A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tiago 1.1-5. 1) Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos dispersas entre as nações. 2) Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tiago 1.1-5. 1) Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos dispersas entre as nações. 2) Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria."— Transcrição da apresentação:

1 Tiago 1.1-5

2 1) Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos dispersas entre as nações. 2) Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, 3) pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. 4) E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma. 5) Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.

3 As provações que Tiago se refere são as situações difíceis de teste e aprimoramento da vida, as circunstâncias duras em que a fé é provada com dores, como no caso da perseguição, uma decisão moral difícil, ou uma experiência trágica. Tiago não disfarça a realidade do sofrimento – as lágrimas, a dor, o suor. Em vez disso, Tiago aponta para uma perspectiva transformada por tais provações. Se a pessoa enxergar a situação difícil não meramente da perspectiva do problema imediato, mas também da perspectiva do resultado que Deus está produzindo, ela pode sentir profunda alegria. (P.H. Davis)

4 “Provavelmente, este é o significado pretendido por Tiago: o sofrimento é o meio através do qual a fé, testada no fogo da adversidade, pode ser purificada e então fortalecida. Desta forma, a idéia não é a de que provações determinam se uma pessoa tem fé ou não. Em vez disso, elas fortalecem a fé que já existe.” (D. J. Moo)

5 Romanos “...mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança.”

6 “Assim como o vento e as ondas se arremetem contra um litoral rochoso, o sofrimento se torna uma das formas de Deus moldar nossa topografia espiritual, remodelando nosso caráter, disciplinando nossa constituição e conformando-nos à imagem e semelhança de Cristo.” (M. Horton)

7 O Cristão e o Ateu Cristão: Se Deus impedisse a dor todas as vezes que tivéssemos algum problema, então nos tornaríamos as criaturas mai negligentes e egoístas do Universo. Nunca aprenderíamos com o sofrimento. Ateu: Aprender com o sofrimento? Do que você está falando? Cristão: Ah, você acabou de ver outra razão pela qual Deus não põe fim ao mal exatamente agora. Você pode me citar uma lição duradoura que tenha aprendido do prazer? Ateu: Dê-me um minuto

8 Cristão: Eu poderia lhe dar uma hora; duvido que possa relatar muitas coisas. Se você pensar sobre isso, vai descobrir que praticamente toda lição valiosa que já aprendeu resultou de alguma dificuldade em sua vida. Na maioria dos casos, a má sorte ensina enquanto a boa sorte engana. De fato, você não apenas aprende lições com o sofrimento, como ele é praticamente a única maneira pela qual pode desenvolver as virtudes. Ateu: O que você quer dizer?

9 Cristão: Você não pode desenvolver coragem a não ser que esteja em perigo. Não pode desenvolver perseverança a não ser que tenha obstáculos no caminho. Não vai aprender como ser servo a não ser que exista alguém a quem servir. A compaixão nunca será compreendida se não houver uma pessoa que esteja passando por uma necessidade ou enfrentando o sofrimento. É como diz aquela expressão: “Sem dor, não tem valor”.

10 O apóstolo Paulo em Romanos fala do domínio do pecado na criação dentro da perspectiva da restauração futura (glória futura): 18) “Não importa irmãos, considero que as aflições (os sofrimentos) do tempo presente não podem ser comparadas com a glória que em nós será revelada.” Ele diz “que a própria criação aguarda ansiosamente e que toda a natureza geme em dores de parto até o dia da restauração, E que nós, os que confiamos no Senhor, gememos interiormente, esperando ansiosamente a redenção de nosso corpo.” (21-22) E no v. 25) “Mas se esperamos o que ainda não vemos, aguardamo-lo pacientemente”.

11 “A paciência cristã, é a atitude do soldado que, no âmago mais violento da batalha, não fica desconcertado, mas continua a lutar com bravura, sejam quais forem as dificuldades.” (Leon Morris)

12 Pr. Willian E. Sangster 1)N unca me queixarei... 2)M anterei alegre o lar... 3)C ontarei as minhas bênçãos... 4)P rocurarei transformá-la em vitória...

13 Stanley Jones “Ao invés de suportar passivamente a aflição, faça uso dela. Lance mão de tudo quanto acontecer – a justiça e a injustiça, o prazer e a dor, os elogios e as críticas – assimile-o no propósito da sua vida e transforme-o em alguma coisa. Faça dele um testemunho.”

