A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTERAÇÃO FUNDAÇÃO- ESTRUTURA NOS PROJETOS ESTRUTURAIS Moacir Hissayassu Inoue.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTERAÇÃO FUNDAÇÃO- ESTRUTURA NOS PROJETOS ESTRUTURAIS Moacir Hissayassu Inoue."— Transcrição da apresentação:

1 INTERAÇÃO FUNDAÇÃO- ESTRUTURA NOS PROJETOS ESTRUTURAIS Moacir Hissayassu Inoue

2

3 1. ELASTICIDADE É o fenômeno de aparecimento de deformações imediatas e reversíveis.É o fenômeno de aparecimento de deformações imediatas e reversíveis. Entendem-se por deformações imediatas aquelas que aparecem simultaneamente com as tensões correspondentes e que permanecem constantes ao longo do tempo se as tensões correspondes permanecerem também constantesEntendem-se por deformações imediatas aquelas que aparecem simultaneamente com as tensões correspondentes e que permanecem constantes ao longo do tempo se as tensões correspondes permanecerem também constantes Entendem-se por deformações reversíveis aquelas que se anulam ao se anularem as tensões correspondentes, ou seja, aquelas que desaparecem integralmente no descarregamento.Entendem-se por deformações reversíveis aquelas que se anulam ao se anularem as tensões correspondentes, ou seja, aquelas que desaparecem integralmente no descarregamento.

4 Diagrama tensão/deformação   A   A (A) B

5 No caso geral da elasticidade, teremos uma relação entre tensões e deformações do seguinte tipo:

6 A matriz abaixo é simétrica e pelo princípio da reciprocidade, na realidade não são 36 constantes devido à dependência entre elas e sim 21.

7 Nos casos de materiais que apresentam simetria em relação aos três planos normais entre si, o número de constantes diferentes cai para 9 e esses materiais são denominados ortotrópicos.

8 Nos casos de materiais isotrópicos a matriz abaixo se simplifica nos parâmetros módulo de elasticidade E e coeficiente de Poisson.

9 Formulação geral da Teoria da Elasticidade Três equações de equilíbrio

10 Seis relações de deformações- deslocamentos

11 Seis relações de tensão-deformação

12 As condições de contorno serão: Vínculos ou deslocamentos impostos.Vínculos ou deslocamentos impostos. Esforços externos conhecidos.Esforços externos conhecidos.

13 Equacionado o problema, e conhecidos os parâmetros acima referidos, a solução do problema é obtida pelos processos numéricos aproximados como o Método das Diferenças Finitas, Método dos Elementos Finitos, Método do Elemento de Contorno, etc. Por enquanto o grande problema é a determinação em laboratórios dos parâmetros que representem de maneira satisfatória o modelo físico real, para podermos solucioná-los com o modelo matemático aproximado.Por enquanto o grande problema é a determinação em laboratórios dos parâmetros que representem de maneira satisfatória o modelo físico real, para podermos solucioná-los com o modelo matemático aproximado. Softwares: Ansys, Civil-FEM, SAP-2000, TQS, etcSoftwares: Ansys, Civil-FEM, SAP-2000, TQS, etc

14 2. MODELAGEM ESTRUTURAL 2.1Seja uma estaca isolada de concreto armado cravada no solo cujos parâmetros são conhecidos, isto é, o módulo de elasticidade E e o coeficiente de Poisson ν de ambos os materiais, isto é, concreto e solo. 2.2O mesmo raciocínio se aplica a grupo de estacas.

15

16

17

18

19 2.3 Sapata apoiada no solo

20

21

22

23

24

25 2.3 Bloco sobre estaca Simulando com modelo de molas

26

27

28

29

30

31 3. EXEMPLOS 3.1. CHAMINÉ DE EQUILÍBRIO DE HIDRELÉTRICA 100m DE ALTURA100m DE ALTURA DIÂMETRO INTERNO 12,0mDIÂMETRO INTERNO 12,0m ARENITOARENITO

32

33

34

35

36

37 3.2. Base de Equipamento

38

39 3.3. ETE

40

41 4. RECALQUE DIFERENCIAL

42 5. NECESSIDADE DE ENSAIOS DE PROVA DE CARGA

43

44

45

46 6. CONCLUSÃO Maior confiabilidade dos resultados dos cálculos e dimensionamento;Maior confiabilidade dos resultados dos cálculos e dimensionamento; Minimizar patologias;Minimizar patologias; Projeto com maior racionalidade e economia;Projeto com maior racionalidade e economia; Contemplar efeito de grupo de estacas – superestrutura;Contemplar efeito de grupo de estacas – superestrutura; Geração de pesquisa de Campo para obtenção de parâmetros do solo/rocha;Geração de pesquisa de Campo para obtenção de parâmetros do solo/rocha; Mais ensaios de P.C. para a garantia da fundação;Mais ensaios de P.C. para a garantia da fundação;

47 Moacir Hissayassu Inoue (41)


Carregar ppt "INTERAÇÃO FUNDAÇÃO- ESTRUTURA NOS PROJETOS ESTRUTURAIS Moacir Hissayassu Inoue."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google