A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Quando morreu, no século XIX, Victor Hugo arrastou nada menos que dois milhões de acompanhantes em seu cortejo fúnebre, em plena Paris. Lutador das causas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Quando morreu, no século XIX, Victor Hugo arrastou nada menos que dois milhões de acompanhantes em seu cortejo fúnebre, em plena Paris. Lutador das causas."— Transcrição da apresentação:

1

2 Quando morreu, no século XIX, Victor Hugo arrastou nada menos que dois milhões de acompanhantes em seu cortejo fúnebre, em plena Paris. Lutador das causas sociais, defensor dos oprimidos, divulgador do ensino e da educação. O genial literato deixou textos inéditos que, por sua vontade, somente foram publicados após a sua morte. Um deles fala exatamente do homem e da imortalidade e se traduz mais ou menos nas seguintes palavras:

3 "A morte não é o fim de tudo. Ela não é senão o fim de uma coisa e o começo de outra. Na morte o homem acaba, e a alma começa.

4 Que digam esses que atravessam a hora fúnebre, a última alegria, a primeira do luto. Digam se não é verdade que ainda há ali alguém, e que não acabou tudo?

5 Eu sou uma alma. Bem sinto que o que darei ao túmulo não é o meu eu, o meu ser. O que constitui o meu eu, irá além.

6 O homem é um prisioneiro. O prisioneiro escala penosamente os muros da sua masmorra. Coloca o pé em todas as saliências e sobe até ao respiradouro.

7 Aí, olha, distingue ao longe a campina, Aspira o ar livre, vê a luz.

8 Assim é o homem. O prisioneiro não duvida que encontrará a claridade do dia, a liberdade. Como pode o homem duvidar se vai encontrar a eternidade à sua saída?

9 Por que não possuirá ele um corpo sutil, etéreo. De que o nosso corpo humano não pode ser senão um esboço grosseiro?

10 A alma tem sede do absoluto e o absoluto não é deste mundo. É por demais pesado para esta terra.

11 O mundo luminoso é o mundo invisível. O mundo do luminoso é o que não vemos. Os nossos olhos carnais só veem a noite.

12 Amorte é uma mudança de vestimenta. A alma, que estava vestida de sombra, vai ser vestida de luz.

13 Na morte o homem fica sendo imortal. A vida é o poder que tem o corpo de manter a alma sobre a terra, pelo peso que faz nela.

14 A morte é uma continuação. Para além das sombras, estende-se o brilho da eternidade.

15 As almas passam de uma esfera para outra, tornam-se cada vez mais luz. Aproximam-se cada vez mais e mais de Deus.

16 O ponto de reunião é no infinito. Aquele que dorme e desperta, desperta e vê que é homem. Aquele que é vivo e morre, desperta e vê que é Espírito. Victor Hugo

17 Muitos consideram que o falecimento de uma pessoa amada é verdadeira desgraça, quando, em verdade, morrer não é finar-se nem consumir-se, mas libertar-se. Assim, diante dos que partiram na direção da morte, assuma o compromisso de preparar-se para o reencontro com eles na vida espiritual.

18 Prossegue em sua jornada na Terra sem adiar as realizações superiores que lhe competem. Pois elas serão valiosas, quando você fizer a grande viagem, rumo à madrugada clarificadora da eternidade. GRUPO ESPÍRITA MISSIONÁRIOS DA LUZ

19 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o tratamento pelo Passe, esteja em harmonia com Deus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.

20 Terá início dia 25 de agosto as 20:00 o CURSO DE MÉDIUNS 2014 Conforme a programação a seguir: Venha estudar conosco!!!

21 DATAASSUNTO DA AULAEXPOSITOR 25/ago. Mediunidade no Antigo e novo Testamentos. O corpo físico os envoltórios do Espírito e do Corpo Mental. A comunicação entre eles. Armond 01/set.Livro dos Espíritos – Livro Segundo – Caps. VII e IXZeila 08/set.Mediunidade sua divisão e classificação Estudo dos Fluidos Herley 15/set.Faculdade de Lucidez IArmond 22/set.Faculdade de Lucidez II – Intuição – SonhosHerley 29/set.A IncorporaçãoCristóvão 06/out.Os Efeitos FísicosCristóvão 13/out.Fenômenos correlatosArmond 20/out.Educação dos médiuns – Pré-mediunismoZeila 27/out.Sinais precursores. Passividade mediúnica. As comunicações e o trabalho dos guias Armond

22 DATAASSUNTO DA AULAEXPOSITOR 03/nov. Estudo do psiquismo. Estágios de desenvolvimento. Estados concienciaisArmond 10/nov.As influências, o ambiente e sua preparação. A auto proteção dos médiuns. Deborah 17/nov.Animismo. Desenvolvimento mediúnico – Método das cinco fases. Armond 24/nov.A doutrinação. Categoria dos comunicantes Os falsos Profetas. Armond

23

24 Disse-vos, não há muito, meus caros filhos, que a caridade sem a fé, não basta para manter entre os homens uma ordem social capaz de os tornar felizes. Pudera ter dito que a caridade é impossível sem a fé.

