A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A DESNUTRIÇÃO DOS ALIMENTOS Dr. José Irineu Golbspan www.cmbiologica.com.br.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A DESNUTRIÇÃO DOS ALIMENTOS Dr. José Irineu Golbspan www.cmbiologica.com.br."— Transcrição da apresentação:

1 A DESNUTRIÇÃO DOS ALIMENTOS Dr. José Irineu Golbspan

2 NUTRIÇÃO

3 NUTRIÇÃO ALIMENTAÇÃO.

4 NUTRIÇÃO ALIMENTAÇÃO SUPLEMENTAÇÃO

5 PORQUE SUPLEMENTAÇÃO? PROBLEMAS

6 PROBLEMAS POPULACIONAL POPULACIONAL NUTRICIONAL NUTRICIONAL

7 AUMENTO DA DEMANDA POR ALIMENTOS

8 POPULACIONAL 6,3 bilhões hoje 9 bilhões em 2050 Produção agrícola precisará crescer 70% Fundo Internacional para Desenvolvimento da Agricultura

9 POPULACIONAL 60% do desmatamento para pecuária 50% dos cereais para nutrição animal

10 AUMENTO DA DEMANDA POR ALIMENTOS

11 AGRICULTURA FAMILIAR

12 AGRICULTURA MECANIZADA AUMENTO DA DEMANDA POR ALIMENTOS

13 AGRICULTURA MECANIZADAAGRONEGÓCIO

14 AUMENTO DA DEMANDA POR ALIMENTOS AGRONEGÓCIO empresas agroindustriais familiaresAGROINDUSTRIA megacorporações agroindustriais capital internacional / fundos de investimento

15

16

17 PARA CADA SOLUÇÃO UM NOVO PROBLEMA

18 VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS CONDIÇÕES DAS TERRAS CONDIÇÕES DAS TERRAS QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS

19

20 TERRAS CULTIVÁVEIS PER CAPITA

21 VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS "Precisamos conseguir as regulamentações de mercado apropriadas para impedir a especulação excessiva das commodities” - "Precisamos conseguir as regulamentações de mercado apropriadas para impedir a especulação excessiva das commodities” - Joachim von Braun, ex-diretor-geral do Instituto Internacional de Pesquisa de Políticas Públicas para Alimentação A especulação nos mercados de alimentos fomenta oscilações de preços minando a capacidade de planejamento dos agricultores, induzindo-os à superprodução ou subprodução

22 VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS Parou o crescimento em lavouras cruciais como o arroz Investimento e a pesquisa agrícola estagnaram por falta de apoio político e por diminuição de doadores pela crise financeira global – Jacques Diouf, diretor-geral da Agência das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). “A mudança climática (piora das secas, enchentes e tempestades) agravará uma situação já em deterioração“ - Kevin Cleaver,porta-voz do IFAD

23 VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS CONDIÇÕES DAS TERRAS CONDIÇÕES DAS TERRAS

24

25 MÉTODOS AGRÍCOLAS TRADICIONAL Cobertura morta ◦ Retorno dos compostos essenciais para o solo. adubação Rotação de culturas

26 MÉTODOS AGRÍCOLAS NOVOS Após a Segunda Guerra Mundial as empresas químicas que produziram os fosfatos e nitratos para armas ficaram com uma menor demanda por produtos químicos por elas produzidas. Investigações da época mostraram que muitas plantas crescem muito com apenas três minerais: Nitrogênio, Fósforo e Potássio (NPK). Iniciou-se então a venda de fertilizantes NPK aos agricultores. O crescimento desta prática tornou os métodos tradicionais de agricultura antieconômico.

27 Diminuição da fertilidade do solo na agricultura intensiva: Sem material orgânico para restaurar os níveis de minerais Sem rotação de culturas Sem descansar a terra Os financiamentos são para práticas agrícolas intensivas

28 SISTEMA AGRÍCOLA INDUSTRIAL

29 SISTEMA AGRÍCOLA INDUSTRIAL SISTEMA AGRÍCOLA INDUSTRIAL Alteração do ambiente Alteração do ambiente ◦ uma única espécie vegetal em áreas extensas,

30 SISTEMA AGRÍCOLA INDUSTRIAL Uma única espécie vegetal em áreas extensas, Semeada em solo revolvido, nu e acrescentado de corretivos e fertilizantes químicos inorgânicos e solúveis.

31 SISTEMA AGRÍCOLA INDUSTRIAL Uma única espécie vegetal em áreas extensas, Semeada em solo revolvido, nu e acrescentado de corretivos e fertilizantes químicos inorgânicos e solúveis. Os raios solares incidem diretamente ◦ diminui a umidade e aumenta o calor

32 SISTEMA AGRÍCOLA INDUSTRIAL Ambiente alterado ◦ se cultiva uma única espécie vegetal em áreas extensas Semeada em solo revolvido, nu e acrescentado de corretivos e fertilizantes químicos inorgânicos e solúveis Os raios solares incidem diretamente ◦ diminui a umidade e aumenta o calor; Nessa situações já não encontram condições de vida no solo ◦ ◦ os microorganismos decompositores de matéria orgânica ◦ outros organismos benéficos (insetos, aracnídeos, fungos, bactérias, vírus, por exemplo) ◦ que são inimigos naturais de parasitos e insetos daninhos. ◦ minhocas e de outros decompositores que reciclam nutrientes e são arados vivos (estrutura do solo) A A agricultura orgânica ou ecológica e a sustentabilidade da agricultura Antonia Railda Roel -Universidade Católica Dom Bosco

33 A conferência "Saúde do Solo: gerenciando o componente biológico da qualidade do solo” foi realizada nos EUA, em novembro de 1998, para ajudar a aumentar a consciência da importância e utilidade dos organismos do solo como indicadores da qualidade do solo e determinantes da saúde do solo. Soil health and sustainability: managing the biotic component of soil quality John W. Doran,, a and Michael R. Zeiss ba b a USDA-ARS, 116 Keim Hall, University of Nebraska, Lincoln, NE 68583, USA b FAO IPM Programme, 3 Nguyen Gia Thieu, Hanoi, Viet Nam

34 Environmental and Economic Costs of Soil Erosion and Conservation Benefits David Pimentel, C. Harveyet col Science 24 February 1995: Vol. 267 no pp DOI: /science Durante os últimos 40 anos, quase um terço da terra arável do mundo foi perdida pela erosão E continua a ser perdida com uma taxa de mais de 10 milhões de hectares por ano

35 DEGRADAÇÃO DO SOLO NO MUNDO

36 Pecuária Desmatamento Atividades agrícolas Exploração de lenha Industrialização

37 Principais causas da degradação do solo Industrialização Prática agrícola Pastoreio Lenha Desmatamento

38

39

40 NA AMERICA LATINA PRINCIPAIS PROBLEMAS AMBIENTAIS Hiperurbanização ◦ 300 milhões vivem nas cidades (71% do total); Poluição industrial e agrícola ◦ O continente tem o maior índice de consumo de pesticidas per capita do mundo Forte degradação do solo e da água ◦ por erosão, poluição e sedimentação química Perda da biodiversidade e desmatamento, ◦ causados principalmente pela formação de pastos e áreas agricultáveis; ◦ erosão genética (perda da diversidade genética das espécies cultivadas ou nativas). Altieri e Mazera (1998),

41 AMÉRICA LATINA PODERÁ PERDER 50% DE SUAS TERRAS CULTIVÁVEIS ATÉ 2050 Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, da ONU). BRUXELAS, 6 abr 2011 (AFP)

42 NO BRASIL

43 No período de 1964 a 1979 (Paschoal,1983). AUMENTO DE CONSUMO fertilizantes minerais solúveis em 1.243%, pesticidas em 421%, máquinas agrícolas em 389%

44 NO BRASIL No período de 1964 a 1979 (Paschoal,1983). AUMENTO DE CONSUMO fertilizantes minerais solúveis em 1.243%, pesticidas em 421%, máquinas agrícolas em 389% AUMENTO DE PRODUTIVIDADE AGRÍCOLA apenas 4,9%(média de 15 culturas)

45 NO BRASIL RENDA AGRÍCOLA NO MODELO INDUSTRIALIZADO, Ary de David (2000) LUCROS 66% para indústria (insumos e máquinas) 19% para comércio 11% para quem realmente produz alimentos.

