A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

#3-0-1 Unidade 4: Colecta de dados e amostras. Questões de Aquecimento: Instruções  Durante os próximos cinco minutos, responda às questões de aquecimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "#3-0-1 Unidade 4: Colecta de dados e amostras. Questões de Aquecimento: Instruções  Durante os próximos cinco minutos, responda às questões de aquecimento."— Transcrição da apresentação:

1 #3-0-1 Unidade 4: Colecta de dados e amostras

2 Questões de Aquecimento: Instruções  Durante os próximos cinco minutos, responda às questões de aquecimento da unidade 4 do seu manual  Por favor, não compare as suas respostas com as dos demais participantes  As respostas não serão recolhidas nem avaliadas  As respostas serão revistas no final da unidade #3-4-2

3 Conteúdo da Unidade No final da unidade, você deverá estar apto(a) a: © analisar a condução de testagem anónima não-vinculada para vigilância sentinela de HIV © explicar métodos para manter amostras anónimas e não-vinculadas #3-4-3

4 Conteúdo da Unidade, Cont. No final da unidade, deverá estar apto(a) a: © explicar a importância de formulários padronizados de colecta de dados © descrever os protocolos para a colecta de dados © identificar a informação demográfica necessária para a análise #3-4-4

5 Objectivos da Testagem de HIV  Aconselhar as pessoas sobre a sua infecção  Encaminhá-las para assistência  Reduzir o risco de transmissão ou aquisição do HIV  Garantir a segurança do sangue armazenado  Produzir pesquisas científicas  Determinar a elegibilidade para certos tipos de empregos ou seguros de saúde #3-4-5

6 Viés de Participação na Testagem de HIV  Para o uso da testagem de HIV para vigilância, os dados devem ser representativos de toda a população sentinela  As pessoas a quem se oferece a testagem para HIV podem ter razões para aceitar ou não o teste  A abordagem de testagem utilizada influenciará o viés de participação #3-4-6

7 Considerações para a Selecção de Abordagens  Existem 5 considerações para a selecção da abordagem de testagem: © Viés de participação © consentimento livre e esclarecido © confidencialidade © vinculação © revelação de resultados #3-4-7

8 Abordagens para Testagem de HIV  As seis principais abordagens de testagem de HIV para propósitos de vigilância são: © Testagem anónima não-vinculada sem consentimento © Testagem anónima não-vinculada com consentimento © Testagem vinculada confidencial com consentimento © Testagem anónima vinculada com consentimento © Testagem obrigatória © Testagem compulsiva #3-4-8

9 Vigilância Sentinela Recomendada  A testagem anónima não-vinculada sem consentimento é a abordagem recomendada para vigilância sentinela  A testagem anónima não-vinculada é feita somente em contextos em que amostras são colectadas regularmente para outros propósitos  A principal desvantagem da testagem anónima não- vinculada é que as pessoas não têm acesso ao resultado de seu teste #3-4-9

10 Vigilância Sentinela Recomendada, Cont.  A testagem vinculada (confidencial ou anónima) com consentimento é a abordagem preferencial quando as amostras são colectadas explicitamente com o propósito de testagem de HIV  Um exemplo disso é a serovigilância de HIV de base comunitária #3-4-10

11 Testagem Anónima Não-Vinculada Sem Consentimento  A testagem de HIV deverá ser feita somente em amostras de sangue colectadas para outros propósitos  Os indivíduos não precisam de dar consentimento para que a testagem de HIV seja feita no seu sangue  Toda a informação que possa vincular um resultado de teste de HIV a um indivíduo é permanentemente destruída, antes de a testagem ocorrer #3-4-11

12 Testagem Anónima Não-Vinculada Sem Consentimento, Cont.  Os dados são registados sob códigos que não identificam os indivíduos  As pessoas não escolhem participar ou não  As pessoas não recebem os resultados dos testes #3-4-12

13 Determinação de Elegibilidade  O primeiro passo para a testagem anónima não- vinculada é identificar pessoas que sejam elegíveis para compôr a amostra  Isso é feito no momento da consulta pela equipa clínica  Outra forma, menos desejável, de selecção é a revisão de informações nos registos da clínica após as consultas #3-4-13

14 Obtenção da Informação  Os tipos de informação a serem colectadas incluem: © informações demográficas básicas © informações adicionais úteis, que podem confirmar a elegibilidade: data da consulta motivo da consulta data da última consulta (se disponível), para verificar elegibilidade #3-4-14