25 Na verdade, impulsos generosos se vos depararão, mesmo entre os que nenhuma religião têm; porém, essa caridade austera que só com abnegação se pratica, com um constante sacrifício de todo interesse egoístico, somente a fé pode inspirá-la, porquanto só ela dá se possa carregar com coragem e perseverança a cruz da vida terrena.

26 Sim, meus filhos, é inútil que o homem ávido de gozos procure iludir-se sobre o seu destino nesse mundo, pretendendo ser- lhe lícito ocupar-se unicamente com a sua felicidade. Sem dúvida, Deus nos criou para sermos felizes na eternidade;

27 entretanto, a vida terrestre tem que servir exclusivamente ao aperfeiçoamento moral, que mais facilmente se adquire com o auxílio dos órgãos físicos e do mundo material.

28 Sem levar em conta as vicissitudes ordinárias da vida, a diversidade dos gostos, dos pendores e das necessidades, é esse também um meio de vos aperfeiçoardes, exercitando-vos na caridade. Com efeito, só a poder de concessões e sacrifícios mútuos podeis conservar a harmonia entre elementos tão diversos.

29 Hoje, na vossa sociedade, para serdes cristãos, não se vos faz mister nem o holocausto do martírio, nem o sacrifício da vida, mas única e exclusivamente o sacrifício do vosso egoísmo, do vosso orgulho e da vossa vaidade. Triunfareis se a caridade vos inspirar e vos sustentar a fé.

30 Tereis, contudo, razão, se afirmardes que a felicidade se acha destinada ao homem nesse mundo, desde que ele a procure, não nos gozos materiais, sim no bem. A história da cristandade fala de mártires que se encaminhavam alegres para o suplício.

31 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o tratamento pelo Passe, esteja em harmonia com Deus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.

32 Terá início dia 25 de agosto as 20:00 o CURSO DE MÉDIUNS 2014 Conforme a programação a seguir: Venha estudar conosco!!!

33 DATAASSUNTO DA AULAEXPOSITOR 25/ago. Mediunidade no Antigo e novo Testamentos. O corpo físico os envoltórios do Espírito e do Corpo Mental. A comunicação entre eles. Armond 01/set.Livro dos Espíritos – Livro Segundo – Caps. VII e IXZeila 08/set.Mediunidade sua divisão e classificação Estudo dos Fluidos Herley 15/set.Faculdade de Lucidez IArmond 22/set.Faculdade de Lucidez II – Intuição – SonhosHerley 29/set.A IncorporaçãoCristóvão 06/out.Os Efeitos FísicosCristóvão 13/out.Fenômenos correlatosArmond 20/out.Educação dos médiuns – Pré-mediunismoZeila 27/out.Sinais precursores. Passividade mediúnica. As comunicações e o trabalho dos guias Armond

34 DATAASSUNTO DA AULAEXPOSITOR 03/nov. Estudo do psiquismo. Estágios de desenvolvimento. Estados concienciaisArmond 10/nov.As influências, o ambiente e sua preparação. A auto proteção dos médiuns. Deborah 17/nov.Animismo. Desenvolvimento mediúnico – Método das cinco fases. Armond 24/nov.A doutrinação. Categoria dos comunicantes Os falsos Profetas. Armond

35

36 “VIDA FÍSICA”, Considerando a existência na Terra um conjunto de matérias professadas em determinada cota de tempo, ver-se-á o espírito encarnado na perfeita condição de aluno, na Universidade da Vida Eterna, assimilando valores para a obtenção da imortalidade.

37 Para a verificação disso, basta relacionemos alguns tópicos da jornada humana, referindo-nos tão somente à área física do Planeta, em termos de escola, como sejam:

38 TERRA, Instituto de ensino e aperfeiçoamento sob a direção e supervisão do Espírito Angélico de Jesus Cristo.

39 PLANO FÍSICO, Departamento de provas e expiações. Departamento de provas e expiações.

40 FINALIDADE, Extinção da ignorância, revisão de culpas, resgate de débitos e eliminação de tendências inferiores. de tendências inferiores.