46 NO BRASIL Maior causa de risco de *poluição dos recursos hídricos e do solo e *degradação ambiental. Falta de acesso às informações Baixa adesão ao uso de tecnologias e equipamentos de aplicação Uso excessivo de defensivos agrícolas USO EXCESSIVO DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS COMPROMETE A QUALIDADE DA ÁGUA E DO SOLO.OLIVEIRA, E. de; JADOSKI, S. O.-Revista Eletrônica Lato Sensu – Ano 1, nº1, dezembro de ISSN

47

48 SISTEMA AGRÍCOLA CONVENCIONAL Maior causa de risco de poluição dos recursos hídricos e do solo e degradação ambiental. Falta de acesso às informações Baixa adesão ao uso de tecnologias e equipamentos de aplicação Uso excessivo de defensivos agrícolas USO EXCESSIVO DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS COMPROMETE A QUALIDADE DA ÁGUA E DO SOLO. OLIVEIRA, E. de; JADOSKI, S. O.- Revista Eletrônica Lato Sensu – Ano 1, nº1, dezembro de ISSN

49 SISTEMA AGRÍCOLA CONVENCIONAL

50 Do total das terras aráveis disponíveis, os componentes de 1,5 milhão de hectares foram perdidos devido aos efeitos combinados de:

51 Desertificação Termo cunhado pela Organização das Nações Unidas em 1977

52 Desertificação Ameaça mais de um terço do continente Africano Nos últimos 50 anos, na borda sul do Saara, uma área do tamanho da Somália tornou-se deserto

53 Salinização

54 Salinização

55 Erosão

56 MILHÕES DE HECTARES

57 Atividades de desenvolvimento

58

59

60

61

62

63 VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS VOLUME DE TERRAS CULTIVÁVEIS CONDIÇÕES DAS TERRAS CONDIÇÕES DAS TERRAS QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS

64 QUALIDADE DOS ALIMENTOS A NUTRIÇÃO DOS ALIMENTOS

65

66 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS FATORES QUE DETERMINAM PERDA NUTRICIONAL DOS ALIMENTOS DEFICIÊNCIA DO SOLO FERTILIZANTES QUÍMICOS AGROTÓXICOS POLUIÇÃO AMBIENTAL HOMOTOXINAS PROCESSAMENTO DOS ALIMENTOS MÉTODOS DE PREPARAÇÃO

67 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS FATORES QUE DETERMINAM PERDA NUTRICIONAL DOS ALIMENTOS DEFICIÊNCIA DO SOLO

68 Reduziram-se os níveis de nutrientes em vegetais e frutas frescas Não há mais um húmus rico As raízes das plantas não conseguem mais encontrar minerais Assim, as plantas não podem contém os níveis elevados de vitaminas e minerais. Nos ultimos 10 anos houve uma redução de 20% nos níveis de vitaminas e minerais de frutas e produtos hortícolas

69 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS FATORES QUE DETERMINAM PERDA NUTRICIONAL DOS ALIMENTOS DEFICIÊNCIA DO SOLO FERTILIZANTES QUÍMICOS

70 Fertilizantes nitrogenados causam deficiências de cobre e outros minerais Fertilizantes potássicos causam deficiências de magnésio e outros minerais Pode se acumular em níveis tóxicos na cadeia alimentar, principalmente em óleos, carne animal, produtos lácteos e ovos. Isso produz uma maior demanda de vitaminas e minerais do corpo capazes de neutralizar algumas destas toxinas.

71 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS FATORES QUE DETERMINAM PERDA NUTRICIONAL DOS ALIMENTOS DEFICIÊNCIA DO SOLO FERTILIZANTES QUÍMICOS AGROTÓXICOS

72 Inseticidas causam uma carga tóxica em todos os insetos, invertebrados, animais (e seres humanos). Os produtos químicos tóxicos afetam a estrutura genética das células, o mais importante no DNA do espermatozóide e do óvulo, o que enfraquece as gerações futuras

73 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS FATORES QUE DETERMINAM PERDA NUTRICIONAL DOS ALIMENTOS DEFICIÊNCIA DO SOLO FERTILIZANTES QUÍMICOS AGROTÓXICOS POLUIÇÃO AMBIENTAL

74 Monóxido de carbono, chumbo, enxofre e uma série de outros produtos químicos provocam bloqueios metabólicos e alta oxidação dos tecidos. A poluição ambiental é hoje a principal causa de mortes em crianças pré-escolares e aumento dos níveis de asma na cidade de Londres. Contaminantes como o mercúrio, cloro, alumínio, sulfatos, etc. adicionados à água constituem outro perigo para a saúde. Os níveis de anti-oxidantes devem ser incrementados para combater esta fonte invisível da doença e da morte.

75 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS FATORES QUE DETERMINAM PERDA NUTRICIONAL DOS ALIMENTOS DEFICIÊNCIA DO SOLO FERTILIZANTES QUÍMICOS AGROTÓXICOS POLUIÇÃO AMBIENTAL HOMOTOXINAS

76 Os carboidratos refinados tem todas as vitaminas removidos, além disso retira vitaminas de outros alimentos Drogas estrogênicas (estrógeno) roubam do corpo vitaminas do complexo B que não são repostas nas mulheres que tomam contraceptivos hormonais ou fazem TRH. Hormônios femininos estão agora na água potável e cadeia alimentar. Muitos medicamentos comumente prescritos destroem toda uma gama de vitaminas do complexo B

77 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS FATORES QUE DETERMINAM PERDA NUTRICIONAL DOS ALIMENTOS DEFICIÊNCIA DO SOLO FERTILIZANTES QUÍMICOS AGROTÓXICOS POLUIÇÃO AMBIENTAL HOMOTOXINAS PROCESSAMENTO DOS ALIMENTOS

78 refinação branqueamento emulsionamento hidratação homogeneização pasteurização gaseificação conserva com ácido conserva com açucar conserva com sal conserva química defumação gelificação flavorização colorantes

79 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS FATORES QUE DETERMINAM PERDA NUTRICIONAL DOS ALIMENTOS DEFICIÊNCIA DO SOLO FERTILIZANTES QUÍMICOS AGROTÓXICOS POLUIÇÃO AMBIENTAL HOMOTOXINAS PROCESSAMENTO DOS ALIMENTOS MÉTODOS DE PREPARAÇÃO

80 Métodos de cozimento podem destruir todas as vitaminas solúveis em água que os alimentos crus retém O uso de microondas destroi a maior parte das estruturas complexas

81 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS Tabelas de Composição Química de Alimentos: Análise Comparativa com Resultados Laboratoriais ;Rev. Saúde Pública v.37 n.2 São Paulo abr Ribeiro Pet col; - Laboratório de Bromatologia e Microbiologia de Alimentos da Universidade Federal de São Paulo/ Escola Paulista de Medicina. São Paulo, SP, Brasil II - Universidade Federal de São Paulo/ Escola Paulista de Medicina. São Paulo, SP, Brasil

82 RESULTADOS: Verificou-se que dependendo do alimento, do nutriente estudado e da tabela ou software escolhido para a comparação, ocorreram diferenças estatisticamente significantes entre os dados analisados em laboratório e os dados de tabelas e softwares. Para os alimentos estudados, foi observado: duas tabelas mostraram tendência à superestimação dos teores de proteína e HCT, enquanto uma outra superestima os teores de HCT; um dos softwares tendeu a superestimar os teores de lipídios e, consequentemente, o valor energético total, e em um outro software todos os nutrientes foram subestimados em relação aos valores obtidos em laboratório.

