A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE"— Transcrição da apresentação:

1 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E POLÍTICAS EDUCACIONAIS DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL-DITEC CURSO: AVA NO CONTEXTO DA APRENDIZAGEM E AVALIAÇÃO PROJETO DE OFICINA Título: DESMISTIFICANDO A APRENDIZAGEM DA MATEMATICA UTILIZANDO AS FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS DA WEB 2.0 ATRAVÉS DO GEOGEBRA. Ministrante(s) da Oficina: MARIA HELENA CAMPOS SILVA JOSI KELY ARGUELHO DE BRITO ANDRADE

2 JUSTIFICATIVA: Temos nossa justificativa apoiada na reflexão acerca dos sinais que revelam aspectos que podem qualificar a análise da aprendizagem por meio do uso dos recursos tecnológicos da Escola Municipal José Rodrigues Benfica. A investigação sobre o tema dos Indicadores da qualidade na educação se justifica pelo fato de políticas educacionais serem o único instrumento direto existente para modificar a qualidade do ensino e elevar os níveis de aprendizado. Torna-se importante destacar a atuação do professor nesta tarefa de se trabalhar com jogos computacionais. No ensino da Matemática, também por favorecer a construção ou reconstrução do conhecimento e propiciar uma melhor interação do aluno com a disciplina. (GADOTTI, 1989) Os professores concordam entre si que a grande maioria dos alunos tem aversão a Matemática. A fim de sanar tal problema, eles dizem utilizar vários recursos tecnológicos em suas aulas por acreditarem que, ao estabelecerem certa relação da Matemática com o mundo o qual os alunos interagem diariamente, eles se interessam mais pela disciplina. No entanto, contrariando a hipótese inicial, os alunos gostam das aulas envolvendo recursos tecnológicos simplesmente pela diversão que o recurso propicia e, de modo geral, não identificam qualquer relação entre os conteúdos e a intervenção da ferramenta utilizada. No intuito de alcançar os objetivos propostos utilizaremos a geometria que é um dos conceitos mais importante da matemática, pois através dela é que conseguimos distinguir todas as formas que estão a nossa volta. Tendo em vista a importância da geometria e a necessidade de inovar devido a tecnologias que estão a nossa volta é que propomos a utilização do programa GeoGebra para complementar as explanações feitas em sala de aula.

3 Qual a a sua idade? Você tem computador em casa?

4 Você gosta de usar o computador?
Quantas vezes por semana você acessa a internet?

5 Em que local você mais acessa a internet?
Você tem ?

6 Qual e a disciplina que você mais gosta ?
Qual professor utiliza mais os recurso tecnológico e a sala de informática?

7 Há algum professor que não utiliza os recurso tecnológico e a sala de informática?
Escolha na escala de sua preferência qual ambiente você mais gosta na escola? - Sala de Informática

8 Ambiente educativo para utilização dos recurso tecnológicos
Ambiente educativo para utilização dos recurso tecnológicos. - O ambiente educativo da sala de informática (SI) favorece maior comunicação entre professores/alunos? O que você gostaria de aprender na sala de informática? jogos onlineaprender a mexer e compreender o uso do computador? ou notbookMais ingles TUDOTudo sobre informática.A Todas as matérias e a jogos.jogar gran chaseassistência técnica de computaçãomais atividades educativasMais matemáticaeu gostaria de aŕender a ser muito esperto mechendo na net saber varias coisasaprender fazer atividades no dolphin APRENDER DE GEOGRAFIA E ARTES mais atividades educativasAprender sobre a história dos sites mais conhecidos do mundo.sim apreender a destravar o computador. muitas coisas de matemáticaA todas as matérias.como formatar o c...

9 OBJETIVOS: GERAL Conhecer e utilizar o programa de geometria dinâmica Geogebra para facilitar para ao professor seu trabalho cotidiano de ensinar matemática e geometria. OBJETIVOS ESPECIFICOS: Sugerir e elaborar planos de aula que abordem tanto o enfoque matemático como o tecnológico. Elaborar suas próprias atividades a partir das sugestões apresentadas e pela troca de experiências Mostrar aos alunos as possibilidades tecnológicas da qual a matemática pode se valer para tornar sua aprendizagem mais divertida e mais relacionada com a realidade tecnológica de cada aluno. Proporcionar aos professores e alunos uma forma diferenciada de aprendizagem usando como ferramenta um software capaz de executar tarefas relacionadas a geometria que torna mais fácil a análise de regularidades da matemática.

