A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FACULDADES COC CURSO DE PEDAGOGIA A DISTANCIA O SENTIDO DE SER PROFESSOR NO BRASIL DO TERCEIRO MILÊNIO Profa. Guiomar Namo de Mello Agosto/2006

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FACULDADES COC CURSO DE PEDAGOGIA A DISTANCIA O SENTIDO DE SER PROFESSOR NO BRASIL DO TERCEIRO MILÊNIO Profa. Guiomar Namo de Mello Agosto/2006"— Transcrição da apresentação:

1 FACULDADES COC CURSO DE PEDAGOGIA A DISTANCIA O SENTIDO DE SER PROFESSOR NO BRASIL DO TERCEIRO MILÊNIO Profa. Guiomar Namo de Mello Agosto/2006

2 O século XX e o século XXI Realidade física, peso, densidade

3 Realidade virtual, leveza e permeabilidade O século XX e o século XXI

4 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônica O século XX e o século XXI

5 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas O século XX e o século XXI

6 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do Espetáculo O século XX e o século XXI

7 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento O século XX e o século XXI

8 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viver O século XX e o século XXI

9 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver O século XX e o século XXI

10 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo Setor O século XX e o século XXI

11 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo SetorTerceiro Setor O século XX e o século XXI

12 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo SetorTerceiro Setor Razão, poder e força O século XX e o século XXI

13 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo SetorTerceiro Setor Razão, poder e forçaIntuição, legitimidade e negociação O século XX e o século XXI

14 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo SetorTerceiro Setor Razão, poder e forçaIntuição, legitimidade e negociação Masculino/inteligência racionalFeminino/inteligências múltiplas O século XX e o século XXI

15 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo SetorTerceiro Setor Razão, poder e forçaIntuição, legitimidade e negociação Masculino/inteligência racionalFeminino/inteligências múltiplas O século XX e o século XXI

16 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo SetorTerceiro Setor Razão, poder e forçaIntuição, legitimidade e negociação MasculinoFeminino Desenvolvimento econômico e social O século XX e o século XXI

17 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo SetorTerceiro Setor Razão, poder e forçaIntuição, legitimidade e negociação Masculino/inteligência racionalFeminino/inteligências múltiplas Desenvolvimento econômico e socialQualidade de vida e desenvolv sustentável O século XX e o século XXI

18 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo SetorTerceiro Setor Razão, poder e forçaIntuição, legitimidade e negociação Masculino/inteligência racionalFeminino/inteligências múltiplas Desenvolvimento econômico e socialQualidade de vida e desenvolv sustentável Profissões que cuidam das coisas e relações econômicas, jurídicas e sociais O século XX e o século XXI

19 Realidade física, peso, densidadeRealidade virtual, leveza e permeabilidade Energia mecânica, elétrica e eletrônicaEnergia mecatrôn, autom, micro ondas Sociedade do EspetáculoSociedade do Conhecimento Exclusão por não ter como viverExclusão por não ter para que viver Primeiro e Segundo SetorTerceiro Setor Razão, poder e forçaIntuição, legitimidade e negociação Masculino/inteligência racionalFeminino/inteligências múltiplas Desenvolvimento econômico e socialQualidade de vida e desenvolv sustentável Profissões que cuidam das coisas e das relações econômicas, jurídicas e sociais Profissões que cuidam das pessoas e das relações socio-culturais e afetivas O século XX e o século XXI

20 As profissões de cuidar das pessoas  Corpo: prevenção de doenças, corpo e qualidade de vida  Espírito: crenças, intuições e visões de mundo  Sentimentos: afetos e emoções  Inteligências: mente, operações mentais e cognições  Auto-imagem: aparência e estilo de vida

