A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CT 77-“Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” Mônica Lupion Pezzi Michele Indianara Mendes Gramado, 12 de Abril de 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CT 77-“Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” Mônica Lupion Pezzi Michele Indianara Mendes Gramado, 12 de Abril de 2011."— Transcrição da apresentação:

1 CT 77-“Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” Mônica Lupion Pezzi Michele Indianara Mendes Gramado, 12 de Abril de 2011

2 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” - INTRODUÇÃO A Rio Grande Energia RGE, empresa de distribuição e comercialização de energia elétrica, busca avaliar a saúde nos exames médicos periódicos sob os pilares do bem-estar físico, mental e social, como definido pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Em decorrência da alteração da legislação com relação à contagem de tempo de serviço para efeito de aposentadoria, nossa força de trabalho permanece na ativa por muito mais tempo.

3 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” O acompanhamento destas avaliações, periódicas anuais, ou mais frequentes,tem o objetivo de gerar indicadores da evolução de saúde em todos os níveis e por conseqüência, da capacidade para o trabalho da população da RGE. Por fim, estes indicadores devem nortear ações de prevenção e construção de projetos que levem a adoção de programas de promoção da saúde que minimizem de forma eficaz a ação do tempo sobre o corpo humano.

4 Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Censo 2007 A população com menos de 1 ano de idade correspondia a 1,4% do total. No Norte este contingente atinge maior percentual (2%), o que revela que essa é a região com nível de fecundidade mais elevado. Já as pessoas com mais de 60% contabilizam 10,5% do total da população. Os maiores percentuais desse grupo encontram-se nas regiões Sudeste (11,7%) e Sul (11,4%). A expectativa de vida ao nascer era de 72,7 anos de idade, um crescimento de 3,4 anos se comparado aos índices de A taxa bruta de mortalidade, que representa a freqüência com que ocorrem óbitos em uma população, passou de 6,6%, em 1997 para 6,23%, em A PNAD / IBGE(Pesquisa Nacional por amostra de domicilio) revelou que existem quase 20 milhões de idosos no Brasil. Destes, 16,5 milhões viviam na área urbana e 3,4 milhões na rural. A divisão por sexo dessa população mostra que as mulheres têm maior longevidade. Havia 79 homens idosos para cada 100 mulheres idosas. O aumento gradativo da população de 60 anos ou mais indica que o Brasil se encontra em um processo de envelhecimento populacional, que, segundo o Centro Latino americano y Caribeño de Demografia das Nações Unidas, está num estágio “moderado avançado”. Entre 1997 e 2007, a população brasileira apresentou um crescimento relativo de 21,6%. Entre as pessoas com 60 anos ou mais, esse crescimento foi mais acelerado (47,8%), devido, sobretudo, ao adiamento da mortalidade devido aos avanços da medicina e dos meios de comunicação. Fonte:www.ibge.gov.br

5 Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” - METODOLOGIA A avaliação da capacidade para o trabalho, aptidão em Atestado de Saúde Ocupacional (ASO), da caracterização sóciodemográfica, dos índices de acidentabilidade ocupacional e dos processos saúde-doença via indicadores estabelecidos. Dados de prontuários médicos de exames ocupacionais, avaliações nutricionais, avaliação sócio demográfica, indicadores de saúde e CAT (comunicação acidente de trabalho) dos anos de 2004 a 2010.

6 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” - “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” - Amostra n=1.400/colaboradores/média/ano. Informações sóciodemográficas Indicadores de saúde e bem-estar (stress) e Aptos plenos Proteção Solar Tabagismo Atividades físicas Controle de peso Hábitos alimentares Alcoolismo Acidentes (CAT)

7 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Informações sóciodemográficas 81,6% homens 18,4 mulheres 71,8% têm até 39 anos 28,2 têm 40 anos ou mais 58,4% são casados 11,6% têm três ou mais filhos 45,7% têm o ensino médio completo 8,6% têm curso superior 82% têm renda familiar mensal de até R$ 1.000,00 Fonte: Saúde Ocupaciona / RH RGE

