A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Seminário de Finalização Cooperação internacional e Intercâmbio Acadêmico para a Pesquisa Interdisciplinar e a Gestão de Sistemas Socioecológicos na Amazônia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Seminário de Finalização Cooperação internacional e Intercâmbio Acadêmico para a Pesquisa Interdisciplinar e a Gestão de Sistemas Socioecológicos na Amazônia."— Transcrição da apresentação:

1 Seminário de Finalização Cooperação internacional e Intercâmbio Acadêmico para a Pesquisa Interdisciplinar e a Gestão de Sistemas Socioecológicos na Amazônia Professora Visitante Pró-Amazônia - CAPES Dr a Simone Athayde – Tropical Conservation and Development Program University of Florida Maio a Julho de 2014

2 SÍNTESE DA APRESENTAÇÃO 1. CONTEXTO E OBJETIVOS 2. ATIVIDADES REALIZADAS Workshop Programa Barragens e Reunião COOPI Intercâmbio e reuniões com docentes Apoio à orientação de alunos Disciplina optativa UNIR e UFT Projetos e conferências Publicações e relatórios 3. AVALIAÇÃO E SEGUIMENTO

3 CONTEXTO E OBJETIVOS Cooperação internacional entre Universidade da Flórida (UF) e Universidades Amazônicas – histórico de 30 anos de intercâmbios e parcerias entre Centro de Estudos Latinoamericanos e Programa de Conservação e Desenvolvimento Tropical – TCD. Cursos de formação de lideranças na Amazônia – 2009, Alta Floresta e Cotriguaçu. Formação da rede de pesquisa integrativa sobre barragens Amazônicas – Universidades Amazônicas, UF, Servico Geológico dos Estados Unidos (Barragem de Glen Canyon). Início em 2011, liderança brasileira UNIR e UFT. Dr a. Carolina Doria – UNIR – Coordenadora projetos Pró-Amazonia e COOPI – pesca e recursos pesqueiros como uma das temáticas chaves para pesquisa integrativa.

4 PLATAFORMA DE APRENDIZAGEM ATIVA – PROGRAMA TCD A missão do Programa de Conservação e Desenvolvimento Tropical (TCD) da UF é conectar teoria e prática para avançar bem-estar social e conservação ambiental nos trópicos. Kainer et al

5 LINHA DO TEMPO / TIMELINE Curso de Campo UF – Alta Floresta Programa Barragens na Amazônia – Amazon Dams Program Reunião UF Prof. Elineide: “O que nos une é a água.” Mobilizando e integrando pesquisadores UF, UFT, UNIR, USGS Simpósio na UF Flórida Elaborando projetos e formando grupos Workshop no Brasil

6 PROJETOS/ PROJECTS: Cooperação Internacional – Abordagem Integrativa Pró-Amazônia – Peixes e Pesca UF Seeds – Abordagem Integrativa UF Seeds – Saúde Pública- Malária Grupos de trabalho, intercâmbio de pesquisadores e estudantes, coordenação de pesquisas

7 Conceitos-chave  Pesquisa integrativa: produção e troca de conhecimentos entre áreas disciplinares, atores sociais e instituições na academia (interdisciplinaridade) e entre academia e sociedade (transdisciplinaridade), visando a resolução de problemas.  Sistemas socioecologicos complexos – teoria de sistemas, barreiras entre dimensões sociais e ecológicas são arbitrárias. Não-linearidade, complexidade, escalas, re-organização.  Manejo adaptativo: aprendizagem de longo-termo e retroativa sobre o sistema para melhorar o manejo do sistema. Aprender com os estudos de caso e países.