10 METODOLOGIA: O Projeto será desenvolvido na Escola Municipal José Rodrigues, localizada na rua dos Barbosas, 355, bairro Amambaí, Campo Grande, MS. A Unidade escolar trabalha com alunos do bairro, que é central e de vários outros vizinhos ou de periferia, trabalhando com alunos de séries iniciais: Educação Infantil e Ensino Fundamental. A Escola, considerando o espaço físico e a comunidade escolar composta por professores, funcionários, alunos, pais de alunos, equipe técnico-pedagógica e gestão, tem valor fundamental na formação do cidadão, influenciando os participantes e o entorno dela para o exercício da cidadania de forma positiva, coerente com o que a sociedade espera em termos de atitudes frente aos mais variados aspectos exigidos para a construção de um mundo melhor. Professores e funcionários vêem-se envolvidos em um processo que investe na formação de seres humanos, portanto de grande responsabilidade. A preocupação maior é levar a filosofia da escola a todos e contar com a execução do Projeto Político-Pedagógico.

11 Percentual de frequência do cursista que atingiu no mínimo 75%.
PÚBLICO ALVO – Professores Regentes da Escola Municipal José Rodrigues Benfica e PCTEs do curso AVA no Contexto da Aprendizagem e Avaliação); Educadores da Escola Municipal José Rodrigues Benfica. LOCAL DE OFERECIMENTO DA OFICINA: Escola Municipal José Rodrigues Benfica. CARGA HORÁRIA – A oficina terá a carga horária total de 20 horas, sendo: (4h) Leitura do texto e interação no recurso da Web. (16h) Elaboração do planejamento da atividade para desenvolver com os seus alunos: Leitura do texto e interação no recurso da Web (6h) Elaboração do planejamento da atividade para desenvolver com os seus alunos (5h) Aplicação da atividade(5h). Percentual de frequência do cursista que atingiu no mínimo 75%.

12 PROCEDIMENTOS DO DESENVOLVIMENTO DA OFICINA.
Os participantes (professores) terão oportunidade de usar o GeoGebra para resolver tarefas, apoiados por um tutorial. Pretende-se, além disso, promover a discussão em torno da sua utilização na aula de Matemática, refletindo sobre a organização do trabalho na sala e sobre o papel do professor. A estrutura escolhida para tarefas pretende demonstrar como o programa funciona e como pode ser envolvente principalmente aos alunos na construção do seu próprio conhecimento matemático e promover a sua autonomia. Para tanto, realizaremos um diagnóstico das principais dificuldades apresentadas pelos alunos relacionadas aos conceitos geométricos. O diagnóstico consiste na elaboração de questionamentos referentes ao conteúdo. Após a análise desse diagnóstico elaboramos um planejamento da aula voltado para o uso do laboratório de informática da escola com o uso do software matemático Geogebra. A aula acontecerá, a princípio de maneira expositiva e dialogada, onde os alunos serão questionados em relação a cada conteúdo que está sendo aplicado. Após serão encaminhados para a construção da figura geométrica, para então através da construção realizada no Geogebra, os mesmos possam realizar as observações pertinentes da figura construída bem como conceituá-las.

13 O desenvolvimento do planejamento será desenvolvida com os alunos usando as ferramentas do Geogebra.
Nos planos de aula teremos: • O conteúdo a ser abordado • Os objetivos a serem atingidos • Os pré-requisitos matemáticos e tecnológicos • O encaminhamento metodológico que mostra de maneira detalhada como construir os objetos e como utilizar os recursos do programa • A proposta de trabalho para o aluno sugere questionamentos que o levarão a explorar, refletir, fazer conjecturas, concluir. Ações importantes na construção do conhecimento. • O número de aulas necessárias para desenvolver a atividade. Na primeira ação faremos uma apresentação do GeoGebra, onde todos terão a oportunidade de navegar e explorar as ferramentas desse software. Serão trabalhadas as formas geométricas ( retângulo, quadrado, circulo e triangulo) Na segunda ação os alunos já familiarizados e sabendo utilizar as ferramentas do GeoGebra, seguirão os seguirão os seguintes passos: 1º Exibir malha 2º Utilizando a ferramenta deverá construir os sólidos tais como: cubo, paralelogramo, Prisma e Pirâmides. 3º Planificar cada solido criado. 4º Localizar no desenho: vértices, arestas e faces. 5º Finalizar as atividades propostas

