A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TÉCNICAS DE MARCADORES MOLECULARES Antonio costa de Oliveira, PhD Aula 6 - 2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TÉCNICAS DE MARCADORES MOLECULARES Antonio costa de Oliveira, PhD Aula 6 - 2013."— Transcrição da apresentação:

1

2 TÉCNICAS DE MARCADORES MOLECULARES Antonio costa de Oliveira, PhD Aula

3 Marcadores moleculares Marcadores moleculares são fragmentos de DNA associados/responsáveis por uma característica genética, apresentando uma variação detectável entre indivíduos da população testada (marcador genético)

4 Marcadores podem ser dominantes? Dominantes (presença x ausência de banda) Codominantes (bandas de diferentes tamanhos)

5 Detecção de polimorfismo - Introdução Detectando polimorfismos de DNA Molécula de DNA > 10 pb = mesma razão massa/carga. Eletroforese em gel – ferramenta mais comum; Detecção de um grande número de amostras – era pós genômica; Eletroforese capilar -capillary array electrophoresis MALDI-TOF MS - matrix-assisted laser desorption/ionization time-of-flight mass spectrometry

6 F2F2 P2P2 F1F1 P1P1 x large populations consisting of thousands of plants PHENOTYPIC SELECTION Field trialsGlasshouse trials Donor Recipient CONVENTIONAL PLANT BREEDING Salinity screening in phytotronBacterial blight screening Phosphorus deficiency plot

7 F2F2 P2P2 F1F1 P1P1 x large populations consisting of thousands of plants ResistantSusceptible MARKER-ASSISTED SELECTION (MAS) MARKER-ASSISTED BREEDING Method whereby phenotypic selection is based on DNA markers

8 Eletroforese Amostras são carregadas em um gel e submetidas a um campo elétrico. Como o DNA carrega-se negativamente, as moléculas migram para o pólo positivo. A separação de moléculas é estritamente devida a sua massa molecular; Matrizes: agarose e poliacrilamida

9 AgarosePoliacrilamida % Resolução (kb)% Resolução (pb) – – – Poder de resolução

10 Idéias iniciais Dependendo do marcador, usa-se o polímero mais adequado. RFLP e RAPD – agarose Microsatélites e AFLPs – geram fragmentos menores – poliacrilamida é mais indicado Após a eletroforese, um agente de detecção é utilizado. Brometo de etídio (agarose)ou Nitrato de prata (poliacrilamida). Pode-se incorporar um nucleotídeo marcado durante o passo de PCR (AFLP e SSR). A revelação é então feita com autorradiografia. Microsatélites – Também usada a técnica de laser. Neste caso o primer é marcado com um corante fluorescente e separado em gel de poliacrilamida. RFLPs – requer o uso de uma hibridização de Southern. Moléculas separadas em um gel de agarose são transferidas para uma mebrana de nylon. A membrana então contém uma cópia da distribuição dos fragmentos no gel. Uma sonda da sequência de interesse é então hibridizada à membrana. As sondas não ligadas são removidas por uma série de lavagens estringentes. A membrana é exposta a um filme de autorradiografia e o polimorfismo é revelado no filme.

11 TIPOS DE MARCADORESFenotípicos morfológicos bioquímicos: isoenzimas, proteínas de reserva Genotípicos RFLP (restriction fragment length polymorphism) RAPD (random amplified polymorphism DNA) SSR (simple sequence repeats) = microsatélites AFLP (amplified fragment length polymorphism) ISSR (inter-simple sequence repeats) SCAR (sequence-characterized amplified regions) STS (sequence-tagged sites) SNPs (single nucleotide polimorphisms) PCR

12 Locos RFLP Uma análise de RFLP é uma aplicação da técnica de Southern. Clones, Enzimas e hibridizações informativas Marcadores RFLP são definidos por uma combinação específica de enzima-sonda. Clones genômicos escolhidos ao acaso podem frequentemente não funcionar por causa que genomas de plantas muitas vezes consistem de um grande número de sequências repetitivas. As duas fontes primárias de clones para mapeamento dde plantas e animais usando RFLP são clones de cDNA e clones genômicos derivados de PstI. Clones PstI são baseados na idéia de que genes expressos não são metilados. A enzima PstI é sensível à metilação e protanto estes fragmentos teriam grande probabilidade de ter poucas cópias no genoma. Quando vários clones são obtidos, DNA de genótipos paternos são digeridos com uma série de enzimas e hibridizados com os clones. Algumas destas hibridizações irão gerar polimorfismos que podem ser utilizados para o mapeamento na progênie.

13 Genetics Techniques: RFLP & PCR

14

15 RFLP To see RFLP, DNA is digested with the appropriate restriction enzymes and run on an agarose gel. A Southern Blot is performed to complete the analysis.

16 RFLP Stands for Restriction Fragment Length Polymorphism Takes advantage of differences in DNA between individuals that result in different fragments when digested with restriction enzymes How many fragments will result when each of these alleles are digested with DdeI? 3 fragments 2 fragments

17 Southern Blotting A method to visualize specific segments of DNA– usually a particular gene. Uses radioactive probes that bind to the specific DNA segments –Ex. When testing for the hemoglobin alleles, the probe would bind to these regions

18 Southern Blotting Steps: –Soak gel in basic solution to separate DNA strands –Transfer DNA on to a nylon membrane (spacing of DNA is maintained) –Incubate with radioactive probe for specific segment –Wash away unbound probe –Detect probes using x-ray film  autoradiograph

19 RFLP AUTORRADIOGRAFIA Extração de DNA Transferência Do DNA para membrana de nitrocelulose Gel de agarose: Separação dos fragmentos  Digestão total Hibridização c/ sonda radioativa

20 RFLPs in varieties

21

22 Availability of aneuploids A B D 3

23 RFLPs group 3s


Carregar ppt "TÉCNICAS DE MARCADORES MOLECULARES Antonio costa de Oliveira, PhD Aula 6 - 2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google