A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L."— Transcrição da apresentação:

1 1 A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L

2 2 Capítulo 14 Os Períodos HistóricosProvidenciais HistóricosProvidenciais A lei dos paralelos históricos

3 3 Introdução Introdução Ao Estudo da História Introdução Introdução Ao Estudo da História

4 4 Evolução Histórica Perpétua Evidência 2 A teoria materialista da história A história é a mera soma das atividades humanas em progresso. humanas em progresso. A história é a mera soma das atividades humanas em progresso. humanas em progresso. I ONDA Revolução Agrícola Idades Antiga e Média I ONDA Revolução Agrícola Idades Antiga e Média II ONDA Revolução Industrial Idade Moderna II ONDA Revolução Industrial Idade Moderna III ONDA Revolução Eletro- cibernética Idade Moderna III ONDA Revolução Eletro- cibernética Idade Moderna

5 5 Revolução dos Sistemas Sociais A teoria marxista da história Sociedade Comunitária Primitiva A história é uma contínua luta de classes pelo fim da exploração econômica. pelo fim da exploração econômica. A história é uma contínua luta de classes pelo fim da exploração econômica. pelo fim da exploração econômica. Sociedade Feudal Sociedade Capitalista Sociedade Socialista Sociedade Comunista Sociedade Escravista Egoísmo? Altruísmo?

6 6 Era Adâmica Era Cristã QUEDA DO HOMEM História Providencial A teoria cristã da história A história é o trabalho Providencial de Deus para salvar os cristãos escolhidos. A história é o trabalho Providencial de Deus para salvar os cristãos escolhidos. Deus Adão Jesus Juízo Final Jesus Juízo Final Cristãos Céu Eterno Cristãos Céu Eterno Pagãos Inferno Eterno Pagãos Inferno Eterno Destruição do Céu e da Terra Era Judaica

7 7 A teoria Deusista da história A história é o trabalho Providencial de Deus para restaurar o homem e construir o Reino dos Céus. A história é o trabalho Providencial de Deus para restaurar o homem e construir o Reino dos Céus. Adão Original Adão Decaído Homo Erectus BARBARISMO — Homo Foerus Perfeição QUEDA DO HOMEM A Revolução do Homem P C F Idade Antiga Idade Antiga Idade Média e Moderna Idade Média e Moderna Idade Contem- porânea Idade Contem- porânea FAMILISMO — Homo Divinus ESCRAVISMO — Homo Vastans LIBERALISMO — Homo Liberalis MUTUALISMO — Homo Amoris FEUDALISMO — Homo Sapiens

8 8 As Leis da Criação 5. Lei da Responsabilidade Responsabilidade 5. Lei da Responsabilidade Responsabilidade 5. Lei do Falso que Precede o Verdadeiro Precede o Verdadeiro 5. Lei do Falso que Precede o Verdadeiro Precede o Verdadeiro 1. Lei da Dualidade 2. Lei da Ação de Dar e Receber de Dar e Receber 2. Lei da Ação de Dar e Receber de Dar e Receber 3. Lei do Domínio pelo Centro pelo Centro 3. Lei do Domínio pelo Centro pelo Centro 4. Lei da Perfeição pelos 3 Estágios pelos 3 Estágios 4. Lei da Perfeição pelos 3 Estágios pelos 3 Estágios 1. Lei da Indenização 2. Lei da Separação 3. Lei das Providências Condicionais Condicionais 3. Lei das Providências Condicionais Condicionais 4. Lei dos Paralelos Históricos Históricos 4. Lei dos Paralelos Históricos Históricos As Leis da Restauração As leis Deusistas da história

9 9 As 3 eras históricas providenciais Abraão (Jacó) Abraão (Jacó) Jesus Idade do Fundamento para a Restauração Período histórico em símbolo Idade da Restauração Período histórico em imagem Idade do Prolongamento da Restauração Período histórico em substância espiritual Fundamento para o Messias em Nível Nacional Fundamento para o Messias em Nível Familiar Fundamento para o Messias em Nível Mundial 2000 anos Era Judaica 2000 anos Era Judaica 2000 anos Era Cristã 2000 anos Era Cristã 2000 anos Era Adâmica 2000 anos Era Adâmica Jesus SSA Abraão (Jacó) Abraão (Jacó) Adão Eternidade Idade da Construção do Reino dos Céus Período histórico em substância cósmica Fundamento para o Messias em Nível Cósmico Eternidade Era Celeste Verdadeiros Pais Verdadeiros Pais

10 10 O Significado dos Números Providenciais O Significado dos Números Providenciais

