A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desequilíbrios Ambientais-I O que você entende sobre o assunto? BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Aquecimento Global.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desequilíbrios Ambientais-I O que você entende sobre o assunto? BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Aquecimento Global."— Transcrição da apresentação:

1

2 Desequilíbrios Ambientais-I

3

4 O que você entende sobre o assunto? BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Aquecimento Global

5 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais 29 de agosto de 2005 Estados Unidos da América A tempestade tropical Katrina devastou a costa Sul dos EUA sob a forma de furacão de categoria máxima (5) na Escala de Furacões de Saffir-Simpson. Ventos de mais de 280 quilômetros por hora arrasaram Nova Orleans, berço do jazz.

6 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Destruição: os prejuízos foram estimados em mais de 30 bilhões de dólares. 3 mil pessoas morreram, na pior tragédia natural já registrada naquele país. Imagem: Furacão Katrina, Imagem de satélite / NOAA / Domínio Público Imagem: Commander Mark Moran, of the NOAA Aviation Weather Center, and Lt. Phil Eastman and Lt. Dave Demers, of the NOAA Aircraft Operations Center / Domínio Público Imagem: Eric Draper / Domínio Público

7 Imagem: Dust Bowl - Dallas, South Dakota 1936 / Sloan / Public Domain

8 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais No mesmo período, a seca mais intensa dos últimos quarenta anos transformou a paisagem da Amazônia brasileira, deixando muitas cidades da maior bacia hidrográfica do planeta num cenário que lembra o do semi-árido nordestino. Cidades inteiras ficaram isoladas, sem nenhum meio de transporte, pois os rios que as banhavam se transformaram em filetes d’água. A economia local, dependente da pesca, entrou em colapso.

9 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais A mensagem que os dois acontecimentos entregam à humanidade é uma só: há algo muito estranho acontecendo com o clima do planeta. A causa de ambos os fenômenos foi uma elevação anormal na temperatura da superfície do Oceano Atlântico. Hoje é quase consenso entre os cientistas que não só o aquecimento global é um fenômeno real e causado pelo homem, como já se fazem sentir as mudanças climáticas provocadas por ele. Um dos fatores que provocam esse aquecimento é o aprisionamento do calor irradiado pela Terra por alguns gases presentes na atmosfera, conhecido como EFEITO ESTUFA.

10 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais O efeito-estufa é algo ruim? A IMPORTÂNCIA DA ATMOSFERA E DO EFEITO ESTUFA Sem a atmosfera, aprisionando o calor, a Terra seria um planeta gelado e inabitável. Mais precisamente, as temperaturas médias do planeta seriam 33 graus Celsius mais baixas.

11 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Imagem: Efeito estufa / Rugby471 / Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada

12 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Afinal, que mal tem o efeito estufa para o aquecimento global? O problema é que ao longo da metade do último século, a humanidade tem aumentado muito as concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera.

13 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais OS GRANDES VILÕES DO AQUECIMENTO GLOBAL Imagem: red shirt march through Bangkok / Takeaway / Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada Imagem: Aerosol Spray Can / PiccoloNamek / Licença GNU de Documentação Livre Incêndio no Parque Nacional de Brasília / Antonio Cruz / Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil

14 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais A indústria, o sistema de transportes e as cidades dependem, para funcionar, dos combustíveis fósseis. Acontece que, em sua queima, os combustíveis fósseis produzem quantidades enormes de CO 2 : são mais de 7 bilhões de toneladas/ano. O desmatamento das floresta tropicais, a agricultura e até a pecuária produzem CO 2 e metano.

15 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais O metano é emitido principalmente pelos gases intestinais de animais ruminantes e é inflamável. Embora, pelo hálito, a liberação de CH 4 seja maior. Imagem: Adaptaur / Cgoodwin / Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported

16 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Portanto, só juntando os fatores naturais, como erupções vulcânicas, e os fatores ocasionados pela influência do homem, foi possível explicar os dados que confirmam o aquecimento global. Por esses e outros vilões, o Planeta ficou cerca de 0,6 grau Celsius mais quente, em média, ao longo do século passado. E mais: a análise de amostras de gelo coletada na Antártida indica que o aumento verificado no século XX, não tem precedentes nos últimos 650 mil anos, pelo menos.

17 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais HISTÓRICO Em 1988, um cientista da NASA deu um depoimento ao Congresso norte-americano alertando para a possibilidade de uma “interferência perigosa” das atividades humanas no clima, com consequências catastróficas. Estava soado o alarme. Quatro anos depois, a ONU promoveria, no Rio de Janeiro, um acordo global para fazer algo a respeito: estava criada a Convenção sobre Mudança do Clima, cujo fruto mais ilustre é o Protocolo de Kyoto.

