A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Benefícios da Alimentação Biológica Daniela Seabra, Nutricionista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Benefícios da Alimentação Biológica Daniela Seabra, Nutricionista."— Transcrição da apresentação:

1 Benefícios da Alimentação Biológica Daniela Seabra, Nutricionista

2 Sistema agrícola sustentável Agricultura Biológica Alimentos frescos, saborosos e autênticos Respeita os ciclos de vida naturais Baseada na atividade biológica do solo Incorporação de matéria orgânica Ausência de adubos sintéticos Ausência de OGM

3 + Vitamina C, Cálcio, magnésio, ferro e crómio Denis Lairon. Nutritional quality and safety of organic food. A review. Agron. Sustain. Dev. 30 (2010) 33–41. Soil Association (2001) Organic Farming, food quality and human health: a review of the evidence. + Vitamina C (+27%), Magnésio ( +29%), Ferro (+21%) e Fósforo (+ 14%). Espinafre, alface, repolho e batatas revelaram niveis muio elevados de minerais. Worthington V (2001) Nutritional quality of organic versus conventional fruits, vegetables, and grains. The Journal of Complimentary Medicine, vol. 7, No. 2, p a 50% maior quantidade de antioxidantes. Asami et al (2003) Comparison of the Total Phenolic and Ascorbic Acid content of freeze-dried and Air Dried Marionberry, Strawberry and Corn Using Conventional, Organic, and Sustainable Agricultural Practices. Journal of Agricultural and Food Chemistry, 2003, 51, p ; Denis Lairon. Nutritional quality and safety of organic food. A review. Agron. Sustain. Dev. 30 (2010) 33–41. Agricultura Biológica vs Convencional

4 Riqueza nutricional Daniela SeabraFesta Bio Lagos, 11 de Julho 2014

5 Genética da planta Condições ambientais Tipo de solo Praticas agrícolas Período de colheita Condições de manuseamento Condições de armazenamento..... Composição nutricional Varia com: Daniela SeabraFesta Bio Lagos, 11 de Julho 2014

6 Teor de agrotóxicos Agricultura Biológica vs Convencional Daniela SeabraFesta Bio Lagos, 11 de Julho 2014

7

8

9 Exposição crónica por parte dos agricultores foi associada a numerosos problemas de saúde, incluindo problemas respiratórios, alterações da memória, alterações dermatológicas, depressão, doenças neurológicas (incluindo doença de Parkinson), abortamentos, malformações no feto e cancro.

10 Daniela SeabraFesta Bio Lagos, 11 de Julho 2014

11

12

13 Agricultura convencional Doses usadas estão dentro dos limites considerados seguros Daniela SeabraFesta Bio Lagos, 11 de Julho 2014

14 Mas Como se determina a dose segura? Daniela SeabraFesta Bio Lagos, 11 de Julho 2014

15 Toxicologia clássica Toxicogenómica Quantidade necessária para induzir alterações Silenciamento ou ativação da expressão genética Daniela SeabraFesta Bio Lagos, 11 de Julho 2014

16 Diferentes mecanismos epigenéticos, incluindo metilação do DNA, modificação das histonas, ou expressão do RNA, podem ser desplotados por factores ambientais. Em estudos in vitro, com animais e em humanos, foram identificados diferentes classes de pesticidas capazes de alterar marcadores genéticos.

17

18

19

20 Ao longo dos últimos anos têm-se acumulado evidencias científicas que mostram que estes agrotóxicos podem desempenhar diferentes efeitos neurotóxicos. Estudos animais revelam dirupção do desenvolvimento da células neuronais, dos sistemas de neurotransmissores, e da formação de sinapses em diferentes regiões cerebrais. Estas alterações foram associadas a dificuldades de aprendizagem, na memória de curto prazo e também na memória a longo prazo. Em humanos, estes compostos foram detectados no liquido amniótico e parecem ser capazes de atravessar a placenta. Ao longo dos últimos anos têm-se acumulado evidencias científicas que mostram que estes agrotóxicos podem desempenhar diferentes efeitos neurotóxicos. Estudos animais revelam dirupção do desenvolvimento da células neuronais, dos sistemas de neurotransmissores, e da formação de sinapses em diferentes regiões cerebrais. Estas alterações foram associadas a dificuldades de aprendizagem, na memória de curto prazo e também na memória a longo prazo. Em humanos, estes compostos foram detectados no liquido amniótico e parecem ser capazes de atravessar a placenta.

21

22

23

24 A concentração destes compostos nas crianças com uma alimentação convencional foi 6 vezes maior, do que nas crianças com uma alimentação biológica. O consumo de produtos biológicos parece ser uma forma relativamente simples dos pais reduzirem a exposição dos seus filhos a estes pesticidas.

25 Em conclusão, fomos capazes de demonstrar que uma dieta biológica foi capaz de fornecer uma dramática e imediata proteção contra os efeitos da exposição a pesticidas organofosforados. Concluimos também que a maior fonte de exposição destas crianças a estes pesticidas é através de alimentação.

26 Os participantes que consumiram uma alimentação 80% biológica, tiveram uma diminuição de 89% de residuos de pesticidas na urina, quando comparados com o que excretam quando consumiam uma alimentação convencional.

27

28 Obrigada pela atenção! Daniela Seabra, Nutricionista


Carregar ppt "Benefícios da Alimentação Biológica Daniela Seabra, Nutricionista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google