11 11 O significado da restauração dos números a) Restaurar o Fundamento de Fé; b) Restaurar o Fundamento de Substância; c) Restaurar o Período de Crescimento; d) Restaurar o Fundamento de 4 Posições; e) Restaurar a Perfeição de Adão e Eva; f) Restaurar a União com Deus (DDD — 4º Estágio); g) Restaurar a Ordem Original do Universo. A restauração dos números significa a restauração do homem e do universo A restauração dos números significa a restauração do homem e do universo

12 12 Por que os números 12, 4, 21 e 40 devem ser restaurados ? Por que os números 12, 4, 21 e 40 devem ser restaurados ? a) Porque todos os números seriam concretizados naturalmente por Adão e Eva, quando cruzassem naturalmente por Adão e Eva, quando cruzassem o Período de Crescimento e atingissem a Perfeição; o Período de Crescimento e atingissem a Perfeição; a) Porque todos os números seriam concretizados naturalmente por Adão e Eva, quando cruzassem naturalmente por Adão e Eva, quando cruzassem o Período de Crescimento e atingissem a Perfeição; o Período de Crescimento e atingissem a Perfeição; b) Porque, uma vez ocorrida a Queda, a Figura Central substituta de Adão, deve restaurar Central substituta de Adão, deve restaurar os números perdidos (por indenização). os números perdidos (por indenização). b) Porque, uma vez ocorrida a Queda, a Figura Central substituta de Adão, deve restaurar Central substituta de Adão, deve restaurar os números perdidos (por indenização). os números perdidos (por indenização). a) Porque todo o universo foi criado matematicamente e é suportado por esses números. Como Restauração é e é suportado por esses números. Como Restauração é Recriação, os números devem reaparecer na história Recriação, os números devem reaparecer na história Providencial da Restauração; a) Porque todo o universo foi criado matematicamente e é suportado por esses números. Como Restauração é e é suportado por esses números. Como Restauração é Recriação, os números devem reaparecer na história Recriação, os números devem reaparecer na história Providencial da Restauração;

13 13 O significado do número 4 Número do Fundamento de 4 Posições; Número do Fundamento de 4 Posições; Número da Esfera do Domínio Direto de Deus. Número da Esfera do Domínio Direto de Deus. Número do Fundamento de 4 Posições; Número do Fundamento de 4 Posições; Número da Esfera do Domínio Direto de Deus. Número da Esfera do Domínio Direto de Deus. 4 4 C F Satanás invadiu a família — o número 4. Assim, Adão e Eva não realizaram o Fundamento de 4 posições. Conseqüentemente, não realizaram o Fundamento de 4 posições. Conseqüentemente, também não entraram no Domínio Direto de Deus também não entraram no Domínio Direto de Deus Satanás invadiu a família — o número 4. Assim, Adão e Eva não realizaram o Fundamento de 4 posições. Conseqüentemente, não realizaram o Fundamento de 4 posições. Conseqüentemente, também não entraram no Domínio Direto de Deus também não entraram no Domínio Direto de Deus Ap P AdãoAdão DeusDeus EvaEva FilhosFilhos

14 14 O significado do número 12 Número das 12 finalidades objetivas; Número das 12 finalidades objetivas; Número das 12 relações familiares básicas Número das 12 relações familiares básicas geradas no fundamento de 4 posições. geradas no fundamento de 4 posições. Número das 12 finalidades objetivas; Número das 12 finalidades objetivas; Número das 12 relações familiares básicas Número das 12 relações familiares básicas geradas no fundamento de 4 posições. geradas no fundamento de 4 posições. 12 Ap C F Adão e Eva não realizaram o fundamento de 4 posições, que se formaria através dos 3 estágios (4x3 = 12), originando um conjunto de 12 finalidades objetivas (4 elementos, tendo cada um três objetos como fontes de alegria) Adão e Eva não realizaram o fundamento de 4 posições, que se formaria através dos 3 estágios (4x3 = 12), originando um conjunto de 12 finalidades objetivas (4 elementos, tendo cada um três objetos como fontes de alegria) Adão Deus Eva Filhos Adão Eva P

15 15 O significado do número 21 Número da Perfeição Física e Espiritual. Número da Perfeição Física e Espiritual. 21 C F Adão e Eva deveriam alcançar a perfeição física (4) e a perfeição espiritual (3) em cada estágio do período de crescimento, realizando o espiritual (3) em cada estágio do período de crescimento, realizando o número 21 (7x3=21). Assim, o número 21 é representativo do número 7. Adão e Eva deveriam alcançar a perfeição física (4) e a perfeição espiritual (3) em cada estágio do período de crescimento, realizando o espiritual (3) em cada estágio do período de crescimento, realizando o número 21 (7x3=21). Assim, o número 21 é representativo do número = Número da Perfeição Física. = Número da Perfeição Física. = Número da Perfeição Celeste. = Número da Perfeição Cósmica (Perfeição do Céu e da Terra). (Perfeição do Céu e da Terra). = Número da Perfeição Cósmica (Perfeição do Céu e da Terra). (Perfeição do Céu e da Terra). Ap P PCF PCF PCF

