A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO E GESTÃO ESCOLAR Edilara Cristina Borges Corrêa – 12.1.7876 Flávia Dias Siqueira – 12.1.7865 Marília Alves Rodrigues – 12.1.5726.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO E GESTÃO ESCOLAR Edilara Cristina Borges Corrêa – 12.1.7876 Flávia Dias Siqueira – 12.1.7865 Marília Alves Rodrigues – 12.1.5726."— Transcrição da apresentação:

1 PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO E GESTÃO ESCOLAR Edilara Cristina Borges Corrêa – Flávia Dias Siqueira – Marília Alves Rodrigues – EAD 260 – Professora Marilene Andrade Ferreira Borges Professora Ailza Gabriela Almeida Amorim Projeto “O caminho para uma gestão democrática ” UFOP – PÓLO: LAGAMAR/MG – MARÇO/2014

2 “UMMODELO DE GESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICO QUALIFICA TODOS!”

3 O PPP, com vistas à gestão escolar democrática e participativa, deve articular as questões de maior relevância das instituições escolares às especificidades da comunidade escolar, principalmente dando a estes “voz”. A sua reorganização, o seu saber fazer, suas relações pessoais e de conhecimentos teóricos e práticos, devem instigar a construção de formas de experiências concretas, reais e palpáveis de educação. O Grande Desafio: A prática de diálogos democráticos por toda a comunidade escolar!

4 O Projeto Político Pedagógico deve nortear a formação de seres humanos autônomos. PARA ESSE DESAFIO DEVE : Reestruturar o currículo, de modo a torná-lo flexível e democrático; Redimensionar o processo de aprendizagem sob a perspectiva da avaliação diagnóstica, do trabalho coletivo e interdisciplinar; Nortear um atendimento que respeite as especificidades dos alunos, com vistas a uma formação de qualidade e significativa.

5 Portanto.... O PPP... Construído e vivenciado por todos os membros da instituição escolar. ArticuladorDesafiadorNorteador DEVE SER

6 D ADOS DE I DENTIFICAÇÃO DAS E SCOLAS ESCOLA I NOME DA ESCOLA: Escola Estadual “Américo Alves” CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO DA ESCOLA: ENTIDADE MANTENEDORA: Secretaria Estadual de Educação (SEE) através da Secretaria Regional de Ensino (SRE) de Patos de Minas/MG DIRETORA DA INSTITUIÇÃO: Gislene Alves da Fonsêca Borges GRAU DE ENSINO: Ensino Fundamental (Anos Finais) e Ensino Médio ENDEREÇO: Rua Amazonas, 114, Bairro Centro, Lagamar/MG,CEP: CONTATO: (034) ; Número de funcionários (total): 57 Número de alunos (total): 527

7 ESCOLA II NOME DA ESCOLA: Escola Estadual “Afonso Corrêa” CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO DA ESCOLA: ENTIDADE MANTENEDORA: Secretaria Estadual de Educação (SEE) através da Secretaria Regional de Ensino (SRE) de Patos de Minas/MG DIRETORA DA INSTITUIÇÃO: Francisca da Silva Pereira GRAU DE ENSINO: Ensino Fundamental (Anos Iniciais e Finais) e Ensino Médio ENDEREÇO: Rua Virgílio Correa, 41, Bairro Centro, São Brás de Minas (distrito), CEP: CONTATO: (034) ; Número de funcionários (total): 48 Número de alunos (total): 233

8 D IMENSÕES E SCOLARES Pedagógica Esse tópico diz respeito à parte didático-metodológica da equipe pedagógica, almejando o desempenho de um trabalho docente-discente fundamentado no respeito mútuo, no diálogo, na amizade, na confiança e no resgate dos valores Administrativa Diz respeito à administração da instituição de ensino; e citam a coletividade como pilar de sustentação, à luz da responsabilidade e da união de todos na promoção do bem comum voltado às ações concretas. Financeira Em ambos os projetos políticos esse tópico diz respeito ao compromisso da transparência, descrição e visibilidade da prestação de contas da instituição para a comunidade escolar, por meio do “Caixa Escolar”. Jurídica Esse tópico diz respeito à legislação e órgãos pertinentes, responsáveis por fomentar os parâmetros legais que norteiam todas as atividades escolares.