15 Obtenção da Informação, Cont.  Outras possíveis fontes de dados incluem: © dados demográficos adicionais nível educacional ou sócio-económico ocupação situação conjugal © dados comportamentais adicionais número de parceiros sexuais uso de preservativo © dados clínicos adicionais sinais e sintomas de HIV sinais e sintomas de outras DTS/ITS #3-4-15

16 Procedimentos Passo a Passo para TANV 1.Membro n.° 1 da equipa colecta a amostra de sangue do paciente, rotulando com um código 2.Membro n.° 1 da equipa preenche formulário com o mesmo código, dados demográficos e informações clínicas de rotina, incluindo dados de identificação do paciente #3-4-16

17 Procedimentos Passo a Passo para TANV, Cont. 3.Membro n.° 1 da equipa retira uma alíquota ou uma porção, da amostra de sangue e a coloca num segundo tubo 4.A segunda amostra com a alíquota de sangue é rotulada com um novo código, sem vinculação com identificação pessoal #3-4-17

18 Procedimentos Passo a Passo para TANV, Cont. 5.O primeiro tubo de sangue é enviado para a testagem clínica de rotina (ex. hemoglobina, sífilis) 6.Membro n.° 1 da equipa regista o novo código no formulário de vigilância, transferindo também os dados demográficos. Assim, o formulário de vigilância não contém informações pessoais #3-4-18

19 Procedimentos Passo a Passo para TANV, Cont. 7.Membro n.° 2 da equipa realiza testagem de HIV na amostra rotulada com o novo código 8.Os resultados dos testes de HIV são registados em livro de registos do laboratório com o novo código 9.Os dados demográficos dos formulários de vigilância são associados aos resultados dos testes de HIV a partir do novos códigos, e então analisados #3-4-19

20 Rótulos das Amostras e Registo dos Resultados  Etiquetas claras, duráveis e consistentes para o rótulo das amostras são muito importantes para a TANV  Os resultados dos testes devem ser registados em livro somente com o código da amostra e o resultado do teste  Ao rotular as amostras e registar os resultados,deve-se ter um grande cuidado quanto à proteção da confidencialidade #3-4-20

21 Fluxo de Formulários de Colecta de Dados #3-4-21

22 Revisão das Questões de Aquecimento  Durante alguns minutos, volte às questões de aquecimento do início da unidade  Faça as modificações que desejar  As questões serão discutidas em alguns minutos #3-4-22

23 Respostas às Questões de Aquecimento 1.Verdadeiro ou falso? Na testagem anónima não-vinculada, é aceitável manter informações sobre a identidade do paciente, a fim de informá-lo sobre o seu resultado, caso seja positivo. Falso #3-4-23

24 Respostas às Questões de Aquecimento, Cont. 2. Coloque os seguintes eventos na ordem correcta, correspondendo aos procedimentos apropriados para testagem anónima não-vinculada. a.O sangue é colectado e rotulado com um código b.A amostra é testada para HIV c.Informações de identificação pessoal são retiradas da amostra d.Uma amostra de sangue colectado para outros fins é removida para um novo tubo, para ser testada para HIV a, d, c, b #3-4-24

25 Respostas às Questões de Aquecimento, Cont. 3.Verdadeiro ou falso? Testagem anónima não-vinculada, sem consentimento livre e esclarecido, pode reduzir consideravelmente o viés de participação. Verdadeiro. #3-4-25

26 Respostas às Questões de Aquecimento, Cont. 4. Coloque os seguintes eventos na ordem correcta, correspondendo ao método preferencial para colecta de dados para a testagem anónima não-vinculada: a. Enviar formulário ao laboratório b. Adicionar formulário de teste de HIV c. Adicionar formulário de dados demográficos d. Remover a sessão de dados demográficos do formulário e enviar para o administrador de dados c, d, a, b #3-4-26

27 Respostas às Questões de Aquecimento, Cont. 5. Qual das seguintes alternativas não necessita do uso de formulários padronizados de colecta de dados? a. Assegurar que a informação necessária será obtida b. Assegurar que os dados provenientes de diferentes locais poderão ser facilmente comparados c. Assegurar que a informação pessoal de cada paciente poderá ser correlacionada com o seu resultado de teste de HIV d. Nenhuma das alternativas acima mencionadas Formulários de colecta de dados padronizados facilitam a colecta dos dados. Ligar a informação pessoal do paciente com seu resultado do teste é irrelevante, sendo, algumas vezes, indesejável. #3-4-27

