A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

André Amorim. As finanças são o estudo do planejamento financeiro, da gestão de ativos e da captação de fundos por empresas e instituições financeiras.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "André Amorim. As finanças são o estudo do planejamento financeiro, da gestão de ativos e da captação de fundos por empresas e instituições financeiras."— Transcrição da apresentação:

1 André Amorim

2 As finanças são o estudo do planejamento financeiro, da gestão de ativos e da captação de fundos por empresas e instituições financeiras.

3 PeríodoFATORES a.cSistema tributário na Suméria a.cBabilônios tinham leis que regulamentavam o empréstimo a.cFaraós do Egito arrecadavam 20% da produção. Idade médiaA igreja proibiu a cobrança de juros, surgiu a primeira bolsa de valores. Idade modernaSurge o primeiro banco nos moldes moderno o Rialto. Revolução Industrial Surge a linha de montagem e a contabilidade implanta o CMV e o CPV. Segunda guerra Mundial Calculo da rentabilidade do investimento; O estudo do orçamento da liquidez e a política de financiamento. Crise de 1929Preocupação com a liquidez e solvência das organizações. Teorias de Taylor, Ford e Fayol Gerenciamento e maximização operacional dos ativos. Teoria de KeynesRetorno do investimento e custo do capital. Modigliani e MillerIrrelevância do mercado de capital e da política de dividendos para mensuração do valor real da empresa. Anos 90Risco X Retorno e a idéia de Portifolio.

4  A administração financeira é uma ciência que tem como objetivo a maximização da riqueza das corporações, negociando a captação de recursos, de terceiro ou próprio, de maneira equilibrada e aplicando de forma a obter os melhores resultados dos mesmos através do planejamento, execução e controle dos recursos.

5

6 RECEITA BRUTA R$ ,00 (-) Devoluções R$ (26.000,00) (-) Impostos sobre vendas R$ (35.000,00) (=) RECEITA LIQUIDA R$ ,00 (-) CMV – Custo das Mercadorias Vendidas R$ ( ,00) (=) RESULTADO BRUTO R$ ,00 (-) Despesas de vendas R$ (58.000,00) (-) Despesas c/ pessoal R$ (77.000,00) (-) Despesas administrativas R$ (11.000,00) (=) RESULTADO ANTES DO RESULTADO FINANCEIRO R$ ,00 (+) Receita Financeira R$ ,00 (-) Despesas Financeiras R$ (8.500,00) (=) RESULTADO DEPOIS DO RESULTADO FINANCEIRO R$ ,00 (+)Outras Receitas R$ 5.000,00 (-) Outras Despesas R$ (7.500,00) (=) RESULTADO LÍQUIDO ANTES DO IR E CSSL R$ ,00 (-) IR E CSSL R$ (31.450,00) (=) RESULTADO LÍQUIDO ANTES DAS PARTICIPAÇÕES R$ ,00 (-) Participações R$ (53.742,50) (=) RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCICIO R$ ,50

7 Planejamento; Controle; Gestão dos Ativos e Passivos.

8 O gestor deverá está bem engajado com os objetivos dos sócios da organização e ciente dos objetivos da empresa; Um bom planejamento não poderá ser mensurado positivamente de tal forma que seu alcance seja uma utopia, ou subjugado que seu alcance torne-se certo; A partir do planejamento o gestor irá decidir em quais ativos deverá investir e comparar os resultados dos os mesmos com o planejado, excluindo aqueles que não obtiverem um bom rendimento; Deverá também analisar se a capitação dos recursos favoreceu para a maximização dos resultados da empresa e colaborou para remuneração do capital dos acionistas ou cotistas da empresa.

9 O gestor deverá está ciente se o planejamento está sendo executado conforme previsto; Corrigir as distorções ocorridas no decorrer do processo que estão prejudicando o desempenho na execução do projeto; Controlar todo desempenho financeiro da empresa, através da análise dos índices e das demonstrações contábeis e financeiras, para que não haja problemas que venham levar a organização à descontinuidade das suas atividades;

10 Aplicação dos recursos da empresa da melhor forma, ou seja, que venha a maximizar os resultados sem, contudo ocorrer riscos elevados à organização; Ficar atento com o fluxo do caixa da empresa, ou seja, com a entrada e saída de recursos de tal forma a não comprometer a liquidez e capacidade de pagamento em curto prazo, pois a má gestão desses recursos poderá incorrer na busca de capital com o custo mais elevado.

