A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Práticas Pedagógicas associadas ao diálogo da História com a Matemática, ou da Matemática com a História Prof. André Ricardo Barbosa Duarte Professor de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Práticas Pedagógicas associadas ao diálogo da História com a Matemática, ou da Matemática com a História Prof. André Ricardo Barbosa Duarte Professor de."— Transcrição da apresentação:

1 Práticas Pedagógicas associadas ao diálogo da História com a Matemática, ou da Matemática com a História Prof. André Ricardo Barbosa Duarte Professor de educação básica da rede municipal de Contagem/MG Mestre em educação pela Universidade do Estado de Minas Gerais Facebook: https://www.facebook.com/andre.ricardoduarte.1?fref=ts “O TRIUNFO DA MORTE” Peter Brueghel

2 “Vivemos atualmente a convivência de uma massa inédita de informações disponíveis e uma incapacidade aparentemente insuperável de interpretação dos fenômenos. Vivemos o que alguns chamam de “novo analfabetismo” – porque é capaz de explicar, mas não de entender – típico dos discursos econômicos” (MÉSZÁROS – EDUCAÇÃO PARA ALÉM DO CAPITAL)

3 Quantos são os docentes atuando em sala de aula no Estado de Minas Gerais? De acordo com os dados extraídos do Censo Escolar 2013 realizado pelo INEP, o quantitativo de trabalhadores docentes atuando nas redes federal, estadual, municipais e particular é de

4 QUANTOS SÃO OS DOCENTES DE HISTÓRIA? Tabela 1. DOCENTES DE HISTÓRIA - Quantitativo e Percentual por Dependência Administrativa /2013 Dependência AdministrativaQuantitativo% Federal6900,4% Estadual ,8% Municipal ,7% Particular ,1% Total ,0% Total Geral ,9% FONTE: INEP/MICRODADOS DO CENSO ESCOLAR ELABORAÇÃO DO AUTOR.

5 QUANTOS SÃO OS DOCENTES DE MATEMÁTICA? Tabela 2. DOCENTES DE MATEMÁTICA - Quantitativo e Percentual por Dependência Administrativa /2013 Dependência AdministrativaQuantitativo% Federal7301,0% Estadual ,6% Municipal ,0% Particular ,4% Total ,0% Total Geral ,3% FONTE: INEP/MICRODADOS DO CENSO ESCOLAR ELABORAÇÃO DO AUTOR.

6 QUEM SÃO OS DOCENTES DE HISTORIA? Tabela 3. DOCENTES DE HISTÓRIA - Quantitativo e Percentual por Sexo e Dependência Administrativa /2013 Dependência AdministrativaFemininoMasculino Quant.% % Federal2900,2%4000,2% Estadual ,4% ,4% Municipal ,0%7.8564,8% Particular ,3%4.6162,8% Total ,8% ,2% Total Geral FONTE: INEP/MICRODADOS DO CENSO ESCOLAR ELABORAÇÃO DO AUTOR.

7 Tabela 4. DOCENTES DE MATEMÁTICA - Quantitativo e Percentual por Sexo e Dependência Administrativa /2013 Dependência AdministrativaFemininoMasculino Quant.% % Federal3280,2%4020,2% Estadual ,0% ,9% Municipal ,3%7.8764,8% Particular ,6%5.0693,1% Total ,1% ,0% Total Geral – QUEM SÃO OS DOCENTES DE MATEMÁTICA? FONTE: INEP/MICRODADOS DO CENSO ESCOLAR ELABORAÇÃO DO AUTOR.

8 QUEM SÃO OS DOCENTES DE HISTORIA? FONTE: INEP/MICRODADOS DO CENSO ESCOLAR ELABORAÇÃO DO AUTOR.

9 QUEM SÃO OS DOCENTES DE MATEMÁTICA? FONTE: INEP/MICRODADOS DO CENSO ESCOLAR ELABORAÇÃO DO AUTOR.

10 Ementa: O presente minicurso tem o propósito de ofertar aos cursistas a experiência de dialogar e refletir sobre a relevância de práticas educativas baseadas na transdisciplinaridade aplicada aos conteúdos de história e matemática no ensino fundamental, médio e na modalidade da EJA (Educação de Jovens e Adultos). Os temas abordados nesta formação versam sobre a experiência transdisciplinar entre história e matemática realizada nas escolas da rede municipal de educação básica de Contagem/MG. A exposição trata, também, das bases teóricas que edificam o conceito de transdisciplinaridade. Apresenta como algumas possibilidades de trabalhar os conteúdos de história e matemática através da elaboração e utilização de exercícios que envolvem as quatro operações fundamentais e a história da matemática associadas aos conteúdos e conhecimentos da história de Minas Gerias, do Brasil e do Mundo. Dinâmica: Exposição da temática, apresentação de vídeo, resolução de atividades sobre o temas trabalhado e debates.

