A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Administração como uma ciência (humana) - Os desafios da administração no sistema Capitalista Profº Cristiano Bodart

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Administração como uma ciência (humana) - Os desafios da administração no sistema Capitalista Profº Cristiano Bodart"— Transcrição da apresentação:

1

2 A Administração como uma ciência (humana) - Os desafios da administração no sistema Capitalista Profº Cristiano Bodart

3 (CHIAVENATO, 2004, p.12) “De certo modo todas as teorias administrativas são aplicáveis às situações atuais e o administrador precisa conhecê-las bem para ter à sua disposição um naipe de alternativas adequadas para a situação”. (CHIAVENATO, 2004, p.12) Para refletir...

4 Sociologia e Administração Ambas surgiram da necessidades de organização da sociedade industrial. Ambas estavam originalmente associadas às Ciências Exatas: –A sociologia  Física Social/Positivismo de Auguste Comte; –A Administração  era “científica”, com viés na ciência exata/Frederick Taylor. Ambas situadas no campo das Ciências Sociais (aplica)

5 A construção da identidade do trabalhador na indústria – os desafios administrativos As poucos foram formando laços de solidariedade, novas rotinas e padrões comuns de interação = Fonte de poder: Primeiras lutas e movimentos sociais no período industrial; O trabalhador resistia a aceitar o conceito de “emprego contínuo”; Resistência aos novos hábitos e organização do trabalho; Era necessário criar um sistema burocrático: Impor controle e limites à solidariedade dos trabalhadores Necessidade de domesticar o trabalhador As rotinas e os modos de vida do passado não puderam ser apagados facilmente das mentes dos indivíduos. Jovens e mulheres eram mais fáceis de serem controlados Não estavam marcados por uma tradição de trabalho

6 A construção da identidade do trabalhador na indústria – os desafios administrativos SITUAÇÃO PARADOXAL: A primeira geração de capitalistas teve dificuldades com a geração existente de trabalhadores que eram os mais capazes e qualificados: Esses primeiros empregados não eram os mais dispostos a aceitar a cultura fabril baseada na disciplina industrial.

7 II Revolução Industrial: a administração científica e as “soluções” encontradas Desafios existentes: Transformar os hábitos de trabalho tradicionais; Superar os obstáculos culturais nacionais particulares; Os trabalhadores traziam mais para as novas relações de trabalho do que sua mera presença física: introduziam e provocavam mudanças culturais a nova organização industrial “Soluções” encontradas: Sistema familiar (personalizado)  aliviar a transição para o sistema fabril e evitar oposições ao novo modo de vida; Subcontratação - os trabalhadores organizavam a produção; Punições: –Demissão; –multa por atraso, ausência ou insubordinação; –Incentivos como pagamento por resultado.

8 II Revolução Industrial: a administração científica e as “soluções” encontradas Desafios existentes: Os hábitos de trabalho irregulares; Concepção de vida para a qual a renda de subsistência era suficiente; “Soluções” encontradas: Alimentar a possibilidade de aumentar o ganho individual, baseado numa visão particular do comportamento: Mesmo quando um certo nível de subsistência fosse alcançado, as pessoas haveriam de querer ganhar mais dinheiro e consumir mais artigos e, então, teriam um incentivo para continuar trabalhando.

9 A administração científica Em princípio, a utopia dos administradores era a expectativa de que a máquina humana pudesse ser controlada pelas mesmas regras que governavam a operação das máquinas Frederick Taylor:Frederick Taylor: principal teórico que desenvolveu os conceitos da administração cientifica, idealizada com o objetivo de criar uma máquina humana.

10 A administração científica de Taylor Como era: Os trabalhadores e os capatazes organizavam a produção: Não havia garantias de bons resultados Os capitalistas dependiam do conhecimento dos trabalhadores; Imprevisibilidade do comportamento do trabalhador O que mudou: Criação da gerência; O trabalhador apenas passa a vender sua força de trabalho; Reduzir o trabalho para um objeto do processo de produção: retirar o poder do trabalhador Em lugar do trabalho determinar a organização da produção ou o andamento do trabalho, este seria determinados pelos gerentes e o aparato estrutural baseado na administração científica

11 Quatro elementos centrais do Sistema de Taylor Desenvolvimento de uma ciência para cada elemento do processo de trabalho, e que cria regras rígidas de movimento para todo homem, a padronização e a perfeição do processo de trabalho: –Estudo do “tempo e movimento”. Acreditava que cada um e todo o ato físico de trabalho pudesse estar sujeito à análise científica, e que o único e melhor modo para levar a cabo cada ato pudesse ser descoberto eventualmente

12 Quatro elementos centrais do Sistema de Taylor Dever da administração selecionar o trabalhador e os instrumentos: –A gerência seleciona o melhor trabalho para um trabalhador em particular Redução das tarefas para uma série de movimentos simples e repetitivos A ciência deveria ser empregada para medir as especificidades humanas que mais se ajustasse à determinada tarefa. Se um trabalhador exibisse eficiência excepcional para uma tarefa particular, os procedimentos científicos estavam mais que justificados. Não haveria nenhum interesse da administração em remover um trabalhador de sua função bem executada, assim como promovê-lo a um nível mais alto.

13 Quatro elementos centrais do Sistema de Taylor 3 – 3 – Noção de cooperação: –A gerência deveria cooperar com os trabalhadores para verificar se todos os trabalhadores estavam sendo bem desenvolvidos e de acordo com a cientificidade. Mantendo a ciência e os trabalhadores bem unidos

14 Quatro elementos centrais do Sistema de Taylor 4 – 4 – Manutenção de uma divisão igual de trabalho e responsabilidade entre administração e o trabalhador: –Na administração científica pode-se dizer que metade do “como fazer” está com a administração. Embora aparentemente democrática, pois indicaria que a divisão trabalho-administração é meio a meio, do ponto de vista qualitativo há uma divisão clara entre trabalho manual e intelectual, os gerentes planejam e os trabalhadores executam.

15 A administração científica de Taylor Os trabalhadores deveriam ser tratados individualmente, recebendo tarefas individuais; Altas taxas de rendimentos na produção deveria estar associadas a altas taxas de remuneração: Tarefa  Gratificação Não considera qualquer recompensa intrínseca do próprio trabalho (por exemplo, ser prazeroso por si mesmo): O único incentivo, que ele considera poderoso é a ambição pessoal, que pode aumentar o esforço físico em troca de uma gratificação material.

16 Referência Bibliográfica DIAS, Reinaldo. Sociologia & Administração. 2ª edição. Campinas, SP: Editora Alínea, 2001.


Carregar ppt "A Administração como uma ciência (humana) - Os desafios da administração no sistema Capitalista Profº Cristiano Bodart"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google