21 Cuidar das pessoas em que mundo? Dentro de 20 a 30 anos…  70% das carreiras que serão importantes ainda não existem…  Mais da metade dos que estiverem no final de suas vidas produtivas terão passado por pelo menos duas carreiras antes disso  O conhecimento registrado no mundo estará dobrando a cada 73 dias (hoje isso acontece a cada 05 anos)  O pensamento sistêmico, consagrado pela ecologia, será tão ou mais importante que o pensamento analítico, consagrado pelo paradigma científico tradicional  O binômio nacional-internacional já terá sido substituído pelo pelo binômio local-global  70% do conteúdo da internet será em chinês  A maior parte da mão de obra terá migrado das grandes corporações para as pequenas e destas para a empresa-pessoa  A triste divisão entre as nações ricas e pobres poderá ser substituída pela trágica divisão entre as que sabem e as que não sabem

22 Vai ter trabalho para professor no terceiro milênio?  A sociedade da informação está afetando muito a função da escola: Mudou a forma como o conhecimento é produzido e distribuído A informação está se tornando cada vez mais acessível a um maior número de pessoas Mas a informação precisa ganhar sentido para tornar-se conhecimento relevante e pertinente; A escola deixa de ser “depósito” de informações factuais para tornar-se uma “usina” de significados intelectuais, éticos e afetivos.  Aprender a aprender, resolver problemas, trabalhar em equipe e formular propostas de solução são as competências que o terceiro milênio vai valorizar  Mais do que nunca o professor será indispensável para trabalhar a informação a fim de que ela ganhe sentido, isto é, se transforme em conhecimento. Não é mais “ditador” dos fatos mas escultor do sentido.  Conhecimentos e valores são indispensáveis para a cidadania

23 Como vai ser o mercado de trabalho para os profissionais da educação?  O Brasil tem hoje mais de 60 milhões de estudantes e quase dois milhões e meio de professores: uma profissão de massa e de mão de obra intensiva  Esse número deverá aumentar com o crescimento da Educação Infantil, do Ensino Médio e do Ensino Superior  O magistério é uma das poucas profissões em que não há desemprego;  No Brasil é uma das profissões nas quais a desistência é baixa  Inicia-se também uma tendência de incorporar profissionais da educação em outros setores ONGs que estão se envolvendo em projetos educacionais Terceirização de serviços pedagógicos e educacionais tanto para o poder público (principalmente municipal), quanto para o setor de escolas privadas A escola deixa de ser “depósito” de informações factuais para tornar- se uma “usina” de significados intelectuais, éticos e afetivos O ensino à distância e a gestão do conhecimento nas organizações não educacionais públicas e privadas A área de andragogia e a educação continuada de adultos em várias instâncias públicas e privadas

24 24 E o trabalho do professor?  A sociedade da informação está afetando muito a função da escola: Mudou a forma como o conhecimento é produzido e distribuído A informação está se tornando cada vez mais acessível a um maior número de pessoas Mas a informação precisa ganhar sentido para tornar-se conhecimento relevante e pertinente; A escola deixa de ser “depósito” de informações factuais para tornar-se uma “usina” de significados intelectuais, éticos e afetivos.  Aprender a aprender, resolver problemas, trabalhar em equipe e formular propostas de solução são as competências que o terceiro milênio vai valorizar  Mais do que nunca a escola e o professor serão indispensáveis para trabalhar a informação a fim de que ela ganhe sentido, isto é, se transforme em conhecimento  De ditadura do conteúdo à escultura dos sentidos  Conhecimentos e valores são indispensáveis para a cidadania

25 25 O que o professor vai precisar saber fazer  Articular teoria e prática  Manter o foco da ação docente na aprendizagem  Dominar o conteúdo a ensinar e a transposição didática do conteúdo como processos indissociáveis  Aceitar orientações, novas idéias e formas diferentes de trabalhar  Ter uma equipe que consiga trabalhar colaborativamente  Adotar e testemunhar na sua prática, os valores: da vida e a necessidade de melhorá-la; da democracia; da convivência solidária e produtiva entre os diferentes; do desenvolvimento sustentável do país;  Propiciar situações de aprendizagem que façam o aluno aprender de modo autônomo, para continar aprendendo pelo resto da vida.

