A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ano letivo 2012-2013 Curso EFA de técnico de Informática e Sistemas Docente: Ana Batista EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS Curso EFA – Sec. Turma C - 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ano letivo 2012-2013 Curso EFA de técnico de Informática e Sistemas Docente: Ana Batista EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS Curso EFA – Sec. Turma C - 2012."— Transcrição da apresentação:

1 Ano letivo Curso EFA de técnico de Informática e Sistemas Docente: Ana Batista EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS Curso EFA – Sec. Turma C / 2013

2 Exemplos de comandos  Criar e alterar a estrutura de uma BD: Create database – para iniciar a criação de uma base de dados; Create table – para criar a estrutura de uma tabela; Alter table – modificar a estrutura de uma tabela; Drop table – eliminar uma tabela; Drop database – eliminar uma BD. Docente: Ana Batista2

3 Exemplos de comandos  Atualizar e consultar uma BD: Insert – inserir dados numa tabela; Update – atualizar ou alterar dados; Delete – apagar dados; Select – efetuar consultas ou pesquisas a uma base de dados. Docente: Ana Batista3

4 Exemplos de comandos  Controlar o acesso e o funcionamento seguros de uma BD: grant – permite atribuir ou definir os direitos dos utilizadores de uma BD; revoke – retira os direitos atribuídos; Lock table – bloqueia uma tabela de forma a impedir que outros utilizadores a alterem; Unlock table – desbloqueia tabela bloqueada; Start transation – inicia uma transação/operação controlada numa BD. Docente: Ana Batista4

5 Comandos para criar e eliminar uma BD  Criação de uma BD Create database Vendas Objetivo: iniciar a criação de uma bd com o nome Vendas. Docente: Ana Batista5

6 Comandos para criar e eliminar uma BD  Eliminar uma BD em SQL Drop database Vendas Objetivo: elimina a bd com o nome Vendas, de forma irrecuperável (a não ser que tenham sido feitas cópias de segurança). NOTA: Só os utilizadores do sistema que tenham o estatuto de superutilizador ou a quem tenham sido atribuídos todos os direitos sobre a base de dados, é que podem efetuar este tipo de operação. Docente: Ana Batista6

7 Criar uma tabela - sintaxe Docente: Ana Batista7 Create table nome_tabela (definição_campo1 … Definição campo_n); Cria uma tabela com um dado nome. Dentro dos parêntesis é indicada a estrutura dos campos que se pretende para a tabela.

8 Assim…  Definição_campo1 corresponde a: Nome_campo tipo_dados [not null] [default valor] [primary key] [references…] Docente: Ana Batista8

9 Ou seja… Para cada campo da tabela indicam- se obrigatoriamente: Nome do campo Tipo de dados do campo Para além destes elementos obrigatórios, podem ainda ser indicados outros elementos opcionais. Docente: Ana Batista9

10 NOTA: os parêntesis retos servem apenas para indicar os elementos opcionais; se estes elementos forem indicados, são escritos sem os parêntesis retos. Docente: Ana Batista10

11 Elementos opcionais  Not null – serve para indicar que o campo não pode conter valores nulos  Default valor – permite indicar um valor por defeito para o campo. Por exemplo: default 10 (o campo assume este valor se não for indicado outro) Docente: Ana Batista11

12 Elementos opcionais  Primary key – indica que o campo é ou faz parte da chave primária da tabela.  References – inicia a indicação que o campo funciona como chave estrangeira. Deve ser escrito: References nome_tabela (nome_campo), ou seja, a seguir à palavra References é escrito o nome da tabela e o nome do campo (dentro parêntesis curvos) a que o campo faz referência como chave estrangeira. Docente: Ana Batista12

13 Principais tipos de dados em SQL Docente: Ana Batista13 Tipos de dadosDescrição Char (n) Caracter ou string – de comprimento indicado até um máximo de 255. VarChar (n) Semelhante ao anterior, mas neste caso, Var significa tamanho variável em relação ao espaço realmente ocupado, consoante o dado inserido. textTexto até um máximo de smallintNúmeros inteiros de tamanho reduzido

