A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Objectivos do Ano Reconhecimento dos Direitos das Pessoas em Situação de Pobreza Responsabilidade Partilhada e Participação Coesão Empenho e Acções Concretas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Objectivos do Ano Reconhecimento dos Direitos das Pessoas em Situação de Pobreza Responsabilidade Partilhada e Participação Coesão Empenho e Acções Concretas."— Transcrição da apresentação:

1

2 Objectivos do Ano Reconhecimento dos Direitos das Pessoas em Situação de Pobreza Responsabilidade Partilhada e Participação Coesão Empenho e Acções Concretas

3 Objectivos a Nível Concelhio Objectivo 1: Sensibilização e Envolvimento Resultado: No âmbito do AECPES foram envolvidas, para além da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, um vasto conjunto de entidades da Rede Social de Oliveira de Azeméis, tais como, Juntas de Freguesia, Comissões Sociais de Freguesia, Escolas, Instituições Particulares de Solidariedade Social, Associações Culturais e Recreativas, Grupos de Jovens, Conferências Vicentinas, Paróquias, entre outras organizações da sociedade civil.

4 Objectivos a Nível Concelhio Objectivo 2: Adopção de Medidas Concretas Resultado: No âmbito do AECPES, enquadradas na Estafeta da Solidariedade e nas iniciativas de âmbito geral, foram promovidas as seguintes acções:  Constituição de 5 novas Comissões Sociais de Freguesia ( totalizando 11 Comissões) que, localmente, serão promotoras de medidas concretas de combate à pobreza e à exclusão social;  Campanhas de recolha de bens “Mãos Solidárias” destinadas aos Bancos de Recursos concelhios e a famílias carenciadas do concelho;  Mostras das respostas e serviços na área social das freguesias;  Espectáculos, eucaristias, jantares solidários, vendas, tômbolas com angariação de fundos que reverteram a favor do Banco de Medicamentos concelhio e de Instituições de Solidariedade Social;  Inauguração de habitação social em Santiago de Riba-Úl.

5 Objectivos a Nível Concelhio Objectivo 3: Reconhecimento Resultado: Abraço Solidário: homenagem das freguesias às pessoas/instituições com acção relevante na área da solidariedade social. Homenagem às Instituições Sociais Concelhias (Instituições Particulares de Solidariedade Social, Organizações Não Governamentais, Misericórdias) e demais Instituições com importante papel ao nível social, pelo trabalho voluntário das pessoas que ocupam os órgãos sociais das mesmas.

6 Objectivos a Nível Concelhio Objectivo 4: Descentralização Resultado: Para além das iniciativas de âmbito geral promovidas na sede do concelho de Oliveira de Azeméis, desenvolveram um enorme trabalho de envolvimento e participação, o conjunto das 19 freguesias do concelho, no âmbito da Estafeta da Solidariedade, através da dinamização de programas abrangentes de actividades específicas e muito diversificadas.

7 Objectivos a Nível Concelhio Objectivo 5: Consciencialização da comunidade Resultado: No âmbito das iniciativas desenvolvidas no AECPES foram envolvidas e sensibilizadas milhares de pessoas em todo o concelho que, através do seu envolvimento nas campanhas de recolha de bens, espectáculos, actividades desportivas, mostras de respostas e serviços sociais das freguesias e outras acções, deram um importante contributo e testemunhos de solidariedade e de participação cívica no combate às situações de pobreza e exclusão.

8 Objectivos a Nível Concelhio Objectivo 6: Dinamização do voluntariado local Resultado: No âmbito da Estafeta da Solidariedade mobilizou-se um grande número de entidades e pessoas, que de forma voluntária e altruísta, deram o seu contributo para a concretização dos objectivos e programas de actividades definidos localmente para as comemorações concelhias do AECPES.