8 Participantes Acadêmicos Tress et al PESQUISA INTEGRATIVA REDE DE BARRAGENS AMAZÔNICAS

9 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES PROGRAMA PRÓ-AMAZÔNIA: BIODIVERSIDADE E SUSTENTABILIDADE Rede cooperativa de pesquisa e formação de recursos humanos para o estudo dos impactos dos empreendimentos hidrelétricos na Amazônia sobre recursos pesqueiros e a pesca com enfoque ecossistêmico Contribuir para o desenvolvimento e fortalecimento de uma rede internacional de pesquisa sobre a dinâmica socioambiental da implantação de barragens nas principais bacias da Amazônia. Fortalecimento e integração dos programas de pós-graduação Amazônicos e da cooperação internacional, com ênfase para o programa PGDRA da UNIR e Ciamb da UFT. Desenvolver abordagens inter e transdisciplinares inovadoras para a gestão socioambiental na Amazônia.

10 ATIVIDADES REALIZADAS Workshop Programa Barragens Integrando Conhecimentos sobre Hidrelétricas na Amazônia Legal: Aprendendo com as Experiências dos Rios Colorado (EUA), Madeira (RO) e Tocantins (TO) Palmas e Porto Velho, 04 a 10 de maio de 2014

11 Principais Atividades Planejamento do Workshop. Apoio logístico para viagem da equipe americana, bem como para tradução de apresentações e conversas. Apoio para elaboração de relatório técnico (em finalização). Apoio para elaboração de publicações. Reunião de trabalho com equipe de coordenação do Programa de Cooperação Internacional Universidades Amazônicas e UF (CAPES). Planejamento de página da internet para a rede. Apoio para intercâmbio acadêmico entre pesquisadores, professores e alunos.

12 Apoio à orientação de alunos Participação em banca de defesa de mestrado: aluna Livia Maciel Lopes, Universidade Federal do Amazonas, Programa de Pós- Graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia - PPG/CASA. Dia 22/07/2014, Manaus, AM. Apoio para o desenvolvimento de projetos de mestrado e doutorado de alunos da UNIR, UFT e UF. Intercâmbios e reuniões com gestores e docentes e participação em aulas Reunião com Reitora e Pró-Reitor de Pesquisa UNIR. Reuniões com professores da UNIR e UFT. Professora convidada para ministrar aula sobre epistemologia e métodos quanti e qualitativos para a turma de graduação em Pedagogia da Profa. Walterlina Brasil na UNIR.

13 Disciplina optativa UNIR e UFT PESQUISA E PRÁTICA INTERDISCIPLINAR PARA A GESTÃO SOCIOAMBIENTAL NA AMAZÔNIA SISTEMAS SOCIOECOLÓGICOS COMPLEXOS E GESTÃO SOCIOAMBIENTAL NA AMAZÔNIA

14 Programas interdisciplinares na UF, UNIR e outras universidades: falta de cursos fundacionais abordando a inter (e trans) disciplinaridade como um campo específico de estudo e investigação na academia e entre academia e sociedade. Demanda para criação de oportunidades para os estudantes desenvolverem habilidades inter e transdisciplinares para a resolução de problemas reais de gestão socioambiental na Amazônia. Fortalecimento de comunidades de prática para alavancar aprendizagem e coordenar pesquisas sobre problemas ou temas comuns. Criação de oportunidades para estabelecimento de conexões e colaboração entre a UF, a UNIR e outras universidades amazônicas (ex. UFT). Contexto e Necessidade

15 MANDALA DA CLASSE Qualitativo e quantitativo Métodos inter e transdisciplinares Treinamento para análise crítica de problemas Ferramentas integrativas Ferramentas participativas Jogos e ferramentas criativas Facilitação da aprendizagem Trabalho em grupo Integração de conhecimentos Comunicação interpessoal Resolução de problemas História Aspectos políticos Epistemologia Paradigmas Abordagem de sistemas Fundamentos Históricos e Críticos Habilidades Desenho de Pesquisa Ferramentas

16 PEDAGOGIA E FORMATO DA CLASSE Pedagogia baseada na aprendizagem experiencial e na participação ativa dos educandos no processo educativo (Paulo Freire). Formato variado: mini-aulas expositivas, atividades em grupo, jogos e atividades lúdicas, dinâmicas de grupo e duplas/trios de monitoramento.