83 Disponibilidade domiciliar de alimentos no Brasil: distribuição e evolução ( ) Bertazzi R et col; Rev. Saude Publica 2005;39(4): Núcleo de Investigação em Nutrição. Instituto de Saúde. Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil; Departamento de Epidemiologia. Instituto de Medicina Social.Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Coordenação de Índices de Preços. Pesquisa de Orçamentos Familiares. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Departamento de Nutrição. Faculdade de Saúde Pública. Universidade de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS

84 Resultados Características positivas do padrão alimentar, encontradas em todas as regiões e em todas as classes de rendimento, foram a adequação do teor protéico das dietas e o elevado aporte relativo de proteínas de alto valor biológico. Características negativas, também disseminadas no País, foram excesso de açúcar e presença insuficiente de frutas e hortaliças na dieta. Nas regiões economicamente mais desenvolvidas, no meio urbano e entre famílias com maior rendimento houve também excesso de gorduras em geral e de gorduras saturadas. A evolução nas áreas metropolitanas do País evidenciou declínio no consumo de alimentos básicos, como arroz e feijão, aumentos de até 400% no consumo de produtos industrializados, como biscoitos e refrigerantes, persistência do consumo excessivo de açúcar e insuficiente de frutas e hortaliças e aumento no teor da dieta em gorduras em geral e gorduras saturadas.

85 MINISTÉRIO DA SAÚDE; 1997 ESTUDO MULTICÊNTRICO SOBRE CONSUMO ALIMENTAR Organizadores: Dra Maria Antonia Martins Galeazzi Dra Semiramis M. Alvares Domene Dra. Rosely Schieri QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS

86 Quatro municípios estudados - Campinas, Rio de Janeiro, Ouro Preto e Goiânia - verificou-se que as famílias com renda até 2 salários mínimos (SM), apresentam risco nutricional de macro e micro nutrientes com destaque a cálcio, ferro, retinol e vitamina B2, que atingiram índices de inadequação de 20 até 70%. Apesar das variações nas diferentes cidades, observou-se que parcela importante da população encontra-se fora das faixas de recomendação para ferro e cálcio Há um consumo desproporcional de gordura saturada e de colesterol.

87 QUALIDADE DOS ALIMENTOS QUALIDADE DOS ALIMENTOS

88 SUPLEMENTAÇÃO

89 PRINCIPAIS TIPOS DE NUTRIENTES MINERAIS VITAMINAS ÁCIDOS GRAXOS AMINOÁCIDOS CARBOIDRATOS

90 PRINCIPAIS TIPOS DE NUTRIENTES MINERAIS VITAMINAS ACIDOS GRAXOS AMINOACIDOS CARBOiDRATOS

91 PRINCIPAIS TIPOS DE NUTRIENTES MINERAIS Calcio VITAMINAS complexo B complexo B ACIDOS GRAXOS Omega 3 AMINOACIDOS CARBOIDRATOS

92 Complexo B Vitamina B1 (tiamina) Vitamina B1 (tiamina) Vitamina B2, antes conhecida por vitamina G, (riboflavina) Vitamina B2, antes conhecida por vitamina G, (riboflavina) Vitamina B3 (niacina, incluindo ácido nicotínico e nicotinamida) Vitamina B3 (niacina, incluindo ácido nicotínico e nicotinamida) Vitamina B4 (adenina) Vitamina B4 (adenina) Vitamina B5 (ácido pantotênico) Vitamina B5 (ácido pantotênico) Vitamina B6 (piridoxina) Vitamina B6 (piridoxina) Vitamina B7, antes conhecida como vitamina H, (biotina) Vitamina B7, antes conhecida como vitamina H, (biotina) Vitamina B8 (colina) Vitamina B8 (colina) Vitamina B9, antes conhecida como vitamina M ou vitamina Bc, (ácido fólico) Vitamina B9, antes conhecida como vitamina M ou vitamina Bc, (ácido fólico) Vitaminas B10 e B11, amparadoras do crescimento. Vitaminas B10 e B11, amparadoras do crescimento. Vitamina B12 (cobalamina) Vitamina B12 (cobalamina) Vitamina B13 (ácido orótico) Vitamina B13 (ácido orótico) Vitamina B15 (ácido pangâmico) Vitamina B15 (ácido pangâmico) Vitamina B17 (amigdalina) Vitamina B17 (amigdalina) Vitamina Bx (Ácido para-aminobenzóico) Vitamina Bx (Ácido para-aminobenzóico)

93 Complexo B B1- B1- Importante para o bom funcionamento do sistema nervoso, dos músculos e do coração.. Auxilia as células no metabolismo da glicose e sua deficiência causa lesão cerebral potencialmente irreversível. B2 – favorece o metabolismo das gorduras, açúcares e proteínas e é importante para a saúde dos olhos, pele, boca e cabelos. B3 – importante papel no metabolismo energético celular e na reparação do DNA. B5 - ajuda a controlar a capacidade de resposta do corpo ao stress e no metabolismo das proteínas, gorduras e açúcares. B6 - Essa vitamina ajuda no metabolismo dos aminoácidos, sendo importante para um crescimento normal e essencial para o metabolismo do triptofano e para a conversão deste em niacina B9 - necessária para a formação de proteínas estruturais e hemoglobina B12 - Necessária à eritropoiese, e em parte do metabolismo dos aminoácidos e dos ácidos nucleicos; Possui uma função indispensável na formação do sangue; Previne problemas cardíacos e derrame cerebral; Necessária para uma boa manutenção do sistema nervoso.

94 Complexo B FONTES FONTES : Banana,Lentilha,Batata, Pimenta,Óleo de oliva, Peru,Fígado,Atum, Levedo,Melaço.

95 CÁLCIO Alem das funções estruturais temos Cálcio Transmissão nervosa O Calcio, entra no terminal nervoso, via canais de Ca2+ abertos após despolarização e é responsavel pela libertação de neurotransmissores, isto é, pelo desencadeamento da transmissão sináptica. COUTINHO, Olga Maria Fernandes Pereira - Transporte de cálcio na célula nervosa : mecanismo a nível da membrana plasmática. Coimbra, 1987.

96 CÁLCIO Alem das funções estruturais temos Cálcio Contração muscular Íons de cálcio são os responsáveis pela facilitação da contração muscular que se manifesta pela movimentação dos membros do corpo e a geração de força KUMAR, S e MITAL, A. Electromiography in ergonomics. UK: Taylor & Francis, 1996.

