A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Balança/Pesagens. Índice Finalidade Visão Geral Visão Modelo de Dados Procedimentos Processo On-Line Cadastros/Parâmetros Tipo Operação Limites/Tolerâncias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Balança/Pesagens. Índice Finalidade Visão Geral Visão Modelo de Dados Procedimentos Processo On-Line Cadastros/Parâmetros Tipo Operação Limites/Tolerâncias."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Balança/Pesagens

2 Índice Finalidade Visão Geral Visão Modelo de Dados Procedimentos Processo On-Line Cadastros/Parâmetros Tipo Operação Limites/Tolerâncias Agendamento Acesso 1º Peso Operação 2º Peso Saída Fim Operação Contingência

3 Finalidade Controlar o acesso de caminhões e motoristas envolvidos na carga/descarga de mercadorias. Registrar pesos dos caminhões para calcular quantidade de mercadoria por cliente, embarcação, porão. Controlar percentual excedente da receita. Controlar limites de peso, excessos e saídas vazio. Minimizar furtos. Controle da carga nos armazéns. Fornecer informações on line, precisas, confiáveis, parciais e totais sobre todas as operação de carga do porto. Gerar automaticamente descarga da embarcação. Gerar automaticamente a cobrança do serviço de pesagem através da EDS.

4 Visão Geral Agendamento WEB ATR-POPCadastros WEB Acesso SAT-Pesagem Pesagem Porto ATR-Fim Oper. Saída EDS ARM-Desemb ARM-F.Descar REC-Conhec EncerraAgendamento EncerraAgendamento POP, merc,imp,exp Tem POP Remoção

5 Visão Modelo Dados Tp Veículo Acesso Agendamento Pesagem Tipo Operação Pessoa Param.Pesag Peso/Cliente Saturno Tp Carreta Veículo Cavalo Carreta Proprietário Veículos Pátio Oper. Embarcação Imp/exp Motorista

6 Procedimentos 1) Cadastros/parâmetros 2) Tipos Operação 2) Limites / tolerâncias 3) Agendamento 4) Autorização Agendamento 4) Acesso 5) Pesagens 6) Operação 7) Saída 8) Relatórios

7 Processo On Line CadastralCadastralCadastralCadastral Veículo Motorista Import/Export Mercadoria Tipo Operação Tipo Veículo Tipo Carreta AgendamentoAutorização Acesso 1ª Pesagem Operação 2ª Pesagem Saída

8 Procedimentos – Cadastros / Parâmetros Tipos de Veículo (truck, carreta). Tipos de Carreta ( carreta simples, bitrem, bitrem). Veículos (cavalos e carretas separadamente). Parâmetros de Pesagem (núm. Máximo de caminhões no pátio, limites e tolerâncias padrão que o Porto adota e dos quais ninguém pode ultrapassar). Motoristas. Importadores, exportadores, transportadoras. Mecadorias por porão.

9 Procedimentos – Tipos de Operação Parâmetros por Tipo Operação: -Exige Agendamento? -Exige POP? -Testa Limite de Peso? -Testa Excesso? -Testa Bruto próximo Tara? -Testa Líquido negativo?

10 Procedimentos – Rotina IA CADASTROS AGENDAMENTOS PORTARIA CADASTRO BALANÇAS OPERAÇÃO Carga 1ª pesagem 2ª pesagem Última descarga Saída Sem autorização Chegada veículo entrega Transponder ARMAZENAGEM Importador mercadoria Pop pesagens x carga Excesso Permitido Peso liquido (deve estar cheio) Verif.se existe tara Checa pesagens x cargas Excesso Carga Obriga Import/Mercadoria/Pop Se IA - 1 transp - n pesagens Obriga Tara saída = 1º tara Tara deve estar vazio Checa pesagens x cargas

11 Procedimentos – Rotina AS CADASTROS AGENDAMENTOS PORTARIA CADASTRO BALANÇAS OPERAÇÃO Carga 1ª pesagem 2ª pesagem saída Não tem autorização Chegada veículo entrega Transponder Importador Mercadoria POP Excesso Permitido Saída Vazio Tara deve estar vazio Peso líquido (deve estar cheio) Verif.se existe tara Checa pesagens x cargas Excesso Carga Verif. Excesso Permit. Verif.Saída Vazio Obriga Import/Mercad/Pop D2/D3

12 Procedimentos – Limites e Tolerâncias Padrão por cavalo e carreta líquido (parâmetros pesagem). Limites por Cliente, tp veículo, tp carreta bruto (limite cliente – somente menor que o do Porto). Os limites e excessos são calculados no acesso, e recalculados na operação caso o cliente informado tenha um peso especial (1º cliente = limite informado, 2º porto = limite + tara + %tolerância). Saturno busca pesos limite, tara oficial e excesso na Veículos Pátio. Tipo de operação determina o que deve ser testado pela Saturno.