28 Respostas às Questões de Aquecimento, Cont. 6.Verdadeiro ou falso? Em inquéritos confidenciais vinculados, um formulário de laboratório separado deve ser usado para que o pessoal do laboratório não tenha acesso a informações de identificação pessoal dos pacientes. Verdadeiro. #3-4-28

29 Respostas às Questões de Aquecimento, Cont. 7.Para testagem anónima não-vinculada utilizada em vigilância sentinela, qual das seguintes variáveis seria inadequado colectar? a. idade do paciente b. situação conjugal do paciente c. número de filhos do paciente d. nenhuma das alternativas acima mencionadas Não é necessário saber o número de filhos #3-4-29

30 Discussão em Pequenos Grupos: Instruções  Reúnam-se em pequenos grupos para discutir as questões  Seleccionem um membro do grupo para apresentar as respostas  Terão 15 minutos para o exercício #3-4-30

31 Relatos dos Pequenos Grupos  O relator do grupo apresenta as respostas  Façam uma discussão com os demais colegas #3-4-31

32 Estudo de Caso: Instruções  Leia o estudo de caso individualmente  As respostas serão discutidas em aula #3-4-32

33 Revisão do Estudo de Caso  Acompanhe a revisão do estudo de caso em aula  Discuta as suas respostas com os colegas #3-4-33

34 Verificação do Processo  Tem alguma dúvida quanto às informações vistas até ao momento?  Está satisfeito(a) com a forma de trabalho da unidade 4?  Gostaria de mudar alguma coisa, a fim de beneficiar o grupo? #3-4-34

35 CDC Global AIDS Program Anexo 4.2: Testagem Anónima Não-Vinculada (TANV) para Vigilância Sentinela de HIV #3-4-35

36 Propósitos da Testagem Anónima Não-Vinculada de HIV (TANV)  Monitorização de tendências  Desenvolvimento de estimativas e projecções  Auxiliar no planeamento de programas  Intervenções pontuais #3-4-36

37 TANV Sem Consentimento  1. A TANV sem consentimento deve unicamente utilizar sobras de sangue/fluidos de amostras colectadas no sistema de rotina  2. Os dados de vigilância resultantes da TANV devem ser irreversivelmente não- vinculados e tornados anónimos antes da testagem para HIV  3. A testagem rápida de HIV para vigilância com TANV não deve ser conduzida no local e no momento da colecta #3-4-37

38 TANV Sem Consentimento, Cont.  4. A colecta de dados para vigilância com TANV deve ser limitada aos dados colectados como rotina nos serviços  5. Aconselhamento e Testagem Voluntária para HIV (ATV) devem estar disponíveis e acessíveis aos pacientes dos locais onde a TANV estiver sendo conduzida  6. Os dados provenientes de vigilância sentinela com TANV devem ser usados para o planeamento e avaliação de programas #3-4-38

39 TANV Com Consentimento  Os procedimentos para a condução de TANV com consentimento são os mesmos que os da TANV sem consentimento, com as seguintes excepções: © sangue/fluidos colectados fora da rotina podem ser usados © os dados colectados não precisam de estar limitados às informações colectadas no sistema de rotina pelos serviços #3-4-39

40 TANV Com Consentimento, Cont.  O termo de consentimento deve explicar os objectivos da pesquisa e o facto de que os resultados não serão devolvidos  O processo de não-vinculação e anonimato deve ser irreversível e ser realizado antes da testagem para HIV (ver n.° 2 acima), com precauções adicionais, a fim de garantir o anonimato, apesar do contacto face a face entre o paciente e o membro da equipa de vigilância #3-4-40

41 Recomendações  É recomendado pelo CDC Global AIDS Program que todos os países e programas que apoiam vigilância com TANV nos CPN: © colectem informações sobre a disponibilidade dos locais seleccionados e sobre o entendimento que estes têm a respeito dos serviços de PTMI © examinem a possibilidade do uso dos dados de PTMI para propósitos de vigilância #3-4-41


Carregar ppt "#3-0-1 Unidade 4: Colecta de dados e amostras. Questões de Aquecimento: Instruções  Durante os próximos cinco minutos, responda às questões de aquecimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google