A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONSIDERAÇÕES SOBRE BOMBAS DE FLUXO 2.1 – Fatores que Modificam a Curva da Bomba 2.1.1 - Curvas da Bomba com Rotação Variável Equações válidas para pontos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONSIDERAÇÕES SOBRE BOMBAS DE FLUXO 2.1 – Fatores que Modificam a Curva da Bomba 2.1.1 - Curvas da Bomba com Rotação Variável Equações válidas para pontos."— Transcrição da apresentação:

1 CONSIDERAÇÕES SOBRE BOMBAS DE FLUXO 2.1 – Fatores que Modificam a Curva da Bomba Curvas da Bomba com Rotação Variável Equações válidas para pontos homólogos (mesmo rendimento) Podem ser utilizadas dentro de certos limites 1 - INTRODUÇÃO 2 - COMPORTAMENTO DAS BOMBAS

2 Representação Gráfica

3 H Q  t1  t2  t3  t4  tmáx n - Curvas de mesma rotação  t - Curvas de mesmo rendimento total da bomba d = Cte Campo Básico de Funcionamento (d = Cte. e n = Var.) Obtido em bancadas de testes n1n1 n2n2 n3n3 n4n4 nono QoQo HoHo

4 Curvas da Bomba com Variação do Diâmetro do Rotor (externo) Equações válidas para pontos homólogos (mesmo rendimento Podem ser utilizadas dentro de certos limites

5 Correção Recomendada por Karassik

6 H Q d2d2 d1d1 d3d3 d4d4  t1  t2  t3  t4  tmáx d - Curvas de mesmo diâmetro (padrões do fabricante)  t - Curvas de mesmo rendimento total da bomba n = Cte Campo Básico de Funcionamento (d = var. e n = Cte) Obtido em bancadas de testes

7 2.2 – Fatores que Modificam a Curva da Instalação da Bomba ou do Ventilador Variação de níveis de líquido nos reservatórios de sucção e recalque (parcela estática variável) H Q Cs. da Instalação Equação da Instalação Var. 0

8 Variação de pressão nos reservatórios de sucção e recalque (parcela estática variável) Equação da Instalação Var. Cte H Q 0 H 0 = Cte Cs. da Instalação

9 Abertura e fechamento de um válvula com a bomba operando com rotação constante Equação da Instalação Cte Válvula H Q 0 H 0 =Cte Curva da bomba n = Cte Abert. 1 H p1 H1H1 Q1Q1 Abert. 2 Q2Q2 H2H2 H p2 F2F2 F1F1

10 Utilização de by-pass para variar a vazão com a bomba operando com rotação constante Q Q1Q1 Q2Q2 H Q 0 H 0 =Cte Equação da Instalação F Q H Curva da bomba n = Cte Curva da instalação F1F1 Q1Q1 Cte

11 2.3 – Análise da Bomba Operando com Rotação Constante e Variável Utilizando Válvula em comparação com n = Variável

12 Equação da Instalação Cte Válvula H Q 0 H 0 =Cte n Abert. 1 H p1 H1H1 Q1Q1 Abert. 2 Q2Q2 H2H2 H p2 F2F2 F1F1 n’ F3F3 H3H3

13 Utilizando by-pass em comparação com n = Variável

14 Q Q1Q1 Q2Q2 H Q 0 H 0 =Cte Equação da Instalação F Q H n Curva da instalação F1F1 Q1Q1 Cte n’

15 3 – BALANÇO DE ENERGIA NO CONJUNTO MOTO-BOMBA Motor Elétrico Acoplamento Bomba ou Ventilador


Carregar ppt "CONSIDERAÇÕES SOBRE BOMBAS DE FLUXO 2.1 – Fatores que Modificam a Curva da Bomba 2.1.1 - Curvas da Bomba com Rotação Variável Equações válidas para pontos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google