneficiada pela qualificada mão-de-obra, pelas renomadas universidades e centros de pesquisa, pelo amplo mercado consumidor, pela infra-estrutura de transporte e comunicações, acumulação de capitais desde a Idade Média, e é o centro político-administrativo da França. Portanto, Paris é o principal centro-econômico, financeiro, comercial e cultural da França. Nela se concentra um diversificado parque industrial. Paris

26 Quarta área, terceira população e o maior PIB do planeta, com mais de 11 trilhões de dólares, os Estados Unidos apresentam 50 estados e o distrito de Colúmbia.

27

28  A região dos Grandes Lagos é conhecida mundialmente pela elevada produção industrial e alta concentração populacional.  Esta combinação gerou uma intensa conurbação (fusão de cidades), o aparecimento de megacidades e a formação de megalópoles.  A região nordeste é tradicional (fordismo) “ Manufacturing Belt”, cinturão de manufaturas, diretamente relacionada ao início da colonização, enquanto o moderno “SUN BELT” abrange o sul e o oeste com tecnologia de ponta (pós fordismo).

29

30

31 Agropecuária  Elevado grau de mecanização. Alta produtividade; Emprego maciço de insumos e tecnologias agrícolas. Principais produtos agrícolas: Trigo, Milho e Algodão. Meio oeste clima árido e semiárido. (pecuária extensiva)

32 A crise da maior economia mundial  Está relacionado com mercado de capitais  Crise imobiliária de 2001 Segmentos sociais de baixa renda. Risco de não ser pago é maior, mas oferece uma taxa de retorno mais alta. O governo controla a economia afim de evitar uma recessão econômica, aprovou um pacotes de medidas: 168 bilhões e posteriormente 700 bilhões.

33

34

35  Dados Gerais.  O território é dividido em províncias e territórios, com população total de aproximadamente habitantes. O Canadá possui um dos melhores índices de IDH do planeta.  O país exporta papel, alumínio, aviões, trigo, minerais, peixe e petróleo. A maior parte das exportações direciona-se para o vizinho ao sul. Colonização predominante de:  Ingleses (ALTO CANADA)  Franceses (BAIXO CANADÁ)

36 Áreas Econômicas  Comunidade Britânica das Nações, do Nafta e da Apec.  O Grande Norte (A), baixas densidades demográficas em razão da Taiga (floresta de Coníferas), pela exploração madeireira e produção de celulose.  A Colúmbia Britânica (B) apresenta grande potencial hidrelétrico, devido às Rochosas, e o expoente urbano- industrial é Vancouver, que interliga a bacia do Pacífico

37 Áreas Econômicas  (C) é o celeiro agrícola do país, onde o trigo é o principal produto para exportação (Reino Unido e China) e a presença de combustíveis fósseis também é importante.  (D) é o “coração” econômico do país e é uma continuidade urbano-industrial do nordeste norte-americano. Os recursos minerais e a hidrovia, interligando as metrópoles de Toronto e Montreal.

38 Áreas Econômicas  Províncias Atlânticas (E) são caracterizadas pela atividade pesqueira, beneficiada pela corrente fria do Labrador.

39


Carregar ppt "INDUSTRIALIZAÇÃO PIONEIRA Cartografia e Espaço Industrial. Geografia - Abril 2014 Professor Maycon."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google