A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INSERÇÃO PROFISSIONAL DO PSICÓLOGO EM ORGANIZAÇÕES E NO TRABALHO Ref. Básica: Zanelli, J. C., Borges-Andrade, J. E. & Bastos, A. V. B. Psicologia, organizações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INSERÇÃO PROFISSIONAL DO PSICÓLOGO EM ORGANIZAÇÕES E NO TRABALHO Ref. Básica: Zanelli, J. C., Borges-Andrade, J. E. & Bastos, A. V. B. Psicologia, organizações."— Transcrição da apresentação:

1 INSERÇÃO PROFISSIONAL DO PSICÓLOGO EM ORGANIZAÇÕES E NO TRABALHO Ref. Básica: Zanelli, J. C., Borges-Andrade, J. E. & Bastos, A. V. B. Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed Profs. Adriana Duarte Luciel H de Oliveira

2 AS TRÊS ERAS ORGANIZACIONAIS...

3 ERA DA INFORMAÇÃO – a partir de 1990 Mudanças rápidas, imprevistas, turbulentas e inesperadas advindas pela globalização e tecnologia da informação. A competitividade tornou-se intensa e complexa entre as organizações. O capital financeiro deixou de ser mais importante, cedendo lugar ao conhecimento. Ênfase nas equipes autônomas e não mais em órgãos ou departamentos. Elevada interdependência entre as redes internas de equipes Organização ágil, maleável e inovadora. Intensa interação através de cargos multifuncionais e mutáveis. Cargos flexíveis e adequados à tarefas complexas e variadas. Ênfase na mudança, na criatividade e na inovação.

4 O QUE ACONTECEU COM O RH?

5 O PROFISSIONAL DO RH ATUAL Os papéis assumidos pelos profissionais são múltiplos: eles devem desempenhar papéis operacionais e ao mesmo tempo estratégicos. Os novos papéis incluem compreender a organização e o mercado de um modo geral.

6 PSICOLOGIA Se consolida nos objetivos de descrever, observar, predizer e manipular o comportamento (Jacques, 1999). No início do século XX é chamada a contribuir no contexto organizacional. Objetivo inicial: maximização da produção (Antunes, 2001).

7 No Brasil, a Psicologia se inseriu num panorama de preocupação com a maximização da produção, vindo para contribuir com conhecimentos e técnicas necessários à racionalização do trabalho e a administração científica. A ciência psicológica se tornou não apenas fundamentação teórica, mas também produtora de técnicas auxiliares à aplicação da administração científica e da racionalização do trabalho.

8 AS DIFERENTES ABORDAGENS Psicologia Institucional Psicologia Organizacional Psicologia do Trabalho

9 Psicologia Institucional Bleger (1984) O Psicólogo deve atuar na promoção de saúde (psicohigiene) e, para isso, deve passar do enfoque individual ao social. Seu objetivo deve ser o de conseguir a melhor organização e as condições que tendem a promover a saúde dos integrantes da instituição através de uma intervenção sobretudo intergrupal. O ser humano, sua saúde e sua integração constituem seu objetivo de trabalho.

10 Psicologia Organizacional

11

12 Psicologia do Trabalho Os estudos sobre saúde mental e trabalho incluem diferentes disciplinas, que aliadas ao saber do trabalhador sobre seu ambiente de trabalho e suas vivências nas situações de desgaste e reprodução, estabelecem uma nova forma e compreensão das relações entre saúde e trabalho (Nardi, 1997). Inter-relação entre os processos saúde x doença, cuja dinâmica se inscreve nos fenômenos mentais, mesmo que a natureza seja social.

13 Abordagens da Saúde Mental Teorias sobre estresse Psicodinâmica do trabalho Abordagens com base epidemiológica Estudos em subjetividade e trabalho

14 Estresse Conceito original da Física Situações em que a pessoa percebe seu ambiente de trabalho como ameaçador às suas necessidades de realização pessoal e profissional e/ou sua saúde física ou mental, prejudicando a interação desta com o trabalho e com o ambiente de trabalho, na medida em que esse ambiente contenha demandas excessivas a ela ou que ela não detenha recursos adequados para enfrentar tais situações (França & Rodrigues, 2002).

15 Modelo Epidemiológico Objetiva identificar quadros psicopatológicos relacionados a determinadas categorias profissionais.

16 Subjetividade e Trabalho Tittoni e Bernardes (1997) – Os estudos buscam analisar o sujeito trabalhador definido a partir de suas experiências e vivências adquiridas no mundo do trabalho. A análise ocorre frente às vivências dos trabalhadores em suas atividades, relações pessoais e hierárquicas, ambiente de trabalho e outros elementos que compõem o cotidiano profissional.

17 Psicodinâmica do Trabalho Estuda as representações dos trabalhadores e suas experiências no cotidiano de trabalho, fortemente influenciada pela Psicanálise. Dejours (1994) – O trabalho é um operador fundamental na própria construção do sujeito. Ele é um mediador privilegiado entre o inconsciente e o campo social e entre a ordem singular e a ordem coletiva e para a construção da saúde mental.

18 Tarefa central da Psicologia Organizacional e do Trabalho  explorar, analisar e compreender como interagem as múltiplas dimensões que caracterizam a vida das pessoas, dos grupos e das organizações, em um mundo crescentemente complexo e em transformação. Tem a finalidade de construir estratégias e procedimentos que possam promover, preservar e restabelecer a qualidade de vida e o bem estar das pessoas.

19 A contribuição da Psicologia para a compreensão dos fenômenos organizacionais envolve examinar: Processos microorganizacionais: (atitudes, crenças, valores, percepções, subjetividade, emoções etc), apoiados na diversidade individual, articulam-se e de que modo, a partir dessa articulação, emergem os processos macroorganizacionais: (estruturas, cultura, poder, políticas etc) que, constituem o contexto que configura, limita e afeta os próprios processos microorganizacionais.

20

21 Desafios atuais: Desenvolvimento científico; Transformações nos contextos de trabalho; Alargamento do cargo; Desenvolvimento de novas competências; Transição para âmbitos mais complexos; Participação nas decisões estratégicas; PESQUISAR!

22 Competências requeridas: Orientação para resultados Capacidade para trabalhar em equipe Liderança Visão sistêmica Habilidade de comunicação Negociação Capacidade para inovar Percepção de tendências Multifuncionalidade Fonte: Fundação Nacional da Qualidade Visão de processos Conhecimento da realidade externa Garra Mão na massa: “carregar o piano” Habilidade em lidar com paradoxos Domínio de outros idiomas


Carregar ppt "INSERÇÃO PROFISSIONAL DO PSICÓLOGO EM ORGANIZAÇÕES E NO TRABALHO Ref. Básica: Zanelli, J. C., Borges-Andrade, J. E. & Bastos, A. V. B. Psicologia, organizações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google