A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SOLUÇÕES FOCADAS PARA MINIMIZAR OS RISCOS NO MINISTÉRIO Arthur Blinci.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SOLUÇÕES FOCADAS PARA MINIMIZAR OS RISCOS NO MINISTÉRIO Arthur Blinci."— Transcrição da apresentação:

1 SOLUÇÕES FOCADAS PARA MINIMIZAR OS RISCOS NO MINISTÉRIO Arthur Blinci

2 “A Síndrome de Avestruz” Fazer do Comportamento Adulto Seguro e Apropriado uma Prioridade nos Ministérios da Criança & Jovem, centralizados em Cristo. Apresentado por: Arthur F. Blinci, VP – Chefe do Departamento de Gestão de Risco

3 A cada 10 segundos

4 Uma criança sofre Abuso na América do Norte…

5 O abuso contra a criança ocorre em todos os países envolvendo mais de 40 milhões de crianças.

6 ESTATÍSTICAS INCOMPREENSÍVEIS...  Índia – 2 em 3 crianças com menos de 12 anos sofrem abuso físico. – Metade (53.2%) sofreu abuso sexual. – Mais da metade das crianças sofre abuso emocional, com 83% indicando que os pais são os agressores. –Fonte: Estudo do Abuso Contra a Criança do Governo da Índia – 2007  Filipinas – A idade para o sexo consensual é de apenas 12 anos. – Estima-se que 10 mil crianças são exploradas pela cibernética relacionada ao sexo, a cada ano.

7

8

9 “O reconhecimento do molestamento ou do abuso sexual contra a criança depende inteiramente de nossa disposição de entreter a possibilidade de que essa condição pode existir.” --Suzanne Sgroi, M.D. ISSO NÃO PODE ACONTECER NA MINHA IGREJA!

10 SÍNDROME DE AVESTRUZ...  “A conduta sexual imprópria não é algo que ocorre na Igreja Adventista do Sétimo Dia.  “Deus protegerá nossas crianças de danos.”  Podemos identificar facilmente o abuso contra a criança e estarmos dispostos a relatar a ocorrência do abuso em nossas congregações e escolas.  O Staff e Voluntários adultos sabem como interagir apropriadamente com as crianças. Nossa cabeça está enterrada na areia?

11 A Sra. Avestruz não está se divertindo.

12 QUAL É NOSSA MISSÃO?

13 JESUS DISSE … MATEUS 18:1-6

14 NOSSAS CRIANÇAS, ESTUDANTES E ADOLESCENTES… Nosso Sagrado Depósito e Responsabilidade… e Responsabilidade…

15 O QUE TORNA AS CRIANÇAS VULNERÁVEIS  Envolta no Segredo.  Normas Culturais.  Poder Adulto Abusivo.  Inaptidão para Compreender.  Fracasso da Resposta de Proteção da Sociedade.  Crianças sofrendo no silêncio sem saber o que é “normal”.

16 1 PEDRO 2:9… Somos um povo escolhido… Pertencente a Deus… Chamado das trevas para … Sua maravilhosa Luz.

17

18 RESPONSABILIDADES DA IGREJA Dever de proteger nossas crianças que estão  Participando na Igreja e nas atividades da escola.  Sendo supervisadas por empregados e voluntários.  Usando nossas instalações. Dever de exercer razoável cuidado seleção, treinamento, supervisão e retenção do staff e voluntários. Dever de restringir as oportunidades de abuso. Dever de denunciar os ofensores às autoridades locais. Dever de prevenir o potencial para falsas acusações.

19 TODAS AS IGREJAS SÃO VULNERÁVEIS Comunidade de Confiança. Ignorância dos fatos. Silêncio da Liderança Interna. Falta de Salvaguardas. Numerosas Oportunidades. Fácil Acesso ao Ministério. Necessidade Constante de Voluntários para Ajudar as Crianças e os Jovens. Deixar de responder de forma direta quando surgem situações.

20 IMPACTOS POTENCIAIS Fatores de Perda o Vidas Prejudicadas. o Recursos Humanos. o Recursos Financeiros. Vidas e Reputações Impactadas. Perda da Confiança na Liderança da Igreja. Perda de Membros. Cumprimento de nossa Missão.