9 Objectivos a Nível Concelhio Objectivo 7: Disseminação de boas práticas Resultado: O trabalho de cooperação, envolvimento, parceria e mobilização demonstrado por todas as 19 freguesias do concelho no âmbito da Estafeta da Solidariedade realçou a mais valia da articulação interinstitucional para a concretização de objectivos e medidas concretas que respeitam a problemas e necessidades comuns. As comemorações concelhias do AECPES abriram novos caminhos na área da intervenção social, consolidando formas de articulação e cooperação interinstitucional, nomeadamente, através da constituição das Comissões Sociais de Freguesia.

10 Iniciativas de Âmbito Geral Sessão de Abertura do AECPES – 13 de Março de 2010 Projecto EDV(CRI)ACTIVO – Julho a Dezembro de 2010 Comemoração do Dia Internacional das Famílias – 14 e 15 de Maio de 2010 Encerramento do Projecto SOLIS – 28 de Julho de 2010 Festa da Solidariedade – 16 e 17 de Outubro de 2010 CLASOA Temático – 27 de Outubro de 2010 Comemoração do Dia Internacional da Pessoa Com Deficiência – 3 de Dezembro de 2010 Sessão de Encerramento do AECPES – 4 de Dezembro de 2010

11 Resultados das principais iniciativas promovidas Dia Internacional das Famílias – 14 e 15 de Maio de 2010 Destacam-se nestas comemorações a realização de três grandes iniciativas: 1.Olimpíadas Inter-concelhias de Pastelaria “Azeméis é Social”, abrangendo os alunos formandos dos cursos de pastelaria promovidos em escolas do concelho de Oliveira de Azeméis, de Milheirós de Poiares e de Canidelo. 2.Actividade “Famílias ao Encontro dos Valores”, jogos tradicionais associados a provérbios populares e a valores humanos e sociais, como forma de sensibilização das famílias para a importância dos afectos na construção de famílias coesas e inclusivas. 3.Cordão Humano “Família: Semente da Inclusão”, que mobilizou cerca de 900 pessoas num cordão humano em torno do Parque de La-Salette, simbolizando o mundo neste abraço solidário.

12 Resultados das principais iniciativas promovidas Festa da Solidariedade – 16 e 17 de Outubro de 2010 Iniciativa que mobilizou transversalmente todas as freguesias do concelho, através de um espectáculo artístico-cultural, com um conjunto alargado de actuações, envolvendo autarquias, colectividades associações, instituições e comunidade em geral, com uma participação superior a 1000 pessoas. A receita da bilheteira reverteu a favor do Banco de Medicamentos da Rede Social, causa que visa apoiar as famílias mais desfavorecidas do concelho ao nível da aquisição de medicamentos, angariando-se nesta iniciativa o montante de Euros. CLASOA Temático – 27 de Outubro de 2010 Realização de um Painel Temático - Participação Social e Comissões Sociais de Freguesia: “Um Caminho para o Desenvolvimento Local”- promovido pela Rede Social de Oliveira de Azeméis, dando enfoque ao importante papel das Comissões Sociais de Freguesia na resolução dos problemas locais em prol do desenvolvimento social do concelho, destacando-se as intervenções dos oradores convidados, das CSF já existentes e o lançamento de uma nova CSF, concretamente, do Pinheiro da Bemposta.

13 Resultados das principais iniciativas promovidas Dia Internacional das Pessoas Com Deficiência – 3 de Dezembro de 2010 Destacamos a realização de três relevantes acções, como “CAMINHOS E FORMAS DE EXPRESSAR E PROMOVER A INTEGRAÇÃO…”: Danças e expressões Prémio de Mérito Municipal de Integração de Pessoas com Deficiência e Diplomas de Reconhecimento III Torneio Municipal de Boccia Participaram nesta iniciativa públicos diversos, destacando-se o envolvimento da Comissão Municipal para a Deficiência, do Provedor Metropolitano dos Cidadãos Com Deficiência, das Escolas, das Instituições, das Empresas, e dos Cidadãos Portadores de Deficiência.