14 Principais tipos de dados em SQL Docente: Ana Batista14 Tipos de dadosDescrição Int ou integer Números inteiros de tamanho médio bigint Números inteiros de tamanho grande Numeric (m,d) ou decimal (M,d) Valor numérico que é guardado como uma string formada por digitos decimais, em que m representa o n.º digitos e d as casas decimais Float (m,d)Valor numérico que é guardado com o formato floating point (virgula flutuante)

15 Principais tipos de dados em SQL Docente: Ana Batista15 Tipos de dadosDescrição Double Semelhante ao anterior Date No mysql o formato padrão é “yyyy-mm-dd” – ano, mês, dia timeFormato da hora: “hh:mm:ss”

16 Exemplo de um Modelo físico de uma base de dados Docente: Ana Batista16 Clientes CodCLiClienteMorada Produtos CodProdPreco Encomendas NencCodCliCodProdQuant

17 Exemplificação da criação de tabelas Create table Clientes (CodCli Int auto_increment primary key, Cliente Varchar(20), morada varchar (30)); Docente: Ana Batista17 CodCliClienteMorada

18 Explicação  A tabela Clientes é composta por 3 campos: CodCli - int Cliente - varchar Morada – varchar Docente: Ana Batista18

19 Campo Codcli  Código do cliente é definido como int, isto é número inteiro, além disso é auto_increment, ou seja, o sistema incrementa o n.º do código sempre que é inserido um novo registo nesta tabela.  É indicado como primary key, pois é a chave primária da tabela clientes. Docente: Ana Batista19

20 Campo Cliente  Definido como varchar(20), o campo cliente aceita até um máximo de 20 carateres. Docente: Ana Batista20

21 Campo Morada  Definido como varchar(30), o campo morada aceita até um máximo de 30 carateres. Docente: Ana Batista21

22 Exemplificação da criação de tabelas Create table Produtos (Codprod Int auto_increment primary key, Produto Varchar(20), preco numeric (10,2)); Docente: Ana Batista22 CodProdProdutopreco

23 Tabela Produtos  É semelhante à tabela Clientes, o que muda é o campo Preco. NOTA: não se deve escrever preço, porque os nomes tabelas, campos em SQL só podem conter os carateres do alfabeto inglês, onde não há acentos nem caracteres especiais como o ç. Docente: Ana Batista23

24 Campo Preco  O campo preço é do tipo numérico, não inteiro, mas com casas decimais, aconselhável para pôr por exemplo, valores monetários. Docente: Ana Batista24

25 Tabela Encomendas Create table Encomendas (Nenc Int Auto_increment primary key, CodCli Int references Clientes (CodCli), CodProd Int references Produtos (CodProd), Quant Int); Docente: Ana Batista25

26 Campo NEnc  O campo Nenc (nº da encomenda) é definido como inteiro, incrementado, e chave primária da tabela encomendas. Docente: Ana Batista26

27 Campo Quant  O campo Quant (quantidade) é definido como inteiro. Docente: Ana Batista27

28 Parte especial da tabela encomendas…  Reside nos campos codCli e CodProd que são chaves estrangeiras, por se referirem a campos que são chaves primárias em outras tabelas.  Esses campos vão fazer referência aos mesmos campos nas tabelas de origem (Clientes e produtos). Docente: Ana Batista28

29 Eliminar e alterar a estrutura de uma tabela  Para eliminar uma tabela, o comando sql é drop table nome_tabela Ex: drop table Encomendas Docente: Ana Batista29

30 Eliminar e alterar a estrutura de uma tabela  Para alterar uma tabela, o comando sql é alter table que contém 3 variantes: add, modify e drop. Ex: alter table nome_tabela {Add (novo_campo tipo_dados) | modify (nome_campo tipo_dados) | drop (nome_campo)}; Docente: Ana Batista30

