A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE O PROJECTO PORTUGUÊS DE GÁS NATURAL LIQUEFEITO João Santana e Carvalho Neto ERSE (Portugal) VII REUNIÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE O PROJECTO PORTUGUÊS DE GÁS NATURAL LIQUEFEITO João Santana e Carvalho Neto ERSE (Portugal) VII REUNIÃO."— Transcrição da apresentação:

1 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE O PROJECTO PORTUGUÊS DE GÁS NATURAL LIQUEFEITO João Santana e Carvalho Neto ERSE (Portugal) VII REUNIÃO DA ASSOCIAÇÃO IBEROAMERICANA DE ENTIDADES REGULADORAS DA ENERGIA (ARIAE) Oaxaca, Maio 2003

2 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE CONSTRUÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE RECEPÇÃO DO GNL Calendário do projecto Sítio Principais características do projecto Desenvolvimento da construção INTRODUÇÃO DO GÁS NATURAL EM PORTUGAL Objectivos políticos Opções de base Acordo Transgás - Enagás (1994) Início da operação da ligação Espanha - Portugal CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS E CAPACIDADES DO SECTOR DO GÁS EM PORTUGAL Características técnicas Capacidades Evolução de curto-prazo no sector Conclusões

3 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Objectivos Políticos

4 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Opções de Base

5 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Acordo Transgás - Enagás “Heads of Agreement” de Princípios Todas as actuações conjuntas respeitarão : A lei de ambos os países; A Convenção de Marrocos; Os contratos de concessão a que as partes estão obrigadas; A reciprocidade na aplicação dos critérios; A autonomia de ambas as partes; A liderança de cada uma das partes na respectiva área de concessão; A participação nos investimentos comuns, em função da reserva de capacidade; A flexibilidade das soluções quanto à evolução futura dos mercados.

6 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Acordo Transgás - Enagás “Heads of Agreement” de Objectivos Todas as actuações conjuntas serão no sentido de potenciar : A integração das redes; A racionalização dos investimentos; A maximização da utilização das redes; A eficiência da exploração e o aumento da competitividade do gás natural.

7 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Rede Ibérica de Alta Pressão, em 1993

8 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Rede Ibérica de Alta Pressão, em 2003

9 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Rede Ibérica de Alta Pressão, em 2010 ? ? ESPANHA MARROCOS ARGÉLIA CARREGADO GRANADA JAEN CORDOBA HUELVA TANGER ARGEL HASSI R´MEL TAZA EL ARICHA MOTILLA MECHERIA CARTAGENA ALICANTE ZAFRA BADAJOZ CACERES COIMBRA PORTO VIGO VALLADOLID GUADALAJARA MADRID BURGOS CALAHORRA BILBAO SANTANDER PAMPLONA SERRABLO ZARAGOZA MONZON SAGUNTO ORENSE LUGO FERROL LA CORUNA LACQ MARSELHA PERPIGNAN BARCELONA SINES LISBOA AVEIRO TAPADA VALENÇA DO MINHO CAMPO MAIOR TUY TARIFA FRANÇA SONATRACH OVIEDO GIJON BENAVENTE SALAMANCA A. DEL DUERO ZAMORA LEON GNL GNL GNL LEIRIA TUNES TUNÍSIA RABAT BRAGA GNL ? GNL GNL GNL ? ? ?

10 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Transgás - Características Técnicas Alta Pressão (Máximo de 84 bar ) 1042 km de linha principal (1º Escalão)84>p>20 Média Pressão 228 km de Ramais Industriais(2º Escalão)20>p>4 Baixa Pressão Distribuidoras Regionais: 10 Rede Primária(2º Escalão)20>p>4 Rede Secundária(3º Escalão)4>p>1,5 SETÚBAL LISBOA TAPADA CARREGADO PORTO DC GNL SINES CARRIÇO CAMPO MAIOR