21 DIOCESE DE VERMONT Paga $17.6 milhões… Acordo de 26 ações judiciais, que remontam à década de Edifício sede da diocese sendo vendido para ajudar a pagar o acordo. “Esses incidentes infelizes enfraqueceram a vida da Igreja. Isso impactou gravemente a missão da igreja. Agora é o meu dever revitalizar essa missão.” Pispo Salvatore Matano, Diocese Católica Romana de Vermont USA Today, 14/5/2010

22 FAZER A COISA CERTA A proteção da instituição deve sempre vir em segundo lugar ao fazer o que é certo. Por fim, será isso que irá proteger a organização.”

23 Estamos preparados?

24 O ABUSO CONTRA A CRIANÇA DE FATO OCORRE Nas igrejas, escolas, acampamentos e em outros eventos patrocinados pelos adventistas …

25 OS FILHOS DE DEUS SÃO PROTEGIDOS “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. Estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês anda ao redor como LEÃO, RUGINDO e procurando a quem possa devorar. Resistam-lhe permanecendo firmes na fé […]” 1 Pedro 5:7-9 NVI

26 Jesus disse… “ Quem recebe uma destas crianças em meu nome, está me recebendo. Mas se alguém fizer tropeçar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe seria amarrar uma pedra de moinho no pescoço e se afogar nas profundezas do mar.” Mateus 18:2-6

27 O QUE É ABUSO CONTRA A CRIANÇA? O abuso contra a criança é um ato cometido pelo pai ou mãe, cuidador ou outra pessoa em posição de confiança. Não é acidental e fere ou ameaça ferir a saúde física ou mental ou o bem estar de uma criança.

28 FORMAS DE ABUSO CONTRA A CRIANÇA  Abuso físico ou emocional contra a criança.  Negligência da criança.  Comportamento sexual impróprio ou ilegal:  Contato físico.  Interação verbal.  Interação visual.

29 ABUSO SEXUAL CONTRA A CRIANÇA O abuso sexual contra a criança envolve toda atividade sexual com uma criança onde não há ou não pode haver consentimento. Isso inclui contato sexual quer pela força ou ameaça de força, independentemente da idade dos participantes e todo o contato sexual entre um adulto e uma criança. Atos sexualmente abusivos podem incluir penetração sexual, toque sexual ou atos sem contato sexual tais como exposição ou voyeurismo. – U.S.D.H.H.S. Center for Disease Control and Prevention

30 FATOS SOBRE ABUSO SEXUAL CONTRA CRIANÇA  Crianças mais Velhas Vítimas (América do Norte) –1 em 4 meninas até 18 anos. –1 em 6 meninos até 18 anos.  Mais 80% das vezes o Abusador é conhecido da vítima.  Menos de 5% das crianças contam a alguém que estão sofrendo abuso.  75% de todos os crimes cometidos contra as crianças é de natureza sexual.

31 MAIS FATOS …  Se o abuso ocorre em uma Igreja, um membro respeitado será o mais provável molestador.  O abuso sexual ocorre em todas as raças, grupos socioeconômicos e religiosos.  A idade média das vítimas é entre 8-11 anos.  Raramente o abuso sexual ocorre apenas uma vez.  Raramente as crianças mentem a respeito de estarem em uma situação de abuso.

32 O ALVO 8 A11 ANOS DE IDADE

33 OS ADULTOS SABEM COMO INTERAGIR APROPRIADAMENTE COM AS CRIANÇAS

34 MISSÃO CRÍTICA A Missão: Programas e atividades centralizados em Cristo para crianças e jovens. O Desafio: Proteger a criança contra danos ou abuso. Devida avaliação dos Empregados & Voluntários. Devido treinamento de todos os Empregados & Voluntários a respeito de como apropriadamente interagir com crianças. Devida supervisão de todos os programas e atividades patrocinados pela igreja. Disposição de denunciar os abusadores às autoridades legais.