31  O facto de as 3 opções, add, modify e drop serem incluídas dentro de chavetas {} significa que só uma delas pode ser usada em cada instrução. Docente: Ana Batista31

32 Alter table xxx Add novo_campo Modify campo Drop campo Docente: Ana Batista32 Adiciona um novo campo à tabela xxx Modifica um novo campo na tabela xxx Elimina um novo campo na tabela xxx

33 Exemplo 1 Alter table Clientes Add telefone integer; Acrescenta na tabela clientes, um novo campo com o nome Telefone e do tipo inteiro. Docente: Ana Batista33

34 Exemplo 2 Alter table Clientes Modify telefone char (9); Modifica na tabela clientes, o campo Telefone passando a ser do tipo char com 9 carateres. Docente: Ana Batista34

35 Exemplo 3 Alter table Clientes drop telefone; Modifica a tabela clientes, eliminando o campo telefone. Docente: Ana Batista35

36 Atualizar dados numa tabela  Quando se fala em atualizar uma base de dados, tal compreende 3 tipos de operações: Inserir Apagar alterar Docente: Ana Batista36

37 Inserir dados numa tabela Insert into nome_tabela (lista de campos) {values (valores) | select instrução}; Inserir dados na tabela indicada, especificando esses dados a seguir à palavra values ou obtendo-os através de uma instrução select. Docente: Ana Batista37

38 NOTA  Após a indicação do nome tabela, podemos indicar opcionalmente os nomes dos campos, onde queremos inserir os dados.  Se os campos não forem indicados, supõe-se que vamos inserir dados em todos os campos da tabela. Docente: Ana Batista38

39 Exemplo 1 Insert into Clientes (Cliente, morada) values (“Aníbal”, “Lisboa”), (“Belmiro”, “Braga”), (“Casimiro”, “Coimbra”); Docente: Ana Batista39

40 Tabela clientes CodCliClienteMorada 1Aniballisboa 2BelmiroBraga 3CasimiroCoimbra Docente: Ana Batista40

41 Exemplo 2 Insert into Produtos values (null, “portátil”, 400), (null, “berbequim”, 50), (null, “ms office”, 150); Docente: Ana Batista41

42 Tabela produtos Docente: Ana Batista42 CodProdProdutopreço 1Portátil400 2Berbequim50 3Ms office150

43  No exemplo anterior, como não indicámos os campos onde queríamos inserir dados, temos de atribuir valores para todos os campos da tabela.  Null significa que o 1º campo da tabela era auto increment (codprod) e não podemos mexer, por isso a forma é indicar o valor null. Docente: Ana Batista43

44 Exemplo 3 Insert into Encomendas values (null, 1,1,10), (null, 2,1,2), (null, 3,2,5), (null, 1,3,1); Docente: Ana Batista44

45 Tabela encomendas Docente: Ana Batista45 NEncCod CliCodProdQuant Na tabela encomendas, o primeiro campo é Nenc é do tipo auto_increment, o que impede de atribuir valores, por isso indicamos o null para todos os dados correspondentes a esse código. Quanto aos campos CodCli e CodProd como são chaves estrangeiras, pois referem-se a chaves primárias de outras tabelas, isto obriga a que os valores inseridos devam existir nas tabelas iniciais, por forma a respeitar a integridade referencial.

46 Apagar registos e alterar dados  O comando delete apaga registos (linhas) por inteiro numa tabela. Delete from nome_tabela [where condição]; Docente: Ana Batista46

47 Objetivo  Apagar todos os registos na tabela indicada, podendo apagar toda a tabela (se não for especificada uma condição) ou apenas o(s) registos que correspondam à condição indicada.  Se a cláusula Where condição não for indicada, serão apagados todos os registos (todos os dados) da tabela.  Se Where condição for indicada, serão apagados os registos que respeitem a condição indicada. Docente: Ana Batista47