14 Jesus não somente suportou a Cruz, como também a usou. A Cruz era pecado, e ele a transformou na cura do pecado; a Cruz era ódio, e ele a transformou numa manifestação do amor de Deus. A Cruz demonstrou o pior aspecto do homem, e ali Jesus demonstra Deus, no seu melhor aspecto redentor. A palavra mais cruel e escura que a vida já falou, foi falada na Cruz, e na Cruz Jesus lançou mão de toda aquela crueldade e escuridão e as transformou em puro amor e pura luz... Quão grande luz é derramada na tragédia de nossas vidas, descobrir semelhante fato no âmago da nossa fé. (Stanley Jones)

15 “Afirmo... que alguma forma de sofrimento é praticamente indispensável para a santificação pessoal.” (J. Stott) “A aflição, por si mesma, não santifica; ela cansa e angustia, deprime e seduz. Porém, a presença de Deus e o uso que Ele faz dela, à medida que a relaciona com nossa vida como um todo... é que torna a adversidade salutar.” (D. MacLeod)

16 “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com seu propósito.” (Rm NVI) Deus age em nossas vidas... Deus age para o bem do seu povo... Deus age para o bem de seu povo em todas as coisas... “Assim, tudo que há de negativo nesta vida passa a ter um propósito positivo na execução do plano eterno de Deus.” (A. Nygren)

17 A primeira verdade de Romanos 8.28 é o governo universal de Deus. Tudo que acontece a você está debaixo de Suas mãos. A segunda verdade é o favor de Deus para os que O amam. Se Ele governa tudo, então nada exceto o bem pode sobrevir àqueles a quem Ele faz o bem... e Ele dirigirá todas as coisas a fim de que recebamos somente o bem, de tudo o que nos acontece. Benjamin Warfield

18 Pr. John Piper 16 de Fevereiro de 2006 Estou escrevendo estas palavras na véspera da cirurgia do câncer na minha próstata. Creio no poder de Deus para curar — por meio de um milagre e da medicina. Sei que é certo e bom orar pelos dois tipos de cura. O câncer não é desperdiçado ao ser curado por Deus. Ele recebe a glória — e isto porque o câncer existe. Então, não orar pela cura pode desperdiçar seu câncer. Mas a cura não é o plano de Deus para todos. E existem muitas outras formas de desperdiçar seu câncer. Estou orando por mim e por você, para que não desperdicemos esta dor.

19 Não Desperdice Seu Câncer 1.Você desperdiçará seu câncer caso não creia que isto foi planejado por Deus. Não diga que Deus apenas usa nosso câncer, mas que o planeja. O que Deus permite, ele o faz por uma razão. E está razão é sua vontade. Se Deus prevê desenvolvimentos moleculares tornando-se cancerígenos, ele pode deter isto ou não. Se não, ele tem um propósito. Por ser infinitamente sábio, é correto chamar este propósito de plano. Se você não crê que seu câncer lhe foi planejado por Deus, você o desperdiçará. (Veja Jó 2.7,10 e 42.11)

20 2. Você desperdiçará seu câncer caso creia que ele é uma maldição, e não uma bênção. “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” ( Romanos 8:1). Veja: Gálatas 3:13 Números 23:23 Salmos 84:11

21 3. Você desperdiçará seu câncer caso se recuse a pensar na morte. Todos nós morreremos caso Jesus não retorne em nossos dias. Não pensar sobre como seria deixar esta vida e encontrar Deus é tolice (Eclesiastes 7:2). Salmos 90:12 diz: “Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios”. Contar seus dias significa pensar sobre quão poucos eles são e que terminarão. Como você conseguirá um coração sábio se você se recusa a pensar nisto? Que desperdício, caso não pensemos sobre a morte.

22 4. Você desperdiçará seu câncer caso pense que “vencê- lo” significa sobreviver e não aproximar-se de Cristo. Os planos de Deus e os planos de Satanás para seu câncer não são os mesmos. Satanás deseja destruir seu amor por Cristo. Deus planeja aprofundá-lo. O câncer não vencerá se você morrer, apenas se falhar em aproximar-se de Cristo. Filipenses 3:8; 1:21

23 5. Você desperdiçará seu câncer caso se entristeça como quem não tem esperança. Paulo usa esta expressão para designar pessoas cujos entes queridos haviam morrido - (1Ts 4:13). Existe tristeza na morte. Mesmo para o crente que morre, há uma perda temporária — a perda do corpo, de entes queridos e do ministério terreno. Mas a tristeza é diferente — é permeada pela esperança: “desejamos antes estar ausentes deste corpo, para estarmos presentes com o Senhor” (2Co 5:8). Não desperdice seu câncer ficando triste como quem não tem esta esperança.

24 6. Você desperdiçará seu câncer caso falhe em utilizá-lo como meio de testemunhar a verdade e a glória de Cristo. Os cristãos nunca se encontram em determinado lugar por acidente. Existem razões para as quais somos levados onde estamos. Essa será uma oportunidade para testemunhar. Cristo é infinitamente digno. Aqui está uma oportunidade de ouro para mostrar que Jesus vale mais que a vida. Não a desperdice. Lembre-se de que você não foi deixado sozinho; terá a ajuda necessária: “Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus” (Fp 4:19). Pastor John

25 Nossa natureza carnal cresceria excessivamente, se não tivéssemos nossos invernos, no tempo apropriado. Diz-se que em alguns países as árvores crescem, mas não produzem fruto, pois não há inverno ali. (John Bunyan) “Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos” (Salmo )


Carregar ppt "Tiago 1.1-5. 1) Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos dispersas entre as nações. 2) Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google