97 CÁLCIO Sintomas da falta de Cálcio Labilidade emocional e agitação psíquica Alteração de sono e memória De contrações musculares a adormecimento Dores nas costas, principalmente lombar Pele seca, descamando ou com manchas Fragilidade de unhas e dentes. Queda de cabelos Vomitos e Diarreia Alterações no ritmo cardíaco

98 CÁLCIO Tabela de Adequação percentual (*) de cálcio disponível nos domicílios, estratificada por faixa de renda em cada município FAIXA DE RENDACAMPINASGOIÂNIAOURO PRETORIO DE JANEIRO Ate 0, ,51-1, ,1-2, ,1-3, ,1-5, ,1-10, >10, Galeazi M ET col ; ESTUDO MULTICÊNTRICO SOBRE CONSUMO ALIMENTAR Caderno de Debates; UNICAMP;1997

99 CÁLCIO FONTES Leite e seus derivados Agrião Alface Aveia Salsa Salsão Beterraba Batata doce Brócolis Cebola Couve Espinafre Laranja Milho Sardinha

100 CÁLCIO FONTES Leite e seus derivados Agrião Alface Aveia Salsa Salsão Beterraba Batata doce Brócolis Cebola Couve Espinafre Laranja Milho

101 OMEGA 3

102 ÁCIDO GRAXO ESSENCIAL

103 ÁCIDO ALFALINOLÊNICO Em vegetais Linhaça, Agrião Linhaça, Agrião Brócolis e Espinafre EPA - DHA EPA - DHA Em peixes Salmão, Atum Sardinha e Truta OMEGA 3

104 LINHAÇA Alta concentração de ◦ Proteínas ◦ Minerais ◦ Vitaminas  Vitamina E ◦ Ômega-3 ◦ Ômega-6, ◦ Isoflavona ◦ Fitoesteróides

105 OMEGA 3 No Brasil a proporção é de 20 / 1 Omega 6 / Omega 3

106

107 A DESNUTRIÇÃO DOS ALIMENTOS Dr. José Irineu Golbspan

108 BIBLIOGRAFIA Variable Levels of Biological Activity in Sanborn Field After Fifty Years of Treatment, Soil Science, 1938 Animais reconhecimento de tratamento do solo boa, com melhores safras Magazine Alimentos Vegetais, 1940 Animals Recognize Good Soil Treatment, Better Crops With Plant Food Magazine, 1940 Matéria Orgânica - A vida do solo, da Semana Farmer, da Universidade Estadual de Ohio, 1940 Organic Matter - The Life of the Soil, Farmer's Week, Ohio State University, 1940 Exigir bons cavalos bons solos, Cavalo e Associação Mula da América de 1940 Good Horses Require Good Soils, Horse and Mule Association of America, 1940 Cálcio, potássio, fósforo, relação como um possível fator na matriz Ecológica de Plantas, Jornal da Sociedade Americana de Agronomia, 1940 Calcium-Potassium-Phosphorus Relation as a Possible Factor in Ecological Array of Plants, Journal of the American Society of Agronomy, 1940 Fazendo Matéria Orgânica eficaz no solo, os vegetais Ohio e Associação Produtores de Batata de 1940 Making Organic Matter Effective in Soil, The Ohio Vegetable and Potato Growers Association, 1940 De cálcio como um fator na germinação de sementes, Jornal da Sociedade Americana de Agronomia, 1941 Calcium as a Factor in Seed Germination, Journal of the American Society of Agronomy, 1941 O solo como commodities agrícolas ou de uma fábrica, Jornal da Sociedade Americana de empresários agrícolas e Avaliadores Rural, 1941 The Soil as a Farm Commodity or a Factory, Journal of the American Society of Farm Managers and Rural Appraisers, 1941 Matéria orgânica do solo e disponibilidade de iões de Plantas, Ciência do Solo, 1941 Soil Organic Matter and Ion Availability for Plants, Soil Science, 1941 Ensaios Biológicos da Fertilidade do Solo, Ciência do Solo da Sociedade da América de 1941 Biological Assays of Soil Fertility, Soil Science Society of America, 1941

109 Potássio no Complexo Colóide Solo e Nutrição de Plantas, Ciência do Solo, 1941 Potassium in the Soil Colloid Complex and Plant Nutrition, Soil Science, 1941 Feed eficiência em termos de ensaios biológicos de tratamentos de solo, Ciência, Sociedade de solo de América, 1942 Feed Efficiency in Terms of Biological Assays of Soil Treatments, Soil Science Society of America, 1942 Saúde depende do solo, The Land, 1942 Health Depends on Soil, The Land, 1942 Manejo do Solo pela sua natureza ou o homem?, Co. Solos Ocidental, 1942 Soil Management By Nature or By Man?, Western Soils Co., 1942 Fertilidade do Solo e da espécie humana, a American Chemical Society, Química e Engenharia de Notícias, 1942 Soil Fertility and the Human Species, American Chemical Society, Chemical and Engineering News, 1942 Nós somos aquilo que comemos - St. Louis Post-Dispatch, 1943 We Are What We Eat - St. Louis Post-Dispatch, 1943 Por que os fazendeiros aram?, Culturas melhor com comida revista Plant, 1943 Why Do Farmers Plow?, Better Crops With Plant Food Magazine, 1943 Depleção de magnésio em relação a alguns sistemas de cultivo e tratamentos de solo, Ciência do Solo, 1943 Magnesium Depletion in Relation to Some Cropping Systems and Soil Treatments, Soil Science, 1943

110 We Are What We Eat, St. Louis Post-Dispatch, 1943 Faça a grama mais verde no seu lado da cerca, a actividade agrícola de 1943 Make the Grass Greener on Your Side of the Fence, The Business of Farming, 1943 Solo e Pecuária, a Terra, 1943 Soil and Livestock, The Land, 1943 Fertilizar o solo Depois da colheita, da Universidade de 1943, Missouri Fertilize the Soil Then the Crop, University of Missouri, 1943 Fertilidade do Solo e Nutrição Nacional, Jornal da Sociedade Americana de empresários agrícolas e Avaliadores Rural, 1944 Soil Fertility and National Nutrition, Journal of the American Society of Farm Managers and Rural Appraisers, 1944 Melhores pastagens dependem da fertilidade do solo, a revisão de Fertilizantes, 1944 Better Pastures Depend on Soil Fertility, The Fertilizer Review, 1944 Tomando nosso solo para concedido, Ranchman A de 1944 Taking Our Soil for Granted, The Ranchman, 1944 Fertilidade do solo, fonte de alimento, a Technology Review, 1944 Soil Fertility, Food Source, The Technology Review, 1944 Mobilizar os recursos de Fertilizantes do Solo Nossa Nação, 28 Convenção Anual da Associação Crushed Stone Nacional, 1945 Mobilizing the Fertilizer Resources of Our Nation's Soil, 28th Annual Convention of the National Crushed Stone Association, 1945 Quanto tempo os efeitos do fertilizante Última?, Better Crops With Plant Food Magazine, 1945 How Long Do the Effects from Fertilizer Last?, Better Crops With Plant Food Magazine, 1945

111 Qualidade Alimentar do solo, da Consumer Research, Inc., 1945 Food Quality from the Soil, Consumer's Research, Inc., 1945 Hortaliças em relação à fertilidade do solo, da Investigação Alimentar de 1945 Vegetable Crops in Relation to Soil Fertility, Food Research, 1945 Discriminação na selecção dos alimentos pelos animais, o científicas mensais de 1945 Discrimination in Food Selection by Animals, The Scientific Monthly, 1945 Hortaliças em relação à fertilidade do solo-V. Vegetable Crops in Relation to Soil Fertility- V. conteúdo de cálcio de vegetais folhosos verdes, Food Research, 1945 Calcium contents of Green Leafy Vegetable, Food Research, 1945 Por tratamentos de solo nas pastagens, "Jornal dos Criadores de Guernsey, 1946 By Soil Treatments on Pastures, Guernsey Breeders' Journal, 1946 Extra Fertilidade do Solo Alonga estação de pastejo! "Jornal dos Criadores de Guernsey, 1946 Extra Soil Fertility Lengthens Grazing Season!, Guernsey Breeders' Journal, 1946 Por que ser um amigo da Terra?, Carta da Terra, 1946 Why Be a Friend of the Land?, Land Letter, 1946 O solo como base de Fauna Silvestre, Gestão da Universidade, 1946 Missouri The Soil as the Basis of Wildlife, Management University of Missouri, 1946