41 MATRÍCULA, Certidão de nascimento.

42 CARTEIRA, O corpo. DISTINTIVOS, Os sinais morfológicos Os sinais morfológicos. PRIMEIROS MESTRES, Os pais.

43 CLASSE, O grupo social. SALA DE AULA, O lar a que se pertence.

44 MOTIVAÇÕES, As lutas indispensáveis que variam conforme os sentimentos de pessoa a pessoa.

45 ENSINAMENTOS, Os deveres de cada dia. EXERCÍCIOS, Os erros e acertos de apreciação de conduta.

46 COLEGAS DE TURMA, Os parentes. Os amigos. COMPANHEIROS AFINS,

47 FISCAIS, Os adversários. CURRÍCULO DAS LIÇÕES, As provas necessárias, nos múltiplos setores da experiência humana. nos múltiplos setores da experiência humana.

48 EXAMES, As crises de saúde e no trabalho, nas relações e nos ideais. nas relações e nos ideais. BANCA DE EXAME, O coração e a consciência de cada um.

49 SISTEMA CORRETIVO, Provações transferidas para diante por negligência do aprendiz e, por negligência do aprendiz e, por isso mesmo, naturalmente agravadas, lembrando inspeções de segunda época..

50 PROMOÇÕES, Mudanças felizes, responsabilidades maiores, encargos mais altos e direitos à continuação do próprio burilamento para a conquista da felicidade imperecível, da felicidade imperecível, em novos estágios evolutivos, seja na Terra ou em outros mundos.

51 PENALIDADES PARA OS ALUNOS RELAPSOS: Repetência de todas as lições malbaratadas, em reencarnações no futuro.

52 DESLIGAMENTO DA ESCOLA: Desencarnação.

53 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o tratamento pelo Passe, esteja em harmonia com Deus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.

54 Terá início dia 25 de agosto as 20:00 o CURSO DE MÉDIUNS 2014 Conforme a programação a seguir: Venha estudar conosco!!!

55 DATAASSUNTO DA AULAEXPOSITOR 25/ago. Mediunidade no Antigo e novo Testamentos. O corpo físico os envoltórios do Espírito e do Corpo Mental. A comunicação entre eles. Armond 01/set.Livro dos Espíritos – Livro Segundo – Caps. VII e IXZeila 08/set.Mediunidade sua divisão e classificação Estudo dos Fluidos Herley 15/set.Faculdade de Lucidez IArmond 22/set.Faculdade de Lucidez II – Intuição – SonhosHerley 29/set.A IncorporaçãoCristóvão 06/out.Os Efeitos FísicosCristóvão 13/out.Fenômenos correlatosArmond 20/out.Educação dos médiuns – Pré-mediunismoZeila 27/out.Sinais precursores. Passividade mediúnica. As comunicações e o trabalho dos guias Armond

56 DATAASSUNTO DA AULAEXPOSITOR 03/nov. Estudo do psiquismo. Estágios de desenvolvimento. Estados concienciaisArmond 10/nov.As influências, o ambiente e sua preparação. A auto proteção dos médiuns. Deborah 17/nov.Animismo. Desenvolvimento mediúnico – Método das cinco fases. Armond 24/nov.A doutrinação. Categoria dos comunicantes Os falsos Profetas. Armond

57

58

59

60

61 GRUPO ESPÍRITA MISSIONÁRIOS DA LUZ

62 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o tratamento pelo Passe, esteja em harmonia com Deus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.

63 Terá início dia 25 de agosto as 20:00 o CURSO DE MÉDIUNS 2014 Conforme a programação a seguir: Venha estudar conosco!!!

64 DATAASSUNTO DA AULAEXPOSITOR 25/ago. Mediunidade no Antigo e novo Testamentos. O corpo físico os envoltórios do Espírito e do Corpo Mental. A comunicação entre eles. Armond 01/set.Livro dos Espíritos – Livro Segundo – Caps. VII e IXZeila 08/set.Mediunidade sua divisão e classificação Estudo dos Fluidos Herley 15/set.Faculdade de Lucidez IArmond 22/set.Faculdade de Lucidez II – Intuição – SonhosHerley 29/set.A IncorporaçãoCristóvão 06/out.Os Efeitos FísicosCristóvão 13/out.Fenômenos correlatosArmond 20/out.Educação dos médiuns – Pré-mediunismoZeila 27/out.Sinais precursores. Passividade mediúnica. As comunicações e o trabalho dos guias Armond

65 DATAASSUNTO DA AULAEXPOSITOR 03/nov. Estudo do psiquismo. Estágios de desenvolvimento. Estados concienciaisArmond 10/nov.As influências, o ambiente e sua preparação. A auto proteção dos médiuns. Deborah 17/nov.Animismo. Desenvolvimento mediúnico – Método das cinco fases. Armond 24/nov.A doutrinação. Categoria dos comunicantes Os falsos Profetas. Armond


Carregar ppt "Quando morreu, no século XIX, Victor Hugo arrastou nada menos que dois milhões de acompanhantes em seu cortejo fúnebre, em plena Paris. Lutador das causas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google