48 Exemplo 1 Delete from produtos; Efeito: todos os dados da tabela produtos serão apagados. Docente: Ana Batista48

49 Exemplo 2 Delete from Produtos Where produto=“Ms office”; Efeito: apaga na tabela produtos os registos (linhas) em que o campo produto é igual a ms office. Docente: Ana Batista49

50 Comando update  A alteração, modificação ou atualização de dados em SQL, faz- se com o comando update. Docente: Ana Batista50

51 Sintaxe - update Update nome_tabela Set campo1=expressão1 [, campo2=expressão2], [, …] [where condição]; Alterar dados na tabela indicada, no(s) campo(s) indicado(s), podendo essa alteração abranger todos os dados de determinado campo ou apenas o que correspondem a uma condição indicada. Docente: Ana Batista51

52  A expressão set campo1=expressão1 indica a modificação a efetuar.  É possível efetuar a vários campos na mesma instrução, daí os parêntesis retos que se seguem. Docente: Ana Batista52

53 Cláusula where  A cláusula Where condição é opcional – isto implica o seguinte:  Se a cláusula where condição não for usada, as alterações indicadas nas expressões campo1=expressão1 afetarão todos os dados do campo indicado em set. Docente: Ana Batista53

54 Docente: Ana Batista54  Se a cláusula where condição for usada, as alterações indicadas afetarão apenas os registos que respeitem a condição especificada.

55 Exemplo 1 Update Produtos Set Preco =Preco*1.05; Esta instrução altera a tabela produtos, no campo preço, para o resultado da expressão preco*1.05, ou seja, produz um aumento de 5% em todos os preços da tabela produtos. Docente: Ana Batista55

56 Exemplo 2 Update Produtos Set preco=250 Where produto =“portátil”; Neste caso, a alteração do preço para 250, incide apenas sobre o produto que tem o nome de portátil, uma vez que foi isso que foi indicado na cláusula where. Docente: Ana Batista56

57 Comando Select  É o comando que permite efetuar consultas a uma BD relacional com SQL.  A sintaxe do comando select é, nas suas versões mais complexas, muito extensa, com muitas opções e pode revestir-se de alguma complexidade. Docente: Ana Batista57

58 Sintaxe - select Select lista_campos From tabela(s) [where condição] [group by lista_campos] [having condição] [order by lista_campos] Docente: Ana Batista58 Efetuar consultas à tabela(s) indicada, baseadas em critérios de filtragem, agrupamentos e/ou ordenação.

59 Exemplos Select * from produtos; Vai consultar todos os dados da tabela produtos. Docente: Ana Batista59

60 Select produto, preco From produtos; Vai apresentar os campos produto e preço da tabela produtos. Docente: Ana Batista60

61 Operadores usados na cláusula where  Operadores de comparação  Operadores de comparação: = igualdade < menor que > Maior que <= menor ou igual >= maior ou igual <> Diferente de Docente: Ana Batista61

62 Docente: Ana Batista62  Outros operadores de comparação  Outros operadores de comparação: Between – compreendido entre In – dentro de Like – semelhante a Is (not) null – é (não é) valor nulo

63 Docente: Ana Batista63  Operadores lógicos  Operadores lógicos: And – e Or – ou Not - não

64 Exemplos Select * From produtos Where preco>=200 and preco<=400; Select * From produtos Where preco between 200 and 400; Docente: Ana Batista64

65 Select * From produtos Where preco= 100 or preco=200; Select * From produtos Where preco in (100, 200); Docente: Ana Batista65

66 Select * From produtos Where produto like “P%”; Vai buscar todos os dados de produtos, cujo nome de produto comece com a letra P. Docente: Ana Batista66

67 Select * From produtos Where produto like “%office”; Vai buscar tds os dados de Produtos, cujo produto tenha a palavra office no seu nome. Docente: Ana Batista67

68 Select * From produtos Order by preco desc; Vai buscar todos os dados da tabela produtos ordenando o preço por ordem descendente. Docente: Ana Batista68

69 Select * From produtos Where preco>200 Order by produto; Ordena por ordem alfabética crescente, os produtos cujos preços são maiores que 200. Docente: Ana Batista69