11 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Transgás - Capacidades Importação / Recepção por Campo Maior4 500 Milhões de m 3 /ano por Sines5 000 Milhões de m 3 /ano Total9 500 Milhões de m 3 /ano Armazenagem Subterrânea no Carriço 90 Milhões de m 3 (1) Terminal de GNL135 Milhões de m 3 (2) Total225 Milhões de m 3 (3) (1)O sítio tem potencialidades para, pelo menos, 450 Milhões de m3. (2)O local pode expandir até 200 Milhões de m3. (3)O total poderá vir a ser de 1100 Milhões de m3. SETÚBAL LISBOA TAPADA CARREGADO PORTO DC GNL SINES CARRIÇO CAMPO MAIOR

12 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Galiza (Transporte de GN)350 Milhão de m 3 Transgás - Vendas e Trânsito Ano Cruzeiro Mercado Doméstico500 Mercado Industrial1000 Turbogás1100 Carregado1100 Cogeração150 Mercado Eléctrico2350 TOTAL4200

13 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE da Diversificação das Fontes de Energia O gás natural representará, no início do século XXI, cerca de 13% do consumo de energia primária do país em 2005 e 17,5% em 2010 (9,2% em 2000) do Ambiente A utilização do gás natural poderá representar, no início do século XXI, uma redução anual das emissões de 41 mil toneladas de SO2 e de 2,5 milhões de toneladas de CO2 num total de mais de 60 milhões de toneladas de CO2 Conclusões Na Perspectiva:

14 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE do Consumidor O gás natural poderá representar uma redução de preços face às energia alternativas de: Mercado Doméstico ………… 5% a 70% Mercado Industrial …………. 2% a 45% Mercado Eléctrico ………….. 10% dos Accionistas da Transgás O projecto deveria assegurar uma taxa interna de rentabilidade real estimada dos fundos próprios da ordem dos 10% Conclusões Na Perspectiva:

15 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Dec. 98Apr. 99Jun. 99Jan. 00Ago. 00Nov. 00Sep. 03Dec. 03Mar. 00Apr. 00Mai. 00Jul. 00Sep. 00Nov. 00 Jan. 01 EIB presentation Potential Lenders presentation EIB mission PIM disclosure Arranger Bank mandate Financial Close Limited Syndication First draw-down Feasibility study approval Transgás Atlântico constituted LNG SPA signed with Nigeria Front End Engineering EPC Tender Environmental Impact Study approval EPC Contract award Commissioning Start of commercial operations Project Overall Schedule

16 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE LNG Jetty LNG Terminal Site Location - Sines

17 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Relocated coal conveyor belt Relocated road VR 53 Front-end site preparation (1,3m m3) Reclamation Front-end Projects (by TA)

18 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Aerial Overview(Sept. 2000)

19 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE LNG Terminal - Main Characteristics Design NG average flow: m3 (n) / h (=» 5,2 – 5,8 bcm p.a.) Peak NG flow: m3 (n) / h LNG Storage Capacity:2 x m3 (effective) LNG Storage Tanks:concrete wall & roof - full containment Majority LNG Carriers: m3 Flexibility LNGC range: m3 (spot cargo + future) Expansion potential:LNG storage up to – m3 Average send-out up to some 10 bcm p.a

20 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE 3-D view Sines LNG Terminal (June 2001)

21 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Highlights (Jan 2003) during 2001: completed all main process and mechanical designs Jan 2001: groundbreaking and start temporary facilities July 2001: placing first LNG tank foundation mid 2001: ordered main equipment (bulk piping: 3rd quarter) October 2001: commencement Main Service Building construction Jan 2002: raising the roof of first LNG tank (no 2 tank: Feb 2002) Feb 2002: placed first concrete gravity caisson of LNG jetty March 2002: commencement civil construction process area May 2002:start piping erection Sept 2002:arrival first main equipment on site Oct 2002:start electrical & instrumentation installation

22 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Aerial overview (Feb 2002)

23 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE 4 months later: walls almost complete (Jan 2002)

24 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Vaporizer Area (Nov 2002)

25 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Pipe Track on causeway to jetty (end Nov 2002)

26 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Jetty (end Dec 2002)

27 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE Overview Process Area (Dec 2002)


Carregar ppt "Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE O PROJECTO PORTUGUÊS DE GÁS NATURAL LIQUEFEITO João Santana e Carvalho Neto ERSE (Portugal) VII REUNIÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google