35 CÓDIGO DE CONDUTA DO VOLUNTÁRIO 1.O tempo todo prover supervisão apropriada. 2.Ter, pelo menos, um outro adulto presente, o tempo todo, ou nunca ficar sozinho com uma criança o tempo todo. 3.Pedir permissão à criança para tocá-la por algum motivo. 4.Não usar de ataques físicos ou verbais. 5.Afirmar as crianças apenas de forma apropriada. 6.Redobrar o cuidado ao levar as crianças para o banheiro. 7. Redobrar o cuidado quando realizar atividades em salas sem janelas de supervisão. 8. Cooperar com o processo de pesquisa de antecedentes do voluntário. 9. Estar atento aos sinais de abuso contra a criança e às leis e requerimentos legais quanto à divulgação. 10. Conduzir-me como pessoa amorosa, bondosa, firme e profissional o tempo todo. 11. Participar no treinamento e orientações ao voluntário. 12. Enaltecer os padrões e crenças adventistas o tempo todo.

36 SER VIGILANTE o tempo todo… Os abusadores cultivam o relacionamento com as crianças: Identificar crianças com carências emocionais. Estabelecer relacionamento com a família da criança para ganhar-lhes a confiança. Iniciar contatos em situações onde não há outro adulto presente ou provocar essas situações. Separar a criança dos colegas ou irmãos como um amigo “especial”. Estabelecer relacionamento como “colega” ou “amigo” da criança.

37 1.000 PEDÓFILOS ONLINE IDENTIFICADOS EM 2 MESES Mas o que eles não sabem: Eu não sou real.

38 MANCHETES RECENTES... Pedofilia Internacional na internet leva à prisão 29 operadores cibernéticos em vários países – janeiro de Pastor americano preso nas Filipinas sob alegações de abuso contra crianças em quatro orfanatos – janeiro de A Convenção Batista da Flórida apelou da sentença de $ 12 milhões contra um pastor por molestamento de criança – janeiro de Diretor de Escola Adventista preso na Índia por atos lascivos com uma estudante – junho de Ex-empregado da AG condenado por pornografia infantil e abuso de três meninas, sentenciado a 150 anos de prisão – julho de 2013.

39 PROTEÇÃO DA CRIANÇA… “O que sua igreja está fazendo, não apenas para fortalecer suas crianças, mas também para se certificar que elas estão protegidas de todas as formas possíveis?” “[…] atos criminosos contra crianças, especialmente durante atividades oficiais da igreja, podem destruir a confiança da criança na igreja e, muitas vezes, no Deus da igreja. Grande ira está reservada para os que cometem tais ações e para os que protegem os culpados. Cristo e Sua mensagem despertam fé e confiança. Como uma organização humana se atreve a prejudicar essa fé infantil por falta de vigilância?” Lição de Adultos da ES – 22/1/2014

40 FAÇA A DIFERENÇA

41 Se não for você… Quem Será?

42 PROTEGER AS CRIANÇAS CONTRA O ABUSO 1.Aprender os fatos e compreender os riscos potenciais. 2.Minimizar a oportunidade. 3.Falar a respeito. 4.Permanecer alerta. 5.Revisar os suspeitos. 6.Criar um plano de prevenção de abuso contra a criança. 1.Envolver-se – Ser proativo protegendo as crianças do abuso.

43 QUEM FAZ PARTE DE “SEU” REBANHO? “ Aconselho que cuidem bem do rebanho que Deus lhes deu.” 1 Pedro 5:2 e 4 NTLH

44 SOMENTE “VOCÊ” PODE FAZER A DIFERENÇA…

45 FERRAMENTAS - RECURSOS

46

47 Nossa comunidade adventista será um ambiente centrado e seguro em Cristo onde as crianças são amadas e valorizadas; onde as crianças são capazes de apreciar seu valor e importância; e onde as crianças podem crescer e desenvolver seu caráter para prestarem contas de si mesmas e agirem com responsabilidade para com os outros.

48 Comentários ou Sugestões ?

49 INFORMAÇÃO DE CONTATO Arthur F. Blinci, ARM eMBA Diretor da Gestão de Risco A informação contida nesta apresentação se baseia nos princípios gerais de gestão de risco e não constituem endosso da Adventist Risk Management, Inc. de quaisquer produtos, serviços ou curso de ação. É da responsabilidade dos presentes tomarem suas próprias decisões a respeito da responsabilidade e correção da informação aqui contida. Aconselha-se que todas as organizações busquem parecer jurídico qualificado sempre que lidarem com as questões abordadas neste seminário. © 2013 – Adventist Risk Management, Inc.

50 Arthur Blinci


Carregar ppt "SOLUÇÕES FOCADAS PARA MINIMIZAR OS RISCOS NO MINISTÉRIO Arthur Blinci."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google