A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Primeira infância e desenvolvimento humano. Base conceitual Infância Infantia, ae: incapacidade de falar Infans, antis: que não fala, incapaz de falar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Primeira infância e desenvolvimento humano. Base conceitual Infância Infantia, ae: incapacidade de falar Infans, antis: que não fala, incapaz de falar."— Transcrição da apresentação:

1 Primeira infância e desenvolvimento humano

2 Base conceitual Infância Infantia, ae: incapacidade de falar Infans, antis: que não fala, incapaz de falar Infans = puer = criança 7 anos: considerava-se terminado o período em que era incapaz de falar

3 Evolução da fala % Mês Produção de “mama/papa” para qualquer pessoa Moura-Ribeiro

4 Evolução da fala % Mês Produção de “mama/papa” corretamente Moura-Ribeiro

5 Evolução da fala % Mês Primeira palavra diferente de “mama/papa” Moura-Ribeiro

6 Evolução da fala % Mês Balbucio monossilábico Moura-Ribeiro

7 Evolução da fala Balbucio polissilábico % Mês Moura-Ribeiro

8 Evolução da fala % Mês 4 a 6 enunciados de um vocábulo Moura-Ribeiro

9 Base conceitual Infância “Enfance” = dependência Duração = 19 a 20 anos Pouca importância da criança: alta natalidade

10 Virgem com o Menino e São João Batista Criança ( ). Pintura de Francesco Francia

11 Virgem com menino Jesus e São João Baptista" Domenico Beccafumi –

12 Roger Van der Weiden São Lucas pintando criança

13 Lucas Cranach, O Velho ( ). A Virgem e o Menino Eremitério de São Petersburgo, Rússia.

14 Dieric Bouts – 1450 A virgem e o menino

15 A Virgem e o Menino, Domingos e Tomás de Aquino Museu Hermitage, S. Petersburgo, 1455

16 Abandono Roda dos expostos Roma, idade média Irmandade religiosa Hospitais de caridade

17 Relatório das casas de expostos José Gondra – Educ. Pesqui./2000

18 História da criança segundo as reações psicológicas dos adultos Ajuriaguerra-1977 Infanticida (Antiguidade ao sec.IV) Abandono (Sec. IV ao Sec. XIII) Ambivalente (Sec. XIV ao Sec. XVI) Intrusivo (Sec. XVIII) Social (Sec. XIX e Sec. XX) Ajuda

19 O grande marco Predomínio da experiência como controle da natureza O conhecimento dará dominação do homem sobre toda outra criatura e sobre a natureza. Conhecimento será posto a serviço do bem estar, da bondade e do futuro Poder da informação e do saber Método científico Francis Bacon ( )

20 Bases do desenvolvimento humano Garantia do direito à vida

21 Como cresce o cérebro Ao nascer: 100 bilhões de neurônios Número de sinapses: /neurônio nos primeiros meses Mil trilhões aos três anos Mesmo número até 10 anos Formação de sinapses: Ligações afetivas com os circunstantes

22 Crescimento do cérebro Intra-útero 6-9 meses : 3g/dia Extra-útero 0-6 meses : 2g/dia 6 meses-3a: 0,35g/dia 3-6 anos : 0,15g/dia

23 Processo de mielinização

24 Criança Sujeito de direito Suas necessidades: objeto de direito

25 Referência legal de direitos

26 Polícia investiga novas hipóteses para mortes de meninas no Paraná Corpo de menina de 8 anos é encontrado em matagal de Castro (PR) Polícia prende suspeito de assassinar menina achada em mala no PR Polícia diz que ex-presidiário é suspeito de matar menina achada em mala no PR

27 Escore antisocial e renda Renda Idade ESCOREESCORE James Heckman

28 Evolução do QI –– Programa –– controle James Heckman

29 Progressão nos estudos James Heckman

30 Progressão econômica Nunca

31

32

33 Investimento baseado em evidência “Não há investimento mais seguro, com garantia de maior retorno para uma sociedade, do que o investimento em saúde e educação na primeira infância.” James Heckman

34 Riqueza no terceiro milênio = Produção de conhecimento Fertilidade < 2,01 Inviabilidade econômica a médio prazo Prioridades do milênio = Fonte de energia renovável Fonte de inteligência renovável Fonte de inteligência renovável = Criança Valor econômico da criança A ERA DA CRIANÇA

35 Ações da SBP na era da criança Prorrogação da licença- maternidade PRONEI Ensino fundamental em tempo integral Consultas de puericultura nos planos de saúde e no SUS

36 Pontos de partida Desenvolvimento humano: natureza e criação Cuidado inicial e criação: desenvolvimento, habilidade para aprender, regulação de emoções O cérebro tem capacidade de mudar Experiências negativas ou falta de estimulação: efeitos sérios e contínuos Eficácia da prevenção e intervenção precoce Carnegie corporation Nova Iorque 1994

37 Valorização da infância – Nós precisamos endireitar o mundo, Pedrinho. – Nós quem, Emília? – Nós crianças; nós que temos imaginação


Carregar ppt "Primeira infância e desenvolvimento humano. Base conceitual Infância Infantia, ae: incapacidade de falar Infans, antis: que não fala, incapaz de falar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google