14 RECURSOS - HUMANOS E MATERIAIS (ESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA)
Turma: 3º Ano B/6º ano C Turno: Matutino/Vespertino Mídias: Computador, máquina digital e câmera. Tecnologias: todas as existentes na Sala de Informática, pesquisas na internet e software Geogebra. CRONOGRAMA Agosto e setembro de 2012

15 PERSPECTIVAS DE RESULTADOS:
Tornar a escola cada vez mais atrativa é o melhor caminho para mantermos nossas crianças nas salas de aula, adquirindo conhecimento e construindo seu futuro. Para obter um ensino realmente de qualidade, a escola tem que ser vista em seu todo, nas suas mais diferentes vertentes e desta forma cumpre seu objetivo com ações pedagógicas desenvolvidas por meio deste projeto. Inserir novas tecnologias é um dos desafios enfrentados pelo professor em sua prática. Trata-se de uma nova oportunidade dos educadores aprenderem e usarem a web a seu favor. Segundo Póvoa (2000) "o atual avanço e a disseminação das tecnologias de informação e comunicação vêm criando novas formas de convivência, novos textos, novas leituras, novas escritas e, sobretudo, novas maneiras de interagir no espaço cibernético". O Professor tem um papel muito importante na era da informática, pois ele pode dar muito sentido ao uso da tecnologia na Escola para com isso produzir grandes conhecimentos e possibilidades, sendo que seu papel atualmente, não é mais o de transmitir conhecimentos, mas de colaborar, de liderar, de articular e mediar os saberes e as técnicas. Para o aluno, esperamos que a experimentação de novas linguagens ampliará seu repertório e possibilitará uma vivência no processo da elaboração de produtos culturais que ele consome diariamente. A produção de conteúdo em diferentes linguagens em mídias digitais, com foco na autoria do aluno, valoriza o trabalho realizado por ele, incentivando-o a autoria e construção de seu próprio conhecimento.

16 REFERÊNCIAS: ALMEIDA, M. E. Educação, projetos, tecnologia e conhecimento. São Paulo: Proem, 2001. BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Rio de Janeiro: DP&A, 2000. BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Apresentação - versão agosto/1996 CHASSOT, A.I. A ciência através dos tempos. São Paulo: Moderna, 1995. DOWBOR, Ladislau – Redes de informações de gestão local, Disponível em: <http://dowbor.org/ conhec.asp> Acesso em: 2010. FAUVRE, Edgar. Aprender a Ser. São Paulo: Livraria Bertrand, 1996. FERREIRA, Oscar Manuel de Castro e JÚNIOR, Plínio Dias da Silva. Recursos Audiovisuais no Processo Ensino-Aprendizagem. São Paulo: EPU, 1986. FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 8 ed. São Paulo: Paz e Terra, 1998. GADOTTI, Moacir. Educação e poder - introdução à pedagogia do conflito. São Paulo : Ed. Cortez GATTI, B. Formação de professores e carreira: problemas e movimentos de renovação. Campinas, SP: Autores Associados, 2000. RAMPAZZO, Sandra R. dos Reis; RAMOS, Corina; VALENTE, Silza M. Pazello. Formação de professores: experiências pioneiras de ensino a distância no contexto brasileiro. UNOPAR Científica: ciências humanas e educação. Londrina, 2004. TAJRA, Sanmya Feitosa. Informática na Educação: Novas ferramentas pedagógicas para o professor na atualidade. 7ª Edição, São Paulo: Érica, 2007 TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987. VALENTE, J. A. Análise dos diferentes tipos de softwares usados a Educação. Em J. A. Valente (Org.), O Computador na sociedade do Conhecimento. Campinas, SP: Gráfica da UNICAMP, 1999. ____________. Lei N° 9394, de 20 de dezembro de Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1997.


Carregar ppt "PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google