26 26 Qual o perfil que esse profissional deverá ter?  Um acadêmico que age e um agente que reflete e elabora: relação entre teoria e prática  Um profissional da aprendizagem: o foco da ação docente  Um cientista que domina o conteúdo do que deve ensinar e o como ensinar, mas que não se constrange em ser um artista, que segue script e partitura.  Um cidadão comprometido e empenhado: com a melhoria de vida; com a democracia; com a convivência pacífica entre os diferentes; com o desenvolvimento sustentável do país;  Um eterno aprendiz: educação continuada

27 27 E vai ter muitos mitos para descontruir  Foco na aprendizagem  Dicotomia entre educar e ensinar  Dominar o conteúdo a ensinar e a transposição didática do conteúdo como processos indissociáveis  Do conteudismo e do pedagogismo  Adotar orientações específicas, indicações claras de como o professor deve trabalhar  Da criatividade Usar as TCI para trabalhar em equipe, aprender colaborativamente, construir inteligência coletiva  Da ausência de autoridade e igualdade do papel do professor e do aluno  Professor e aluno têm papéis diferenciados porque o primeiro sabe algo que o segundo precisa aprender; dizer que são iguais  Da facilitação  Aprender é trabalho árduo, exige disciplina, organização e um ambiente escolar e doméstico ordenado E PARA APRENDER A SER UM NOVO PROFESSOR, SÓ O POETA PODE AJUDAR

28 28 O professor disserta Sobre ponto difícil do programa. Um aluno dorme, Cansado das canseiras desta vida. O professor vai sacudí-lo ? Vai repreendê-lo ? Não. O professor baixa a voz Com medo de acordá-lo Carlos Drummond de Andrade E UM ANÔNIMO NORTE AMERICANO TAMBÉM

29 29 Aprender a ser professor… Texto 3 – E Deus criou o professor Autor desconhecido O bom Deus estava criando o professor. Era o seu sexto dia de trabalho extra e sabia que tinha uma enorme responsabilidade, porque o professor iria afetar a vida de muitas crianças indefesas. Um anjo apareceu a Ele e disse, “O Senhor está levando bastante tempo nessa criação”. - “De fato” respondeu o Senhor. “Mas você leu as especificações deste pedido?” Veja só, o professor: deve estar acima de todos os alunos e ao mesmo tempo ser do nível deles deve ser capaz de fazer 180 coisas que nada têm a ver com o conteúdo a ser ensinado deve viver de café e lanches de frios deve comunicar conhecimento significativo para todos os alunos diariamente e estar certo na maior parte das vezes deve ter mais tempo para os outros do que para si mesmo (a) deve ter um sorriso que sobreviva a salários baixos, alunos problemáticos e pais preocupados deve continuar ensinando mesmo quando dos pais questionam tudo o que faz e quando os outros não dão nenhum apoio tem que ter seis pares de mãos

30 30 …aprender a ser professor… - “Seis pares de mãos” diz o anjo, “isso é impossível” - “Bem” diz o Senhor, “seis pares de mãos ainda a gente consegue. São os três pares de olhos que estão mais difíceis”! O anjo olhou incrédulo, “Três pares de olhos, num modelo padrão?” O Senhor fez que sim com a cabeça. “Um par para ver o aluno como ele é, não como os outros o rotularam. Outro par de olhos tem que estar na parte de trás da cabeça do professor, para ver o que não deve ser visto mas precisa ser conhecido. Os olhos da frente são apenas para olhar a criança com problemas e dizer, sem falar uma palavra,” Estou vendo, e mesmo assim, continuo acreditando em você". - “Senhor”, disse o anjo. “Este projeto é enorme, acho que o Senhor está cansado, deveria deixar o trabalho para amanhã”. “Eu não posso”, responde o Senhor, “cheguei muito perto de criar algo igual a Mim Mesmo. Olhe aqui, já tenho um (a) que vem trabalhar mesmo quando está doente... tem uma classe de crianças que não querem aprender... tem um lugar especial em seu coração para crianças que não seus filhos (as)... entende o drama das que têm dificuldades... e nunca desiste de um aluno...” – “Deve ter um coração mole,” disse o anjo. - “É mesmo” disse o Senhor, “mas, também, é durão. Você não imagina o que esse professor pode agüentar se for necessário”.