18 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais HISTÓRICO A ONU avaliou que o problema era complexo demais e exigia uma investigação científica rigorosa. Decidiu, então, criar um painel de especialistas para analisar as evidências do aquecimento global. Esse painel, o IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática), composto de cerca de mil cientistas do mundo inteiro, tem a missão de compilar toda a pesquisa produzida sobre o assunto.

19 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Compilações publicadas em 2001 Até 2100, a temperatura da Terra poderá subir de 2 a 3 graus Celsius. O nível do mar terá elevação projetada de 9mm a 8,8 centímetro até o fim do século. (Hoje, 2011, sabe-se que é cerca de 0,5 metros) Eventos climáticos extremos, como secas, El Niños devastadores, tempestades e ondas de calor tendem a aumentar em frequência. Geleiras continentais, como as dos Alpes e dos Andes, tendem a desaparecer. O monte Kilimanjaro, na África, já perdeu 80% do seu gelo. A calota polar da periferia da Antártida perderá gelo. O gelo marinho no Ártico deve derreter, ameaçando os ecossistemas locais. Várias espécies de aves, insetos e plantas estão tendo o seu ciclo de vida e suas rotas migratórias perturbados, com risco de extinções. Secas ficarão mais intensas em partes da África e da Ásia.

20 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais HISTÓRICO A Organização Meteorológica Mundial e a NASA apontaram o ano de 2005 como o mais quente da história, desde que as pessoas começaram a registrar as temperaturas com termômetros, em Ondas de calor como a que matou mais de 35 mil pessoas na Europa em 2003, também ficaram mais frequentes no hemisfério norte. Outro sinal de mudança é o desprendimento de gigantescos icebergs na Antártida. Em 2002, a plataforma de gelo Larsen-B, um bloco glacial do tamanho de sete países como Cingapura, passou a flutuar solto no mar.

21 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais O que fazer a respeito? Não tem jeito: a única medida razoável é atacar em três frentes: – Reduzir as emissões de gases de efeito estufa, principalmente no mundo industrializado, que foi o que mais colaborou para que o problema atingisse essas proporções. – Investir pesado em tecnologias de geração de energia que livrem o planeta de sua dependência por combustíveis fósseis. – Plantar quantas árvores (plantas) for possível, para que, através da fotossíntese, elas diminuam a concentração de CO 2 atmosférico.

22 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais O que fazer a respeito? Era preciso algum mecanismo, um acordo internacional, pelo qual os países se comprometessem a trabalhar juntos pelo futuro do planeta. Esse acordo seria produzido em 1997, no Japão: o Protocolo de Kyoto. A essência de Kyoto, do qual participam 180 nações, é que os países ricos são os principais responsáveis pelo efeito estufa. Portanto, cabe a eles a maior fatia da solução. Kyoto obriga as nações industrializadas, que incluem os países desenvolvidos e os do Leste Europeu, a reduzir coletivamente suas emissões de gases estufa.

23 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais O que o Protocolo de Kyoto solicita? Para cortar emissões, os países podem investir em energias não poluentes ou até mesmo em energia nuclear, que não emite gás carbônico, mas tem seus próprios problemas. Podem também aumentar a eficiência de seus motores a gasolina. Países em desenvolvimento, como Brasil e Índia, ficam desobrigados de cortar emissões. Mas, para que não repitam a trilha de desenvolvimento insustentável das nações ricas, o protocolo criou um mecanismo pelo qual eles podem vender a países ricos “direitos de poluição”, ou “créditos de carbono”.

24 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Direitos de poluição, o que é isso? Para entender como funciona esse mecanismo, chamado MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo), pense em um dono de uma usina termelétrica a carvão mineral na Alemanha. E que precisa, pelas metas alemãs, cortar 1 mil toneladas de carbono por ano de suas emissões. Ele faz as contas e chega à conclusão de que é mais barato investir numa tecnologia limpa no Brasil (por exemplo, num aterro sanitário que reduza as emissões de metano equivalentes a 1mil toneladas de carbono por ano) do que reformar toda a sua usina para obter essa mesma redução. ATERRO SANITÁRIO (no Brasil) 1 mil toneladas de CO 2 /ano=1 mil toneladas de CH 4 /ano +$ -$ Por trás dessa bela ideia, cogita-se nos bastidores, a possibilidade de politicagem, uma vez que, vendendo para os países desenvolvidos o direito de poluírem, damos a eles a chance que continuarem se desenvolvendo; e o Brasil e outros países em desenvolvimento, “brecando” a sua industrialização.

25 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Jogo Sujo Para entrar em vigor o que aconteceu em 16 de fevereiro de 2005, Kyoto precisava que pelo menos 55 países, responsáveis por 55% das emissões do mundo industrializado, o aprovassem como lei em seus parlamentos. E em 2001, de última hora, um desses países resolveu não participar mais. Seu nome, EUA. Seu presidente, George W. Bush.