8 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Indicadores de saúde e bem-estar (stress) Percepção do Nível do Stress Percepção Positiva nos exames ocupacionais “Estou bem no trabalho” Fonte: Saúde Ocupaciona / QVT RGE

9 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Fonte: Saúde Ocupaciona / QVT RGE

10 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Aptos Plenos nos periódicos Aptos pleno /total (Disponibilidade) % 97,54 94, , jan/11 fev/11 mar/11 abr/11 mai/11 jun/11 jul/11 ago/11 set/11 out/11 nov/11dez/ acumulado % Fonte: Saúde Ocupaciona / Segurança RGE

11 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Proteção Solar Classificação EPI Bloqueador solar % Sempre38,6 Quase sempre18,6 Às vezes23,6 Nunca/raramente19,3 Fonte: Saúde Ocupaciona / Segurança RGE

12 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Tabagismo Fonte: Saúde Ocupacional/ QVT RGE

13 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Atividades físicas Frequência HomensMulheresTotal %% Não pratica39,761,544,0 1 – 2 vezes/semana42,926,339,6 3 – 4 vezes/semana10,17,19,5 > 5 vezes/semana7,35,16,9 Fonte: Saúde Ocupacional/ QVT RGE

14 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Controle de peso corporal Fonte: Saúde Ocupacional/ QVT RGE

15 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO  Hábitos alimentares Homens Mulheres % Indicadores Positivos (5 ou mais vezes por semana) % 71,0Desjejum completo71,2 31,0Frutas e sucos naturais32,3 57,0Verduras e saladas verdes69,8 Indicadores Negativos (5 ou mais vezes por semana) 2,2Salsicha & hambúrguer2,3 70,7Carnes vermelhas66,0 6,1Salgadinhos4,9 12,7Doces, bolos & tortas21,3 23,7Refrigerantes20,4 Fonte: Saúde Ocupacional/ QVT RGE

16 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO  Alcoolismo Consumo Exagerado Ocasional (informado espontaneamente) Fonte: Saúde Ocupacional/ QVT RGE

17 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO  Acidentes (CAT) Incidentes / Acidentes Típicos Ano Incidentes Acidentes sem afastamento Acidentes com afastamento Dias de AfastamentoFatais Típicos TFTG , , , , , , ,5263 Fonte: Saúde Ocupacional/Segurança RGE

18 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Fonte: Saúde Ocupacional/ Segurança RGE

19 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Fonte: Saúde Ocupacional/ Segurança RGE

20 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”- DESENVOLVIMENTO Fonte: Saúde Ocupacional/ Segurança RGE

21 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”-CONCLUSÕES A longevidade é irreversível em nível mundial. Capacidade para o trabalho é uma medida do equilíbrio entre o trabalho e a capacidade pessoal. A idade avançada está associada a uma redução na qualidade de vida e conseguintemente da capacidade para o trabalho. Os determinantes da capacidade para o trabalho são: aspectos sociodemográficos, estilos de vida, atendimentos á saúde, prevenção e reabilitação, educação e treinamento de competências.

22 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE”-CONCLUSÕES Concluímos que estamos na direção correta na medida em que abordamos os aspectos determinantes para encorajar a empresa a ser inovadora e flexível e a manter seus colaboradores motivados e produtivos. Devemos aprimorar e objetivar nossas avaliações com indicadores mais concretos, p.ex., Índice de capacidade para o trabalho - ICP. Com vistas ao acompanhamento mais acurado dos colaboradores em seu envelhecimento funcional. Preservando a saúde para manutenção de vida plena, laboral e pessoal, em qualquer idade. Se bem conduzido profilaticamente, a longevidade não limita o potencial de trabalho dos indivíduos envolvidos mantendo sua eficiência nem a competitividade econômica das empresas.

23 “Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” Muito obrigada! Mônica Lupion Pezzi Médica do Trabalho Coordenadora PCMSO RGE Michele Indianara Mendes Técnica de Enfermagem do Trabalho RGE


Carregar ppt "CT 77-“Avaliação do Envelhecimento e seu impacto nos Eletricistas RGE” Mônica Lupion Pezzi Michele Indianara Mendes Gramado, 12 de Abril de 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google