16 16 O significado do número 40 Número da Separação de Satanás. Número da Separação de Satanás. 40 C F Adão e Eva, criados imaturos, deveriam se aperfeiçoar e retornar a Deus ao atingir o 10º nível (número do retorno), entrando na esfera do Domínio Direto de Deus. Alí, realizariam o fundamento de 4 posições, o qual tornar-se-ia o fundamento da perfeição do número 40 (4x10=40). tornar-se-ia o fundamento da perfeição do número 40 (4x10=40). Adão e Eva, criados imaturos, deveriam se aperfeiçoar e retornar a Deus ao atingir o 10º nível (número do retorno), entrando na esfera do Domínio Direto de Deus. Alí, realizariam o fundamento de 4 posições, o qual tornar-se-ia o fundamento da perfeição do número 40 (4x10=40). tornar-se-ia o fundamento da perfeição do número 40 (4x10=40). Adão Deus Eva Filhos Adão Eva = Número do Fundamento = Número do Fundamento de 4 posições. de 4 posições. = Número do Fundamento = Número do Fundamento de 4 posições. de 4 posições. = Número do Retorno. = Número da Restauração do Fundamento de 4 posições. Fundamento de 4 posições. = Número da Restauração do Fundamento de 4 posições. Fundamento de 4 posições x 4 = 40 Ap P

17 17 Exemplos dos números sagrados na Bíblia, na natureza e na sociedade Exemplos dos números sagrados na Bíblia, na natureza e na sociedade Bíblia NaturezaSociedade 4 Estações 4 Pontos cardeais 4 Número da estabilidade 4 Membros dos mamíferos 4 Estações 4 Pontos cardeais 4 Número da estabilidade 4 Membros dos mamíferos 4 Idades históricas 4 Idades históricas 40 dias (guerra do Golfo) 40 pontos (Economia/Brasil) 40 dias de trabalho de Jesus 4 Idades históricas 4 Idades históricas 40 dias (guerra do Golfo) 40 pontos (Economia/Brasil) 40 dias de trabalho de Jesus 12 tipos de personalidades 12 meses do ano 12 horas (dia/noite) 12 anos (gestação bovina) 12 tipos de personalidades 12 meses do ano 12 horas (dia/noite) 12 anos (gestação bovina) 210 dias (gestação do urso) 21 anos (maturidade física) 7 notas musicais 7 notas musicais 7 dias da semana 7 dias da semana 210 dias (gestação do urso) 21 anos (maturidade física) 7 notas musicais 7 notas musicais 7 dias da semana 7 dias da semana 12 ministérios (JK) 120 dias (Guerra do Golfo) 12 (3.4 = governo Reagan) 12 anos (curso de piano) 12 ministérios (JK) 120 dias (Guerra do Golfo) 12 (3.4 = governo Reagan) 12 anos (curso de piano) 21 anos governo militar/Brasil 21 de abril (Brasil/descoberta) 7 anos (II Guerra Mundial) 7 anos (II Guerra Mundial) 21 anos governo militar/Brasil 21 de abril (Brasil/descoberta) 7 anos (II Guerra Mundial) 7 anos (II Guerra Mundial) 3 estados da matéria 3 cores primárias 3 alimentos principais 3 reinos naturais 3 estados da matéria 3 cores primárias 3 alimentos principais 3 reinos naturais 3 poderes 3 ciências naturais 3 guerras mundiais 3 níveis de escolaridade 3 poderes 3 ciências naturais 3 guerras mundiais 3 níveis de escolaridade 40 dias do Dilúvio 40 dias (corpo de Jacó) 40 dias de Jejuns de Moisés 40 dias de trabalho de Jesus 40 dias do Dilúvio 40 dias (corpo de Jacó) 40 dias de Jejuns de Moisés 40 dias de trabalho de Jesus 12 filhos de Jacó 12 tribos de Moisés 12 apóstolos de Jesus 120 anos da Arca 12 filhos de Jacó 12 tribos de Moisés 12 apóstolos de Jesus 120 anos da Arca 21 anos de Jacó em Harã 21 dias do I curso de Moisés 70 anciãos no Monte Sinai 70 discípulos de Jesus 21 anos de Jacó em Harã 21 dias do I curso de Moisés 70 anciãos no Monte Sinai 70 discípulos de Jesus 3 pombos de Noé 3 dias de trevas no Egito 3 dias (Ressurreição de Jesus) 3 apóstolos principais 3 pombos de Noé 3 dias de trevas no Egito 3 dias (Ressurreição de Jesus) 3 apóstolos principais

