A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AAmO - 2005 AAmO. AAmO - 2005 Número de Alunos APS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AAmO - 2005 AAmO. AAmO - 2005 Número de Alunos APS."— Transcrição da apresentação:

1 AAmO AAmO

2 AAmO Número de Alunos APS

3 AAmO Crescimento de Alunos - APS +11%

4 AAmO Alunos por Escola

5 AAmO Alunos UCB

6 AAmO Situação Financeira Depto. (S/Cota) Acum. de Jan. – Ago.

7 AAmO Variação Patrimonial

8 AAmO RENTABILIDADE O QUE FAZER PARA A ESCOLA DAR LUCRO ?

9 AAmO mudar “Quando os diretores de uma escola verificam que ela não está satisfazendo as despesas correntes, e estão-se contraindo dívidas, devem proceder como os equilibrados homens de negócio, e mudar seus métodos e planos. Quando se demonstra ao fim de um ano que a direção financeira foi errada, dê-se ouvido à voz da sabedoria. Haja decidida reforma.” C.S.E. pág.210

10 AAmO O que fazer – Qual o Segredo? Manter colaboradores motivados Surpreender os alunos sempre Ter objetivos claros por escolas Seguir de perto a situação financeira \\APS-Serverfile\Usuarios\sergio.reis\Analise 05 Capao Red..ppt \\APS-Serverfile\Usuarios\sergio.reis\Analise 05 Capao Red..ppt Praticar muita economia Saber Negociar Confiança na Liderança do Departamento Publicidade e Propaganda Propaganda Educação.ppt Propaganda Educação.ppt Segredo...

11 AAmO Segredo...? Receita Fixa Anual= 100% Despesas C/ Pessoal55 % Despesas Gerais25%

12 AAmO RECEITAS

13 Mensalidades “ Talvez o elevar devidamente os preços ocasione diminuição na matrícula, mas o maior número de alunos não devia causar tanto regozijo como a libertação dos débitos.” C.S.E. pág.197

14 AAmO No. de alunos é importante ? Exemplo Al.Var.Patr.Al.Var.Patr. Alvorada 754 R$ ,72863 R$ ,90 S.Amaro 574 R$ 259,50546 R$ ,50

15 AAmO No de alunos é importante ? Exemplo Al. Lucro/Mês S.Amaro 601 R$ , R$ , %

16 AAmO BOLSAS “Mas os que pleiteiam pagamentos mais baixos devem ponderar cuidadosamente todos os lados da questão. Se os alunos não podem por si mesmos dispor de suficientes recursos para pagar a despesa real de bom e fiel trabalho em sua educação, não seria melhor que os pais, amigos, as igrejas a que eles pertencem ou irmãos de coração generoso e liberal da Associação de que eles fazem parte, os ajudassem, do que se trouxesse sobre a escola um fardo de dívidas?” C.S.E. pág.212

17 AAmO BOLSAS Escolaaté 75% Igreja (Ex.IASD Cp.Grande) 12% R$ 27,50 Pais13% R$ 27,50 Outros (membros ricos, padrinhos, empresários, comerciantes...etc. TODOS OS FILHOS DE ADVENTISTAS NA ESCOLA ADVENTISTA

18 AAmO Receitas Vendas de materiais e Livros Vendas de Uniformes Cantinas Excursões Taxas Bancarias Taxa Material de apoio (Comissão) Ponto de equilíbrio por Sala..\Matrículas 2006\ponto de equ.sala.xls..\Matrículas 2006\ponto de equ.sala.xls Mensalidades

19 AAmO Qual o valor das mensalidades? Quem decide o preço é o mercado

20 AAmO Plano regressivo - máxima bolsa Voto de Mesa Administrativa: 75% Reduzir 5% a cada ano Bolsa máxima não adv.: 50% Irredutibilidade para Inadimplentes Não conceder isenções (Voto) Regras para Filhos de prof./func. Centavos em cada mensalidade Projeto “ensina a criança” RECEITA – Mensalidade

21 AAmO Análise da concorrência \\APS-Serverfile\Usuarios\sergio.reis\morumbi.ppt \\APS-Serverfile\Usuarios\sergio.reis\morumbi.ppt Análise da capacidade ociosa..\Matriculas 2005\ensalamento xls..\Matriculas 2005\ensalamento xls Linha de corte por série (nível) Carta de redução de bolsa..\Matrículas 2006\carta comunicação de bolsa 2006.doc..\Matrículas 2006\carta comunicação de bolsa 2006.doc Planilha de redução de bolsas..\Matrículas 2006\Tabela Bolsas xls..\Matrículas 2006\Tabela Bolsas xls Planilha de Custo Planilha de Decisão do preço..\Matrículas 2006\PREÇOS xls..\Matrículas 2006\PREÇOS xls Objetivos para \Matriculas 2005\Matricula Ideais por escola.xls..\Matriculas 2005\Matricula Ideais por escola.xls RECEITA – Mensalidade

22 AAmO DESPESAS COM PESSOAL 47% 47%

23 AAmO DESPESAS O importante não é a economia extrema, mas a aplicação dos recursos disponíveis, no locais e momentos exatos.