9 M ETAS E A ÇÕES Têm-se como meta (re)planejar coletivamente o currículo da escola, a prática metodológica e desenvolver a formação continuada dos docentes com vistas à melhoria na aprendizagem dos discentes nos diferentes níveis e conteúdos de ensino. Para isso, o PIP (Projeto de Intervenção Pedagógica), a organização escolar e o redimensionamento do processo de aprendizagem pelos docentes devem dialogar com a realidade da comunidade escolar. O Projeto tem um importante “sentido de ajudar a conquistar e consolidar a autonomia da escola, criar um clima, onde professores e equipe se sintam responsáveis por aquilo que lá acontece, inclusive em relação ao desenvolvimento dos alunos”.(p.81)

10 P ARECER DO GRUPO Os PPPs das escolas apresentam-se parcialmente contextualizados com a legislação pertinente. Observamos que a relação existente entre a realidade da comunidade escolar e as capacidades e possibilidades das instituições de ensino exercerem suas propostas didático- metodológicas não são dialógicas. Os projetos pedagógicos carecem de recursos; as ações desenvolvidas nas escolas, intrinsecamente carentes do fomento proveniente das instâncias superiores, estão descontextualizadas com relação às especificidades dos alunos; a realidade do processo de aprendizagem e a relação entre os funcionários das instituições se concretiza em projetos que não saem do papel, alunos que continuam a apresentar dificuldades de aprendizagem, desinteresse, indisciplina e falta de recursos físicos e humanos adequados para o desempenho significativo de suas propostas pedagógicas.

11 R EFERÊNCIAS Escola Estadual “Afonso Correa”. Projeto Político Pedagógico – PPP. São Brás de Minas, Escola Estadual “Américo Alves”. Projeto Político Pedagógico – PPP. Lagamar, VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Inovações e Projeto Político-Pedagógico: Uma relação regulatória ou emancipatória? Cad. Cedes, Campinas, v. 23, n. 61, p , dezembro CARDOSO, Fernando Henrique; SOUZA, Paulo Renato. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº Brasília, 20 de dezembro de 1996, 185º da Independência e 108º da República. PADILHA, Paulo Roberto. Planejamento dialógico e projeto político-pedagógico da escola. In Planejamento dialógico: como construir o projeto político-pedagógico da escola. 8. ed. - São Paulo: Cortez; Instituto Paulo Freire, 2008 – (Guia da escola cidadã; v. 7) cap. 4. p LUCK, Heloísa; PARENTE, Marta Maria de A. Mapeamento de Estruturas de Gestão Colegiada em Escolas dos Sistemas Estaduais de Ensino. Em Aberto, Brasília, v. 17, n. 72, p , fev./jun ABDULMASSIH, Marília Beatriz Ferreira; GONÇALVES, Gláucia Signorelli de Queiroz. O projeto político: algumas considerações. Revista profissão docente (online), Uberaba, v. 1, n.1, fev MARQUES, Luciana Rosa. O projeto político pedagógico e a construção da autonomia e da democracia da escola nas representações sociais dos conselheiros. Educ. Soc., Campinas, vol. 24, n. 83, p , agosto MALHEIRO, João. Projeto Político-Pedagógico: Utopia ou Realidade? Ensaio: aval. pol. públ. Educ, Rio de Janeiro, v. 13, n. 46, p , jan./mar SANTOS, Raquel Elizabete de Souza Santos; et all. Instrumento para revisão do Projeto Político-Pedagógico. Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais. p Slides. Projeto Político-Pedagógico das Escolas Estaduais de Minas Gerais. Revisão e/ou Reestruturação. Roteiro da Estrutura do PPP. Moodle UFOP. EAD – 260. Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais. Roteiro da Estrutura do Projeto Político-Pedagógico das Escolas Estaduais de Minas Gerais. Programa de Intervenção Pedagógica/PIP/EF. Alfabetização no Tempo Certo e a Implementação dos CBC. Belo Horizonte, setembro VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto Político-Pedagógico da Escola: Uma construção coletiva. p Disponível para acesso em:


Carregar ppt "PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO E GESTÃO ESCOLAR Edilara Cristina Borges Corrêa – 12.1.7876 Flávia Dias Siqueira – 12.1.7865 Marília Alves Rodrigues – 12.1.5726."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google