17 Disciplina OptativaUNIRUFT Estudantes Mestrado, doutorado, Institutos Federais 1014 Foco principalInterdisciplinaridade e gestao socioambiental Sistemas socioecologicos complexos e gestao socioambiental Duração (horas)8045 Disciplina Optativa UNIR E UFT

18 DINÂMICA ÁRVORE DO CONHECIMENTO UNIR UFT

19 JOGO CONCEITOS E SíMBOLOS UNIR UFT

20 MONITORIA E TRABALHO EM GRUPO E INDIVIDUAL

21 CAFÉ PAULO FREIRE JOIADA E ARILSON

22 UFT UNIR Antes Depois Antes Depois Análise de Redes Sociais

23 1) DEFININDO O PROBLEMA IDENTIFICANDO E DELIMITANDO ÁREAS DISCIPLINARES EXPLORANDO CONCEITOS-CHAVE 2) DEFININDO O DESENHO METODOLOGICO 3) ELABORANDO PRODUTOS E REFLETINDO SOBRE RELEVÂNCIA E POTENCIAIS APLICAÇÕES 1) Definir o problema: por que necessitamos uma abordagem interdisciplinar? - Quais áreas disciplinares sao críticas para abordar o problema? Por quê? - Reduzir o foco e áreas disciplinares (2 a 3 max) - Refletir sobre habilidades para trabalho em grupo 1) Definir o problema: por que necessitamos uma abordagem interdisciplinar? - Quais áreas disciplinares sao críticas para abordar o problema? Por quê? - Reduzir o foco e áreas disciplinares (2 a 3 max) - Refletir sobre habilidades para trabalho em grupo 2) Desenho metodológico e Mapa da pesquisa - Identificar métodos relevantes e variáveis para análise integrada - Refletir sobre dinâmica e processo do trabalho em grupo 3) Construção de entendimento abrangente - Refletir sobre o processo – teoria e prática interdisciplinar - Comunicar e aplicar resultados - Compartilhar produtos - Avaliar trabalho em grupo: como podemos melhorar? METODOLOGIA PARA PROJETOS INTERDISCIPLINARES EM GRUPO TRABALHO EM GRUPO

24 UNIRUFT Pecuária e Desmatamento em Rondônia A gestão de políticas públicas das águas na pesca, saúde e comunicação: um estudo de caso da usina de lajeado A Mulher na Gestão AmbientalGestão compartimentalizada do entorno do lago da UHE Lajeado, Tocantins, Brasil Gestao de Bacias Hidrograficas – Rio Machado Gestao ambiental e escolar Mudanças na paisagem, hábitos de pesca e o ordenamento social dos habitantes das comunidades de Vila Nova e Bom Jardim no município de Altamira-PA, produzidas pela construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, Brasil PROJETOS INTERDISCIPLINARES UNIR E UFT

25 TEMA: Gestão dos Recursos Hídricos Benedita Joiada Karla Lorena

26 Problema Diagnosticar a participação da sociedade na gestão dos recursos hídricos da bacia hidrográfica do rio Machado - RO

27 Figura 1: Modelo do Sistema Socio-Ecológico proposto por Lorenzen (2008)

28 A AGROPECUÁRIA DAS PEQUENAS PROPRIEDADES RURAIS E SEU IMPACTO NAS MATAS CILIARES

29

30

31

32 BOM DIA!

33 Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre. Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão. (Paulo Freire) Valeu pela partilha de saberes... de Simone e Carolina, e dos colegas de Classe! (Bené e Karla) \’

34 AVALIAÇÃO  Importância da oferta de disciplinas com foco em abordagens inter e transdisciplinares e pedagogias que fortaleçam a liderança e capacidade crítica para resolução de problemas.  Necessidade de aprofundar estudos de caso e exemplos de projetos de pesquisa integrativa.  Necessidade de mais tempo e literatura para aprofundar conceitos da teoria de sistemas.  Promover maior integração entre os projetos e alunos da UF, UFT e UNIR participantes da disciplina.