112 Qualidade Alimentar do solo, da Consumer Research, Inc., 1945 Food Solo e Pecuária Trabalho Juntos, 42, American Meat Institute Reunião Anual de 1947 Soil and Livestock Work Together, 42nd Annual Meeting-American Meat Institute, 1947 Fertilidade do Solo - A Base da Produção Agrícola, 4a Reunião Anual da Sociedade Horticultural Colorado Oeste, 1947 Soil Fertility - The Basis of Agricultural Production, 4th Annual Meeting of the Western Colorado Horticultural Society, 1947 Fertilidade do Solo e Produção Animal, 58a Reunião Anual da Associação de Laticínios do Estado de Indiana, 1947 Soil Fertility and Animal Production, 58th Annual Meeting of the Indiana State Dairy Association, 1947 Nossos dentes e nossos solos, Anais de Odontologia, 1947 Our Teeth and our Soils, Annals of Dentistry, 1947 Fome oculta Ponto a fertilidade do solo, nitrato chileno Secretaria da Educação, Inc., 1947 Hidden Hungers Point to Soil Fertility, Chilean Nitrate Educational Bureau, Inc., 1947 Use Fertilidade do Solo extra para fornecer proteína, "Jornal dos Criadores de Guernsey, 1947 Use Extra Soil Fertility to Provide Protein, Guernsey Breeders' Journal, 1947 Melhores solos Faça Hogs Melhor, Pastor Hampshire, 1947 Better Soils Make Better Hogs, Hampshire Herdsman, 1947 Calcário, a principal de adubo natural do poço, e Pedreira, 1947 Limestone—The Foremost of Natural Fertilizer, Pit and Quarry, 1947 Fertilidade do Solo e valor nutritivo dos alimentos, líderes agrícolas's Digest, 1948 Soil Fertility and Nutritive Value of Foods, Agricultural Leaders' Digest, 1948

113 Qualidade das colheitas também depende da fertilidade do solo, nitrato chileno Educacional Bureau, Inc., 1948 Quality of Crops also Depends on Soil Fertility, Chilean Nitrate Educational Bureau, Inc., 1948 O potássio ajuda a colocar mais nitrogênio em Sweetclover, Jornal da Sociedade Americana de Agronomia, 1948 Potassium Helps Put More Nitrogen into Sweetclover, Journal of the American Society of Agronomy, 1948 Nacional de Padrões de Pontos Problemas dente ao Padrão da fertilidade do solo, Jornal da Associação Odontológica do Estado de Missouri, 1948 National Pattern of Tooth Troubles Points to Pattern of Soil Fertility, Journal of the Missouri State Dental Association, 1948 Clima, solo e saúde. Climate, Soil, and Health. I. Padrão climáticas e de solos de Composição de Alimentos, Cirurgia Oral, Medicina Oral e Patologia Oral, 1948 I. Climatic Soil Pattern and Food Composition, Oral Surgery, Oral Medicine, and Oral Pathology, 1948 Solos de construção para melhor Rebanhos, Polled Hereford Mundo de 1948 Building Soils for Better Herds, Polled Hereford World, 1948 Diversidade de aminoácidos em Legumes De acordo com a fertilidade, Ciência do Solo, 1948 Diversity of Amino Acids in Legumes According to the Soil Fertility, Science, 1948 Carbohydrate Protein Ratio de ervilhas em relação à adubação com potássio, cálcio e nitrogênio, Ciência do Solo da América Proceedings, 1948 Carbohydrate-Protein Ratio of Peas in Relation to Fertilization with Potassium, Calcium, and Nitrogen, Soil Science of America Proceedings, 1948 É a cura no solo?, O sulco de 1948 Is the Cure in the Soil?, The Furrow, 1948 Solo e da proteína, a Terra, 1948 Soil and Protein, The Land, 1948 Nossos solos nossa comida e nós, a Comunidade Menonita, 1948 Our Soils Our Food and Ourselves, The Mennonite Community, 1948

114 Declínio da fertilidade do solo - e sua Implicações Internacionais Nacional, a Convenção Anual 4 Associação de Calcário Agrícola Nacional, 1949 Declining Soil Fertility - Its National and International Implications, 4th Annual Convention of National Agricultural Limestone Association, 1949 Nutrition Via Soil Fertility According to the Climatic Pattern, British Commonwealth Scientific Official Conference, 1949 Plantas e Nutrição Animal em relação a fatores climáticos e de solo, a British Commonwealth Scientific Conferência Oficial, 1949 Plant and Animal Nutrition in Relation to Soil and Climatic Factors, British Commonwealth Scientific Official Conference, 1949 Nitrogênio e Proteínas de proteção contra a doença, o chileno nitrato Secretaria da Educação, Inc., 1949 Nitrogen for Proteins and Protection Against Disease, Chilean Nitrate Educational Bureau, Inc., 1949 As vacas são químicos do solo Capaz, "Jornal dos Criadores de Guernsey, 1949 Cows are Capable Soil Chemists, Guernsey Breeders' Journal, 1949 Doenças como as deficiências do solo através do Estado de Iowa Veterinário College, de 1950 Diseases as Deficiencies Via the Soil, Iowa State College Veterinarian, 1950 Muito nitrogênio or Not Enough Else?, Stock Produtor Live Nacional, 1950 Too Much Nitrogen or Not Enough Else?, National Live Stock Producer, 1950 Fertilidade do Solo: Seu padrão climático, o jornal de Osteopatia, 1950 Soil Fertility: Its Climatic Pattern, The Journal of Osteopathy, 1950 Herbicidas e fertilidade do solo, The New Yorker Rural, 1950 Weed Killers and Soil Fertility, The Rural New Yorker, 1950 Qualidade das colheitas de alimentos, segundo a fertilidade do solo, a Technology Review, 1945 Quality of Food Crops According to Soil Fertility, The Technology Review, 1945

115 Fertilidade do solo e produção de alfafa, da Universidade de, 1950 Missouri Soil Fertility and Alfalfa Production, University of Missouri, 1950 Animais Reconhecer Bom Tratamento do Solo, Better Crops with Plant Food Magazine, 1951 Animals Recognize Good Soil Treatment, Better Crops with Plant Food Magazine, 1951 Reconstruir os solos do mundo para atender às necessidades humanas, Papers Chemurgic, 1951 Reconstructing the Soils of the World to Meet Human Needs, Chemurgic Papers, 1951 Fertilidade do Solo em Relação à saúde humana e animal, Milk Industry Foundation trabalhos da Convenção de 1951 Soil Fertility in Relation to Animal and Human Health, Milk Industry Foundation Convention Proceedings, 1951 Guerra: Algumas Implicações Agrícolas, Jardinagem Orgânica, 1951 War: Some Agricultural Implications, Organic Gardening, 1951 Fertilidade do Solo e do nosso futuro nacional, Fundação de Pesquisa do Texas, 1951 Soil Fertility and our National Future, Texas Research Foundation, 1951 Padrão de cárie em relação ao padrão de fertilidade do solo nos Estados Unidos, o jornal de Odontologia da Austrália de 1951 Pattern of Caries in Relation to the Pattern of Soil Fertility in the United States, The Dental Journal of Australia, 1951 Soil Fertility Pattern: Its Suggestion about Deficiencies and Disease, The Journal of Osteopathy, 1951 Biossíntese de Aminoácidos De acordo com a fertilidade do solo, da Universidade, 1951 Missouri Biosynthesis of Amino Acids According to Soil Fertility, University of Missouri, 1951 Deficiências de proteína Via deficiências do solo, da Universidade de, 1951 Missouri Protein Deficiencies Via Soil Deficiencies, University of Missouri, 1951