26 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Jogo Sujo “Primeiro as prioridades”, disse Bush em março de Os EUA são o maior consumidor de petróleo do mundo. E o Texas, Estado natal de Bush, é o maior produtor de petróleo. Mais ainda: sua campanha à Casa Branca foi financiada em parte pelas empresas petrolíferas. Imagem: George W. Bush / Eric Draper / Public Domain

27 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Jogo Sujo O impacto da desistência norte-americana foi devastador. Afinal, os EUA emitem 23% do gás carbônico do Planeta e 36 % do total emitido por todos os países industrializados. Sem a participação norte- americana, Kyoto é praticamente letra morta. Mesmo assim, prevendo ganhos futuros no mercado de energia e a própria sobrevivência de países como a Holanda, que está abaixo do nível do mar, a União Europeia resolveu levar Kyoto adiante.

28 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais CONSEQUÊNCIAS FUTURAS DO AQUECIMENTO GLOBAL No fim do século 21, os cientistas acreditam que metade de todas as espécies animais também estarão arriscadas a sumir do Planeta. No fim do século 21, os cientistas acreditam que metade de todas as espécies animais também estarão arriscadas a sumir do Planeta. Com esse calor todo, as geleiras vão derreter e os mares vão aumentar seus níveis, destruindo várias cidades do litoral, como no Recife. Com esse calor todo, as geleiras vão derreter e os mares vão aumentar seus níveis, destruindo várias cidades do litoral, como no Recife. A oferta de água potável, pode diminuir muito. A oferta de água potável, pode diminuir muito. Por conta disso, as plantações vão ser prejudicadas, fazendo com que as pessoas passem fome por falta de alimentos. Por conta disso, as plantações vão ser prejudicadas, fazendo com que as pessoas passem fome por falta de alimentos. Alguns fenômenos como, furacões, terremotos, tsunamis e enchentes deverão aumentar. Alguns fenômenos como, furacões, terremotos, tsunamis e enchentes deverão aumentar.

29 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais As tartarugas marinhas estão correndo grande risco. Quem define o sexo dos bichinhos é a temperatura da areia. Com a terra mais quente, nascem muitas fêmeas e poucos machos, diminuindo as chances de reprodução e aumentando o risco de extinção da espécie. Sem contar que os ovinhos não aguentam mais que 36ºC; igual ou acima disso, as tartarugas não nascem. E ainda

30 BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Faça sua parte você também Imagem: A Bolinha Azul / Apollo 17 / Domínio Público

31 Tabela de Imagens SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 2 Ortisa / Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported Warming_Map.es..png16/04/ Furacão Katrina, Imagem de satélite / NOAA / Domínio Público _aug_28_2005_2014Z.jpg16/04/ Commander Mark Moran, of the NOAA Aviation Weather Center, and Lt. Phil Eastman and Lt. Dave Demers, of the NOAA Aircraft Operations Center / Domínio Público port-sulphur-la-2005.jpg16/04/2012 4Eric Draper / Domínio Público nt_Bush_Biloxi_after_Katrina.jpg16/04/ Imagem: Dust Bowl - Dallas, South Dakota 1936 / Sloan / Public Domain -_Dallas,_South_Dakota_1936.jpg16/04/ Imagem: Efeito estufa / Rugby471 / Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada a.PNG18/04/ Imagem: red shirt march through Bangkok / Takeaway / Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada _bkk_red_shirt_demonstration_07.jpg18/04/ Imagem: Aerosol Spray Can / PiccoloNamek / Licença GNU de Documentação Livre png?uselang=pt-br18/04/ Incêndio no Parque Nacional de Brasília / Antonio Cruz / Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil ABr_02.jpg18/04/2012

32 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 13 Imagem: Adaptaur / Cgoodwin / Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported ur.jpg18/04/ Imagem: George W. Bush / Eric Draper / Public Domain Bush.jpeg18/04/ Imagem: Turtles nesting on Escobilla / claudio giovenzana / Creative Commons Attribution- Share Alike 3.0 Unported nesting_escobilla_oxaca_mexico_claudio_gioven zana_2010.jpg18/04/ Imagem: Baby green turtle / Mangostar / Creative Commons Attribution-Share Alike 2.0 Generic Jinz_(6).jpg18/04/ Imagem: A Bolinha Azul / Apollo 17 / Domínio Público seen_from_Apollo_17.jpg18/04/2012 Tabela de Imagens


Carregar ppt "Desequilíbrios Ambientais-I O que você entende sobre o assunto? BIOLOGIA, 3º ANO Intervenção humana e os desequilíbrios ambientais Aquecimento Global."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google