35 Projetos de Pesquisa e Conferências PB/A CI - UHE BELO MONTE Projeto e atividade de pesquisa – Programa Pró-Amazônia e Verthic. Monitoramento participativo da pesca entre o Povo Juruna da TI Paquicamba afetado pela hidrelétrica de Belo Monte na Volta Grande do Rio Xingu. PB/A – CI UHE Belo Monte. Metodologia e abordagem integrativa e transdisciplinar de construção de conhecimento entre academia e sociedade, integrando conhecimento indígena e conhecimento científico para a gestão de recursos pesqueiros junto a povos indígenas na Amazônia.

36 Aldeia Muratu

37 PB/A CI - UHE BELO MONTE Atividades realizadas durante o período da bolsa: Síntese, apresentação e discussão dos dados do monitoramento participativo da pesca no período de março a junho junto as comunidades indígenas das aldeias Muratu, Paquiçamba e Furo Seco.

38 Conferência Internacional Status e Futuro dos Maiores Rios do Mundo 2nd International Conference on the Status and Future of the World’s Large Rivers Manaus, 21 a 24 de Julho de 2014 Apresentação: Participatory social‐environmental monitoring among the Juruna people impacted by the Belo Monte Dam in the big bend of Xingu River: Challenges and Opportunities. Athayde, S. F., Marcondes, R.; Nascimento, H. S. e Ferreira, I. R.

39 Publicações Publicações relativas ao Programa Barragens e Pró-Amazônia: Organizadora de Debate Contemporâneo para a Revista Tipiti (Co- editora, B1 CAPES) – Indigenous Peoples, Dams and Resistance in Brazilian Amazonia. Em impressão. Artigo introdutório e 8 autores colaboradores. Artigo em Co-autoria com Fernando Prado et al. – Revista Renewable & Sustainable Energy Reviews (A1 CAPES) – Submetido, ref. RSER-D Relato de evento (Workshop Barragens ) – Revista Novos Cadernos do NAEA (UFPA), em co-autoria com grupo barragens - Em andamento. Revisão de artigo em co-autoria com Berenice Simão (Egressa UNIR), a ser submetido para a Revista Ambiente e Sociedade (A1 CAPES) – Em andamento.

40 AVALIAÇÃO E SEGUIMENTO Aprofundar integração entre universidades e bacias hidrográficas através da coordenação de estudos de caso e projetos com abordagem sistêmica. Promover ampla reflexão sobre inter e transdisciplinaridade em programas de pós-graduação amazônicos, contribuindo para a formação de recursos humanos para a gestão socioambiental integrada. Estabelecer problemas críticos e desenho metodológico para coordenar pesquisa integrativa entre as bacias hidrográficas e estudos de caso. Levantar financiamento específico para projetos integrativos e apoio a estudantes nas várias universidades envolvidas. Encontro COOPI e Mini-simpósio na Universidade da Flórida em Outubro de 2014.esso dos participantes da rede.

41 AGRADECIMENTOS CAPES – Programa Pró-Amazônia – Biodiversidade e Sustentabilidade Universidade Federal de Rondônia – UNIR. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente – PGDRA. Pró-Reitoria de Extensão e Pesquisa Universidade Federal do Tocantins – UFT. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente – Ciamb Universidade da Flórida – Programa TCD e Centro de Estudos Latinoamericanos Docentes: Carolina Doria - UNIR Elineide Marques - UFT Artur Moret - UNIR Walterlina Brasil - UNIR Adriana Malvásio - UFT Philip Williams - UF Bette Loiselle - UF Robert Buschbacher – UF Marianne Schmink - UF Jynessa Dutka-Gianelli - UF


Carregar ppt "Seminário de Finalização Cooperação internacional e Intercâmbio Acadêmico para a Pesquisa Interdisciplinar e a Gestão de Sistemas Socioecológicos na Amazônia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google