18 18 Os números invadidos por Satanás = Número do Fundamento de 4 posições. de 4 posições. = Número do Fundamento de 4 posições. de 4 posições. 4 4 P C F 4 = Número do fundamento de 4 posições invadido pela Queda; 6 e 8 = Números do alto do estágio de crescimento invadido pela Queda; 13 = Número do estágio de aperfeiçoamento impedido pela Queda (acrescido de 1 porque Satanás não pode utilizar um números sagrado). 4 = Número do fundamento de 4 posições invadido pela Queda; 6 e 8 = Números do alto do estágio de crescimento invadido pela Queda; 13 = Número do estágio de aperfeiçoamento impedido pela Queda (acrescido de 1 porque Satanás não pode utilizar um números sagrado). 4 8 = = 8 12 = = Adã o Lúcifer Eva Filhos 666

19 19 Exemplos dos números satânicos na sociedade contemporânea na sociedade contemporânea Exemplos dos números satânicos na sociedade contemporânea na sociedade contemporânea 4 = Número do azar na Coréia 4 = Encruzilhada (magia) 4 = Trevo de 4 folhas (talismã) 4 = Uso comum na magia 4 = Número do azar na Coréia 4 = Encruzilhada (magia) 4 = Trevo de 4 folhas (talismã) 4 = Uso comum na magia 13 = Número do azar no Brasil 13 = 13ª hora (hora da magia) 13 = Sexta-feira = Jogo (loteria esportiva) 13 = Número do azar no Brasil 13 = 13ª hora (hora da magia) 13 = Sexta-feira = Jogo (loteria esportiva) 8 = Número do azar nos USA 8 = Agosto (mês das desgraças) 8 = Estrela de 8 pontas (magia) 8 = Uso comum na magia 8 = Número do azar nos USA 8 = Agosto (mês das desgraças) 8 = Estrela de 8 pontas (magia) 8 = Uso comum na magia 6 = Sexto dia (magia) 6 = Jogo (supersena) 666 = Número da Besta (Satanás) (Satanás) 6 = Sexto dia (magia) 6 = Jogo (supersena) 666 = Número da Besta (Satanás) (Satanás) No mundo inteiro, e em toda a história, estes números foram associados à sorte, ao azar e a simpatias, sendo foram associados à sorte, ao azar e a simpatias, sendo utilizados especialmente pela magia negra. utilizados especialmente pela magia negra. No mundo inteiro, e em toda a história, estes números foram associados à sorte, ao azar e a simpatias, sendo foram associados à sorte, ao azar e a simpatias, sendo utilizados especialmente pela magia negra. utilizados especialmente pela magia negra.

20 20 Os períodos históricos providenciais — A lei dos paralelismos históricos — Os períodos históricos providenciais — A lei dos paralelismos históricos — 10Gerações Cativeiro em Harã Preparação para a Entrada no Egito Família de Isaac DivididaFamília Unida 10Gerações Período dos juízes em Canaã Cativeiro e volta da Babilônia Reino Judeu Dividido(Norte/Sul)ReinoJudeuUnido Perseguição pelo Império Romano Cativeiro e Volta Papal Reino Cristão Dividido(Leste/Oeste) Unido Unido Preparação para a Vinda do Messias Preparação para a Vinda do Messias Período dos Patriarcas na Igreja Escravidão no Egito Adão Jesus Abraão Noé SantoAgostinho Moisés MelquisedequeAbraãoIsaac/Jacó Papa Leão III Carlos Magno SamuelSaul/DaviSalomão Conquista da Primogenitura Partida para Harã Retorno a Canaã Partida para o Egito para o Egito ProfetasMalaquias SantosLutero Jesus SSA

21 21 Evidências da lei dos paralelismos históricos — Idéias e personagens paralelos — Personagem do Helenismo Idéia Básica Teoria Atômica Heliocentrismo Geocentrismo Luta dos Contrários Reprodução Vegetal Circulação Sanguínea Evolucionismo Medicina Natural Anatomia Humana Reforma Religiosa Reino dos Céus na Terra Demócrito Aristarco Hiparco Heráclito Teofrasto Pitágoras Erasístrato Lucrécio Hipócrates Galeno Malaquias Jesus John Dalton Nicolau Copérnico Regiomontanus Wilhelm Hegel André Cesalpino Immanuel Kant William Harvey Charles Darwin Ambroise Paré André Versalius Martinho Lutero SSA Número como essência Personagem da Renascença

22 22 ConclusãoConclusão

23 23 Deus os Abençoe! Deus os Abençoe!

24 24 A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L


Carregar ppt "1 A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L A SSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS PAR A A UNIFICAÇÃO E A PAZ MUNDIA L."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google