A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo : Caio Marques João Victor Outeiro Matheus Solinho Matheus Melo A Cultura do Medo: A construção do inimigo após o 11 de Setembro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo : Caio Marques João Victor Outeiro Matheus Solinho Matheus Melo A Cultura do Medo: A construção do inimigo após o 11 de Setembro."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo : Caio Marques João Victor Outeiro Matheus Solinho Matheus Melo A Cultura do Medo: A construção do inimigo após o 11 de Setembro

2 O que é Terrorismo ?  Terrorismo : s.m. Uso ou a ameaça de violência, com o objetivo de atemorizar um povo e enfraquecer sua resistência.; Entre os atos mais comuns de terrorismo estão o assassinato, o bombardeio e o sequestro. O terrorismo político é utilizado para conquistar ou conservar o poder.

3 Cultura do Medo A partir da violência e principalmente por um atentado terrorista enigmático contra às torres gêmeas, do World Trade Center, cria-se nos Estados Unidos a famosa Cultura do Medo. Após esse atentado, a ideologia do medo mudou rapidamente de "há monstros soltos entre nós" para uma tese na qual passou a ser fortemente defendida: “Terroristas estrangeiros querem nos destruir”.

4 Principais Ideias Para reforças ainda mais essa tese,temos que compreender o que essa cultura na prática gerou.  Criou –se um olhar preconceituoso(xenofóbico) sobre os estrangeiros,principalmente aos indivíduos do oriente médio ou com aspectos físicos semelhantes a esses indivíduos.  A mídia também foi fundamental para a criação deste preconceito, já que em muitos filmes e séries mostram estes indivíduos como terroristas e não o próprio americano. Fabricação de uma série de pôsteres sobre terroristas, nos quais predominam a descrição de indivíduos com aspectos do Oriente Médio.

5  Rigidez na entrada de imigrantes(mediante ao requerimento de vistos, muitas vezes de difícil acesso)  Criação de uma ideologia seguida por Bush na qual baseia- se em : " Atacar para não ser atacado“, definindo alguns países como Irã, Iraque e Coreia do Norte como o eixo do mal, já que “ameaçam” os valores democráticos dos EUA.  Aumento nos investimentos em recursos defensivos; setor bélico  Maior rigidez e controle da internet  Maior fiscalização nos aeroportos, antes do atentado de 11 setembro utilizavam-se sistemas simples de segurança, após o atentado sistemas mais rígidos.

6 Pôsteres

7 Segunda Emenda à Constituição dos Estados Unidos ‘’Sendo necessária à segurança de um Estado livre a existência de uma milícia. bem organizada, o direito do povo de possuir e usar armas não poderá ser infringido.’’ 8/06/ O líder republicano na Câmara dos Representantes, John Boehner, saudou vivamente a decisão: "Os norte-americanos têm de facto o direito de se defenderem e assim o reconhece a Constituição", declarou. Nos ESTADOS UNIDOS cada estado tem sua legislação específica sobre o porte/propriedade de armas. Em alguns estados, a concessão de porte de arma é discricionária, como no Brasil: alguma autoridade decide quem pode ou não portar uma arma de fogo; em geral, a concessão do porte é dificultada pelos trâmites burocráticos etc, como acontece aqui. Em outros estados, o porte de arma é um direito do cidadão, satisfeitas algumas condições, como a ausência de antecedentes criminais. Em outros, o porte é taxativamente proibido.

8

9 Quem está armando o Mundo?

10 Empresas que mais lucram com a Guerra: Em 2010 Em 2010

11 Proliferação  Muitos ataques foram responsáveis pela difusão dessa “cultura do medo”. Porém alguns foram de suma importância para a consolidação dessa ideia.  Massacre em Columbine (1999) – Motivados pela exclusão social que sofriam, dois estudantes da escola de Columbine, Harris e Klebold, a invadiram e mataram 12 colegas e um professor, deixaram outras 23 pessoas feridas e cometeram suicídio, totalizando 15 mortos

12  Torres Gêmeas (2001)- O principal atentado que levou à criação total e definitiva da cultura do medo foi o atentado às torres gêmeas.De acordo com as conclusões das investigações oficiais do governo americano, Al-Qaeda e Osama Bin Laden foram responsáveis pelos ataques  Massacre em Aurora- Em 20 de julho de 2012, um atirador de vinte e quatro anos usando uma máscara de gás abriu fogo durante uma sessão do filme Batman num cinema em Aurora, Colorado, nos Estados Unidos. Antes de fazer inúmeros disparos, o homem lançou uma bomba de gás contra a plateia. Ao total, foram mortas doze pessoas e mais de cinquenta ficaram feridas.

13 Columbine Torres Gêmeas Massacre Aurora

14 Interesses Econômicos/políticos dos Eua.  Apesar de toda essa lógica de proteção, há por trás também,um forte interesse econômico e político dos EUA em difundir essa ideologia.  Para garantir os seus interesses, os Estados Unidos, justificam suas invasões,aos países principalmente do Oriente Médio e Ásia Central, como forma de garantir a segurança nacional. Muitas vezes acusando países de terem armas nucleares.  Os EUA estabelecem compromisso de ajuda aos países cujos governantes incentivem a liberdade econômica;ou seja fazendo destes países mercados consumidores.  Buscam aumentar sua influência política em paises do Oriente Médio ; já que esses países ligam a Ásia, África, Europa ;aumentando assim sua influência global.  Outro interesse em relação ao Oriente Médio está voltado para o grande volume de petróleo e gás natural que contêm nesta região.(Paquistão e Afeganistão).

15  Reserva de Petróleo Consumo de Petróleo

16 Carta do Bispo de Melbourne Beach na Florida, Robert Bowman, para o Presidente Bill Clinton : “O Senhor disse que somos alvos de ataques porque defendemos a democracia, a liberdade e os direitos humanos. Um absurdo! Somos alvo de terroristas porque, em boa parte no mundo, nosso Governo defende a ditadura, a escravidão e a exploração humana. Somos alvos de terroristas porque nos odeiam. E nos odeiam porque nosso Governo faz coisas odiosas. Em quantos países agentes de nosso Governo destituíram líderes escolhidos pelo povo trocando-os por ditaduras militares fantoches, que queriam vender seu povo para sociedades multinacionais norte- americanas! Fizemos isso no Irã, no Chile e no Vietnã, na Nicarágua e no resto das repúblicas “das bananas” da América Latina. País após país, nosso Governo se opôs à democracia, sufocou a liberdade e violou os direitos do ser humano. Essa é a causa pela qual nos odeiam em todo o mundo. Essa é a razão de sermos alvos dos terroristas. Em vez de enviar nossos filhos e filhas pelo mundo inteiro para matar árabes e, assim, termos o petróleo que há sob sua terra, deveríamos enviá-los para reconstruir sua infra-estrutura, beneficiá-los com água potável e alimentar as crianças em perigo de morrer de fome. Essa é a verdade, senhor Presidente. Isso é o que o povo norte-americano deve compreender”.


Carregar ppt "Grupo : Caio Marques João Victor Outeiro Matheus Solinho Matheus Melo A Cultura do Medo: A construção do inimigo após o 11 de Setembro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google