A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aplicações e Serviços para Computação Móvel

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aplicações e Serviços para Computação Móvel"— Transcrição da apresentação:

1 Aplicações e Serviços para Computação Móvel
Carlos Maurício S. Figueiredo

2 Aplicações e Serviços para Computação Móvel
Aplicações Pessoais Ex: Organização pessoal, acesso à informação, transferência de arquivos, Web, , etc. Aplicações Corporativas Ex: Acesso remoto a informações corporativas, apoio à tomada de decisão, vendas, distribuição, transportes, estoque, automação industrial, etc. Aplicações Financeiras Ex: Transações eletrônicas, operações bancárias, etc. Aplicações para Medicina Ex: Acesso a informações de pacientes, consulta a banco de dados de doenças, interação entre equipe médica, monitoração de informações clínicas de pacientes e outras.

3 Aplicações e Serviços para Computação Móvel
Policiamento e Segurança Consulta de dados criminais de suspeitos, consulta de dados de roubos e furtos, informações de ocorrências, etc. Aplicações Militares Ex: Coordenação de operações, treinamento e outras. Serviços de Informação em geral Ex: Trânsito, tempo, eventos, etc. Entretenimento Ex: Jogos pessoais e interativos.

4 Aplicações e Serviços para Computação Móvel
Serviços baseados na localização (LBS)‏ Serviços onde o resultado depende de: Localização do usuário; Informações de localização em uma base de dados. Questões a serem resolvidas: Técnicas de obtenção da localização do usuário conforme infra- estrutura de rede sem fio utilizada; Ter uma base de dados georeferenciada; Mecanismos de consulta. Classe importante de serviços. Exemplos, Guias turísticos, serviços de transportes, serviços de emergência, serviços de informação, etc.

5 Aplicações e Serviços para Computação Móvel
Serviços de Comércio Eletrônico Móvel (M-Commerce)‏ Problema bem estudado para redes fixas; Questões a serem tratadas: Modelagem da aplicação de M-Commerce; Levar em consideração características do ambiente de computação móvel (ambiente, energia, personalização, etc). Conseqüências: Considerar interrupções na comunicação, transações simplificadas, perfis de usuários, etc. Exemplo: Compra em um shopping. Da pesquisa de preços até a realização da transação.

6 Desenvolvimento de Aplicações e Serviços

7 Desenvolvimento de Aplicações e Serviços
Existem muitos ambientes e ferramentas para o desenvolvimento de aplicação e serviços para computação Móvel. Os principais segmentos: Celulares PDAs Dificuldades: Variedade de plataformas Variedade de ferramentas Incompatibilidade entre dispositivos

8 Desenvolvimento de Aplicações e Serviços
Desenvolvimento para Celulares Baseado em linguagens de marcação Tendência: XML Alguns Padrões existentes: WML – Parte do padrão WAP HDML – HandHeld Markup Language, baseada no HTML CHTML – Compact HTML VoiceXML – Aplicações baseada na voz XHTML Básico – Versão simplificada do XHTML

9 Desenvolvimento de Aplicações e Serviços
Desenvolvimento para Celulares WML – Wireless Markup Language Características: Baseada em XML Metáfora de um baralho de cartas Utilização de Variáveis Existência de eventos e tarefas Vantagens: Adaptada e otimizada para ambiente sem fio (Ex. codificação binária)‏ Desvantagens: Ainda restrita a celulares Recursos limitados.

10 Desenvolvimento de Aplicações e Serviços
Desenvolvimento para Celulares WML – Wireless Markup Language

11 Desenvolvimento de Aplicações e Serviços
Desenvolvimento para PDAs Ferramentas para a Geração de Aplicações Nativas Fornecedores provêm seus SDKs. Três grandes plataformas nos anos 90: PALM OS Windows CE EPOC Ferramentas: Destaque: Java 2 Micro Edition (J2ME)‏ OracleMobile – Ambiente para desenvolvimento de aplicações online. AVIDRapidTools – Pacote de classes Java. Adaptação de conteúdo para WML, Palm e outros. AnyDevice’s GoAnyWhere Plataform – Aplicações com formato proprietário SiteXML. Everypath Mobile Application Plataform – Desenvolvimento com Java e XML. SmartServ Solution – Desenvolvimento para celulares com módulos prontos.

12 Desenvolvimento de Aplicações e Serviços
Java 2 Micro Edition (J2ME)‏ Plataforma Java 2 para dispositivos móveis Modular e escalável Possibilidade de personalização Três camadas: Java Virtual Machine Layer- máquina virtual Configuration Layer -bibliotecas mínimas para uma família de dispositivos Profile Layer -interfaces de programação (API) para uma categoria de dispositivos. Altamente portável. J2ME possui um conjunto de tecnologias e ferramentas para o desenvolvimento de aplicação Java para os mais diversos dispositivos móvel. Facilita a integração com outras soluções Java (Ex. J2EE).