116 Gestão de nitrogênio para aumentar a proteína em grãos, Fórum Fazenda Vitória, 1951 Managing Nitrogen to Increase Protein in Grains, Victory Farm Forum, 1951 Matéria orgânica do solo Enfatiza Itself, 1952 Soil Organic Matter Emphasizes Itself, 1952 A carga sobre a terra, um Simpósio, 1952 The Load on the Land, A Symposium, 1952 Melhor e mais proteínas Make Better alimentação humana e animal, Better Crops with Plant Food Magazine, 1952 More and Better Proteins Make Better Food and Feed, Better Crops with Plant Food Magazine, 1952 Proteínas Melhor Crescer com melhores solos e fertilizantes comerciais, 1952 Better Proteins Grow on Better Soils, Commercial Fertilizer, 1952 Pastagens e solos, milho Feeder Pecuária Correia, Inc., 1952 Pastures and Soils, Corn Belt Livestock Feeder, Inc., 1952 Como Smart é uma vaca?, Ruralista Missouri, 1952 How Smart is a Cow?, Missouri Ruralist, 1952 Fertilidade do Solo e síntese de aminoácidos de Plantas, Instituto Nacional de Ciências da Índia, 1952 Soil Fertility and Amino Acid Synthesis by Plants, National Institute of Sciences of India, 1952 O teor de matéria orgânica, New Yorker Rural, 1952 The Value of Organic Matter, Rural New Yorker, 1952 Proteínas e Reprodução, The Land, 1952 Proteins and Reproduction, The Land, 1952

117 Ciência do Solo Olha para a vaca, o World Magazine Polled Hereford, 1952 Soil Science Looks to the Cow, The Polled Hereford World Magazine, 1952 Fertilidade do Solo - uma arma contra as ervas daninhas, da Universidade de, 1952 Missouri Soil Fertility - A Weapon Against Weeds, University of Missouri, 1952 Minerais portadores de potássio como tratamentos de solo, da Universidade de Missouri Boletim, 1952 Potassium Bearing Minerals as Soil Treatments, University of Missouri Bulletin, 1952 A acidez do solo como (Fertilidade) deficiência de cálcio, da Universidade de Missouri Boletim, 1952 Soil Acidity as Calcium (Fertility) Deficiency, University of Missouri Bulletin, 1952 Nossos solos ea nossa saúde, líderes agrícolas 'Digest, 1953 Our Soils and Our Health, Agricultural Leaders' Digest, 1953 Red Clover Sugere Escassez de potassa, melhores colheitas com Plant Food Magazine, 1953 Red Clover Suggests Shortage of Potash, Better Crops with Plant Food Magazine, 1953 Solos e Nutrição, Associação de Fertilizantes da Califórnia, 1953 Soil and Nutrition, California Fertilizer Association, 1953 Fertilidade do Solo, O Poder de Controle da Criação Agrícola, Associação de Agricultores do Missouri, 1953 Soil Fertility, The Power Control of Agricultural Creation, Missouri Farmers Association, 1953 Biossíntese de Aminoácidos De acordo com a fertilidade do solo, da planta e do solo, 1953 Biosynthesis of Amino Acids According to Soil Fertility, Plant and Soil, 1953 As proteínas são cada vez mais escassos, o World Magazine Polled Hereford, 1953 Proteins are Becoming Scarcer, The Polled Hereford World Magazine, 1953

118 Ecologia Humana - O padrão de fertilidade do solo em que, da Universidade de, 1953 Missouri Human Ecology - The Soil Fertility Pattern Under it, University of Missouri, 1953 WGN entrevista de uma hora Fazenda, Rádio WGN, 1953 WGN Farm Hour Interview, WGN Radio, 1953 Nutrição e padrão climático de Desenvolvimento de Solos, Associação Americana para o Avanço da Ciência, 1954 Nutrition and the Climatic Pattern of Soil Development, American Association for the Advancement of Science, 1954 Deixe Rocks Quebrar o Silêncio Suas, Instituto Americano de Medicina Dentária, 1954 Let Rocks Their Silence Break, American Institute of Dental Medicine, 1954 Secas - O solo tem suas razões, Journal of Applied Nutrition, 1954 Droughts - The Soil has Reasons for Them, Journal of Applied Nutrition, 1954 A influência de elementos minerais do solo em Nutrição Animal, Universidade Estadual de Michigan, 1954 The Influence of Soil Mineral Elements on Animal Nutrition, Michigan State University, 1954 Cal o solo ao Feed Culturas News Service Farm Missouri, 1954 Lime the Soil to Feed Crops, Missouri Farm News Service, 1954 A acidez do solo (pH baixo), feitiços de fertilidade Deficiências, Pit e Pedreira, 1954 Soil Acidity (Low pH) spells Fertility Deficiencies, Pit and Quarry, 1954 Cal no solo para corrigir as suas deficiências principais da fertilidade, Produtos Rocha, 1954 Lime the Soil to Correct Its Major Fertility Deficiencies, Rock Products, 1954 Reconstruir os solos, o Challenger de 1954 Reconstructing Soils, The Challenger, 1954

119 Serviços de Fertilizantes em Nutrição de Plantas da Universidade de, 1954 Missouri Fertilizer's Services in Plant Nutrition, University of Missouri, 1954 Não podemos negligenciar Qualidade Protéica?, Novidades no Cultivos e Solos, 1954 Do We Overlook Protein Quality?, What's New in Crops & Soils, 1954 Raízes finas estão procurando, raízes grossas estão encontrando, Fertilidade do Solo, 1955 Thin Roots are Searching for, Thick Roots are Finding, Soil Fertility, 1955 Faça Provisão para Imposto de esgotamento da fertilidade, líderes agrícolas 'Digest, 1955 Make Tax Allowance for Fertility Depletion, Agricultural Leaders' Digest, 1955 Elementos Traço e Produção Agrícola, da Academia Americana de Nutrição, 1955 Trace Elements and Agricultural Production, American Academy of Nutrition, 1955 Os agricultores devem receber o subsídio fiscal para-Building solo?, News Service Farm Missouri, 1955 Should Farmers Receive Tax Allowance for Soil-Building?, Missouri Farm News Service, 1955 It's the Soil That Feeds Us, Natural Food Associates, 1955 Calcário Agrícola - para o bem de mais o seu cálcio, Pit e Pedreira, 1955 Agricultural Limestone - For the Sake of More than Its Calcium, Pit and Quarry, 1955 Capital Substituto no para a fertilidade do solo, produtos Rock, 1955 Capital No Substitute for Soil Fertility, Rock Products, 1955 O solo vivo, o repórter de Golfe de 1955 The Living Soil, The Golf Course Reporter, 1955