11 A transdisciplinaridade é uma abordagem científica que tem por objetivo a coesão do conhecimento. Desta maneira, visa investigar e fomentar uma compreensão inédita da realidade encadeando fundamentos e princípios que transitam entre, além e através das disciplinas, numa busca pela compreensão da realidade. Vídeo: O que é transdisciplinaridade: TRANSDISCIPLINARIDADE versus DISCIPLINARIDADE “A transdisciplinaridade transgride as fronteiras epistemológicas de cada ciência disciplinar e constrói um novo conhecimento “através” das ciências, um conhecimento integrado em função da humanidade, resgatando as relações de interdependência, pois a vida se constitui nas relações mantidas pelo indivíduo com o meio ambiente” (SANTOS, 2009). “A transdisciplinaridade é a busca do sentido da vida através de relações entre os diversos saberes (ciências exatas, humanas e artes) numa democracia cognitiva” (SANTOS, 2009). “A disciplinaridade retirou o sentido da vida preenchendo-o com valores de adaptação ao sistema em voga. A educação moderna não se ocupa de desenvolvimento integral dos jovens. Simplesmente prioriza a dimensão racional tratando de dotá-los do necessário para integrar-se e dar continuidade ao sistema. Ao dicotomizar o sujeito do objeto, o ser do saber, considera os fenômenos da subjetividade como a emoção, o sentimento, a intuição, a sensibilidade como sendo um aspecto de segunda categoria [...]” (SANTOS, 2009).

12 “A identidade do homem é construída a partir das profissões estabelecidas na modernidade. A identidade dos jovens é formatada nas parcelas do conhecimento com uma cultura, linguagem e leituras pertinentes a tais parcelas e não estimula abertura e diálogos entre as diversas profissões. Nas universidades se organizam, anualmente, as “semanas” do biólogo, do agrônomo, etc., mas não existe a “semana” do diálogo entre os diversos profissionais, a “semana” do homem. Incentiva-se a identidade parcelada [...]. Assim, se diz “eu sou biólogo”, ou físico, agrônomo, veterinário, zootecnista, sociólogo, filósofo, economista, etc. Ser professor é uma identidade menosprezada, mas ser biólogo é uma identidade valorizada. A disciplinaridade se sobrepõe a transdisciplinaridade, a visão articulada do conhecimento. Na vida, somos todos “transdisciplinares”, mas quando colocamos os pés nas salas de aula, somos disciplinares” (SANTOS, 2009). INTERATIVIDADE E TRANSDISCIPLINARIDADE “1. Interlocução entre os conhecimentos que estão compartimentados em disciplinas devido à orientação modernista; 2. Interlocução aplicando a democracia cognitiva (sem hierarquias, não superestimando determinados conhecimentos em detrimento de outros); 3. Interlocução entre todos os participantes do processo com possibilidade de integração dos agentes comunitários; 4. Aprendizagem considerando razão e emoção, integrando teoria e prática; 5. Uma organização do conhecimento de tal forma que o diálogo entre os diversos saberes, acadêmicos ou não-acadêmicos, permita a emergência de um saber global e significativo para o aluno; 6. Respeito à diversidade de estilos e ritmos de aprendizagem. 7. Respeito às diferenças individuais, raciais e culturais, considerando uma auto-formação, hetero-formação e eco-formação, estimulando a flexibilidade e tolerância perante as diferenças”.

13 Questão 1 – O “Museu do Ouro” em Sabará conserva em seu acervo um cofre que segundo a lenda protege vários mapas que podem levar as minas de esmeraldas nunca antes exploradas. Porém esse cofre se encontra fechado e para abri-lo você precisa traduzir o seguinte código de oito algarismos: Os dois primeiros algarismos são 3 e 4. Os três seguintes são os algarismos do número equivalente ao triplo de 125. Os três últimos algarismos é o dobro de 251. Então, o código desse cofre é: R:

14 Museu do Ouro/Sabará-MG. Acervo: Cofre tipo 'burra' utilizado no séc. XVIII. (Fonte: Museu do Ouro/Sabará-MG (Fonte:

15 Questão 2 – Sabemos que a Igreja Nossa Senhora do Rosário (localizada no centro da cidade de Sabará) começou a ser construída por volta de Pela decadência do ciclo do ouro ela nunca foi terminada, sendo erguida nas ruínas da primeira igreja uma segunda igreja que só foi terminada ano de Considerando essas informações, RESPONDA: a)Quanto tempo a Igreja levou para ser erguida? R: 106 anos b) Há quanto tempo a Igreja Nossa Senhora do Rosário está erguida na cidade de Sabará? R: 194 anos

16 Igreja Nossa Senhora do Rosário (Fonte:

17 Questão 3 - Uma das festas mais tradicionais de Minas Gerais é o “Festival da Jabuticaba” realizado anualmente na cidade de Sabará. Essa festividade resgata a tradição não somente da fruta como também de seus derivados: vinhos, geleias, licores, etc. As receitas passaram de geração a geração ao longo dos anos, desconhecidas do grande público. Todos nós gostaríamos de participar desse festival. A professora Maria Rita (que adora jabuticabas) resolveu se informar sobre essa festividade e ligou para Secretaria de Cultura de Sabará que informou: “Devido as festividades do aniversário da cidade, seria necessário um tempo de 137 dias – após essa a data – para organizar o referido evento”. Assim sendo, em que dia e mês começará o “Festival da Jabuticaba” em Sabará? R: 30 de novembro

18 Questão 4 – Os alunos do Projeto “Ceasa Cidadã” perguntaram ao guia do “Museu do Ouro” em Sabará, qual era a idade do prédio que abriga o museu. O guia respondeu: O museu possui o dobro da minha idade (o guia nasceu no ano de 1963), somada a 2/4 da idade da cidade de Sabará, mais a idade da professora Raquel (a professora nasceu em 1981). Então, qual é idade do “Museu do Ouro”? R: 283 anos

19 BRINCANDO COM OS ALGARISMOS ROMANOS Os exercícios tem por objetivo trabalhar com sistemas numéricos, utilizando as operações de adição, subtração, multiplicação e divisão e a escrita dos algarismos romanos. Objetivos: Apresentar aos educandos o sistema numérico romano e suas aplicações; trabalhar e consolidar o conhecimento sobre as quatro operações fundamentais (adição, subtração, divisão e multiplicação); Trabalhar e desenvolver o raciocínio lógico-matemático por meio de situações que estimule a criatividade e a autonomia dos alunos na resolução de exercícios. Competências e habilidades a serem desenvolvidas: Noções de temporalidade; Autonomia na resolução de situações problema; Raciocínios dedutivos, indutivos e analogias e o domínio das quatro operações fundamentais. Documentário: “A história do número 1”. Link:

20 Questão 5 - No esquema a seguir existe uma lógica nos números registrados em algarismos romanos. Descubra qual o algarismo romano será anotado onde está o ponto de interrogação. Dica: Utilize a operação de adição (em sequência linear na vertical/horizontal)

21 Questão 6 - No esquema a seguir existe uma lógica nos números registrados em algarismos romanos. Dica: utilize a multiplicação (executando a operação de forma cruzada).

22 Referências SANTOS, Akiko. O que é transdisciplinaridade? Disponível em: Acesso em: 16 de abril 2009.http://www.ufrrj.br/leptrans/link/O_QUE_e_TRANSDISCIPLINARIDADE.doc ____________. Métodos Interativos e Autopoiéticos. Na perspectiva da transdisciplinaridade. In. XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino - UNICAMP - Campinas – Disponível em:. Acesso em: 01 de maio de 2013.http://www2.unimep.br/endipe/2462c.pdf ____________; Barros Sánchez,S. (2010) Métodos interativos na perspectiva da transdisciplinaridade. En Torre, S., Pujol, M.A., Rajadell N., Borja, M. (Coords) Innovación y Creatividad (CD-ROM). Barcelona: Giad. Disponível em: Acesso em: 01 de maio de ______________. Complexidade e transdisciplinaridade em educação: cinco princípios para resgatar o elo perdido. In. Revista Brasileira de Educação v. 13 n. 37 jan./abr disponível em: Acesso em: 01 de maio de 2013.http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v13n37/07.pdf


Carregar ppt "Práticas Pedagógicas associadas ao diálogo da História com a Matemática, ou da Matemática com a História Prof. André Ricardo Barbosa Duarte Professor de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google