24 AAmO Custo de um funcionário ItensAj. EscMonitorProf. Mag Salário335,79425,33567,00 13º Salário27,9835,4447,25 1/3 Férias9,3311,8115,75 INSS92,34116,97155,93 FGTS29,8537,8150,40 Cesta Básica42,00 Seguro 7,01 Plano Saúde18,15 P.I.S.9,22 Vale transp.47,90 Bolsa Filhos135,85 Total755,42887, ,46 % Total224,97%208,66%193,38%

25 AAmO Despesas Com Pessoal = 47% É Possível 30 alunos por funcionário (S/ profess.) Escolas com situações diferentes (Reg.) Piso máximo do salário sindical Sem plano de carreira Obreiros Estudar Mensalmente a Folha de Pagto.

26 AAmO Quadro funcional padrão por unidade Seguro de Vida Vale-transporte Considerar sempre a Cota Patronal Janelas (Concordância do professor) Horas Extras (Compensação recessos) Plano para Estagiários Despesas Com Pessoal = 47%

27 AAmO Estagiários

28 DESPESAS ADM. E GERAIS 25%

29 AAmO “Seja o pão-duro da escola” Procure sempre formas de economizar. Aceite idéias de como gastar menos nas rotinas de trabalho. Sempre faça ou exija 3 orçamentos. Lembre-se que as possibilidades de economizar, são infinitas. Invente uma.Lembre-se que as possibilidades de economizar, são infinitas. Invente uma.

30 AAmO Despesas Gerais = 25% Segredo = Muita economia Abra mão de tradições Não Importe-se c/ comentários negativos Criatividade Analisar Mensalmente o Balancete (Razão) Informática Cartuchos de impressoras Seguro Acidentes Seguranças

31 AAmO C o m p r a s 03 orçamentos - sempre Arquivo dos orçamentos Lista de fornecedores confiáveis Fornecedores viciados - diversificar Comunicação entre escolas Limites de aprovação por função

32 AAmO Despesas Adm. e Gerais = 25% Coloque no papel, no mínimo 3 idéias práticas de como você economizou algo ultimamente

33 AAmO Como analisar o Balancete Contas c/ 1ATIVOBens e Direitos Contas c/ 2PASSIVOObrigações e P.L. Contas c/ 3RECEITASMensalidades... Contas c/ 4DESPESASPessoal, Gerais... # Ao fim do exercício: D.R.E. = Zerar Rec. e Desp. # Lucro ou Prejuízo para PASSIVO (contas res.= 0)

34 FUNDO DE EDUCAÇÃO ou Fundo de Construções

35 Fundo de Educação Origem O voto original o qual define as regras básicas do Fundo de Construção, é de número , USB, cujo conteúdo está expresso às páginas 59 e 60 do Plano Qüinqüenal de Educação da UCB, , de capa predominante azul.

36 Fundo de Educação Objetivo Este fundo monetário tem por objetivo a compra de terrenos e construções de novas escolas ou colégios no Campo da Associação ou União o qual pertence.

37 “ Os que dirigem nossas escolas devem trabalhar impelidos por motivos puros. Em sua abnegação, lembrar-se-ão que outras regiões da grande seara exigirão os mesmos recursos para a escola que lhes está ao cargo. Lembrarão, em todos os planos, que se devem preservar a igualdade e a unidade”. C.S.E. p.216 E.G.W.

38 Fundo Educação- Campo n Origem Divina n Centralização Decisória n Visão do Campo: Global n Confiança total no Departamento n Depto. com objetivos claros e definidos n Não investir fora dos objetivos n Cuidado “galinhas dos ovos de ouro”

39 Fundo de Educação – U.N.B. Funcionamento Toda escola contribui com 1% de sua receita bruta para o fundo de construções da União. Independente se opera com lucro ou prejuízo

40 Fundo de Educação – Campo Funcionamento Toda escola contribui com 3% de sua Receita Líquida para o fundo de construções do Campo.

41 Fundo de Educação Contribuição mensal R$ ,00 AnoR$ ,00 3 anos depois Se investido em Banco R$ ,00 Se utiliz. em reformas= % novos alunos 8 escolas R$ = 50 alunos x 8 esc. = 400 al. Se utiliz. novas Escolas= % novos alunos 1 escola nova em 3 anos= 400 al.

42 AAmO Entendeu ? “Hoje, se você não está confuso, não está pensando claramente” (U.Peter)

43 Fim

44 AAmO Cel APS 11 – (Nádia)


Carregar ppt "AAmO - 2005 AAmO. AAmO - 2005 Número de Alunos APS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google