120 Produtos químicos para a Melhoria de Solos da Universidade de Missouri, 1955 Chemicals for the Improvement of Soils, University of Missouri, 1955 Fertilizante para Feed valor superior, da Universidade de, 1955 Missouri Fertilizer for Higher Feed Value, University of Missouri, 1955 Proteínas, A Luta por eles, todas as formas de vida, como premissa a fertilidade do solo, da Universidade de, 1955 Missouri Proteins, The Struggle for Them by all Forms of Life, Premised on the Fertility of the Soil, University of Missouri, 1955 Física, Química, Bioquímica e mudanças na comunidade do solo, Gren Foundation International Symposium-Wenner, 1955 Physical, Chemical, and Biochemical Changes in the Soil Community, Wenner-Gren Foundation International Symposium, 1955 Por seu gado Break Through the Fence, Jornal Pecuária Ocidental, 1955 Why Your Cattle Break Through the Fence, Western Livestock Journal, 1955 Solos, Nutrição e Saúde Animal, Jornal da Sociedade Americana de empresários agrícolas e Avaliadores Rural, 1956 Soils, Nutrition and Animal Health, Journal of the American Society of Farm Managers and Rural Appraisers, 1956 Papel do Homem na mudança da face da Terra, University of Chicago Press, 1956 Man's Role in Changing the Face of the Earth, University of Chicago Press, 1956 Elementos Traço e da produção de proteínas, Manuscrito original de 1957 Trace Elements and the Production of Proteins, Original Manuscript, 1957 Fertilidade do Solo e Geografia Biótica, A Revisão geográfica, 1957 Soil Fertility and Biotic Geography, The Geographical Review, 1957 Fertilidade do Solo e da Qualidade de Sementes, da Universidade de Missouri Boletim, 1957 Soil Fertility and the Quality of Seeds, University of Missouri Bulletin, 1957

121 Balanced Fertilidade do Solo, American Relatórios Agrícola, 1958 Balanced Soil Fertility,, American Agricultural Reports, 1958 Balanced Fertilidade do Solo, Melhor Culturas com Plant Food Magazine, 1958 Balanced Soil Fertility, Better Crops with Plant Food Magazine, 1958 Balanced Fertilidade do Solo - Menos Plant pragas e doenças, Better Crops with Plant Food Magazine, 1958 Balanced Soil Fertility - Less Plant Pests and Disease, Better Crops with Plant Food Magazine, 1958 Balanced Soil Fertility - Less Plant Pests and Disease, Manuscript, 1958 Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas, da Alimentação e Agricultura Natural Digest, 1958 Soil Fertility and Plant Nutrition, Natural Food and Farming Digest, 1958 Algumas verdades importantes sobre a Terra Boa, Alimentos Naturais Associados, 1958 Some Significant Truths About the Good Earth, Natural Food Associates, 1958 Cálcio - Interação Boro, da Universidade de Missouri Boletim, 1958 Calcium - Boron Interaction, University of Missouri Bulletin, 1958 Nitrogênio, proteínas e dos Povos, notícias Amônia Agrícola, 1959 Nitrogen, Proteins and People, Agricultural Ammonia News, 1959 A natureza ensina saúde através da nutrição, Editorial do cliente, 1959 Nature Teaches Health via Nutrition, Guest Editorial, 1959 Água: um problema americano, do Conselho Nacional de Estudos Sociais, 1959 Water: An American Problem, National Council for Social Studies, 1959

122 Diagnósticos ou post-mortem?, Alimentos Naturais Associados, 1959 Diagnoses or Post- Mortems?, Natural Food Associates, 1959 Solo e da Saúde, Alimentos Naturais Associados, 1959 Soil and Health, Natural Food Associates, 1959 Saúde Humana Intimamente relacionado com a fertilidade do solo, Escola e Comunidade, 1959 Human Health Closely Related to Soil Fertility, School and Community, 1959 Crescer suplementos protéicos Nossa, da Universidade de 1959, Missouri Growing Our Protein Supplements, University of Missouri, 1959 A pirâmide de 1960 biótica The Biotic Pyramid, 1960 Fertilidade do solo em relação à nutrição animal, Manuscrito, 1960 Soil Fertility in Relation to Animal Nutrition, Manuscript, 1960 Oligoelementos, alergias e deficiências do solo, The Journal of Applied Nutrition, 1960 Trace Elements, Allergies, and Soil Deficiencies, The Journal of Applied Nutrition, 1960 Homem e Seu Habitat - Lixeira da Terra, Boletim de Cientistas Atômicos, 1961 Man and His Habitat - Wastebasket of the Earth, Bulletin of the Atomic Scientists, 1961 Solos - Seus Efeitos sobre os valores nutricionais dos alimentos, Boletim do Consumidor, 1961 Soils - Their Effects on the Nutritional Values of Foods, Consumer Bulletin, 1961 Fluoretação da Água Pública, Restaurantes Manuscrito de 1961 Fluoridation of Public Drinking Water, Manuscript, 1961

123 Introdução de "Alimentação e Saúde do Solo", Manuscrito, 1961 Introduction of "Soil, Food and Health", Manuscript, 1961 Solos férteis minimizar danos do inseto, 1962 Fertile Soils Lessen Insect Injury, 1962 Matéria Orgânica para Nutrição Vegetal, Psicologia Clínica, 1962 Organic Matter for Plant Nutrition, Clinical Psychology, 1962 Pedras, poeira e Vida, Manuscrito, 1962 Rocks, Dust and Life, Manuscript, 1962 Matéria Orgânica Equilibra a fertilidade do solo, alimentos naturais e agrícolas, 1962 Organic Matter Balances the Soil Fertility, Natural Food and Farming, 1962 O Hunzas Saudável, The Journal of Applied Nutrition, 1962 The Healthy Hunzas, The Journal of Applied Nutrition, 1962 Necessita de solos "Living" Fertilidade!, Jornal Pecuária Ocidental, 1962 Soils Need "Living" Fertility!, Western Livestock Journal, 1962 Solo e sobrevivência do mais apto Manuscrito, 1963 Soil and Survival of the Fit, Manuscript, 1963 Só dietas equilibradas para plantas, via solo, pode crescer Proteínas Equilibrado, Mineralas, 1963 Only Balanced Diets for Plants, Via Soil, Can Grow Balanced Proteins, Mineralas, 1963 Uma política de prevenção do suicídio Agrícolas, Alimentação Natural e Agricultura, 1963 A Policy for Preventing Agricultural Suicide, Natural Food and Farming, 1963 Biossíntese de Aminoácidos De acordo com a fertilidade do solo, da planta e do solo, 1963 Biosynthesis of Amino Acids According to Soil Fertility, Plant and Soil, 1963 Cal no solo para corrigir as suas deficiências principais da fertilidade, Produtos Rocha, 1963 Lime the Soil to Correct Its Major Fertility Deficiencies, Rock Products, 1963 Crescer Protecção Auto-via solo como Nutrição, Psicologia Clínica, 1964 Grow Self-Protection Via Soil as Nutrition, Clinical Psychology, 1964

124 Magnésio - sua Relação com o cálcio nos tecidos do corpo, Let's Live, 1965 Magnesium - Its Relation to Calcium in Body Tissues, Let's Live, 1965 Vegetal, Animal e Saúde Humana variam de acordo com a fertilidade do solo - Nutrição Moderna, 1966 Plant, Animal and Human Health Vary With Soil Fertility - Modern Nutrition, 1966 Magnésio no solo dos Estados Unidos, Let's Live, 1966 Magnesium in the Soils of the United States, Let's Live, 1966 A "meia-vida" de nossos solos Manuscrito, 1966 The "Half-Lives" of Our Soils, Manuscript, 1966 Plant, Animal and Human Health Vary With Soil Fertility, Modern Nutrition, 1966 Magnésio integra com alimentos naturais de cálcio e Agricultura, 1967 Magnesium Integrates With Calcium, Natural Food and Farming, 1967 Problemas de qualidade na produtividade dos terrenos agrícolas, Journal of Applied Nutrition, 1968 Problems of Quality in the Productivity of Agricultural Land, Journal of Applied Nutrition, 1968 Solos e Química, Manuscrito, 1968 Soils and Chemistry, Manuscript, 1968 Elementos Traço e matéria orgânica do solo Manuscrito, 1968 Trace Elements and Soil Organic Matter, Manuscript, 1968 Membranas de cálcio em plantas, animais eo homem, o Journal of Applied Nutrition, 1968 Calcium Membranes in Plants, Animals and Man, The Journal of Applied Nutrition, 1968 Quanto à influência do cálcio sobre a função fisiológica dos manuscritos de magnésio, 1970 Concerning the Influence of Calcium on the Physiological Function of Magnesium, Manuscript, 1970

