A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução –A maior parte dos habitantes da terra nada sabe a respeito da vida eterna, e praticamente outra metade, o que sabe, ainda está errado. É desesperador.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução –A maior parte dos habitantes da terra nada sabe a respeito da vida eterna, e praticamente outra metade, o que sabe, ainda está errado. É desesperador."— Transcrição da apresentação:

1

2 Introdução –A maior parte dos habitantes da terra nada sabe a respeito da vida eterna, e praticamente outra metade, o que sabe, ainda está errado. É desesperador pensar que, o tempo sendo tão curto, praticamente o mundo inteiro ainda está perdido.

3 –Há muitos anos, quando ainda se calculava em um bilhão o número de pessoas que nunca ouviram falar de Jesus, Charles Inwood declarou:

4 “O soluço de um bilhão de almas na terra me soa aos ouvidos e comove o coração; esforço-me pelo auxílio de Deus, para avaliar, ao menos em parte, as densas trevas e extrema miséria e o indescritível desespero desses milhões de almas sem Cristo.

5 Medita, irmão, sobre o amor do Mestre, amor profundo como o mar; Contempla o horripilante espetáculo do desespero dos povos perdidos, até não poderes censurar, até não poderes descansar, até não poderes dormir.”

6 –Este clamor dos desesperados nos atinge, mas não nos silencia. Temos uma resposta pra suas incertezas, temos uma resposta para suas dores, temos uma resposta para seu desespero – é Jesus Cristo, e este crucificado.

7 –O conhecimento dessa resposta não elimina a nossa necessidade de preparo. Sobretudo, de um preparo adequado e urgente.

8 –Nós temos a resposta, por isso precisamos anunciá-la; não de qualquer maneira. Mas com poder.

9 Poder que precisamos buscar, com a garantia antecipada de que será recebido.

10 –Este trabalho porém, não deve e não pode ser realizado de qual quer maneira. Todos que nele se envolverem precisam estar revestidos da autoridade e do poder de Deus.

11 Essa condição não será alcançada como resultado do acaso, de algum incidente. Isso é o resultado do encontro do esforço humano com a graça divina.

12 O chamado –O chamado faz parte desse preparo. Embora todos os cristãos nasçam no reino de Deus como missionários, os evangelistas necessitam de um chamado divino, que poderá vir simplesmente através de uma conscientização da necessidade de contribuir com a salvação dos perdidos.

13 –Muitas pessoas alegam que não tem tempo para dar à pregação do Evangelho. Mas Deus, geralmente, tem chamado os ocupados.

14 Àqueles que sabem reconhecer o valor do tempo. Aqueles que não fazem nada e nada sabem fazer, dificilmente são chamados para se ocupar de tão sagrada tarefa.

15 –Abraão, Moisés, Elias, Elizeu e os pescadores da Galiléia estavam ocupados, mas Deus os chamou. Você talvez esteja muito ocupado, tem que trabalhar para sustentar a família; precisa de um salário para honrar os seus compromissos, não tem tempo para nada... Então, não se surpreenda se um sentimento novo de urgência começar a bater em seu coração.

16 - É o Senhor, chamado-lhe para ser “pescador de homens”. Não necessariamente você deve deixar suas “redes”, mudar de emprego, de endereço, mas talvez tenha de mudar de vida, aproveitar melhor o tempo, as oportunidades, reorganizar suas prioridades, e se ocupar de uma obra na qual anjos se sentem honrados em participar, e todo o Céu está nela envolvido.

17 –Deus não escolhe como Seus representantes entre os homens anjos que jamais caíram, mas seres humanos, homens de paixões idênticas às daqueles a quem buscam salvar. Cristo Se revestiu da forma humana para que pudesse alcançar a humanidade.

18 –Um Salvador divino-humano para trazer a salvação ao mundo. E a homens e mulheres foi entregue a sagrada tarefa de tornar conhecidas “as riquezas incompreensíveis de Cristo”. Efé. 3:8. – Serviço Cristão, pág.,7.

19 A vida Devocional do Evangelista –A vida Devocional é centro de base da religião. Quando não se consegue desempenhar os deveres devocionais diários, a vida espiritual enfraquece a pessoa passa a viver abaixo da linha padrão do cristianismo.

20 –Uma vida devocional disciplinada, equilibrada, é o pré-requisito para o viver cristão. Mas quando se trata de um evangelista, a vida devocional se torna a base para seu empreendimento evangelístico. Se esta base não for bem construída, em algum momento todo o edifício espiritual cairá.

21 O Cuidado Pessoal Na Vida Devocional –Em frente ao edifício das Nações Unidas, em Nova Yorque, pode-se ler: “O preço da liberdade é a eterna vigilância”.

22 –O Evangelista precisa permanecer eternamente vigilante. –Isso é possível se ele tomar alguns cuidados:

23 1.Oração a)Antes de falar aos homens, o evangelista deve falar com Deus. Não é apenas uma frase de efeito, é uma regra. O poder na vida do pregador, não é fruto do acaso; nem o sucesso do evangelista se deve a algum segredo, mas a uma vida de oração.

24 b)Se a vida devocional é o centro e a base da religião, então a oração é o centro e a base da vida devocional. A oração não precisa de hora, ou motivo, ou lugar, precisa apenas acontecer. Entretanto seria muito bom que o pregador tivesse o seu momento e o seu lugar sagrado de oração.

25 c)Quando o coração faminto busca a Deus em oração, seja qual for o motivo ou sentimento, essa oração torna- se uma “conversa com Deus” e a “respiração da alma”.

