A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DUAL CHANNEL Adinan Southier Soares Senai – São Lourenço do Oeste.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DUAL CHANNEL Adinan Southier Soares Senai – São Lourenço do Oeste."— Transcrição da apresentação:

1 DUAL CHANNEL Adinan Southier Soares Senai – São Lourenço do Oeste

2 Memórias   Um dos motivos pelos quais os computadores não alcançam todo seu poder computacional é a lentidão das memórias por operarem com freqüências muito inferiores aos da CPU deixando-a ociosa enquanto espera algum dado da memória. O problema é que dificilmente as memórias alcancem um dia às mesmas frequências de processadores.   Muitas vezes o processador tem de ficar esperando a memória, para poder entregá-la um determinado dado.

3 Memórias   Para viabilizar a comunicação de modo mais eficaz, foi criado para os processadores duas freqüências, uma interna, usada internamente para executar as instruções, e outra externa, para acessar dispositivos externos, principalmente a memória. Mesmo assim, ainda não é possível viabilizar a comunicação memória – CPU da forma mais eficiente pois os processadores operam com freqüência no barramento externo ainda acima da maioria das memórias.

4 Memórias   Uma solução para minimizar esse problema é a memória Dual-Channel. Essas memórias transmitem o dobro de dados por transferência duplicando sua capacidade em relação às outras memórias, por exemplo, ao invés de fazerem comunicação com o processador transferindo 64 bits, ou 8 bytes por vez, transferem 128 bits, ou 16 bytes por vez.

5 Memórias   Assim, uma DDR-400, que opera a um clock real de 200 MHz, realiza duas transferências por ciclo, transferindo 64 bits, tem taxa de transferência máxima de MB/s. Sendo ela Dual-Channel, os acessos a memória serão de 128 bits fazendo com que sua taxa de transferência máxima seja MB/s.

6 Dual Channel   O Dual Channel é nada mais nada menos, que ter duas controladoras de memória independentes.

7 Dual Channel   Dual Channel é o recurso que permite ao chipset ou ao processador efetuar uma comunicação com dois canais de memória simultaneamente. As memórias trabalham simultaneamente e fornecem o dobro da largura de dados do barramento. O comum das memórias DDR é trabalhar com a incrível quantidade de 64 bits, mas com o recurso Dual Channel, este valor “dobra” e fica em 128 bits.

8 Dual Channel   A tecnologia de duplo canal só funciona quando se utiliza memórias aos pares.   Ou seja,são necessários dois pentes de memória, ou quatro. Para ativar o recurso é necessário memórias com frequências, tamanho e temporizações idênticas, de preferência até da mesma marca (evita muitos problemas). Assim, para habilitar 4 GB de memória em Dual Channel, é preciso comprar dois pentes de 2 GB ou então, quatro pentes de 1 GB.

9 Dual Channel   Além das memórias, é necessário que a placa-mãe seja compatível com a tecnologia DUAL CHANNEL. Se a placa-mãe tiver apenas dois slots, basta conectar os pentes de memória.

10 Dual Channel   Já as placas-mãe mais robustas trazem quatro slots de memória, é necessário consultar o manual do fabricante, pois as dependendo da marca e do modelo, a instrução para encaixar conforme as cores, pode ser inversa, confundindo o técnico.


Carregar ppt "DUAL CHANNEL Adinan Southier Soares Senai – São Lourenço do Oeste."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google