14 Resultados das principais iniciativas promovidas Fórum EDV (CRI)ACTIVO para a Inclusão Social – 7 de Dezembro de 2010 Iniciativa no âmbito Projecto EDV (CRI)Activo (candidatura ao Programa Nacional do AECPES), promovido pela Associação de Municípios de Terras de Santa Maria em parceria com os Municípios e as Redes Sociais dos concelhos de Arouca, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira, S. João da Madeira e Vale de Cambra. Este Fórum incluiu: Painel Temático dedicado ao tema “(Cri)Actividade Social – Factores de Risco que Afectam Crianças e Jovens, Integração das Pessoas no Mercado de Trabalho e Qualidade de Vida das Pessoas Seniores: perspectivas de intervenção.” Foram apresentados testemunhos relevantes e pela REAPN foi divulgada a síntese de resultados dos mini-fóruns temáticos promovidos no EDV nestas áreas, com a participação dos destinatários. Lançamento da Agenda EDV (CRI)ACTIVO 2011 Iniciativa que promoveu o envolvimento de Escolas e Centros de Formação dos 5 Municípios do EDV, através de um concurso de frases e ilustrações respeitantes ao AECPES, com edição dos melhores trabalhos numa Agenda Temática para 2011.

15 Estafeta da Solidariedade Principais Actividades Desenvolvidas Criação de novas Comissões Sociais de Freguesia: Ossela, Loureiro, Pinheiro da Bemposta, Travanca e Macinhata da Seixa, que se juntam às 6 Comissões existentes, a saber, S. Martinho da Gândara, Cucujães, Cesar, S. Roque, Carregosa e Nogueira do Cravo, totalizando 11 Comissões. Actividades culturais: exposições, seminários, palestras, tertúlias, teatro, música, karaoke, dança, poesia, folclore, cinema. Mostras das respostas e serviços na área social das freguesias. Actividades desportivas: caminhadas, ciclo-turismo, futebol, futsal, ginástica sénior, jogos tradicionais, yoga. Campanhas de recolha de bens: Mãos Solidárias – recolha de alimentos, roupas, atoalhados, calçado, brinquedos, mobiliário. Angariação de donativos. Abraço Solidário: Homenagem a pessoas/instituições das freguesias Outras actividades: eucaristias, saraus solidários, arraiais, rastreios de saúde, novenas solidárias, murais, vendas solidárias, cordão humano, reuniões CSF, jantares solidários, radioamadorismo. Livro da Solidariedade: Registo das actividades

16 AGRADECIMENTOS O Município de Oliveira de Azeméis e a Rede Social agradecem de forma muito especial o contributo de todos quantos se envolveram no vasto leque de actividades promovidas no âmbito do Programa Municipal do AECPES, nomeadamente:  Juntas de Freguesia  Comissões Sociais de Freguesia  Grupos de Trabalho constituídos no âmbito do PMAECPES  Instituições Sociais Concelhias  Associações Culturais, Recreativas e Desportivas  Escolas  Paróquias  Vicentinos  Grupos informais de jovens e da comunidade  Oradores convidados valorizando as iniciativas do PMAECPES  Outras entidades e pessoas que de forma voluntária e solidária participaram neste ambicioso e abrangente Programa.

17 Hino do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social 2010 QUERO SER Vida que levo sem ser Caminho quase sem esperança Há na força que sei ter Tanto lugar à esperança Não há escolha no destino Que me conduz cada dia Quero a vida como um hino Vozes juntas, sinfonia Sou quem posso, Não sou quem quero No mundo que é o nosso, Estar de fora não tolero Só serei se formos todos, Só seremos se eu for também Se quisermos mudar modos De fora fica ninguém Amanhã quero ser eu Quero ser pessoa inteira Quem como eu já viveu Quer vida de outra maneira Letra: Edmundo Martinho Música: Carlos Alberto Moniz


Carregar ppt "Objectivos do Ano Reconhecimento dos Direitos das Pessoas em Situação de Pobreza Responsabilidade Partilhada e Participação Coesão Empenho e Acções Concretas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google