26 2.Leitura da Bíblia a)Nenhuma outra atividade, por mais sagrada que seja, substitui a leitura diária da bíblia. A palavra é o nosso pão da vida, o nosso maná diário que o Senhor gratuitamente envia aos seus filhos.

27 b)O conhecimento acumulado na leitura diária da bíblia, também se torna uma rica ferramenta na mão do evangelista que, precisa recordar, a qualquer momento de texto que oferecerão respostas necessárias e satisfatória aos seus ouvintes.

28 c)O diário estudo da Bíblia exercerá santificadora influência sobre o espírito. Vocês respirarão uma atmosfera celeste. Unam este precioso volume ao coração. Ele se lhes demonstrará amigo e guia na perplexidade. - Testemunhos Seletos, vol. I, pág., 83.

29 3.Culto Diário a)O culto devocional diário é a garantia de que estamos vivos espiritualmente, que a alma está respirando, que estamos crescendo em todos os aspectos da vida cristã.

30 b)O evangelista precisa cuidar de sua vida devocional diária e da sua família. A sua casa, é a sua primeira igreja; sua família, os primeiros a quem ele deve salvar para Jesus. Deve ter especial atenção à guarda do sábado, aspecto importante e muito negligenciado por aqueles que vivem do evangelho.

31 4.Temperança a)Os que pregam a mensagem do terceiro anjo, não podem negligenciar a importância da temperança. Perde-se muito da espiritualidade quando não se leva a sério a mensagem de saúde. Ela é uma importante arma na guerra contra o pecado do mundo, não somente para a auto defesa, mas também para o ataque contra as forças confederadas do mal.

32 b)A reforma de saúde foi-me mostrado, a parte da terceira mensagem Angélica. – Conselho Sobre o Regime Alimentar, pág. 32

33 O Poder do Pregador –A qualidade essencial do pregador é o poder. Sem ele, todo o seu trabalho estará seriamente comprometido.

34 a)Este poder que lhe é outorgado pelos céus, é proporcional à sua consagração. O preparo para receber o poder, já é o próprio poder.

35 b)Não foi com seu próprio poder que os apóstolos cumpriram sua missão, mas no poder do Deus vivo. Sua obra não era fácil. Os trabalhos iniciais da igreja cristã foram cercados de dificuldades e amarga aflição.

36 c)Em sua obra os discípulos encontravam constantes privações, calúnias e perseguições, mas não reputavam sua vida por preciosa, e regozijavam-se em ser chamado a sofrer perseguição por Cristo. A irresolução, a indecisão, a fraqueza de propósitos, não encontravam lugar em seus esforços.

37 d)Estavam prontos para gastar e se deixarem gastar. A consciência da responsabilidade que repousava sobre eles, enriquecia-lhes a vida cristã. E a graça celeste revelava-se nas conquistas que faziam para Cristo. Com a força da onipotência, Deus operava por meio deles para tornar o evangelho triunfante. – Atos dos Apóstolos, pág. 595.

38 e)A obra de Deus deve ser levada avante com poder. Precisamos do batismo do Espírito Santo. Precisamos compreender que Deus acrescentará às fileiras de Seu povo homens de habilidade e influência que hão de desempenhar sua parte em advertir o mundo....- Evangelismo, pág.,66.

39 f)O evangelista deve colocar a sua vida nas mãos de Deus, confiar nEle, e os resultados virão como conseqüência. Deus está mais interessado do que podemos imaginar, em promover milagrosos resultados na pregação do evangelho.

40 O Poder da Mensagem –O poder que emana da mensagem, é um poder derivado. É reflexo de um preparo, tanto da mensagem como do pregador.

41 a)Há necessidade, é certo, de despender dinheiro, judiciosamente, em anunciar as reuniões, e em levar a cabo a obra sobre bases sólidas.

42 b)Contudo, ver-se-á que força de cada obreiro reside, não nessas agências exteriores, mas na tranqüila confiança em Deus, na oração fervorosa a Ele, pedindo auxílio e na obediência à sua Palavra.

43 c)Muito mais oração, muito maior semelhança com Cristo, muito mais conformidade com a vontade de Deus, devem ser introduzidas na obra do Senhor. Demonstrações exteriores e extravagante dispêndio de meios, não realizarão a obra que há por fazer. – Evangelismo, pág.,66.

44 d)A presença do Espírito com os obreiros de Deus conferirá à apresentação da verdade um poder que nem toda honra ou glória do mundo poderiam dar. – Testemunhos Seletos, vol. III, pág., 212.

45 Conclusão –É um tremendo desafio, mas também um maravilhoso privilégio viver neste tempo de desfecho da história humana.

46 Num gesto incompreensível da majestade divina, o Senhor Deus ainda procura homens e mulheres, jovens e adultos que queiram se alistar sob Suas ordens.

47 –O imperativo convite que atravessou os séculos e comoveu gerações, chega até nós que acreditamos ser a última geração de crentes, para nos desafiar e compungir:

48 - ‘Ide e pregai o evangelho a todas as gentes, ’ diz-nos o Salvador, ‘a fim de que possam tornar-se filhos de Deus. Eu estarei convosco nessa obra, ensinando, guiando, animando, fortalecendo, dando-vos êxito em vosso trabalho de abnegação e sacrifício.

49 –Farei impressões sobre corações convencendo-os do pecado e volvendo-os das trevas para a luz, da desobediência para a justiça. Na minha luz verão a luz. Encontrareis oposição de agentes satânicos; mas ponde em Mim a vossa confiança. Eu nunca vos faltarei. ’ - Testemunhos Seletos, vol.III, pág., 208.


Carregar ppt "Introdução –A maior parte dos habitantes da terra nada sabe a respeito da vida eterna, e praticamente outra metade, o que sabe, ainda está errado. É desesperador."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google