13 Procedimentos – Agendamento Transação WEB Enviado pelo Importador, antes do acesso, obrigatório para entrar no Porto e pesar, previsto para ser digitado pelo importador na aquisição do novo Banco de Dados. Veículos, carretas, tipo operação, motoristas, período, POP, Transportadora. Todo agendamento deve ser Autorizado antes do acesso, somente acessam veículos autorizados pelo Responsável da DIPPA. Hoje só é possível autorizar uma operação e importador para cada veículo simultaneamente, desta forma minimizam erros de acesso.

14 Procedimentos – Acesso Veículo Registro do Acesso físico do veículo no Porto. Checagem com Agendamento, idêntico, exceto o período e o motorista deve ser informado pelo operador. Entrega e vinculação do Transponder ao acesso, exceto no caso de Acesso sem Pesagem. Pesagem Avulsa ou Acesso sem Pesagem, o Agendamento é opcional. Cálculo do limite, tara oficial e excesso Gera registro do 1º peso na veículos pátio inválido e com cálculos acima.

15 Procedimentos – Transponder

16 Procedimentos – 1ª Pesagem Subida do veículo na balança. Passagem do Transponder na leitora. Testes conforme parâmetros e limites calculados no acesso. Se erro, identifica erro e grava peso como inválido. Veículo deve passar novamente na balança para validar peso ou tela Valida Pesagem para forçar validação. Registro do peso no sistema Porto pela Saturno.

17 Procedimentos – Registro Operação Registro da carga/descarga na operação (D4) Informa Importador, mercadoria, pop, porão, armazém. Só é permitido informar operação se 1º peso ok (inválido ou sem 1º peso não registra operação) Dropdowns só traz dados autorizados no agendamento. Se houver erro no registro da operação, usar tela Altera registro da operação. 2º Peso só é liberado na balança após registro da operação.

18 Procedimentos – 2ª Pesagem Subida do veículo na balança. Passagem do Transponder na leitora. Verifica se foi registrada a operação. Testes conforme parâmetros e limites calculados no acesso. Se erro, identifica erro e grava peso como inválido. Veículo deve resolver o problema e passar novamente na balança para validar peso. ou tela Valida Pesagem para forçar validação. Registro do peso no sistema Porto pela Saturno. Cálculo do Peso líquido. Impressão automática do ticket de pesagem. Se erro em alguma informação: tela Altera após 2º Peso.

19 Procedimentos – Saída Entrega do Transponder. Teste de pesos: obrigatório mínimo 2 pesos, cfe tipo operação deve sair vazio ou cheio, pesos válidos. Só libera saída se passa em todos os testes. Registro e Liberação da Saída do veículo do porto. Só pode retornar ao porto os veículos com saída ok.

20 Procedimentos – Fim Operação Fim de Operação Geração da descarga de mercadoria Geração da cobrança (EDS) Encerramento do Agendamento

21 ContingênciaExportaçãoCadastros ImportaçãoCadastros ImportaçãoPesagens CriaçãoAgendamentos SaídaVeículos Pesagens ExportaçãoPesagens Retorno On-line SISTEMA PORTO SISTEMA SATURNO

22 Contingência Exportação dos arquivos do Sistema Porto: fundeios, clientes, mercadorias, erros balança. Importação arquivos no sistema Saturno. Leitura do transponder. Não existe checagem de agendamento. Não existe acesso. Peso 1 – testes - registro do peso Peso 2 – informações de registro de operação – testes – registro do peso. Não existe saída. Exportação dos dados de pesagem do sistema Saturno.

23 Contingência Importação dos dados no sistema Porto. Verifica agendamentos, exige que sejam registrados e autorizados. Gera acessos pela 1ª pesagens. Gera pesos válidos ou último inválido. Gera registros de operação. Gera pesos. Gera saídas se transponder ou veículo tem novo peso no arquivo de importação. Não gera saída para últimas viagens de veículos.

24 F I M


Carregar ppt "Sistema Balança/Pesagens. Índice Finalidade Visão Geral Visão Modelo de Dados Procedimentos Processo On-Line Cadastros/Parâmetros Tipo Operação Limites/Tolerâncias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google