70 Funções de cálculos e agregações FunçãoSignificado CountDevolve o nº de linhas/registos encontrados SumDevolve a soma de todos os valores encontrados no campo indicado AvgDevolve a média MaxDevolve o maior valor MinDevolve o menor valor Docente: Ana Batista70

71 Tabela Produtos CodProProdutoPreco 1Portátil400 5Portátil200 3Ms Office150 4Impressora100 6Impressora50 2Berbequim50 Docente: Ana Batista71

72 Função Contar Select count (*) As Total From Produtos; Vai contar quantas linhas existem na tabela Produtos e devolve o resultado através do campo total. Docente: Ana Batista72 Total 6

73 Exemplo Select count (distinct preco) From produtos; Devolve o número de preços distintos no campo preço, neste caso, o resultado seria 5; o preço 50 só é contado uma vez. Docente: Ana Batista73

74 Funções Sum e Avg - exemplo Select avg(preco) as Media From produtos; O resultado será a média do preço dos produtos. Docente: Ana Batista74

75 Select Sum(preco) From produtos Where produto like “portátil”; O resultado será a soma dos preços dos produtos correspondentes a portáteis. Resultado: 600 Docente: Ana Batista75

76 Funções max e min Select max(preco) From produtos; Seleciona o maior valor encontrado. Docente: Ana Batista76

77 Select min(preco) From produtos Where produto like “impressora”; O resultado será o menor valor encontrado, tendo em conta os produtos de nome impressora. Docente: Ana Batista77

78 Claúsulas group by e having  A claúsula Group by é usada para agrupar dados que contenham características semelhantes.  Normalmente, é usada em conjugação com as funções de agregação (count, sum, avg, max e min), para obter cálculos por grupos. Docente: Ana Batista78

79 Exemplo 1 Select produto, count(*) From produtos Group by produto; Vamos obter uma listagem com os nomes dos diferentes produtos e com a indicação de quantos registos de cada produto existem. Docente: Ana Batista79

80 Resultado do exemplo anterior: ProdutoCount(*) Berbequim1 Impressora2 Ms Office1 Portátil2 Docente: Ana Batista80

81 Exemplo 2 Select produto, max(preco) From produtos Group by produto; Iremos obter o preço mais elevado dentro de cada grupo de produtos com o mesmo nome. Docente: Ana Batista81

82  Quando se utiliza a cláusula group by, também podemos acrescentar a cláusula having.  A cláusula having aplica-se aos grupos de registos, agrupados com group by, apresentando apenas qs que correspondem à condição indicada com having. Docente: Ana Batista82

83 Exemplo 3 Select produto, max(preco) From produtos Group by produto Having max(preco) > 100; Aqui iremos obter o preço mais elevado de cada grupo de produtos com o mesmo nome, mas queremos obter os grupos de produtos que têm um preço máximo superior a 100. Docente: Ana Batista83

84 Resultado do exemplo 3 ProdutoMax(preco) Ms Office150 Portátil400 Docente: Ana Batista84

85 Mais exemplos de comandos… Select * From clientes, encomendas; Vai buscar todos os dados, das 2 tabelas. Docente: Ana Batista85

86 Select * From clientes, encomendas Where clientes.codcli=encomendas.cod.cli; Esta igualdade na cláusula where vai fazer com que sejam apresentados os dados dos clientes, com os dados das encomendas, mas apenas daqueles em que os valores dos campos codcli coincidem nas 2 tabelas. Docente: Ana Batista86

87 Expressão inner join O exemplo anterior pode ser substituído pela expressão inner join na cláusula from (deixando ser necessário utilizar a cláusula where). Select * From clientes inner join encomendas on Clientes.codcli=encomendas.codcli; Docente: Ana Batista87


Carregar ppt "Ano letivo 2012-2013 Curso EFA de técnico de Informática e Sistemas Docente: Ana Batista EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS Curso EFA – Sec. Turma C - 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google