125 ALTIERI, M. A. Agroecologia: as bases científicas da agricultura alternativa. Rio de Janeiro: PTA/FASE, ALTIERI, M. A.; MASERA, O. Desenvolvimento rural sustentável na américa latina: construindo de baixo para cima. In: ALMEIDA, A.; NAVARRO, Z. (org.) Reconstruindo a agricultura: idéias e ideais na perspectiva do Desenvolvimento Rural Sustentável. 2. ed. Porto Alegre: UFRGS, 1998, p BONILLA, J. A. Fundamentos da agricultura ecológica: sobrevivência e qualidade de vida. São Paulo: Nobel, BURG, I. C.; MAYER, P. H. Alternativas ecológicas para prevenção e controle de pragas e doenças. Francisco Beltrão: Grafit, CARSON, R. Primavera silenciosa. 2. ed. São Paulo: Melhoramentos, p. CHARBOUSSOU, F. Plantas doentes pelo uso de agrotóxicos: a teoria da trofobiose. Porto Alegre: L&PM, COLBORN, T.; DUNANOSKI, D.; PETERSON MYERS, J. O futuro roubado. Porto Alegre: L&PM, EHLERS, E. Agricultura Sustentável: origens e perspectivas de um novo paradigma. 2. ed. Guaíba: Agropecuária, HODGES, R. D. Quem precisa afinal de fertilizantes inorgânicos? Revista Brasileira de Tecnologia, Brasília, v. 4, n. 4, p , jul./ago IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – Censos Demográficos de MEIRELLES, L. Produção e comercialização de Hortaliças orgânicas. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 1, n. 1, p , (Suplemento). ODALI-RÍMOLI, A. et al. Interações, Campo Grande, UCDB, n. 1, p , out PASCHOAL, A. D. Produção orgânica de alimentos. Agricultura sustentável para os séculos XX e XXI. Piracicaba: Adilson Paschoal, PASCHOAL, A. O ônus do modelo agrícola industrial. Revista Brasileira de Tecnologia, Brasília, v. 14, n. 1, p , jan./fev ROEL, A. R. Utilização de plantas com propriedades inseticidas: uma contribuição para o desenvolvimento rural sustentável. In: Interações, Campo Grande, UCDB, n. 2, p , mar RÜEGG, E. F. et al. Impacto dos agrotóxicos: sobre o ambiente, a saúde e a sociedade. São Paulo: Ícone, SIMIONOV, N. Sobre la energética del futuro: in la sociedad y el Medio Ambiente. Moscou: Progresso, OKUDA, T. Cresce o mercado de produtos orgânicos. In: O Estado de São Paulo, p. 6, 22 out (S. Agrícola). UNESP RURAL. Agricultura alternativa, Jaboticabal, UNESP, n. 12, v. 2, p. 4-10, 1998.

126 REFERENCES BAYER, C.; MIELNICZUK, J. Características químicas do solo afetadas por métodos de preparo e sistemas de cultura. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.21, p , [ Links ] BOWMAN, R.A. A sequential extraction procedure with concentrated sulfuric acid and dilute base for soil organic phosphorus. Soil Science Society of America Journal, v.53, p , [ Links ] CENTURION, J.F.; DEMATTÊ, J.L.I.; FERNANDES, F.M. Efeitos de sistemas de preparo nas propriedades químicas de um solo sob cerrado cultivado com soja. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.9, p , [ Links ] DE MARIA, I.C.; CASTRO, O.M. de. Fósforo, potássio e matéria orgânica em um latossolo roxo, sob sistemas de manejo com milho e soja. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.17, p , [ Links ] EMPRESA BRASILEITA DE PESQUISA AGROPECUARIA. Manual de métodos de análise de solo. 2.ed.. Rio de Janeiro: EMBRAPA, CNPS, p. [ Links ] GUERRA, J.G.M. Produção sazonal de Brachiaria Decumbens Stapf, conteúdo de fósforo orgânico e microbiano em solos tropicais de baixa fertilidade natural. Itaguaí: UFRRJ, p. (Tese - Doutorado). [ Links ] KLEPKER, D.; ANGHINONI, I. Características físicas e químicas do solo afetadas por métodos de preparo e modos de adubação. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.19, p , [ Links ] NOVAIS, R.F.; BAHIA FILHO, A.F.C.; RIBEIRO, A.C.; VASCONCELOS, C.A. Solubilização de fosfatos incubados com amostras de latossolo submetidas a diferentes números de revolvimento. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.9, p.23 26, [ Links ]

127 NÚÑEZ, J.E.V. Acúmulo e perdas por erosão de nutrientes e metais pesados afetado pelo metodo de preparo do solo. Seropédica: UFRRJ, p. (Dissertação - Mestrado). [ Links ] NÚÑEZ, J.E.V.; AMARAL SOBRINHO, N.M.B.; PALMIERI, F.; MESQUITA, A A. Consequências de diferentes sistemas de preparo do solo sobre a contaminação do solo, sedimentos e água por metais pesados. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.23, p , [ Links ] RESENDE, S.B. de; RESENDE, M. Solos dos Mares de Morros: ocupação e uso. In: ALVAREZ, V.H.; FONTES, L.E.F.; FONTES, M.P.F. (Ed.) O solo nos grandes domínios morfoclimáticos do Brasil e o desenvolvimento sustentado. Viçosa: SBCS; UFV, DPS, p [ Links ] SANTOS, F.S. Contaminação de um Agroecossistema por Metais Pesados em Função do uso de Agroquímicos em diferentes Manejos Agrícolas. Seropédica: UFRRJ, p. (Tese - Mestrado). [ Links ] SANTOS, F.S.; AMARAL SOBRINHO, N.M.B.; MAZUR, N. Influência de Diferentes Manejos Agrícolas na Distribuição de Metais Pesados no Solo e em Plantas de Tomate. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa:, v.26, p , [ Links ] SANTOS, F.S.; AMARAL SOBRINHO, N.M.B.; MAZUR, N. Consequências do Manejo do Solo na Distribuição de Metais Pesados em um Agrossistema com Feijão de Vagem (Phaseolus vulgarisL.). Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.27, p , [ Links ] SHARPLEY, A.N.; SMITH, S.J. Wheat tillage and water quality in the Southern Plains. Soil Tillage Research, v.30, p.33-38, [ Links ] SIDIRAS, N.; PAVAN, M.A. Influência do sistema de manejo do solo no seu nível de fertilidade. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.9, p , [ Links ] TEDESCO, M.J.; GIANELLO, C.; BISSANI, C.A.; BOHNEN, H.; VOLKWEISS, S.J. Análise de solo, plantas e outros materiais. 2.ed. Porto Alegre: UFRGS, Faculdade de Agronomia, Departamento de Solos, p. [ Links ]


Carregar ppt "A DESNUTRIÇÃO DOS ALIMENTOS Dr. José Irineu Golbspan www.cmbiologica.com.br."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google