31 31 …aprender a ser professor - “Ele pode pensar?” perguntou o anjo. - “Não só pode pensar”, disse o Senhor “também raciocinar e negociar.” O anjo chegou mais perto para ver melhor o modelo e passou seu dedo no queixo do professor. - “Bem, Senhor” disse o anjo, “seu trabalho parece muito bom, mas tem um vazamento. Eu avisei o Senhor que estava trabalhando demais. É muito stress para um modelo padrão”. O Senhor chegou perto e levantou com o dedo a gota que escorria pelo queixo do professor. O líquido brilhou na luz. - “Não é um vazamento”, Ele disse, “é uma lágrima”. - “Uma lágrima? O que é isso?” pergunta o anjo, “para que serve uma lágrima?” O Senhor respondeu com um profundo pensamento. “É por alegria e orgulho de ver uma criança cumprir com êxito, ainda que seja uma pequena tarefa. É pela solidão das crianças que tem uma muita dificuldade para aprender e por compaixão pelo sofrimento de seus pais. É por causa da dor de não conseguir alcançar algumas crianças e por causa do desapontamento que elas têm consigo mesmas. Acontece freqüentemente quando o professor fica com uma classe um ano inteiro e precisa dizer adeus para os alunos que estão prontos para a série seguinte”. - “Puxa” disse o anjo. “Essa da lágrima foi uma grande idéia... O Senhor é um gênio!”. E o Senhor respondeu muito sério:

32 32 …aprender a ser professor “Mas essa lágrima não fui eu que coloquei”

33 O que quer dizer “eterno aprendiz”?  A sociedade do conhecimento e o novo paradigma de formação profissional inicial mais curta e mais leve: apenas a primeira etapa; formação continuada: para a vida inteira; viradas radicais ou simples redirecionamentos ao longo da carreira  Continuar aprendendo: fator que vai fazer a diferença

34 NESTE CURSO VAMOS BUSCAR ESSE PERFIL. UM CURSO QUE VAI  tratar você da mesma forma como ensinará você a tratar seus futuros alunos;  ensinar a ir da teoria para a prática e da prática para a teoria;  dar igual peso ao “o que” ensinar e ao “como” ensinar;  ensinar a ensinar, desenvolvendo a competência de aprender a aprender;  desenvolver competências para a gestão da própria vida profissional;  estimular e facilitar a leitura e o acesso a outros bens culturais.

35 35 Escolaridade e carreira daqui em diante  Na sociedade do conhecimento a formação profissional em nível superior tende a: ser mais curta e mais leve na inicial, apenas uma primeira etapa; estender-se pela vida inteira, educação continuada incluir redirecionamentos ou até viradas radicais ao longo da carreira  Continuar aprendendo: fator que vai fazer a diferença. Para isso é imprescindível saber aprender  Capacidade de detectar tendências, extrapolar e estar “antenado” para o que ocorre numa determinada área profissional

36 36 O contexto no qual vocês vão trabalhar  O Brasil está precisando dramaticamente de novos bons professores a universalização do ensino fundamental está se estendendo para o ensino médio; a educação básica enfrenta uma crise de qualidade sem precedentes porque a escola brasileira não sabe ensinar para o novo aluno que está ingressando; em chinês o anagrama de crise é formado pelos anagramas de impasse e oportunidade; o que é impasse para uma geração pode ser oportunidade para outra;

37 37 Escolaridade e carreira daqui em diante  Na sociedade do conhecimento a formação profissional em nível superior tende a: ser mais curta e mais leve na inicial, apenas uma primeira etapa; estender-se pela vida inteira, educação continuada incluir redirecionamentos ou até viradas radicais ao longo da carreira  Continuar aprendendo: fator que vai fazer a diferença. Para isso é imprescindível saber aprender  Capacidade de detectar tendências, extrapolar e estar “antenado” para o que ocorre numa determinada área profissional


Carregar ppt "FACULDADES COC CURSO DE PEDAGOGIA A DISTANCIA O SENTIDO DE SER PROFESSOR NO BRASIL DO TERCEIRO MILÊNIO Profa. Guiomar Namo de Mello Agosto/2006"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google