13 Desenvolvimento de Aplicações e Serviços
Java 2 Micro Edition (J2ME)‏

14 Desenvolvimento de Aplicações e Serviços
Novas plataformas de SW Objetivos: Facilidade de uso (usabilidade e aplicações)‏ Fácil adaptação a diferentes plataformas de Hw (SOs)‏ Base de desenvolvimento comum (SDKs)‏ Exemplo: SOs Móveis Proprietários Symbian Windows Mobile Iphone OS-X Exemplo: SOs Móveis GPL Nokia MAEMO (Linux)‏ Google Android (Linux)‏ Ubuntu Mobile LiMo Foundation

15 Sistemas Operacionais Embarcados

16 Sistemas Operacionais
Definição de SO: “É um programa que atua como intermediário entre o usuário e o hardware de um computador. Seu propósito é fornecer um ambiente no qual o usuário possa executar programas, tornando o uso do sistemas computacional conveniente usando o hardware de maneira eficiente.” (Silberschatz)‏. Exemplos em PCs comuns: Windows, Linux, MacOS, etc. Com o avanço das plataformas de sistemas móveis, Sos convencionais estão se tornando comuns.

17 SOs: Vantagens Isola do programador a complexidade do hardware.
Abstrai complexidade. Protege o uso do HW. Controla todos os recursos do computador. Centraliza a responsabilidade sobre o HW. Desenvolver programas que controlam todos os componentes de HW é um trabalho extremamente difícil. Gerencia a execução de diferentes programas em determinados instantes de tempo (Escalonamento de processos). Suporte à multiprogramação.

18 Núcleo do Sistema Operacional
SOs: Visão em Camadas Hardware Núcleo do Sistema Operacional Aplicações Utilitários Linguagem de Comandos Usuários

19 SOs: Componentes Comuns
Gerenciamento de Processos Gerenciamento de Memória Principal Gerência de Armazenamento Secundário e Arquivos Gerenciamento do sistemas de I/O Outros: Redes Proteção Contabilização Logs Hardware SO Aps Util. Com. Users

20 Plataforma de Hardware Aplicações de Apresentação
Exemplo do STB Plataforma de Hardware (Rádio, Processador, Periféricos)‏ Middleware (Ginga-J e Ginga NCL)‏ Aplicações de Apresentação e Interatividade (Navegador, EPG, Entretenimento, etc.)‏ Software Básico (SO: Controle e configuração do Hw)‏ Conteúdo e aplicações das operadoras Camada de SW para Desenvolvimento Específico dos Fabricantes

21 Linux Embarcado

22 Linux Embarcado Muitos dispositivos usam Linux
Linux é livre e de código aberto. Implementação em C: Linguagem de alto nível facilita o porte entre diferentes plataformas. Sistema robusto e completo. Muito conhecimento público. Distribuições: Kernel, programas de sistema e utilitários.

23 Linux Embarcado Exemplos:
IP phone design runs Linux — A large embedded consulting house in Japan has started shipping a hardware reference design for handheld IP (Internet protocol) phones. Based on a Marvell PXA310 ("Monahans-LV") processor clocked at 624MHz, Sophia Systems's Sandgate 3-P design runs Linux, including Trolltech's Qtopia Phone Edition, or Windows CE/Mobile 6. Monsoon Multimedia has used embedded Linux to build a consumer DVR (digital video recorder) with remote multimedia file serving capabilities. The Hava -- recently implicated in a GPL violation court case -- aims to let the user access live and recorded TV content from broadband-connected locations.

24 Linux Embarcado Exemplos: Urna Eletrônica!
LinkSys Router Linux. For under $100 US, the Linksys WRT54G is a capable Linux platform with 16MB of RAM, a 125MHz processor and support for b and g. Urna Eletrônica!

25 Linux Embarcado Etapas Básicas de Desenvolvimento Otimização do Kernel
Objetivo: Redução do tamanho do SO. Basicamente, trata da remoção de módulos não utilizados na plataforma de destino. Recompilação para a plataforma de destino. Composição do Sistema de Arquivos Básico Estrutura em diretórios contendo software necessário para aplicação embarcada (kernel, Módulos do SO, bibliotecas, utilitários, programas de sistema e aplicativos). Desenvolvimento de Drivers de Dispositivos Necessário para o controle de Hws específicos. Sua implementação deve conter as diretivas para manipulção direta do hardware.

26 Estudo de Caso NOKIA/MAEMO

27 Estudo de Caso Zagaia Aps


Carregar ppt "Aplicações e Serviços para Computação Móvel"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google