11 Deverá estabelecer a melhor estrutura financeira para organização, ou seja, de quanto deverá ser o capital próprio e o capital de terceiro, para que a empresa tenha uma adequada liquidez; Deverá também fazer boas negociações na aquisição de capital de terceiros, procurando recursos com baixas taxas de remuneração e com bons prazos para pagamento.

12 Duas decisões primordiais: 1. Em quê investir; 2.De onde se originarão os recursos para execução dos investimento;

13 O ponto chave desse binômio é o equilíbrio e maturidade financeira da organização, levando sempre em consideração o risco X retorno de cada operação Ressaltamos que o capital próprio também é remunerado através do lucro, e que os sócios da empresa tem uma perspectiva de ganho, que deve superar as oferecidas pelo mercado especulativo; Se houver um resultado de lucro acima das expectativas dos sócios, se justificará uma política de dividendos, pois essa ação dissolverá parte do lucro dos acionistas ou cotistas com os outros investidores, tornando essa operação inviável se a lucratividade da organização for abaixo do esperado pelos proprietários.

14 14 Econômico – que é a relação entre o resultado operacional da empresa com o custo pelo qual se fez necessário para obtenção do redito. Os riscos são inerentes à própria atividade da empresa, tais como sazonalidade, concorrência, mudança de tecnologia, qualidade do produto taxa de juros, intervenções governamentais etc; Financeiro - é o resultado de geração de recursos disponíveis com as obrigações passivas vencíveis em curto prazo. Uma organização para ficar com uma situação confortável deverá dispor de recursos disponíveis necessários para pagamento de seu passivo. O risco está na má gestão dos recursos que poderá ocasionar o não pagamento das suas obrigações prejudicando a saúde financeira da empresa.

15 15 ORIGENS X APLICAÇÕES Balanço Patrimonial AtivoP e PL (origens) Aplicações De terceiros e próprio $$$$$$$$ $$$ $ $$$$$$$$ Proprietários (PL) Fornecedores Governo Bancos Financeiras etc. Caixa Estoque Máquinas Imóveis etc. Balanço Patrimonial

16 16 ATIVOPASSIVO CirculanteCirculante Permanente Realiz. L.P. Patrim. Líquido Exig. L.P. Disponível (Caixa e Bancos) 600 Duplicatas a Receber (Clientes) Estoques 700 Total Fornecedores 600 Empréstimos a pagar 1200 Contas a Pagar 800 Total Títulos a Receber Total Investimentos 600 Imobilizado Diferido 400 Total Empréstimos a Pagar Total Capital Social Reservas 100 Lucro do Exercício 300 Total TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO Aplicações:. Giro$. Permanente$ Aplicações:. Giro$. Permanente$ Fontes:. Terceiros$. Próprias$ Fontes:. Terceiros$. Próprias$ Aplicações:. Giro$ Permanente$ Aplicações:. Giro$ Permanente$ Fontes:. Terceiros$ Próprias$ Fontes:. Terceiros$ Próprias$ 2.400

17 Permanente ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL Circulante PL ATIVO 100 PELP PASSIVO ARLP 5 ATIVO: Classificação em ordem de liquidez PASSIVO: Classificação em ordem de vencimento das exigibilidades

18 Ativo Circulante + ARLP $ 45 ÍNDICES DE LIQUIDEZ - LIQUIDEZ GERAL Ativo Permanente $ 40 Passivo Circulante 20 Exig. Longo Prazo 15 Patrimônio Líquido $50 Capital Terceiros ou Exigível Total CCP Fórmula:(AC + ARLP) / (PC + PELP) > Melhor CCP

19 Ativo Circulante ÍNDICES DE LIQUIDEZ - LIQUIDEZ CORRENTE Ativo Permanente Passivo Circulante Exig. Longo Prazo Patrimônio Líquido $50 Fórmula:AC / PC > Melhor CCL = AC - PC

20 Ativo Circulante ÍNDICES DE LIQUIDEZ - LIQUIDEZ SECA Ativo Permanente Passivo Circulante Exig. Longo Prazo Patrimônio Líquido $50 Fórmula: (AC – Estoques) / PC > Melhor CCL = AC - PC

21 Equilíbrio


Carregar ppt "André Amorim. As finanças são o estudo do planejamento financeiro, da gestão de ativos e da captação de fundos por empresas e instituições financeiras."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google